"Sideboardeando" no Pauper
01/02/2018 10:00 / 3,578 visualizações / 28 comentários

 

 
        Fala galera, Professor Pauper enchendo o saco de novo com esse formato das comuns. Hoje, pensando no próximo final de semana (03 e 04 de fevereiro) quando teremos as finais do CLM (Circuito LigaMagic) com eventos paralelos de Pauper (além de outros formatos, claro), quero dar umas dicas de como se preparar melhor para torneios desse tipo. Para começar, é preciso entender que neste tipo de evento, você vai encontrar um ambiente, talvez, bem diferente daquele que você encontraria em sua loja local.

Lembro da minha primeira vez em um GP (evento de grande porte), aquele mundo de pessoas, mesas e cadeiras e eu achando que ia encontrar algo mais tipo uma bienal do livro onde ia passear pelos estandes, comprar bugigangas e conversar com a galera. Tudo isso realmente aconteceu, exceto que a parte dos estandes eu fiz em 10 minutos. 
 
O que quero dizer é que, neste tipo de ambiente, bem mais competitivo do que na sua loja usual, você também terá de se comportar relativamente diferente. Isso não significa que você tenha de ser o cara sisudo, com sangue nos olhos e poucos amigos. Significa que algum tipo de preparação está diretamente relacionada ao resultado. A escolha de um adequado sideboard, muitas vezes, significa a diferença entre um bom resultado e uma participação medíocre.
 
Em um torneio grande, a diversidade de decks é absurdamente grande. Muitos jogadores se aproveitam dessa situação para “comer pelas beiradas” e quebrar o meta. Isso não é incomum em um formato com uma pool tão grande e diversa de cartas como o Pauper. Logo, esteja preparado, não somente para os decks que você encontra na sua loja, mas para os principais decks do metagame. Eis alguns exemplos:
 

1) Decks baseados em Fadas (Mono Blue Faries/Izzet Skred) -  utilizam a Silfide Magioclasta para tentar anular suas mágicas iniciais e construir card advantage utilizando o Ninja das Horas Tardias, muitas vezes protegendo um Investigador de Segredos transformado, que será a win condition. Elimine as fadas e o Delver (não transformado) com remoções instantâneas, inutilizando o counter da Magioclasta.

Um exemplo muito comum: ele fez uma Magioclasta para anular uma mágica sua CMC 2 (assumindo que ele já possui outra fada em campo de batalha). Em resposta ao efeito ETB (enter the battlefield, habilidade desencadeada de “ao entrar em campo de batalha”) de anulação ir para pilha, responda removendo uma (ou melhor todas) fada(s) com mágicas como Eletrotruque ou Lamina da Destruicao, garantindo a resolução de sua mágica CMC 2 e ainda tirando possíveis ameaças do campo de batalha. Essa manobra geralmente vira jogos e garante alguns games.
 
 
2) Decks baseados em rápida perda de vida (Burn/Mono Black Control) - essas listas são muito bem curvadas para garantir a maior perda de vida no menor tempo possível. Seja conjurando multiplos Raios (e seus parentes) por turno ,ou privando o adversário de criaturas e finalizando com Mercador Cinzento de Asfodelos e/ou Corromper, você consegue prejudicar muito esses decks simplesmente ganhando vida. Mas cuidado! Ganhar vida, não ganha jogo. Só posterga o inevitável até você conseguir construir o seu jogo. Eis algumas opções: Gavinhas da Corrupcao, A Vida Continua e Missionario Solitario
 
 
 
3) GW Auras (Hexproof) - Nada mais triste que treinar, se preparar para agredir ou controlar o coleguinha e descobrir que suas mágicas não afetam as criaturas do seu oponente. Ser agredido por uma criatura 11/11 atropelar/hexproof/lifelink também não ajuda. Em essência é isso que o GW auras faz e se você não estiver preparado, serás atropelado… Coloque alguns anti encantamentos no sideboard. Desencantar, Naturalizar, Tranquilidade, Fluxo de Aura ou remoções indiretas, como Edito de Chainer ou Edito Diabolico vão ajudar. Você que joga com aquele Burn ou Mono Red, se vire com seu Eletrotruque antes que ele encante as auras, porque depois, é só tristeza.
 
 
4) Decks baseados em Tron (terrenos do kit Urza) -  Aqui a situação se complica. Quando ele fecha o Tron (os 3 terrenos de Urza gerando 7 manas incolores), as mágicas dele serão muito superiores às suas e ele terá 50% do jogo ganho. Utilize LDs (Land Destructions - Destruição de terrenos) para joga-lo alguns passos para trás. Chuva de Pedras, Arrasar, Areias Asfixiantes são opções. Mas não vai ganhar jogo se você não conseguir construir o seu jogo em paralelo.

