Laboratório de Commander – Ep XXXVI
09/02/2017 17:45 / 2,712 visualizações / 5 comentários

 

Aloha, cremosinhos e cremosinhas! Bem-vindos ao Laboratório de Commander - Ala de Testes. Antes de mais nada, quero dizer que esse artigo de hoje havia sido feito para a semana pós-Natal, pois eu penso no Mikaeus, o Lunarca como um amiguinho de Jesus, já que também foi ressuscitado, né? Só que, depois do texto pronto, percebi que não tinha programação para postagens na semana pós-Natal e o Mikaeus ficou abandonado (/sad). Hoje, ao procurar alguns textos, o encontrei e decidi trazê-lo, já que logo é Carnaval, e eu espero que vocês se comportem, caso contrário acabarão como o Mikaeus. Sugerido pelo usuário Ghighix, é o segundo general monoW a estrelar nossa coluna (tendo sido Odric, Marechal Lunarca o primeiro).

 

Para quem não conhece a história, Mikaeus era o membro com maior poder e prestígio na Igreja de Avacyn em Innistrad, abaixo apenas da própria Avacyn, Anjo da Esperanca. Ele presenciou o momento em que o Anjo foi preso na Camara Infernal junto com o Demônio Griselbrand e, assim como os outros membros presentes, jurou guardar segredo para que o pânico não fosse instaurado em Thraben. Com o tempo passando, mesmo a influência de Mikaeus não podia mais manter a fé de todos os habitantes intacta como era antes, e os irmãos Stitcher Geralf e Ghoulcaller Gisa investiram contra a cidade, a fim de tomar os corpos lá enterrados. Mikaeus se recluiu em sua igreja, mas foi atacado e morto por Geralf, que levou seu coração como presente para sua irmã, Gisa. Apesar da vitória dos habitantes de Thraben, liderados por Thalia, Guardia de Thraben, sobre o exército de Zumbis, Mikaeus sucumbiu e, mais tarde, foi ressuscitado por Liliana do Veu, a fim de descobrir onde Griselbrand havia sido aprisionado, tornando-se Mikaeus, o Maldito.

 

Aos desavisados, meu trabalho aqui é criar decks para o Commander Mesão que sejam ao mesmo tempo divertidos e baratos. Para os que gostam de passar tempo com a galera sem gastar muito, as listas do Laboratório de Commander - Ala de Testes servem para mostrar que é possível jogar Magic com um investimento relativamente baixo. Os decks da coluna tem um limite de R$200,00, levando em consideração o preço das cartas no mínimo da Liga. A lista de hoje está cotada em R$184,65 e, falando nela, vamos vê-la.

 

[BUDGET] Mikaeus, the Lunarch - Commander
2016-12-27

Jogador

loterio

Visitas

2843

Código Fórum

[deck=487545]
Main deck (99 cartas)

35 terrenos

28 criaturas

36 outras mágicas

Sideboard (15 cartas)

1 criaturas

  • Menor Preço

    R$ 13,50

  • Preço Médio

    R$ 31,23

  • Maior Preço

    R$ 1.490,00

 

Começando, como de costume, pelo nosso general, Mikaeus, o Lunarca custa XW e entra com X marcadores +1/+1 em jogo. Com esse custo baixo, ele é um comandante muito versátil, que pode cair em campo logo no começo da partida, e ir crescendo aos poucos; como também pode ser a bomba de fim de jogo, que vai colocar marcador todo turno em nossas criaturas.

 

O que é muito importante na habilidade do Mikaeus é que, por colocar um marcador +1/+1 simultaneamente em cada criatura que controlamos, ele torna-se extremamente sinérgico com criaturas que fornecem habilidades a outras que possuem marcadores. Com essa facilidade ofertada pelo nosso general, habilidades estáticas, como as de Ainok Laco-de-honra, Estrategista do Cenn, Falcoeiro Abzan e Sacerdote de Batalha Abzan, estarão sempre acontecendo e fornecendo habilidades importantes às nossas criaturas, que no geral são pequenas. Se utilizarmos nossas criaturas, com marcadores e habilidades, combinadas com a habilidade do Guarda Escamado de Elite, nossos ataques dificilmente serão bloqueados, e os pontos de vida dos oponentes serão minados rapidamente.

