Load or Cast
Bancada do Juiz - Competitivo e Regular
As diferenças na aplicação de regra.
27/01/2017 10:00 - 4.182 visualizações - 13 comentários
Load or Cast

 

“Jogadores, sejam bem vindos. Lembramos a todos que este é um torneio de REL Competitivo. Sendo assim, esperamos uma maior compreensão das regras de todos os jogadores. Se houver alguma dúvida em sua partida, levante a mão e chame um Juiz. Assumimos que todos estão aqui com o intuito de ganhar, então lembrem-se: seu oponente não está aqui para ajudá-lo a jogar.

Agora, peço a todos que peguem suas listas de deck e…”
 

“Juiz, lista de deck?”
 

“Sim, este torneio é competitivo e precisa de lista de deck”
 

“Mas o que é uma lista de deck?”

 

Está chegando a hora! A final do Circuito Ligamagic (CLM) acontecerá em menos de duas semanas, tendo os jogadores que se sagraram no circuito. Esta final será em Nivel de Aplicação de Regras Competitivo e, neste espírito, a Bancada do Juiz preparou algo especial: afinal, o que significa um torneio Competitivo?

 

Mas Juiz, eu já compito! Joguei o Circuito Ligamagic todo e jogo Friday Night Magic toda semana!

 

Competir e ser um jogador competitivo é diferente de jogar um torneio Competitivo. No mundo do Magic, existem diferentes variações de Nível de Aplicação de Regras, em que se espera comportamentos diferenciados de jogadores e juízes.

 

Exatamente o que é Nível de Aplicação de Regras, Juiz?

 

Comecemos, então, com a definição das regras:

 

Regras de Torneio de Magic (MTR) 1.12. Níveis de aplicação de regras

 

Os Níveis de Aplicação de Regras (Rules Enforcement Level - REL) são formas de comunicar aos jogadores e juízes quais expectativas eles devem ter quanto ao evento em termos de rigidez na aplicação das regras, jogo tecnicamente correto e procedimentos utilizados.

 

A maioria dos jogadores que acompanha o cenário de torneios de Magic sabe que existem torneios semanais de loja, como os FNMs e torneios de Pré Release, onde uma nova edição é apresentada à comunidade. Estes torneios são torneios que tem a intenção de promover a diversão e a integração da comunidade - são os torneios perfeitos para quem está começando e quer conhecer mais sobre o Magic, bem como as pessoas que jogam. Por terem essa premissa, torneios assim são de REL Regular. Uma vez que estes torneios são a entrada para o mundo de torneios de Magic, a forma de lidar com infrações é bastante branda, sempre com o intuito de ensinar o jogador e consertar o jogo para que possam continuar. Torneios de REL Regular também são a entrada para jogadores que querem adquirir prática e experiência, antes de se aventurar no mundo competitivo.

 

Também já ouviram falar de torneios mais distintos, como RPTQs (Regional Pro Tour Qualifier) e WMCQ (World Magic Cup Qualifier), torneios que requerem alguma forma de classificação para participar, com uma premiação bastante significativa. Torneios assim são de Rel Competitivo, pois requerem uma maior compreensão das regras e do jogo de Magic pelos jogadores. Torneios de REL competitivo lidam com infrações de forma mais severa, com penalidades acompanhando infrações (no entanto, a maioria das infrações não-intencionais não tem punições severas).

 

Olhando esses dois casos, conseguimos encaixar bem as partes do Circuito Ligamagic: os classificatórios são abertos para todos, dando uma oportunidade de se qualificar para um torneio maior, com uma premiação significativa e com intuito de introduzir jogadores ao mundo mais competitivo do Magic. Os classificatórios do CLM são torneios de REL Regular.

 

A final, no entanto, é um torneio reservado àqueles que obtiveram uma vaga num classificatório. Este torneio é um torneio de maior distinção, com premiação mais elevada. Espera-se dos jogadores uma maior compreensão das regras e das políticas do jogo. A final do CLM é um torneio de REL Competitivo.

 

Além destes, ainda existe o REL Profissional, em que os jogadores envolvidos têm uma excelente compreensão das regras e políticas. São torneios únicos, de grande visibilidade e difícil acesso aos jogadores, tais como o World Magic Cup (basicamente, o mundial de Magic) e Pro Tours (torneios do circuito profissional). No entanto, o foco do nosso artigo é a final do CLM, então manteremos o foco no Competitivo.

 

Mas tu falaste do REL Regular, Juiz.

