A outra metade do Metagame
07/11/2017 10:00 / 7,112 visualizações / 10 comentários

 

O Pro Tour Ixalan já está na história. Vencido pelo americano Seth Manfield, outra grande conquista em sua brilhante carreira, esse evento marcou como os profissionais encaram a mecânica de Energia, introduzida no bloco de Kaladesh. O fato é, Energia é forte demais para o Standard, a falta de interação do adversário faz com que você acumule quantidades absurdas de Energia, e depois é sóo achar alguma carta que faça muito uso dela. Esse tipo de mecânica ajuda jogos longos, mas torna decks simples em monstros, caso do Temur.

 

O metagame breackdown de ambos os dias mostrou que quase metade do ambiente era de decks de Energia, mostrando que sim, algo saiu do controle. Isso quer dizer ban ou algo do tipo? Felizmente não. Energia hoje está presente em midranges e alguns aggros, baralhos que não "oprimem" o formato e deixam outras estratégias livres, o único ponto é que, a mecânica é tão forte, que deve dominar o formato enquanto for válida.

 

 

 

Que Temur e RDW seriam os decks mais jogados, não era novidade pra ninguém, um é o midrange mais forte do formato e o segundo vinha em grande ascensão no Magic Online. O que todo mundo queria saber é, quais os outros decks.

 

Sultai Energy - Seth Manfield's - PT Ixalan - Standard
2017-11-05

Jogador

dial0g

Visitas

14406

Código Fórum

[deck=723618]

 

O deck do campeão, um sultai, é uma versão mais agressiva do que vimos no nosso Nacional, o americano apostou na combinação de Constritora Sinuosa​ e Filhote Presalonga​ para rushar o Temur e na cobra com Balista Ambulante​ para vencer o Mono Red. A estratégia é tão agressiva contra Temur que faz ótimo uso de Defesa Florescente transformando a carta quase em umaNegacao Persistente, seja quando você realmente anula uma remoção, seja quando quebra o menos de uma Chandra, Chama da Rebeldia ou inutiliza a habilidade de umPortador da Gloria. A grande vantagem de jogar de Sultai é que a match vs control é muito mais fácil, boa parte das suas criaturas realmente importa e ter Coagir​ de side faz toda a diferença. No side ainda gostei muito do Morrer Jovem, que consegue lidar de maneira limpa com Hazoret, a Fervorosa e Ferocidonte Enfurecido, cartas problemáticas para esse deck.

 

Ainda no top8, outro deck que não é novo, mas ganhou uma nova roupagem:

 

White-Blue God-Pharaoh's Gift - Pascal Maynard's - PT Ixalan - Standard
2017-11-05

Jogador

dial0g

Visitas

14469

Código Fórum

[deck=723615]

 

Havia comentado como a estratégia via por baixo do Radar e podia dar trabalho. Dito e feito, fazer um 6/6 com Voar, Vigilância e Vínculo com a Vida parece ser bem interessante ainda, e Busca por Azcanta​ caiu como uma luva nesse baralho, assim como Tracar uma Rota​, cartas simples, mas que aumentam a sinergia desse baralho. Com esse ótimo resultado do canadense Pascal Maynard, eu espero um aumento das cópias de Abrasao​ no maindeck de Temur e RDW, o que ajuda em muito a controlar esse baralho, mais até do que grave hate.

 

Jeskai Approach - Guillaume Matignon's - PT Ixalan - Standard
2017-11-05

Jogador

dial0g

Visitas

14390

Código Fórum

[deck=723612]

 

Entrando mais em novidades, eu não estava muito animado com o Approach no Pro Tour, por mais que o deck tenha um G1 muito bom versus Temur, contra alguns decks agressivo isso não acontece e o pós side a match contra o principal midrange piora muito. Mas a lista do francês Guillaume Matignon se transforma muito bem pós side e torna o deck mais uma fábrica de card advantage do que um controle puro. O Deus Gafanhoto​ é sensacional versus midranges, se você desvirar com ele, parabéns, partida ganha, é impossível para seu oponente bater counters e uma chuva de tópteros.

 

O último deck que vou destacar do top8 é um velho conhecido de quem joga Standard e que vinha indo muito bem no Magic Online:

 

Mardu Vehicles - Samuel Ihlenfeldt's - PT Ixalan - Standard
2017-11-05

Jogador

dial0g

Visitas

14430

Código Fórum

[deck=723617]

 

Primeira grande pergunta, porque vou piorar minha mana e jogar disso? Esse deck é muito mais explosivo do que o Mono Red atual, e isso faz muita diferença quando seu oponente tem poucas remoções. Outro ponto é o side dele, que é mais completo e pode suar cartas como Coagir​, que quebra a maioria dos controles. Por fim, o kit de remoções do Mardu ainda é o melhor kit possível para um deck agressivo, lide com drops baixos com eficiência (Empurrao Fatal) e tenha um dos melhores alcances do formato (Desintegracao Ilicita).

 

Esses foram decks do top8, mas tem três baralho do suiço que você PRECISA conhecer.

 

Mono White Vampires, por Wilson Hunter - Standard
2017-11-06

Jogador

Ruda

Visitas

7165

Código Fórum

[deck=724523]

 

A primeira vez que joguei contra isso foi em uma loja local, contra um jogador iniciante. A sensação de desespero de precisar urgentemente de uma Repreensao do Rio​ ainda é bem viva na minha cabeça, então não me assustei ao ver esse deck no Magic Online e no Pro Tour. A ideia é bem parecida com o Tokens, só que com uma proposta mais aggro, então você resolve a partida de forma mais rápida, ainda mais com Mimico Metalico​ na mesa. A ascensão desse deck online já fez muito gente usar Sois Escaldantes​ de side.