Aqui vai outra dica (não conte pra ninguém hein =D). Algumas dessas listas necessitam fortemente de artefatos para filtrar a mana incolor (Prisma Profetico sendo o principal deles), quebrar esses artefatos pode ajudar. De resto, tente ser mais rápido e agressivo porque o late game é todo dele.
 
 
 
5) Counters - Chega de falar mal do azul! Se você gosta da cor que mais irrita os demais jogadores, não se preocupe. Existe uma quase infinidade de anulações que podem te ajudar. Não vou falar sobre todas elas agora, mas somente citar algumas que podem ajudar em situações específicas. Utilize Anular contra os Affinity e Auras, Exclude para gerar card advantage contra decks agressivos e. é claro. Delir para responder aqueles combat tricks do Mono green Stompy ou vencer aquela counter war contra seu oponente control. Temos à nossa disposição também Explosao Hidrica e Explosao de Chamas . Olha o vermelho quebrando a color pie e anulando (e destruindo) mágicas azuis.
 
 
6) Affinity (você vai encontrar um) - Tá, exagerei. As chances de você topar com um Affinity em um torneio de 6/7 rodadas são de aproximadamente 80%. Por que isso Jacoh? Simples gafanhoto! Além da aura de invencibilidade que o Affinity possui (um tanto quanto mitológica, falaremos em artigos futuros), ele é um deck fácil de jogar, bem agressivo e de bons resultados. Ou seja, muito jogadores optam pelo deck dos artefatos na esperança de “grindar” resultados e se você não estiver preparado, pode ser soterrado de criaturas 4/4 e Atog te levando a derrota. 
 
A boa notícia é que não faltam opções de hates para o Affinity. Por exemplo, Xama dos Gorilas, o terror dos Affinity. Ao conjurar isso no turno 1 você praticamente ganhou a partida, já que você terá a capacidade de destruir os terrenos (que também são artefatos) da lista pagando apenas uma mana. Naturalizar e Desencantar (já citados) e suas variantes também são opções nas cores verde e branca. Já no preto e azul as opções são bem limitadas para lidar especificamente com artefatos. O preto possui as remoções genéricas que muitas vezes são suficientes (exceto por Atog e Fling em combo) e o azul com counters específicos como o Anular (já citado).  Uma dica é guardar um Delir e/ou Explosao Hidrica para o Fling do oponente.
 
 
 
 Para não concluir:
 
        É muito difícil, em apenas 15 cards, estar preparado para tudo. A dica é sempre utilizar cards que sejam hates de duas ou mais listas. Exemplo simples: O Naturalizar resolve auras do GW, artefatos do Affinity e de quebra, filtros do Tron. Explosao de Chamas é uma opção de anticounter para o vermelho e ainda vai lidar com encantamentos azuis chatos. Eletrotruque não só vai te livrar de fadas, mas também de elfos e tokens (com sorte você vai se livrar daqueles bichos Hexproof chatos). Seja criativo e esteja preparado. Não tem nada pior que perder uma partida que poderia ter vencido porque você deixou o side em casa.
 
TAGS: 

Jorge Jacoh Ferreira ( JorgeJacoh)
Jorge "Professor Pauper" Jacoh Ferreira é professor por profissão
e nas horas vagas também enchendo o saco de todo
mundo com esse negócio de Pauper.
Redes Sociais: Facebook
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

Top8 Pauper no CLM10

As listas do segundo dia de eventos no CLM.


Aether Revolt e o Pauper Legacy

Impactos no formato.


Antes e depois do Drake

Como era e como ficou o metagame Pauper.


Tombar só me faz ganhar

O Pauper BG Dredge.


Peregrine Drake está Banido

O dragão não voa mais no pauper do Magic Online.

MTG Cards



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

JorgeJacoh (08/02/2018 15:33:53)

Verdade.
Mas a cara do jogador de Affinity com essa jogada é IMPAGÁVEL.
:D

JorgeJacoh (08/02/2018 15:33:10)

Vlw parceiro. Estamos trabalhando para mais e melhor

JorgeJacoh (08/02/2018 15:32:33)

Valeu Gil...
Vc é o cara.
Já estou com saudades de Juiz de Fora.

JorgeJacoh (08/02/2018 15:30:46)

Spoiler para um próximo "sideboardeando"?

;)

ricardoprese@hotmail.com (02/02/2018 22:47:48)

Nunca desci gorilla xamã de turno 1. affinity usa galvanic blast.