 

 

Uma vez que a principal força do deck são criaturas pequenas, nada melhor do que fazer um exército delas, marcando presença na mesa dessa forma. Assim, várias criaturas da lista colocam fichas em jogo, fazendo com que nossa mesa esteja sempre pronta para o combate: Capitao da Jurisdicao, Capitao da Vigilancia, Cavaleiro-Capitao de Eos, Evangelista de Heliode, Monge Honrado pelo Geist e Tropeiro do Crepusculo. Conforme vamos ganhando experiência no Mesão, começamos a perceber que, além de tirar jogadores da mesa, também é muito importante não sermos alvos fáceis, e ficando totalmente virados ou sem criaturas em jogo, nos tornamos vulneráveis. Com essas cartas fazendo fichas e mais fichas, podemos dividir ataques fortes e ainda garantir que haja retaguarda para os turnos subsequentes e possíveis ataques que virão. Para ajudar nessa tarefa, você também poderá contar com Devocao Crescente, Golpe Marcial e Proteger os Ermos.

 

 

A cor branca tem muita facilidade em aumentar o tamanho de seus combatentes, e o deck é, especialmente, recheado disso. Ao assistir alguns gameplays, para pensar na melhor maneira de montar essa lista, percebi quão grande é a importância de encantamentos que dão pump global: não é só sobre deixar nossas criaturas grandes, é sobre o oponente parar para pensar o quanto vale a pena nos atacar, pois o que antes parecia 1/1, já é 5/5. Além das já bastante conhecidas Antifona Gloriosa, Cruzada e Honra do Puro, a lista conta com encantamentos que são bastante versáteis, como Antifona do Marechal (servindo como um perfeito reanimate, principalmente no late game), Lanca de Heliode (capaz de nos ajudar a remover importúnos da mesa) e Luz Interior, que beneficia nossa devoção ao branco.

 

 

Não são apenas encantamentos que fazem essa tarefa, e quando olhamos para as criaturas do deck, percebemos que, além do efeito Antífona, nossas representantes também incomodam os adversários. Angelic Field Marshal garante uma mesa pronta para qualquer combate com sua Vigilância, Entidade do Espelho pode ser um ótimo finisher, e tem como parceiro e amigo Jazal Goldmane (qualquer um dos dois proporciona estragos gigantescos); para um pouco de controle, Anjo do Jubilo (que, na minha opinião, possui uma das artes mais lindas do Magic), travando decks muito comuns, como o Karador, Ghost Chieftain da semana passada, ou mesmo segurando Necropotencia e Barganha de Yawgmoth

 

 

Como não só de pump vive o deck, habilidades compartilhadas também são bem vindas, e nossa Escaramucadora Angelical é muito versátil e coringa, servindo para diferentes momentos do jogo. Também temos a já arroz de festa no Laboratório de Commander, Conviccao Verdadeira e Arquetipo da Coragem. Para surpreender os oponentes, Cruzado Celestial é a melhor carta do deck, encaixando-se como block no céu e também como pump. Se as coisas saírem do controle, a habilidade do Cavaleiro-Capitao de Eos pode ser a salvação.

 

Falando em controle, o que seria do Branco sem esse recurso? Nosso deck precisa de meios para lidar com ameaças grandes: generais como Rakdos, Senhor dos Tumultos, Mayael, a Anima e Omnath, Locus de Mana podem se tornar um problema, e por esse motivo remoções são necessárias. Nos momentos em que a troca for vantajosa (ou que tivermos Opor Resistencia em mãos), podemos utilizar as remoções globais já clássicas da cor, e a lista tem alguns representantes, como Fumigar, Derrotar e Dia do Julgamento. Se as trocas não forem tão vantajosas, a melhor opção é irmos de spot removal, como Anel do Esquecimento, Armadilha Estatica, Oblacao e Periodo na Prisao. Quando estivermos jogando com outros decks que utilizam muitas remoções, como Zurgo Quebra-elmo, Recompensa da Fe é uma ótima resposta. 