 

Um jogador da final do CLM passou pelo classificatório, que é Regular. É importante estabelecermos isso para, depois, falarmos sobre a final.

 

Seguindo essa linha, vamos falar sobre o REL Competitivo. Como sempre fazemos, vamos dar uma olhada nas regras oficiais:

 

Regras de Torneio de Magic (MTR) 1.12. Níveis de aplicação de regras

 

Eventos competitivos são geralmente aqueles com prêmios em dinheiro significativos ou convites para eventos profissionais. É esperado que os jogadores conheçam as regras do jogo e estejam familiarizados com as políticas e procedimentos, mas erros involuntários não são punidos severamente. Estes são eventos que protegem os interesses de todos os jogadores, fornecendo integridade evento reconhecendo também que nem todos os jogadores estão intimamente familiarizados com a estrutura de nível de evento Professional, procedimentos adequados e regras. Infrações nestes torneios são cobertos pelo Guia de Procedimentos para Infrações.

 

Juiz, tu falaste algumas vezes sobre maior compreensão das regras. O que exatamente isso significa?

 

Significa que, quando um jogador conjura uma mágica, ativa uma habilidade ou faz alguma outra jogada, espera-se dele que ele saiba o que está fazendo: o que o card faz, como funciona, quais são seus efeitos no jogo atual, etc. 

 

Exemplo: Transgredir a Mente diz. “Desprovido (Este card não tem cor.) O jogador alvo revela sua própria mão. Você escolhe um card da mão dele com custo de mana convertido igual ou superior a 3 e o exila.” Se Jogador A conjura Transgredir a Mente com alvo em N, espera-se que A saiba que só pode exilar um card com custo 3 ou maior. Da mesma forma, espera-se que N saiba que, como Transgress the Mind é um feitiço, N não pode usar Delir para anular Transgress the Mind.

 

É importante ressaltar que, se qualquer uma dessas condições fosse desrespeitada num torneio de REL Regular, o juiz ou juíza do torneio apenas consertaria a situação e pediria para que os jogadores prestassem mais atenção no que os cards fazem. No REL Competitivo, no entanto, esta infração teria uma punição mais severa.

 

Entendi. E o que é uma lista de deck?

 

Como já cobrimos anteriormente, torneios de REL Competitivo têm uma premiação mais significativa. Consequentemente, são necessários alguns procedimentos extras. Um deles é a lista de deck, que nada mais é que um comprovante do que cada jogador está usando.

 

Uma lista de deck necessita das seguintes informações: Nome do jogador / jogadora, DCI, lista de cards do deck principal e lista de cards do sideboard. Na hora de listar os cards, algumas dicas:

 

  • O deck principal deve ter pelo menos 60 cards. O sideboard deve ter entre 0 e 15 cards;
  • Deixe bastante explícito quais cards compõem o sideboard;
  • Procure escrever o nome completo dos cards. Abreviações geram confusões. Confusões podem gerar penalidades;
  • O nome dos cards deve estar escrito na língua oficial do país ou em inglês. Portanto, nomes de cards apenas em português ou inglês;
  • Uma forma organizada de preencher sua lista é separando os terrenos das mágicas. Uma lista mais clara e organizada evita confusões;
  • Quando estiver com sua lista pronta, peça para um amigo checar os números para você. Um segundo par de olhos evita muitos problemas.

 

E se eu não sei o nome do card, Juiz?

 

Se um jogador quer saber o nome ou texto de um card, pode pedir ajuda para um Juiz. Mesmo durante uma partida, jogadores podem requisitar o texto do Oracle de um card (Oracle, ou Oráculo, é o texto oficial de um card). Jogadores podem, inclusive, requisitar o texto do Oracle de um card mesmo que ele não esteja em jogo, ou sequer tenha aparecido. Mesmo não sabendo o nome, basta descrever o card que o Juiz em questão resolverá da melhor forma possível.

 

Exemplo 1: A acredita que N tem um Repudio Revolucionario em sua mão, mas não lembra se o card pode ser usado para anular artefatos. A chama um Juiz e pede o Oracle de Repudio Revolucionario, que diz “Anule a mágica alvo que não seja de artefato, a menos que seu controlador pague 2”. Agora, A tem certeza que Repudio Revolucionario não pode dar alvo em mágicas de artefato.

