O Padrão Vermelho
17/07/2017 10:00 / 2,692 visualizações / 0 comentários

 

Olá, tudo bem?

 

Esse fim de semana foi muito importante para quem jogará a Grande Final do Circuito Ligamagic, tivemos o SCG Open em Cincinatti e um PTQ no Magic Online, ótimas fontes de resultados.

 

Hora da Devastação apresentava algumas perguntas para esses primeiros torneios. A primeira é se o GR Ramp conseguiria jogar, com Hora da Promessa​; a segunda é se Nicol Bolas, Farao-Deus colocaria decks URx novamente entre os tiers; e por fim, o quanto Abrasao e Hora da Devastacao​ fariam com que baralhos agressivos diminuíssem, em especial o Mardu.

 

A primeira pergunta foi facilmente respondida, com controles voltando a jogar e decks agressivos ou usando azul para anular as novas remoções, ou sendo muito rápidos, o cenário era bem ruim para o Ramp, que não conseguia encontrar um bom cenário, mesmo tendo ótimas opções de mágicas. Você não tem tempo, ou não consegue desenvolver o jogo, ficando vulnerável.

 

Para a segunda pergunta, tanto no Magic Online, quanto no Open, tivemos baralhos URx indo bem, no caso, vencendo em Cincinatti, e fazendo final no PTQ.

 

Four-Color Control - Michael Hamilton - Standard
2017-07-16

Jogador

LigaMagic

Visitas

7987

Código Fórum

[deck=634736]

 

UR Control, por Jaberwocki - Standard
2017-07-17

Jogador

Ruda

Visitas

2733

Código Fórum

[deck=634857]

 

A lista do Hamilton é mais no estilo "super friends", controlo a partida e então coloco uma engine de card advantage, no caso planeswalkers, na mesa. Nesse caso, o controle é mais por ativo, ele não tem as respostas certas para as ameaças, mas procura ter respostas mais genéricas, só que de power level alto. Aqui, Vontade Suprema​ é essencial, porque alinha suas respostas às ameaças do oponente.

 

A segunda lista é o UR mais tradicional, um draw go que tenta responder à tudo que o oponente faz e que depois gera card advantage, vulgo, "trocamos recursos e depois eu refaço minha mão". Hora da Devastacao​ caiu como uma luva nesse baralho porque ele precisava de uma cólera, mais do que isso, algo que resolvesse o Gideon, Aliado de Zendikar​ depois que ele furou suas defesas. 

 

Agora que temos algo mais sólido sobre o formato é mais fácil pegar essas listas e tunar elas para o formato, podendo acertas suas respostas, um exemplo é o número de Abrasao.

 

Sobre a terceira pergunta, a resposta é a lista campeão do PTQ do Magic Online, e que foi um dos baralhos mais bem representados vendo ambos os torneios, é amigo, Mardu está vivo.

 

Mardu, por beraldi - Standard
2017-07-17

Jogador

Ruda

Visitas

2715

Código Fórum

[deck=634858]

 

A lista é do brasileiro Otavio Beraldi, que já fez top8 em uma Grande Final do Circuito Ligamagic. E é uma lista padrão, apenas com uma ideia mais control, usando Balista Ambulante​. 

 

O porque do Mradu ir tão bem é simples, são praticamente 75 cartas já bem definidas, um plano A e um plano B bem definidos e, enquanto seus oponentes estão testando cartas, você pode simplesmente atropelar todo mundo com o que é certeza.