HHHH (02/02/2018 22:01:49)

Excelente artigo, Professor Pauper! Suas dicas de side foram valiosíssimas! Parabéns!

GNemesis (02/02/2018 10:26:58)

Bom Artigo Jorge! ;)

AdrianoTT (02/02/2018 10:01:25)

Realmente, no sideboard, tem que ter mesmo a Relic of Progenitus ou a Nihil Spellbomb, dependendo do deck, os famosos Hates de cemitério, que, normalmente, ficam no side e não no main deck.

AdrianoTT (02/02/2018 09:58:38)

Certo, Jorge, não sei se ficou claro, mas o que eu quis dizer foi sobre essa questão, por algum motivo desconhecido, do link com o nome da Pyroblast, chamá-la de "Flame Burst". Pelo que você falou, o Annul está correto, apesar de eu não conhecê-lo. Eu nunca tinho visto essa carta em uso, pesquisei agora e vi que ela é bem específica, contra Auras e Artefatos, mas nunca ninguém me contra-atacou com esse anula, por isso eu não conhecia.

ravisor (02/02/2018 09:26:10)

Faltou as interações com o cemitério.

JorgeJacoh (02/02/2018 09:15:02)

Excelente opção.
Mesmo sendo um feitiço, acertar dois encantamentos/artefatos é muito forte.

sandroeg (02/02/2018 08:44:19)

Legal o artigo!
Eu gosto muito de usar Gleeful Sabotage no verde.

JorgeJacoh (01/02/2018 22:49:57)

Contra mágica

JorgeJacoh (01/02/2018 22:49:23)

Então parceiro, Pyroblast é Explosão de Chamas em inglês. O Counter Annul (anular) tb é muito importante contra os decks listados acima. Counterspell é Como.
Espero ter ajudado.
:D

JorgeJacoh (01/02/2018 22:46:51)

Vlw cara...
Vamos caprichar sempre mais.

AdrianoTT (01/02/2018 19:33:21)

O Explosão de Chamar não é o Pyroblast não? Quando passo o mouse em cima do nome aparece o Flame Burst, como nome em inglês, carta que eu não conheço. Eu só conheço o nome das cartas em inglês, não conheço os nomes em português, só algumas.

Anular seria o Counterspell? Porque quando passo o mouse em cima do nome aparece o nome em inglês "Annul". Eu acharia estranho você citar como cartas importantes no Pauper, cartas que eu nunca ouvi falar, apesar de ter muitas cartas que não conheço, pelo menos as "famosas", eu acho que conheço todas dos principais decks.

raphargel (01/02/2018 17:48:58)

Cara Parabéns pelo seu artigo muito bem citado,editado,redigido e válido!

JorgeJacoh (01/02/2018 13:23:12)

No fim, vai ser sempre uma questão de "feeling". Treinando bastante para saber o que é melhor para você no seu field e/ou em um grande torneio.

xAghanim (01/02/2018 13:00:36)

Ficou muito interessante, inclusive, foi muito bom citar ao final que não dá pra abraçar o field todo com o sideboard.

_Obliterate_ (01/02/2018 12:14:52)

demais mestre!!! simplesmente demais!
<3

JorgeJacoh (01/02/2018 11:52:17)

Obrigado
Teremos mais em breve!

JorgeJacoh (01/02/2018 11:51:29)

Estamos trabalhando nisso.
:)

JorgeJacoh (01/02/2018 11:50:43)

Concordo com vc.
Tb acho que o Affinity não é isso tudo devido a sua inconsistência.
Mas vale lembrar que ele foi o campeão do Nacional Pauper Legacy de 2017.
E não deixe de ter hate de artefatos por causa disso. A fama acaba criando uma realidade inconveniente.

Wondergirl (01/02/2018 11:48:36)

Ótimo artigo professor pauper.

JorgeJacoh (01/02/2018 11:40:29)

Muito verdade parceiro.
Infelizmente, tentei não deixar o artigo muito longo e focar em aspectos mais fundamentais e superficiais para a galera que está querendo começar no Pauper.

ysoeiroBR (01/02/2018 11:19:46)

Boa Jorge!

E ainda estou esperando aquele torneio no MOL hein! Grande abraço!

surfe (01/02/2018 11:19:29)

Legal man.
Só acho q o affinity não é tudo isso q vc fala. É um bom deck mas não é tão consistente e pós side é sempre sofre muito. E olha q jogo com ele.

RJFelicio (01/02/2018 10:53:39)

Muito bom o artigo. O field pauper é bem diversificado . Acho que cabe mais decks nessa lista .