 

Exemplo 2: Entre os jogos 1 e 2, A acredita que N trará do sideboard cards que causam dano em todas as criaturas, mas não lembra exatamente o texto ou o nome do card. A chama um Juiz e pede o texto do Oracle do “card que causa 2 de dano em tudo, tem Desprovido e causa dano do cemitério quando seu dono joga um Eldrazi grande”. Com essa descrição, é possível identificar o card como Retorno de Kozilek .

 

Juiz, que outros procedimentos extras temos num torneio competitivo?

 

Para garantir que os resultados sempre estejam guardados,  a maioria dos organizadores opta por utilizar uma ficha de resultados, conhecida popularmente como slip. Nela, os jogadores devem marcar o resultado das partidas, assinar e entregá-la num lugar designado pela organização. 

 

 

É importante frisar que a slip de um torneio é um documento. Ao assinar e entregar a slip, um jogador constata que o resultado escrito na slip é correto. Portanto, para evitar confusões, sempre cheque o resultado antes de assinar.

 

Um outro procedimento é conhecido como deck check. Como o nome já diz, é um procedimento de checagem dos decks, em que os juízes do torneio recolhem os decks de uma mesa selecionada aleatoriamente e conferem o conteúdo do deck e sideboard com a lista de deck. Isso é feito durante a rodada.
 

Mas Juiz, aí eu vou ter menos tempo para jogar!

 

Quando um Juiz interfere numa mesa por mais que um momento, normalmente este dará tempo extra aos jogadores (um juiz sempre dará tempo extra para compensar a checagem de deck). Isso é uma informação muito valiosa, uma vez que jogadores evitam chamar um Juiz durante o fim de uma rodada, com medo de perderem muito tempo. Portanto, se você chamar um Juiz e achar que levou muito tempo para resolver o problema, peça tempo extra ao Juiz responsável por resolver seu problema.

 

Entendi, Juiz. Tem mais algumas dicas?

 

Existem uma série de pontos que ganham importância no Competitivo. Vamos à alguns deles:

 

  • Não se atrase para partidas. No momento que o Juiz Principal do torneio (este se apresentará no começo do torneio) anunciar o começo da Rodada, qualquer jogador que não esteja na mesa no momento será punido por atraso;
  • No começo de cada jogo, quando seu oponente apresentar o deck, você deve embaralhá-lo. Apenas cortar o deck não é suficiente;
  • Se você teve um problema na sua mesa, chamou um Juiz e a resposta deste Juiz não lhe parece correta, você tem o recurso de apelar para o Juiz Principal, que analisará a situação, a resposta do Juiz inicial e decidirá se mantém a decisão ou se tem uma decisão diferente. É extremamente importante lembrar que as decisões do Juiz Principal são finais e inquestionáveis, passíveis de punição caso desobedecidas;
  • Uma das coisas que ouvimos com frequência são jogadores reclamando por não ter dado tempo de terminar uma partida, que seu oponente jogava devagar. Caso acredite que seu oponente não esteja jogando num ritmo aceitável, informe o mais rápido possível para um Juiz;
  • Caso um jogador não queira que seu oponente escute sua pergunta para um Juiz, este pode pedir para perguntar longe da mesa. Isto é um procedimento normal;
  • Uma partida de Magic não pode ter seu resultado decidido por meios que não seja uma partida de Magic. Tentativas de suborno ou de decidir o vencedor de forma aleatória são inaceitáveis dentro de um torneio de Magic, e acarretam na desclassificação imediata dos envolvidos. 
  • Caso um jogador receba uma oferta de Suborno ou o famoso “rolar o dado para decidir quem ganha”, este deve IMEDIATAMENTE reportar a um Juiz. Caso não o faça e um Juiz descubra, este jogador será desclassificado.

 

Mas Juiz, meu oponente vai falar que não fez nada! Fica a minha palavra contra a dele!

 

Juízes estudam e treinam muito para conseguirem obter essas informações dentro de um ambiente de torneio. Portanto, não arrisque - confie no time de Juízes!

 

Torneios Competitivos, enquanto podem ser vistos como “apenas um jogo”, trazem uma ambientação completamente diferente de um torneio Regular. Ali, os jogadores vão para ganhar mais do que tudo. Esse tipo de experiência, ao meu ver, é algo que todo jogador que já jogou um torneio deveria experimentar. Testar sua habilidade e desafiar a habilidade de seu oponente é um sentimento único que, na maioria das vezes, o Magic Regular não é o suficiente. Desejo a todos os jogadores da Final do Circuito Ligamagic uma excelente experiência, que este torneio traga a todos ainda mais amor pelo jogo de Magic.

