Ele chegou para ficar.
28/11/2017 10:00 / 9,680 visualizações / 11 comentários

 

Misoneísta : 


- Relacionado ao misoneísmo.
 - Que tem aversão ao novo ou àquilo que representa mudança.

 

Muitos jogadores de Magic têm o mesmo problema (eu incluso): eles simplesmente não conseguem acreditar em algumas mudanças do jogo. Sabe aquele deck que apareceu no Magic Online ou fez top 16 no GP, aquele mesmo que parece bem maluco, com um belo potencial, mas com algum problema sério de consistência ou base de mana ruim?


Bem, de vez em quando esse tipo deck aparece e “do nada” vira tier do formato. Vimos isso com o Lantern Control, Skred Red e até o 5 Color Humans. Então você me diz: Poxa, a primeira versão parecia tão crua, tão… vulnerável!


E é aí que entra a magia da coisa, ao longo do tempo a lista é testada por cada vez mais jogadores ao redor do mundo todo, as listas vão sendo lapidadas até chegarem em algum consenso sobre o core(as cartas principais) do deck e ele se consagra como titular de seu respectivo formato(mesmo que não seja tier 1, como foi o caso do Lantern).

 

Presenciamos isso acontecer recentemente no Legacy com o BR reanimator, e logo depois com o 4 Color Control, que é o deck de que vou falar hoje.

A nossa história começa na era onde Treasure Cruise e Dig Through Time ainda não haviam sido banidos no Legacy, e um dos decks da vez era o Grixis Control, uma versão com muito card Draw e Disrupt popularizada pelo Legacy Master, Eli Kassis.


Grixis Control - Legacy
2017-11-19

Jogador

Bruno_Orelha

Visitas

9698

Código Fórum

[deck=736426]

 

Competindo com o UR Cruise da época, Eli optou por hand disruption na forma de Cabal Therapy (que é insana com Young Pyromancer, pois você não diminui o número de fichas por dar Flashback da Therapy) e com a opção do side preto para lidar com as diversas matchups diferentes que existem no Legacy.

 

O deck acabou perdendo popularidade quando Cruise e logo depois o Dig foram banidos do T1.5


Grixis Control - Legacy
2017-11-19

Jogador

Bruno_Orelha

Visitas

9701

Código Fórum

[deck=736428]

 

Graças à Survival of the Fittest, o deck se adaptou ao ban e continuou a existir. Com muito menos card advantage, mas com um late game quase tão potente quanto a versão anterior, com os Dack Fayden e diversos Snapcaster Mage garantindo a Card Quality para enterrar o oponente em Card Advantage.

 

O tempo passou,(e eu sofri calado, não deu pra tirar ela do pensamento) Miracles foi se tornando cada vez mais um deck dominante, Death and Taxes passou de um-monte-de-cartas-ruins.deck para um-monte-de-cartas-ruins.deck que faz resultado, obviamente as listas foram mudando. E no final de 2016 tivemos a impressão de Leovold, Emissary of Trest, à primeira instância ele era perfeito: Custa 3 manas, uma de cada cor e é o primeiro comandante BUG para Tiny Leaders!

 

Brinks!


Era uma carta com efeito similar a Chains of Mephistopheles/ Spirit of the Labyrinth, mas com um custo relativamente proibitivo, mas nada abismal, como o custo da Glissa, the Traitor.

 

Alguns meses depois do lançamento de Conspiracy, ocorreu o Grand Prix Louisville 2017, e Noah Walker e Oliver Tiu resolveram ir com um 4 Color Midrange( sem nome até então) e conseguiram fazer top 32 no evento com a seguinte lista:


4 Color Midrange - Legacy
2017-11-19

Jogador

Bruno_Orelha

Visitas

9693

Código Fórum

[deck=736431]

 

Um híbrido entre Grixis Delver com Tarmogoyf, e e um BUG midrange com Lightning Bolt, Noah e Oliver estavam bem pertos da lista “perfeita”. Por volta de Março deste ano, Tomas Mar, um jogador de Legacy da República Tcheca desenvolveu uma lista atualizada do 4 color utilizado por Noah, e pelo fato de Tomas ser Tcheco e do deck ser uma pilha de cartas boas resolveu nomear o baralho de Czech Pile( Legacy tem essa tradição, se você “cria” um deck, você tem o direito de nomeá-lo). A lista de Tomas Mar era a seguinte:


Czech Pile - Legacy
2017-11-19

Jogador

Bruno_Orelha

Visitas

9695

Código Fórum

[deck=736434]

 

Depois de perceber que o late game é quase garantido se chegarmos lá, Mar sobrecarregou o deck de milhares efeitos de 2 pra 1 e optou por 3 planeswalkers para abusar de seus efeitos repetidos, e ser o único jogador da mesa a resolver spells relevantes.


A melhor parte do Czech Pile é ser completamente adaptável a qualquer field(que não tenha milhares de Burn), as 4 cores podem ser redistribuídas da maneira que você quiser ou precisar, o Core do deck é bem definido em:

 

 - 4 Deathrite Shaman : Seu mana fixing, graveyard Disrupt, Lifegain e Kill Condition, nunca jogue com menos que 4, é sua melhor carta turno 1 ou turno 12.

 

- 2-4 Snapcaster Mage : Sua fonte principal de 2 pra 1, transforma todos seus 1-of em múltiplos, e Snap para Kolaghan's Command voltando outro do graveyard é a maneira mais fácil de lockar o late game ao seu favor.

