Liguem seus motores!!!
20/09/2016 08:00 / 4,669 visualizações / 4 comentários

 

 

Namastê, WebWalkers! Bracco criado no campo de batalha com sucesso! Esta semana tragam suas bugigangas, shields, dados e todo equipamento de MTG, pois a “Feira dos Inventores” nos aguarda com o lançamento de mais uma incrível coleção com a estética steam punk misturada com a estética da Índia: Kaladesh!!!


Mundo da fantasia à parte, neste artigo trago a vocês análises das mecânicas para o pré release dessa edição, o qual promete ser um sucesso. Então vamos andando e “Start your Engines, and may the best player WIN!!!!!!” 

 

VEÍCULOS e TRIPULAR

 


     

VEÍCULO é um novo tipo de artefato o qual interage com criaturas no Campo
de Batalha. Ele NÃO é uma criatura mesmo tendo impresso o status de poder e resistência em seu canto direito inferior, para que ele se torne uma criatura, você precisa ativar a condição de sua habilidade TRIPULAR.


Cada veículo possui a habilidade Tripular seguida de um número, esse número indica o total somado do poder das criaturas que você controla e que você precisa Virar para fazer o artefato funcionar. Por exemplo, no card Aeroesquife, mostrado acima, basta alguma criatura com poder 1 ou superior para fazê-lo criatura também, inclusive você pode fazer isso com criaturas que acabaram de entrar no Campo.


Nesse status, o veículo pode fazer tudo o que uma criatura faz (atacar, bloquear, ser encantado, Tripular outro veículo, etc.), porém, note que ele possui enjôo de invocação ao se tornar criatura (não pode atacar no turno que entra). e também que ele deixa de ser uma no fim do turno, portanto cards como aura vão para o cemitério (ou outra zona indicada) quando o Veículo volta a ser só artefato.
   

 Alguns cards do tipo “piloto” interagem de um jeito especial com os Veículos, como a Fanática das Pistas e o Ás das Marchas:


 

E algumas condições podem torná-los criaturas mesmo sem Tripular. Por exemplo:
 


ENERGIA

 


     

ENERGIA é um novo tipo de marcador que os jogadores podem ter. Você os ganha quando o card menciona a quantidade em seu efeito, por exemplo: O card acima, Morrer Jovem, lhe dá dois marcadores de energia e logo em seguida você pode gastar qualquer quantidade acumulada para seu segundo efeito de -1/-1 até o fim do turno, então, se eu anteriormente já tinha pelo menos o Sábio da Reivindicação, eu posso dar até -5/-5 para uma criatura alvo.


Use algum dado ou peças para guardar a quantidade acumulada, eles não são manas (portanto não somem de etapa para etapa), mas alguns outros cards se beneficiam quando você retira os marcadores de energia que possui para ativar ou desencadear alguma habilidade. Como por exemplo:

 


FABRICAR

 


    

FABRICAR é um efeito que desencadeia quando a permanente com essa habilidade entra em Campo. Por exemplo, ao conjurar Artesão Braçoluz eu aguardo ele resolver (meu oponente pode anular ele, por exemplo) e então escolho se coloco 1 marcador +1/+1 nele ou se CRIO (coloco no campo de batalha) uma ficha de Servus 1/1. Se caso algum efeito destruir o anão ao entrar no campo de batalha, antes da minha escolha, só me resta CRIAR o Servus.


 As armadilhas de tantas maravilhas!

 

Kaladesh é uma coleção que encanta logo nos primeiros vislumbres, porém para montar seu deck no sistema selado, tenha uma coisa em mente: Não faça bagunça!
 

Por exemplo, VEÍCULOS NÃO SÃO CRIATURAS, e embora tentadores, de nada adianta seu deck de 40 cartas possuir uma infinidade de Veículos sem ter criaturas o suficiente para pilotá-los. Cards comuns, como Expresso de Aradara, são fascinantes e potenciais finalizadores, porém, pondere se seu baralho possui consistência o suficiente para fazê-lo funcionar, prefira Veículos mais “independentes”, como Carruagem do Agricultor, onde você encontra uma habilidade funcional por si só.

 


     

Prefira também cards mais versáteis para tripulá-los. Um preto e/ou vermelho agroo, por exemplo, podem fazer bons estragos iniciais atacando com criaturas como, Vigia do Mercado Noturno e Infiltrador das Torres, que além do dano de combate, desencadeiam suas habilidades virando para atacar e tirando mais vida de oponentes, após os estragos iniciais, desencadeio-os novamente ao virá-los para tripular um Veículo.