 

Muito obrigado pela atenção, espero que este artigo tenha esclarecido dúvidas sobre o assunto. No entanto, você também pode enviar dúvidas por e-mail! Qualquer pergunta sobre regras que tiver, mande um e-mail para BancadaDoJuiz@gmail.com ou entre com contato com a página no facebook.
 
Lembrem-se sempre: qualquer problema na sua partida, CHAME UM JUIZ! Qualquer dúvida relacionada a Magic, FALE COM UM JUIZ!
 
Um grande abraço e até a próxima!

 

André Tepedino ( Tepedino)
Juiz desde 2004, conta com boa experiência de eventos brasileiros e internacionais. Entusiasta apaixonado pelo jogo, sempre está disposto a contribuir para o crescimento e melhoramento da comunidade. Quando descobriu que não jogaria mais competitivo por preferir arbitrar, optou por jogar Commander casual para se divertir.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 28/01/2017 05:33

Pedro, juízes são humanos e passíveis de erro. No entanto, se tu estás te sentindo incomodado com a atitude deste juiz, me manda um PMSG ou e-mail com mais detalhes e te ajudarei da melhor forma que puder. Tudo de bom

(Quote)
- 28/01/2017 02:45

(Quote)
- 28/01/2017 02:42
Olá boa noite tenho uma dúvida eu estava jogando um torneio regular na minha cidade e joguei uma partida contra um cara que é juizdemagic a muito tempo já acontece que esse juiz por duas vezes no mesmo jogo baixo dois planeswalker Nissa, duas Nissa ao mesmo tempo em jogo eu com toda minha ignorância achei que não poderia ter duas Nissa iguais no jogo exemplo 2 Nissa voz de zendikar mas se fosse duas com nomes diferentes poderia eu achava que era assim até que ele já com o jogo ganho uma terceira pessoa percebeu o erro e falou e o juiz disse que ele é humano e por issoerrou eu relevei mas acho que ele fez de propósito pois não foi a única vez. Gostariade saber sexista alguma medida a ser tomada contra esse cara pois ele tem algum problema comigo e vive me pesseguindo nos campeonatos da minha cidade eu nem sou pro play
(Quote)
- 27/01/2017 20:06

Os linguistas no qual eu me baseio, especialmente o Cereja, não reconhecem essa forma. Talvez a defectividade desse verbo tenha sido menos reconhecida a partir do novo acordo ortográfico; muitas coisas, ainda que não descritas nele, mudaram desde então.

(Quote)
- 27/01/2017 19:54

Agradeço de coração o elogio. Fiquei sem palavras, tentando achar um agradecimento a altura. Enfim, te digo com toda a sinceridade: muito obrigado por apreciar meu trabalho. Continuarei sempre fazendo o melhor possível.

Últimos artigos de André Tepedino
Bancada do Juiz: Spectators
Entenda como deve se comportar um espectador de uma partida.
5.046 views
Bancada do Juiz: Spectators
Entenda como deve se comportar um espectador de uma partida.
5.046 views
29/02/2020 10:05 — Por André Tepedino
Bancada do Juiz: Camadas
Uma das regras mais complexas que existem
7.553 views
Bancada do Juiz: Camadas
Uma das regras mais complexas que existem
7.553 views
31/01/2020 10:05 — Por André Tepedino
Bancada do Juiz: As Marcas te Definem - Parte 2
“Pera aí, meu amigo recebeu só um Warning pelos cards marcados. Por que a minha penalidade é maior?”
4.536 views
Bancada do Juiz: As Marcas te Definem - Parte 2
“Pera aí, meu amigo recebeu só um Warning pelos cards marcados. Por que a minha penalidade é maior?”
4.536 views
24/10/2019 10:05 — Por André Tepedino
As Marcas te Definem - Parte 1
Esse artigo aborda o problema de Cards Marcados, introduzindo o conceito de acordo com as regras, bem como a forma que a Infração é detectada, abordada e resolvida.
7.047 views
As Marcas te Definem - Parte 1
Esse artigo aborda o problema de Cards Marcados, introduzindo o conceito de acordo com as regras, bem como a forma que a Infração é detectada, abordada e resolvida.
7.047 views
04/09/2019 18:05 — Por André Tepedino
3.498 views
Bancada do Juiz: Pense Cavalos, não Zebras
Identificando o Cheating.
3.498 views
29/10/2018 10:05 — Por André Tepedino