 

 - 2-4 Baleful Strix: Coruja mortal, entra em jogo e repõe a carta gasta, segura muito os decks agressivos e pode até bloquear Emrakul e matá-la. Importantíssimo aumentar o número de Strixes caso seu field tenha muitos Tarmogoyf e Eldrazi Aggro.

 

 - 4 Brainstorm, 4 Ponder : Por utilizar muitas cartas em apenas uma unidade, cavar o deck é crucial, nunca use menos que 8 cantrips de uma mana nesse deck, ele é muito color hungry e precisa de 

 

 - 2 Leovold, Emissary of Trest: Sua maior criatura e talvez a mais disruptiva. Nosso querido Leopoldo impede o oponente de fazer todas as cantrips, te dar Wasteland/ Rishadan Port lock, descartes e tudo isso por apenas BGU!! Não se esqueça que contra Storm, assim que seu oponente der o alvo de todos os Tendrils of Agony você vai comprar uma carta para cada cópia que estiver te dando alvo, aumentando sua chance de encontrar o Flusterstorm para fechar o jogo.


 - 2 Kolaghan's Command: Não importa qual seja sua versão, com mais counters ou mais descartes, os 2 Kommand reinam supremos em praticamente qualquer matchup e de quebra ainda diminui seu clock por dar seus míseros(porém importantes) 2 de dano. Não saia de casa sem no mínimo 2.

 

Os outros slots do deck são completamente maleáveis, sendo jogáveis de 0 a 4 cópias, vamos ver duas listas que exemplificam bem isso.

 

Czech Pile - Legacy
2017-11-19

Jogador

Bruno_Orelha

Visitas

9692

Código Fórum

[deck=736435]

 

Ondrej Strasky utilizou essa lista para fazer Top 8 no Eternal Weekend, uma lista focada em descartes, com 4 descartes de 1 mana, e 1 Hymn to Tourach no maindeck, por utilizar tantos feitiços, Ondrej optou por usar Jace, Vryn's Prodigy, que serve como um Snapcaster Mage reusável e que combina melhor com feitiços do que com instantâneas.

 

Czech Pile - Legacy
2017-11-19

Jogador

Bruno_Orelha

Visitas

9703

Código Fórum

[deck=736438]

 

Jacob Haversat levou ao top 8 do GP Vegas esta lista counterspell-heavy, provando novamente que o baralho se adapta a qualquer field.

 

É importante ressaltar que sequenciar as lands é uma das coisas mais importantes do deck, Underground Sea, seguido de Bayou, e Volcanic Island

, caso você esteja com a versão com Hymn to Tourach, te permite jogar qualquer spell do deck turno 1, turno 2 ter mana para Hymn ou Strix e turno 3 fazer Leovold, Kolaghan’s ou resolver uma cantrip que te encontre um hymn e ainda conjurá-lo. Como a Polluted Delta é única fetchland que te busca qualquer land do deck, tome cuidado ao baixá-la, um turno sem jogar a spell que você precisa pode te colocar atrás o suficiente para você não voltar.

 

Espero que tenham gostado dessa apresentação do Czech Pile, se tiverem gostado posso fazer sobre mais decks, ou focar mais neles, como já fiz com o Death and Taxes no passado

 

Aquele abraço do seu amigo Orelha.

 

TAGS: 

Bruno Ramalho ( Bruno_Orelha)
Aficionado por Legacy, sempre que pode joga com decks que matam com terrenos e não dispensa uma ativação de Vial no passe.
Redes Sociais: Facebook
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Decks da Semana #6 do CLM10: Esper Stoneblade

Legacy: Esper Stoneblade, por Carlos R. Souza.


A Vingança do Shaman

Análise da Eternal Weekend.


Decks da Semana #5 do CLM10: Sultai Delver

Legacy: Sultai Delver, por Frederico Matias Lemos.


Nós vamos invadir sua praia

Piratas e o Legacy.


O Guia para o Legacy sem Azul

Vida além da cor mais quente.

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

Bruno_Orelha (03/12/2017 17:01:56)

Agradeço o feedback!

Hundertmark (01/12/2017 02:30:09)

Parabens pelo artigo. bacana a analise nas diferentes decklists

Bruno_Orelha (01/12/2017 00:10:34)

Agradeço imensamente o feedback. Tento sempre fazer de uma maneira informativa, completa mas que não fique muito cansativo.

Bruno_Orelha (01/12/2017 00:07:44)

Valeu, fico feliz que curtiu!

Bruno_Orelha (01/12/2017 00:06:21)

Dê uma pesquisada no antigo Baseruption e verá o que é estranho no Legacy! hahaha

Bruno_Orelha (01/12/2017 00:03:42)

Valeu <3

edrd (29/11/2017 07:56:15)

Foca no Pile!

Morlan (28/11/2017 15:21:25)

Massa, texto sucinto e bem informativo, geralmente me da preguiça de ler as análises que postam, mas esse artigo está na medida, parabéns.

STANDARD cr0vaX (28/11/2017 12:52:05)

Artigo ficou topzera!

SaitoSan (28/11/2017 10:13:18)

Na primeira vez q eu vi a lista desse deck eu pensei: "que deck estranho". Fico feliz que essa doideira deu certo hehehehe

MeuSadruga (28/11/2017 10:07:46)

O artigo é excelente, mas o trecho abaixo é o melhor do artigo !


O tempo passou,(e eu sofri calado, não deu pra tirar ela do pensamento)