 

UW Cycle, por Boussaud Elliott - Standard
2017-11-06

Jogador

Ruda

Visitas

7142

Código Fórum

[deck=724524]

 

Um hard control tradicional, mas que não finaliza "combando" com Aproximacao do Segundo Sol​, ele pode te afogar em card advantage de uma maneira insana, com Sarcofago Abandonado​, ou simplesmente lotar a mesa com Refugio dos Dragonetes. Quando o deck "liga" o loop de cycle e token, a partida já está acabada. Uma das grandes vantagens é que no mirror de UW, esse deck tem uma kill condiition mais tempo, o que acaba sendo uma senhora vantagem. Não se engane, esse deck fez 8-2 na porção Standard.

 

GW Aggro, por Eduardo dos Santos Vieira - Standard
2017-11-06

Jogador

Ruda

Visitas

7154

Código Fórum

[deck=724525]

 

Cheio de criaturas renegadas do Construído, a lista que alguns brasileiros usaram no Pro Tour tem diversos elementos que a tornaram um metacall de sucesso. Criaturas que não tem problemas em serem mortas é uma maneira maravilhosa de segurar remoções alheias, mas, acima disso, é uma janela para poder usar cólera em um espaço que o seu oponente não espera, ainda mais se o oponente for um Temur, que já foi provado que odeia tomar uma colera do nada. G1 um aggro resistente e pós side um baralho que limpa a mesa com facilidade, e tudo isso sem gastar muito, quebrando com força o formato.

 

 

 

-

Tem duas conclusões simples que podemos ter vendo esse PT, enquanto Energia jogar, vai ser quebrado, então fique com suas cartas dessa mecânica. Se metade do ambiente vai ser de midranges de Energia, na outra metade tem muito espaço para inovação, então ainda há esperança.

 

Até mais!

 

 

Ruda 

 

 

 

TAGS: 

Rudá Andrade dos Reis (VIP STAFF Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo. Em 2012 começou escrever sobre Magic e não parou mais, sendo que em 2015 se tornou Editor da Ligamagic.
Redes Sociais: Facebook, Twitter

ARTIGOS RELACIONADOS

Report Pro Tour Albuquerque

Temur e suas opções no Pro Tour.


O Retorno da Torre

Torre da Dinavolt ainda está viva!


Esper Gifts no Nacional

Fora do radar no Standard.


Ta pegando fogo, Bicho!

Os resultados agressivos do MOCS Standard.


Escolhas e o Nacional 2017

Standard e Draft para o evento e preparação.

MTG Cards





Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

The_Offspring (11/11/2017 10:46:35)

O top8 é:
Red
Red
Temur Energy
4c Energy
Red
4c Energy
Temur Energy
4c Energy

Uma variedade, ó...

The_Offspring (11/11/2017 10:40:37)

Desculpa, vou repetir:
SE VC OLHAR O TOP8 DO STANDARD, SEM CONSIDERAR A PONTUAÇÃO DO DRAFT...
http://mtgtop8.com/event?e=17385&f=ST
Tá aí, pra facilitar a tua vida.
Só tem Red e Energy no topo, o que deixa claro que ngm está "batendo de frente" com ngm.

Braddock_AP (10/11/2017 14:14:37)

top 8 tiveram 5 decks diferentes (se considerar todos os energy como iguais), se dividir o sultai dos outros, da 6, e se dividir o temur, do 4c, do sultai, são 7 decks diferentes.
Se considerar o top64, são 16 decks diferentes.
Não tem como transformar o t2 num modern em variedade, olha a quantidade de edições, temos apenas 5 válidas no formato agora. Óbvio que ramunap e XX Energy são os to beat, mas o fato de existirem outras tantas listas que conseguem bater de frente mostram que o formato está bem balanceado pro que se espera de um standard.

The_Offspring (10/11/2017 12:25:02)

Um fato é um fato.

Braddock_AP (08/11/2017 09:02:32)

mas que choro hein...

The_Offspring (08/11/2017 02:22:17)

Nenhuma novidade, e se vc considerar apenas o standard e ignorar a pontuação do draft, o top8 se reduz a mono Red e temur/4c energy.
Mais uma vez a wotc falha em criar um mínimo de hates para as mecânicas com a intenção de que elas joguem, e o resultado é algo que domina o formato.
Ban? Não. Vamos jogar Ramunap vs Energy até a rotação, afinal, os outros decisão estão livres para TENTAR jogar.

VIP STAFF Ruda (07/11/2017 13:05:22)

Nada sensacional, é fazer plummeler cedo e proteger bem.


Não são novidades, falei dele faz algumas semanas quando explodiram no MOL.


Foi Ok, parecido com o RDW. O deck é muito bom.

Stromgald (07/11/2017 12:42:35)

E o BR Aggro? Algum report de como se comportou?

sikkiricky (07/11/2017 12:34:35)

Faltou as novidades monoblack e rakdos aggro que são rápidos e chatinhos

Bolsan (07/11/2017 11:52:13)

Ruda
Tem alguma tech do ug pummeler qie ganhou o outro campeonato?

Participe de um dos maiores eventos de Magic: The Gathering da América Latina