A Fúria Verde-Amarela
12/08/2017 10:00 / 5,290 visualizações / 5 comentários

 

Dois títulos de Pro Tour, um vice e o Jogador do Ano, tudo isso em quatro Pro Tour disputados na temporada e mostrando a força de um país que é uma potência no Magic.

 

Podia ser o poderoso Estados Unidos da América, sede da maioria dos GPs, país com mais jogadores no circuito profissional e celeiro de grande estrelas, como John Finkel, Owen Turtenwald e Reid Duke.

 

Ou a forte França, campeão da Copa do Mundo e lar de jogadores do calibre de Jeremy Dezani, Raphael Levy e Guillaume Wafo-Tapa.

 

Mas estamos falando do Brasil, um país que, quando muito, tem 2 GPs na temporada, apenas um RPTQ por season e que está bem longe dos grandes centros do Magic mundial. Contra todas as expectativas, o Brasil levou nessa temporada 2016-2017 do Pro Tour uma média de 12 jogadores por evento, o que significa que sempre temos os quatro vencedores de RPTQ e oito jogadores que conseguem vaga ou via Magic Online, ou via Grand Prix, ou Pro Tours anteriores, ou pelo Pro Players Club. 

 

Na verdade, eu quero me corrigir, não é exatamente contra todas as expectativas, seria o caso se só olhássemos para os números, um país com poucas chances de Pro Tour para os seus jogadores e que tem diversas barreiras para quem quer crescer no jogo, no entanto, nos últimos anos os brasileiros vem crescendo e se destacando no evento, um grupo quase que fixo de jogadores, que treinam juntos e tomaram de assalto, primeiro o Magic Online, e depois o circuito profissional.

 

E o resultado de todo esse esforço...

 

O Campeão Voltou!

 

 

Pro Tour Honolulu

Standard e Draft

Brasileiros no evento: 14

 

Carlos "Jabaiano" Romão é provavelmente uma das figuras mais conhecidas do Magic brasileiro, campeão mundial em 2002 com o icônico Psicatogue​, Jaba colocou o Brasil no mapa do jogo e fez excelentes resultados em uma época que lendas como John Finkel e Kai Budde estavam no auge. O tempo passou e Carlos seguiu a vida, no entanto, quem é rei, jamais perderá a majestade e, em 2010, Carlos venceu o Mundial do Magic Online, sendo o primeiro e único jogador a unificar os títulos. Muito bom para se aposentar e focar em outras coisas, não?

 

No entanto, com o título do Grand Prix de Trios realizado em São Paulo em 2016, Jabaino estava de volta ao Pro Tour e o cenário mundial percebeu isso. Com o Jeskai Controle, Jabaiano atropelou o formato, vencendo a chuva de Marvels daquele evento e chegando ao top8!

 

 

Jeskai Control - Standard
2017-08-11

Jogador

Ruda

Visitas

5326

Código Fórum

[deck=655005]

 

No top8, Carlos Romão derrotou oponente após oponente e chegou a final, contra o japonês Shota Yassoka, que, infelizmente venceu após uma série de jogos de mirror de controle. No entanto, o segundo lugar valeu muito para Carlos, que entrou de vez no circuito profissional e terminou a temporada com status Gold, que lhe dá passagem e vaga para mais um ano de circuito e tudo isso saindo do zero! O campeão, meus amigos, voltou,e  veio pra ficar.

 

A Vitória da Persistência

 

 

Pro Tour Dublin

Standard e Draft

Brasileiros no evento: 15

 

Se você joga PPTQs em São Paulo com frequência, já viu Lucas Esper Berthould jogando em alguma loja, Bertu, como é conhecido, é a síntese da ideia de alguém que ama jogar Magic, Considerado o principal jogador brasileiro, em meados de 2007, quando foi campeão brasileiro, Bertu teve uma série de bons resultados em uma época que não tínhamos uma equipe brasileira de treinos, ou que os eventos descem passagem para os Pro Tours. Tudo era difícil e ser o melhor naquela época não te levava muito longe se você não morasse nos EUA.

 

O tempo passou e a vida fez Bertu fazer escolhas, faculdade e trabalho consomem o tempo, e tentando voltar, Lucas entrou de cabeça no circuito de PPTQs, começando do primeiro nível para o Magic Profissional. E como nada é fácil, ás vezes o resultado não vem, o jogador de nível internacional não consegue passar pela etapa dos PPTQs, mesmo quando a vaga vem, ainda tem o RPTQ e mesmo com a sonhada vaga do Pro Tour, um evento ruim e estamos novamente na estaca zero. E Bertu continua, outro PPTQ, outro RPTQ, outro Pro Tour, e recomeçar, Outro PPTQ, outro RPTQ e outra chance, e de novo, e de novo.,. A melhor opção seria aceitar que sua época já foi e que jogar FNMs pode ser o suficiente.

