Hora da Devastação: Multicolorido
15/07/2017 18:00 / 2,544 visualizações / 4 comentários

 

Olá, tudo bem?

 

Parte 1 - Azul

Parte 2 - Branco

Parte 3 - Preto

Parte 4 - Vermelho

Parte 5 - Verde

 

DON'T BELIEVE THE HYPE!

 

Entidade da Agua Sangrenta

 

 

Mais uma peça de um possível UR tempo para o Standard, evasão e destreza são ótimas combinações.

 

O Deus Gafanhoto

 

 

Com Grixis e UR voltando a ficar importantes no Standard, esse deus pode ver jogo com facilidade. Não gosto dele em listas mais control porque se tapar para 6 manas em velocidade de feitiço é bem condicional em um hard control, mas, em uma lista mais midrange, que controla pro ativamente, eu gosto muito de algo que se eu desvirar com ele, o jogo acaba. 

 

Nicol Bolas, Farao-Deus

 

 

O mais popular topo de curva dos controles do Standard, assim como O Deus Gafanhoto​, eu prefiro ele em listas mais pro ativas, onde virar todas as manas é normal e significa colocar pressão no oponente. E para quem gosta do dragão, sim, ele deve jogar enquanto for válido no formato, sempre agrupando o pessoal que curte jogos longos.

 

Poupa-do-rio

 

 

Amo um mana sink que me dê draw ainda, mais no Standard, que é mais lento. E como UG hoje em dia significa um midrange, então sou um cara bem feliz.

 

Samut, a Testada

 

 

O principal planeswalker nessas cores, para o Standard, é a Arlinn Kord​, por ela jogar bem em alguns decks agressivos, mas que podem ficar mais midranges pós side, isso porque ela faz mesa e dá impeto, habilidades importantes para cada tipo de posicionamento.  Samut, a Testada​ não é tão versátil, sua primeira habiliade requer uma criatura com algum tamanho e a segunda, que as criaturas do oponente sejam bem pequenas, ou que o oponente esteja com pouca vida, ou com um planeswalker fraco. Em todos os casos, acho que com quatro manas você pode mais, mesa travada? Prefiro algo com evasão. Limpar mesa pequena? Prefiro Sois Escaldantes​. Samut não faz nenhuma função da melhor maneira, tornando ela uma carta apenas versátil, mas com uma versatilidade "manca", que não realmente define o que fazer. No ultimate temos algo forte, mas analisar planeswalker via ultimate é ver o copo completamente cheio.

 

Reivindicar // Fama

 

 

Carta ok para o Standard, mas para o Modern tem o Grixis como grande casa. O deck tem boa parte dos seus custos na curva 1, Comando de Kolaghan​ é uma das poucas que distoa disso e agora podemos usar um modo do Comando com uma mana, vulgo, eficiência x versatilidade. Com o ambiente Modern tendo mais Affinitys, Comando de Kolaghan​ é uma das melhores maneiras de você ganhar essa match no g1, abrir mão dele não parece ser tão bom. Agora, em um ambiente onde tenham mais jogos de atrito, e que vamos usar o modo de voltar criatura, Reivindicar // Fama​ é bem melhor.

 

Recusar // Cooperar

 

 

UR tempooooooooooooooooo! 

 
 
 
Em um Standard que o BG tem versões bem agressivas, pode ser um maneira de gerar CA sem muito esforço, sendo que, com 4 manas, o oponente precisa ou lidar logo com suas criaturas, ou usar dous counters para não tomar alguma desvantagem.
 
Conclusão
 
Apesar de poucas cartas multicoloridas na edição, temos algumas adições interessantes, Nicol Bolas, Farao-Deus​ é uma bandeira para os controles e Reivindicar // Fama​ tem o power level para o Modern.
 
Até amanhã, quando finalizamos a análise da nova edição!


Ruda

 


Rudá Andrade dos Reis (VIP STAFF Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo. Em 2012 começou escrever sobre Magic e não parou mais, sendo que em 2015 se tornou Editor da Ligamagic.
Redes Sociais: Facebook, Twitter

ARTIGOS RELACIONADOS

Decks da Semana #2 do CLM10: Mardu Veículos

Standard: Mardu Veículos, por Carlos R. Dos Santos.


Real Rogues! – Nos Mares de Ixalan!

Tritões e piratas!


O Submundo do Modern - UW Monument

Mais uma bela adaptação do Standard para o Modern!


A Hora da Sleeper

Investindo no novo Standard.

MTG Cards





Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

Paulogiotti (17/07/2017 15:05:08)


Eu prefiro mais uma denial, por ser um "temur" menos circunstancial, e acho raio ruim hj. Do jeito que o deck se comporta hj, eu resolvi não usar. Alias acho q essa carta vai desvalorizar bastante.

Braddock_AP (17/07/2017 09:00:17)

Pois é, ainda to com dificuldades de encaixar ela no deck, não consigo imaginar o deck sem comando de kolaghan e hoje só vejo 1 slot variável no deck, que eu fico entre raio e temur battle rage (mas algumas listas usam mais um denial).

Paulogiotti (16/07/2017 03:17:00)

Acho a carta mt circunstancial, ela é otima em match de atrito e meio morto no resto ( claro, se tu milar um death ou um snap isso muda). Eu não vi nenhuma lista que fez resultado com ela (ok, ainda é cedo), e nos meus testes, resolvi por não usar.

eliasdiego2 (16/07/2017 00:34:03)

Isso que o Ruda nem chegou a comentar sobre a interação de Reivindicar com o Snapcaster... Só eu que acho que essa carta vai ser a "gota d'água" para algum ban no grixis shadow?

Participe de um dos maiores eventos de Magic: The Gathering da América Latina