 

Até agora tudo parecido, control foi ok, apesar de não ter sido muito representado e Mardu, uma opções simples e segura, teve várias cópias em top8s, até aqui, torneios parecidos. Mas o Open teve uma abordagem geral mais midrange, com WU e Emerges e o MOL algo amis agressivo. Começando pelo Open:

 

W/U Monument - Jonathan Rosum - Standard
2017-07-16

Jogador

LigaMagic

Visitas

7894

Código Fórum

[deck=634737]

 

Four-Color Emerge - Zan Syed - Standard
2017-07-16

Jogador

LigaMagic

Visitas

7909

Código Fórum

[deck=634738]

 

O WU não é novo, surgiu faz pouco mais de um mês no Magic Online, primeiro como algo mais aggro e agora nessa abordagem que lebra o GW Tokens, não se engane, o deck é um midrange. E a grande vantagem dele nesse mundo cheio de novas remoções é que consegue ter clock e fazer mesa, mas ainda usar counters no maindeck, o que acaba sendo maravilhoso, já que, punir um oponente que tentou suar cinco manas, é muita vantagem.

 

O segundo eu vejo mais como algo mais de época, tivemos vários decks aproveitando Delírio e Emerge, a la dredge, nesse Open e todos apostando no fato das pessoas ainda não usarem Gancho da Condenacao​ no side, mas assim que isso se tornar comum, esse tipo de baralho ficará bem mais raro e algo ligado à metacall.

 

Os decks mais agressivos já apareciam no Open, mas no PTQ é que eles dominaram o formato:

RDW, por Gereffi - Standard
2017-07-17

Jogador

Ruda

Visitas

2745

Código Fórum

[deck=634861]

 

Essa lista, que fez top8, é um ótimo exemplo. Ao contrário da do Open, que usava dragão, essa é rápida e pune um oponente que tenta fazer um jogo focado no mid/late game, mais do que isso, pune quem faz apenas uma criatura por turno, que tem sido a base do formato nos últimos meses. 

 

 

E o CLM?

 

Essas listas são para mostrar que temos algo diferente vindo, vendo as decklists do Open podemos pensar em um formato mais lento, ainda com RG e BG e talvez Temur, mas a tendência é algo mais rápido e agressivo, Hora da Devastação deu armas para baralhos agressivos poderem jogar e isso, junto com os decks lentos que são baseados em Lua Arcana, gera um metagame mais diverso. 

 

Para o CLM eu espero como trio forte BG, Mardu e WU, BG por ser muito popular no Brasil, Mardu por ter a estratégia pronta e Abrasao​ não segurar tanto o deck e WU por esse baralho finalmente ter ficado mais conhecido na última semana e mais gente ter percebido que sim, ele é uma boa escolha e é um ótimo midrange. Também espero os fãs de controle marcando presença de UR, mas acho que teremos mais fãs de Nicol Bolas, Farao-Deus​ do que jogando de UR puro. Por fim, uma pequena parte com influência do Magic Online usando RDW ou o Eldrazi Red, que está praticamente um Big Red, mas ainda são decks não tão populares e dependem mais do jogador ter experiência com esse tipo de deck ou achar que vai quebrar o ambiente.  Zombies, RG Energy e Temur eu esperaria em menor número. 

 

Então basicamente, teremos decks estabelecidos que sabem mudar de postura, um hard control, e aggros que vão te punir se você não estiver preparado. Pela final do CLM ser antes do Pro Tour eu estou bem ansioso e espero ótimos jogos.

 

Nos vemos em São Paulo, até mais!


Ruda

 

 

TAGS:  CLMStandard

Rudá Andrade dos Reis (VIP STAFF Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo. Em 2012 começou escrever sobre Magic e não parou mais, sendo que em 2015 se tornou Editor da Ligamagic.
Redes Sociais: Facebook, Twitter

ARTIGOS RELACIONADOS

Decks da Semana #1 do CLM10: Living End

Modern: Living End, por Felipe Joseph.


Ixalan e o Duel

A nova edição e o Duel Commander.


Decks da Semana #1 do CLM10: UR Control

Standard: UR Control, por Hugo B. Freitas.


Decks da Semana #1 do CLM10: Merfolk

Modern: Merfolk, por Tiago Athayde .

MTG Cards





Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
Participe de um dos maiores eventos de Magic: The Gathering da América Latina