 

Infelizmente para seus oponentes do Pro Tour Dublin, ele não desistiu.

 

Mardu Veículos - Standard
2017-08-11

Jogador

Ruda

Visitas

5305

Código Fórum

[deck=655007]

 

Mardu Veículos teve o seu grande momento nesse evento e Bertu soube, com maestria, aproveitar todo o poder desse baralho. Com uma sequência invicta na porção Standard, 10-0, ele chega forte ao top8. Lá, enfrentando diversos mirrors, Bertu chega até a final, contra o companheiro de equipe, o português Márcio Carvalho, e, em uma série espetacular de 5 jogos, vence a partida e se sagra campeão do Pro Tour! 

 

 

Lucas "Mardu" Berthoud fechou a  temporada com o mais alto status do Pro Players Club, o Platinum, ele terá um ano viajando para Pro Tours por conta da Wizards. Provavelmente, sem sentir saudades dos PPTQs.

 

 

O Melhor do Mundo

 

 

Pro Tour Dublin

Standard e Draft

Brasileiros no evento: 13

 

Paulo Vitor Damo da Rosa é o jogador mais impressionante que tive o prazer de ver jogando e de enfrentar. Sua capacidade de ver a partida e prever jogadas é única e o coloca entre os melhores de todos os tempos. Hall da Fama muito cedo, PV tem 12 top8s de Pro Tour, atrás apenas de John Finkel, que tem 16, e é o jogador que recebeu mais premiação, somando todos os torneios profissionais. Isso, vindo de qualquer jogador, já seria sensacional, vindo de um brasileiro, e ainda de um que não venha do eixo Rio-SP, é quase inacreditável. Mas PV é real e referência quando o assunto é bons resultados,

 

Jogador

Paulo Vitor Damo da Rosa

Visitas

6385

Código Fórum

[deck=645406]

 

Nesse Pro Tour, PV mostrou uma de suas faces mais fortes, a versatilidade, abrindo um recorde perfeito nas 13 primeiras rodadas do Pro Tour, PV e seu Red Deck Wins, além de dois ótimos drafts. 

 

Com um top8 dominado por decks agressivos, PV protagonizou partidas sensacionais, por exemplo, a íncrivel virada contra o americano Seth Manfield, onde o brasiliero reverteu um 0-2 depois de mulligar três vezes a cinco.

 

 

 

Vencer o Pro Tour Hora da Devastação garantiu também para o gaúcho o título de Jogador do Ano, um título inédito para esse que é um dos melhores de todos os tempos.

 

 

-

Ainda nessa temporada tivemos a novidade do prêmio por equipes, uma inicitiva que valoriza os diversos times que se juntam para jogar o Pro Tour, tivemos a honra de montar em parceria com a #DexArmy o #TeamLigamagic.

 

(esq-dir) Marcos Paulo Freitas, Guilherme Merjam, Marcelino Freeman. (abaixo) Eduardo Vieira, Pedro Cravalho e Sebastian Pozzo.

 
Com muito orgulho, vimos o argentino Sebastian Pozzo conseguir o titulo de Standard Master, o jogador que mais pontos fez jogando esse formato no Pro Tour, e garantindo sua vaga no Mundial. É #TeamLigamagic no Mundial 2017!
 
Sebastian Pozzo, Standard Master 2016-2017.
 
 
​Para 2017-2018, as expectativas são as melhores, só entre os jogadores do #TeamLigamagic, Pedro Carvalho e Guilherme Merjam estão com o status Silver e diversos outros brasileiros cresceram no circuito. Ainda teremos PV e Bertu no Mundial, em mais uma chance de grandes títulos para os brasileiros.
 
VAI BRASIL!
 
 
 

 


Rudá Andrade dos Reis (VIP STAFF Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo. Em 2012 começou escrever sobre Magic e não parou mais, sendo que em 2015 se tornou Editor da Ligamagic.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Standard e o Pro Tour

O formato antes do último grande evento da temporada.


Road to CLM: A Final

Os resultados do CLM, o PT e aonde iremos.


Acompanhe o Pro Tour Aether Revolt

Hora de definir o Standard!


Equipe Ligamagic no Pro Tour

Nossos representantes em Dublin.

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

Rickbandido (14/08/2017 03:20:24)

E hoje maus um GP pra nossa conta

MartinLichKing (14/08/2017 00:30:31)

Vamo Brasil!!! 2018 é tudo nosso bebê

Taylon_Lothbrok (13/08/2017 18:01:34)

com tanto brasileiro ganhando pro tour e fazendo grandes resultados a wizards ainda continua deixando o Brasil de lado

Noob_Saibot (13/08/2017 11:26:31)

Não é para menos que o PV é considerado o Senna do Magic Mundial.

tattoowalker (12/08/2017 10:43:13)

mt foda!! magic e mt foda!! tenho certeza q tudo isso nao e coinscidencia.. existe uma explicacao.