Decks da Semana #17 do CLM9: Esper Mill
07/07/2017 18:00 / 4,533 visualizações / 6 comentários

 

 

Olá, tudo bem?

 

O deck de hoje não é uma opção comum quando falamos de Magic Competitivo, ainda sim, todo mundo já viu um belo mill em ação em vários formatos. A lista de hoje é do Anselmo G. Junior, da Vila Celta Hobby Store, de Curitiba/PR.

 

Visitas

4723

Código Fórum

[deck=617046]

 

O plano do deck é bem simples, tombar todas as cartas do oponente e assim fazê-lo perder por não ter mais deck. 

 

Para entender melhor o baralho tive um bate-papo com o Anselmo, ele joga desde 2015, começando no 4fun, e depois de parar de jogar por um tempo (quem nunca), voltou a ogar em Outubro do ano passado. E desde o seu começo no Magic, ele sempre gostou de estratégias de Mill e a maneira alternativa com que elas finalizavam a partida, mesmo sabendo do grande desafio que é ganhar uma partida onde o se oponente tem 53 cartas no deck e você 20 pontos de vida.

 

A escolha de mágicas é baseada na ideia de "velocidade e consistência", você não pode dar tempo para o seu oponente respirar. O mesmo vale para as criaturas, que não geral são "mills" piores do que as mágicas, por isso, apenas Mago da Conjuracao-relampago (aka redundância) e Caranguejo de Edro. Escriba Maniaco também seria uma opção, mas Anselmo acabou preferindo usar mais mágicas. Essa lista começou a ser trabalhada em Outubro do ano passado e foi sendo refinada conforme ele entendia melhor o metagame e claro, conforme ia conseguindo mais dinheiro para investir.

 

O side tem a tech das Almas Penadas, uma maneira de tentar responder os baralhos que usam Emrakul, o Fragmento dos Eons para anular a estratégia do deck. Infelizmente, segundo Anselmo, a ideia não funcionou tão bem, era um tal de comprar Almas Penadas quando precisava comprar mill, e isso não pode acontecer (lembre - "velocidade e consistência"). Então o melhor é segurar o espaguetão com Extracao Cirurgica mesmo.

 

Para fechar, ele deu dicas valiosas de como jogar com e contra o baralho. Jogando contra a dica é: Ser rápido. Cada draw que você dá, é um passo mais perto de perder, então foque em ser rápido e não ficar enrolando, estourando fetch a toa, por exemplo, resolva logo a partida. E não precisa ficar travado com medo da Armadilha de Arquivo, basta ir para agressão. Jogando de Mill, a dica é saber keepar mãos boas, você não precisa de muitos terrenos, então dois na mão inicial está mais do que bom, mesmo que você tenha um Caranguejo de Edro.

 

Vou ficando por aqui, mas se gostou do deck, eu tenho uma boa notícia,  Anselmo disse que usaria algo bem próximo a essa lista na Grande Final do Circuito Ligamagic, em São Paulo, dias 22/23 de Julho, mas antes, testaria Sanidade Corroida, nova carta de Hora da Devastação e que tem um belo potencial.

 

Até mais!

Ruda 

TAGS: 

Rudá Andrade dos Reis (VIP STAFF Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo. Em 2012 começou escrever sobre Magic e não parou mais, sendo que em 2015 se tornou Editor da Ligamagic.
Redes Sociais: Facebook, Twitter

ARTIGOS RELACIONADOS

Por Dentro do 5c Humans

Tudo o que você precisa saber sobre a sensação do Modern.


Report top8 no RPTQ

Counter Company para o topo!


O Submundo do Modern - Planeswalker Season

Preparem-se para encrenca em dobro!


Decks da Semana #8 do CLM10: BW Tokens

Standard: BW Tokens, por Bruno M. Volpato.


Decks da Semana #8 do CLM10: Abzan Midrange

Modern: Abzan Midrange, por Bruno A. Neivae.

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

irwind (11/07/2017 13:15:25)

Tenho um mill também, que varia pouco em relação a esse. Pra combater grave, uso a relíquia, contra criaturas uso veredito e ponte traiçoeira.

ShiroCtba (09/07/2017 16:13:16)

Grande alegria em ver o Anselmo por aqui ;) já tomei estrago para esse mill, especialmente jogando de Ad Nauseam.

O problema desse deck em geral é que acaba o gás, como o burn. Os Snapcasters ajudam a jogar em volta desse problema, comprando fôlego (e um nadinha de atrito tb). Mas é muito fácil ser pego de surpresa, millado 25 turno 1-2 e perder o jogo.

E o Anselmo pilota o deck bonitinho, basta ficar mais calmo que vai dar tudo certo :D

Abraço!

Kbludoo (09/07/2017 15:14:29)

Sempre gostei da mecânica de mill, pena que é fraco e caro :/

tattoowalker (09/07/2017 14:23:14)

deck fascinante.. uma perspectiva de jogo que extravasa a dinamica comum e que no ambiente certo pode ser complicado de lidar..

mauriciosg89 (08/07/2017 13:02:05)

Prefiro a versão UB do deck, tenho um, mas é interessante essa versão esper pois, dá acesso a path To exile...mas ainda assim, prefiro o deck com mais cartas mill

LeoLoukinho (08/07/2017 08:14:14)

Eu usaria nesse deck Breaking/Entering, com um leve splash para o vermelho de plano B contra decks que possuam criaturas grandes.