Sua escolha para o PPTQ
20/01/2017 10:29 / 6,120 visualizações / 2 comentários


Aether Revolt deveria ser apenas mais uma coleção que completaria o bloco de Kaladesh e teria impacto razoável no Standard. Entretanto, os banimentos criaram uma cortina de fumaça para o que esperar realmente dos próximos campeonatos do formato. Aos que gostam de criar decks, este é um dos momentos mais agradáveis, já que não há um metagame de verdade com a proibição das cartas que eram alicerces do T2.
 

Em compensação, tem sido extremamente complexo para os adeptos de netdeck decidir qual é a melhor escolha para o primeiro fim de semana com Aether Revolt em vigor. Muitas pessoas vão escolher decks que se sentem seguras por já terem jogado com listas parecidas as possíveis hoje em dia. Por exemplo, UR Fevered Visions parece uma boa opção e já existiu anteriormente no T2, o que o torna um deck com jogadores acostumados ao estilo de jogo dele. Isto também pode acontecer com quem já listou BG Delirium, BW Control, Humans, GW Tokens, etc. Tentar inovar pode ser excelente por deixar o adversário confuso com as próprias escolhas, mas seu treino com a brew tem que ser ótimo para entender o que realmente funciona das 75 cartas. 

 

Para tentar ajudar nessa primeira semana, que já tem início a season dos PPTQs Kyoto, apresento quatro decks que considero boas apostas e comento sobre o fator determinante do novo formato: o combo de Saheeli Rai e Felidar Guardian


BW CONTROL - Standard
2017-01-19

Jogador

Ruda

Visitas

6201

Código Fórum

[deck=501087]


Se eu tivesse que jogar um PPTQ amanhã cedo, esta seria minha opção. Por quê? Segurança. Joguei durante muito tempo com um deck semelhante a este em 2016 e optaria por ele por me sentir confortável com este estilo de jogo. Isso quer dizer que ele é o melhor para a primeira semana? Creio que não. Não há metagame, então é difícil saber se a quantidade de remoções está correta e o quão bom é tantos walkers no formato. Apesar disso, Transgress the Mind parece uma ótima carta para esta “rotação” e o BW Control consegue suportar o set do descarte. Outro motivo para sleevar esta lista é o veículo, Heart of Kiran. Raramente o crew será pago ao virar criaturas, já que a forma mais eficiente de torná-lo útil é removendo marcadores dos planeswalkers. 

 

Possibilidades para o sideboard: Lost Legacy; Blessed Alliance; Gifted Aetherborn; Fumigate; Fragmentize; Harsh Scrutiny; Kalitas, Traitor of Ghet; Noxious Gearhulk; Linvala, the Preserver; Gonti, Lord of Luxury; Kambal, Consul of Allocation e Authority of the Consuls

 

Wb AGGRO - Standard
2017-01-19

Jogador

Ruda

Visitas

6228

Código Fórum

[deck=501092]

 

Esta é uma das melhores opções agressivas que eu imaginei para a chegada de Aether Revolt ao Standard. Com um número alto de drops 1 e 2, o deck consegue colocar pressão rapidamente, principalmente se o jogador consegue fazer jogadas que tirem o máximo de valor das interações que há na lista. Uma das dificuldades pode acontecer são mãos iniciais com Aether Hub em excesso, assim tornando a carta menos eficiente do que poderia para o deck, já que ela possui sinergia com o Glint-Sleeve Siphoner, mas dificulta conjurar várias criaturas devido a pouca quantia de energia gerada.


Possibilidades para o sideboard: Authority of the Consuls; Lantern Scout; Gideon, Ally of Zendikar; Fatal Push; Transgress the Mind; Kambal, Consul of Allocation; Fragmentize e Aethersphere Harvester.
 

BG SSSSSSSNAKE - Standard
2017-01-19

Jogador

Ruda

Visitas

6216

Código Fórum

[deck=501094]


Winding Constrictor é uma das cartas interessantes de Aether Revolt para criar um deck em volta. Como já há um grande número de criaturas boas nesta combinação de cores que geram marcadores +1/+1 ou de energia, é possível tornar estes recursos ainda mais eficientes. Antes de chegar há esta lista, havia considerado Drana, Liberator of Malakir; Heart of Kiran, Scrapheap Scrounger, Glint-Sleeve Siphoner e Scrounging Bandar, mas estas opções não foram tão eficientes quanto eu esperava, mesmo que todas pudessem ter determinada sinergia no main deck.