 


     

O sistema de ENERGIA também deve ser visto com cautela: Primeiro que você deve ficar atento aos cards que deseja aproveitar com os seus contadores antes de gastá-los com quaisquer outras situações. Segundo que você necessita ter cards o suficiente que te abasteçam com Energia. Alguns como, Harmonizar-se com o Éter, e Lampejo de Genialidad,e te dão além de recursos, marcadores de energia, o que faz qualquer situação que os necessite, um belo bônus. Os cards que pedem Energia para uma habilidade também possuem um jeito para lhe dar uma certa quantidade antes, porém quanto mais melhor!

 


    

FABRICAR é extremamente versátil, então pense bem o que escolher conforme a situação que enfrenta, além do objetivo de suas cartas. Saqueador Etergênito, entre outras cartas, interagem bem com marcadores +1/+1. Esse ladino inclusive pode vir a ser um grande problema para seu oponente (ou você) dependendo da construção do baralho e o uso de suas cartas.

 

 

Conclusão

 

Mantenha o foco para não cair nas armadilhas mencionadas acima e preste atenção na consistência da sua pool de cartas.  Tente tirar o máximo proveito das habilidades sem deixar que elas se anulem na interação umas com as outras. E o mais importante (sempre!): Estude toda as cartas novas para minimizar as surpresas desagradáveis (veja o spoiler completo aqui).
 

E divirta-se!!!


Felipe Bracco (VIP STAFF Bracco)
Viciado e apaixonado pela mana vermelho, adorador de Goblins, viajante das teorias, curioso e observador! Buscando sempre expandir os limites da minha própria escrita e do que pode ser escrito.
Jogo Magic desde 2000, e hoje estou mergulhado inteiro na comunidade. Sou inclusive administrador do MTG LGBT, grupo de Magic no Facebook visando acolhimento e promoção de eventos relacionados.
Se quiser saber mais sobre, entre em contato!!!
Redes Sociais: Facebook

ARTIGOS RELACIONADOS

Lore - Começa a revolução

A primeira vitoria


Lore - Na calada da noite

O gatewatch ganha um reforco inesperado


O Duelo Control: Jeskai x Grixis

Qual a melhor escolha para o Standard?


Acompanhe o Pro Tour Kaladesh

Começa a disputa!

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

VIP STAFF Bracco (20/09/2016 23:16:56)

Obg :D

Alchemist (20/09/2016 22:43:51)

Na minha humilde opinião um dos melhores artigos de início de expansão que já li.
Simples, com um linguagem leve e muito bem elucidativo.

Parabéns

Espero que os artigos de cores, estejam nesse estilo, pois os últimos deixaram muito a desejar.

VIP STAFF Bracco (20/09/2016 20:39:19)


Vamos lá!

Tripular: você pode usar essa habilidade em qualquer momento que a prioridade seja sua, porém para bloquear, vc tem que declarar os bloqueadores juntos.
Portanto vc não pode bloquear com as criaturas X e Y e depois virá-las para tripular um veículo e escolher o veículo como bloqueador tb.
Ou vc transforma ele em veículo com ele antes e bloqueia, ou não dá pra bloquear com ele.
E sim, vc pode virar qualquer quantidade de criaturas com a soma do poder igual ou superior a habilidade do veículo.

se uma criatura com Fabricar for anulada, vc não fabrica.
No entanto o efeito pode ser respondido no campo de batalha, por exemplo quando ela entra, o oponente tem que decidir antes de vc escolher o efeito que quer. Então se seu oponente der 2 de dano no anão antes da sua escolha (por exemplo) vc fabrica Servus.
Se vc escolheu antes, nenhuma atitude pode ser tomada entre sua escolha e colocar os marcadores na permanente

abs

fael_270 (20/09/2016 17:53:32)

Olá.
Posso tripular no turno do adversário para bloquear alguma criatura(tripular "Expresso de Aradara" para bloquear alguma bomba)?

Se eu virar uma criatura 4/4 ou duas 2/2 eu já consigo tripular a carta citada acima, correto?

Caso uma carta com "Fabricar" seja anulada eu não posso gerar a ficha 1/1 por que a mesma não entrou em jogo, correto?

Só escolho o "Fabricar" após conjurar a criatura(dano a criatura não afeta a habilidade)
Exemplo:"Fabricar 2" em uma 2/2(dando +2+2 para ela) não a mataria com um raio e a mataria caso escolhesse gerar duas fichas 1/1, certo?

Obrigado.