 

 

Para o reaproveitamento de recursos, além da já citada Antifona do Marechal, a lista também conta com Tita de Sol, Ressurreicao, Sopro de Vida e os terrenos Emeria, a Ruina Celeste e Planicie do Veu Nebuloso. E, como uma dificuldade da cor branca é a compra de cartas, inseri no deck algumas pedras que podem se tornar recursos no late game (Arquivo de Edro, Pedra da Mente e Esfera do Comandante), a clássica, Pinca Craniana e o eficiente, Mentor dos Humildes. Enquanto testar o deck, se você ainda tiver problemas com isso, poderá investir um pouco mais e comprar cartas como Olho da Mente, que ajudam nessa tarefa.

 

 

Para encerrar, como de costume, trago sugestões de cartas que podem ser adquiridas para deixar o deck mais ~apelão~ e até mesmo competitivo (se você e seu grupo decidirem se aventurar pro essas terras). Como esse foi um deck do qual eu gostei bastante, em vez de apenas sugerir cartas, fiz uma lista completa não-budget, de como eu construiria o deck e deixo-a como sugestão para vocês: 

 

Mikaeus, the Lunarch - Commander
2016-12-27

Jogador

loterio

Visitas

2905

Código Fórum

[deck=487553]
Main deck (99 cartas)

35 terrenos

27 criaturas

37 outras mágicas

Sideboard (15 cartas)

1 criaturas

  • Menor Preço

    R$ 59,90

  • Preço Médio

    R$ 123,51

  • Maior Preço

    R$ 249,75

 

 

Como vocês podem perceber, meu estilo é bastante controle, e por gostar de Anjos, aproveitei para inseri-los na lista. Note que há uma boa base de cartas que já estavam na lista budget, mostrando que, conforme decidirmos incrementar o deck, podemos ir aos poucos e fazendo substituições, não precisando começar uma lista do zero. Outro ponto importante: não é porque a carta custa R$0,20 (Sacerdote de Batalha Abzan, Evangelista de Heliode) que ela não é útil e precisará ser substituída; em muitos casos, são justamente essas cartas baratinhas, que fazem o Mesão do Amor acontecer.

 

Então, meus cremosos, chegamos ao fim do Laboratório de Commander de hoje. Se tiverem assuntos que gostariam de ver aqui no Lab, por favor, enviem suas sugestões. Sempre bom ler o que vocês escrevem.

 

Obrigado por ficarem comigo até aqui!
See ya!


Lucas dos Santos Loterio (VIP STAFF loterio)
Depois de um hiato de oito anos, voltou a jogar Magic em 2014, e foi conquistado pelo Commander. Esboça escritos desde a adolescência e decidiu unir suas paixões trabalhando como redator. Adora criar listas de decks que sabe que nunca vai montar, sua combinação de cores favorita é Orzhov, tem xodó por sua Kaalia e está sempre pronto para um Mesão do Amor.
Redes Sociais: Facebook, Instagram
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Laboratório de Commander – Regras e Formatos

Entendendo cada uma das formas de se jogar Commander.


Laboratório de Commander – Ep LIII

Uril, BIRL! Tá saindo da jaula o monstro!


Laboratório de Commander

Commander 2017 através do Microscópio.


Laboratório de Commander – Ep LII

Nublado com chance de Gafanhotos.


Laboratório de Commander – Ep L

Kaalia, a vingança nunca é plena... mas é cremosa!

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

Leonhart (25/02/2017 07:15:12)

Vlw mano

VIP STAFF loterio (22/02/2017 02:11:30)

TJ, cremoso! :D

valeu, queridão! :D

Fala, cremoso, tudo bem? O Atreos já passou pelo Laboratório de Commander e você encontrá-lo neste link: https://www.ligamagic.com.br/?view=artigos/view&aid=1117 Abração!

Leonhart (10/02/2017 20:35:03)

Manda um Athreos, Deus da passagem formado por clérigos e spells de sacrifícios múltiplos, põe uns demônios e uns anjos, acho que ficaria legal um CMDer assim, to tentando montar.

vacaum (10/02/2017 15:11:11)

Muito bom, parabéns e continue nos brindando com o Laboratório :)

Ghighix (10/02/2017 10:27:49)

Excelente! Obrigado pela menção e atenção. O "Papa" é pop!