Possibilidades para o sideboard: Natural Obsolescence; Fatal Push; Gifted Aetherborn; Kalitas, Traitor of Ghet; Harsh Scrutiny ; Transgress the Mind ; Ob Nixilis Reignited; Aethersphere Harvester; Noose Constrictor; Liliana, the Last Hope e Skysovereign, Consul Flagship.


GW TOKENS - Standard
2017-01-19

Jogador

Ruda

Visitas

6281

Código Fórum

[deck=501097]
Sideboard (15 cartas)

    0

    • Menor Preço

      R$ 40,00

    • Preço Médio

      R$ 74,80

    • Maior Preço

      R$ 99,75



    De todas as listas que eu proponho neste artigo, esta é a mais gananciosa. Além de ela realmente ser efetiva quando o deck curva sua proposta de jogo rapidamente na mesa, não possui respostas tão precisas contra diversas ameaças que o field pode apresentar na primeira semana. Em compensação, há um bom número de sinergias no main deck, seja Walking Ballista com Archangel Avacyn, Heart of Kiran com Planeswalkers, ou a ambiciosa Sram's Expertise com Collective Effort.


    Possibilidades para o sideboard: Natural Obsolescence; Blessed Alliance; Tireless Tracker; Thalia, Heretic Cathar; Authority of the Consuls; Declaration in Stone; Quarantine Field, Nissa, Vital Force e Ajani Unyielding.

     

    O Fator CopyCat

     

    Felizmente, ou não, o combo de Saheeli Rai e Felidar Guardian tem potencial de ser um dos elementos principais do novo formato. Muitos jogadores profissionais estão em busca da melhor forma de utilizar estas duas cartas, afinal elas possuem sinergias interessantes com várias cartas que fazem parte do T2. Existem pelo menos três shells possíveis para tentar explorá-las: Aggro, Panharmonicon e Control. 


    A versão Aggro teria um perfil muito mais próximo do UW Flash pré-ban, mas com a vantagem de vencer Ishkanah, Grafwidow com mais facilidade por causa do combo. Entretanto, uma carta que perde sinergia neste novo aspecto do deck é o Gideon, o que poderia significar a mudança do planeswalker mais relevante do T2 para o sideboard.
     

    Panharmonicon perdeu Reflector Mage que era essencial para o deck se reestabelecer na mesa, porém, no início de rotação a ideia do baralho é interessante por quanta vantagem você pode tirar das suas cartas e ainda possuir uma forma mais efetiva de vencer uma partida contra um deck adversário pouco interativo.
     

    A versão Control do Jeskai CopyCat é muito mais próxima do deck que o Jabaiano utilizou no último Pro Tour, mas traz a dificuldade de ser uma lista reativa, o que pode ter números imprecisos de remoções e anulas, gerando possíveis dificuldades para o plano de jogo do baralho.
     

    Portanto, reflita em como seu deck é capaz de combater Saheeli Rai e Felidar Guardian tanto no main quanto no sideboard. Quase todas as cores possuem formas efetivas de lidar com esse problema, basta se preparar efetivamente e não permitir que o adversário combe sem dificuldades.

     

    Qual deck você pretende usar na primeira semana de Aether Revolt no Standard? Qual é a melhor forma de impedir o Jeskai CopyCat? Quais cartas você têm apostado para este T2? Fale pra gente nos comentários!

     

    Até a próxima!

    (Gustavo Rodrigues)

    TAGS: 

    LigaMagic (VIP STAFF LigaMagic)
    Maior site especializado em Magic: The Gathering.
    Nossa meta é trazer o máximo de conteúdo para todos os jogadores e aumentar cada vez mais a comunidade de jogadores apaixonados por este jogo.
    Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
    LigaMagic App

    ARTIGOS RELACIONADOS

    Real Rogues! – Bora Equipar!

    Às armas!


    Na dúvida, eu ataco

    Minhas escolhas para as Finais Modern e Standard do CLM.


    São Paulo, Minneapolis, Orlando

    Modern, Legacy e Standard na mira do competitivo.


    Lista de Compras em M19

    Pegue a cestinha e vamos à forra!


    Jogando em volta de Asssentar nos Destroços

    Atacando com um, atacando com todos.





    Comentários

    Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

    VIP STAFF gabriell86 (21/01/2017 06:36:54)

    Está bem puxado mesmo... Chegaram cartas insanas na cor. E a combinação BG continua fortissima. Ainda bem que baniram emrakul, caso contrario seria o deck perfeito

    max_goblin (20/01/2017 13:27:02)

    É impressão minha, ou o T2 ta bem puxado para o preto nessa temporada?