Load or Cast
Clarificando o 1º de Abril
PWP, Erros de Zona, Platina, MOL e Embaralhar.
03/04/2018 10:00 - 3.333 visualizações - 9 comentários
Load or Cast

 

Olá a todos! Sejam bem-vindos a segunda parte do nosso spoiler de regras da Bancada do Juiz!
 
Bom, no fim das contas (e como muitos adivinharam), nosso artigo anterior era uma brincadeira de 1o de abril, baseado em algumas lendas urbanas, algumas situações que já nos perguntaram em torneios e alguns dos problemas que acontecem numa partida de Magic, mas que poderíamos aproveitar para dar uma explicadinha nas regras! Portanto, puxem uma cadeira, fiquem à vontade e confiram a clarificação do nosso artigo de 1o de abril.
 
Multiplicador de Pontos Planeswalker:
 
Enquanto a ideia de ter um Tibalt com 16 marcadores num GP parece excelente, não é esse o objetivo do multiplicador. Pontos Planeswalkers são pontos
contabilizados para recompensar players que participam de eventos sancionados. Com seus Pontos Planeswalker, é possível se qualificar e até mesmo receber byes (vitórias automáticas) no Nacional e em GPs. Uma vez que o torneio esteja acontecendo, estes pontos não influenciam em nenhuma forma as partidas.
 
Para mais informações sobre Pontos Planeswalker.
 
Erros envolvendo zonas escondidas:
 
Enquanto pode parecer uma situação impossível de resolver, a verdade é que o Guia de Procedimentos para Infrações têm métodos eficazes para lidar com cards que se movem de uma zona escondida para outra. O maior problema, nessa situação, é a identidade do card em questão. Consequentemente, existe uma infração chamada “Erro de Card Oculto”. Enquanto a detecção, infração e correção é um tanto mais complexa, a maioria já ouviu falar no “fix Thoughtseize”, em que a pessoa que cometeu a infração revela sua mão, e oponente decide qual card não deveria estar na mão, retornando para a zona correta (normalmente o grimório).
 
Para mais informações sobre Erro de Card Oculto, bem como outras infrações, confira o documento oficial em português aqui.
 
Inocentando o Anjo de Platina:
 
Enquanto o efeito de “não perder o jogo” de Anjo de Platina é forte, este só se aplica para situações de jogo em que resultariam na derrota da pessoa que controla Anjo de Platina, e apenas naquele jogo. Anjo de Platina, obviamente, não impedirá a pessoa controladora de perder um jogo por uma penalidade proveniente de uma infração que tenha cometido, bem como derrotas em outros jogos de uma mesma partida.
 
 
A situação de Anjo de Platina foi inspirada numa história antiga, que você pode conferir aqui.
 
Magic Online sabe muito, mas judges também sabem:
 
Enquanto Magic Online é programado para desenvolver todas as interações possíveis em Magic da forma mais correta possível, sabe-se que, de vez em quando, algumas não ocorrem da forma que as regras mandam. No entanto, o maior motivo para que Magic Online não seja o judge perfeito é que a maioria dos problemas resolvidos por judges não são interações de cards, players tendem a chamar judges para resolver problemas, na maioria das vezes, quando um erro ocorreu: uma criatura não podia ser bloqueada da forma que foi, pontos de vida estão diferentes, alguém embaralhou sua mão em seu grimório enquanto procurava um terreno pelo efeito de sua fetch land. Uma vez que Magic Online tem uma programação para que erros não aconteçam, não é necessário saber resolver tais problemas. judges estão lá para manter a integridade do jogo, corrigir infrações e até mesmo prevenir trapaças, coisas que não são possíveis de acontecer na plataforma online.
 
Isso não é um argumento para dizer que a plataforma online é melhor que a real, ou que é mais próxima do “Magic verdadeiro”. Magic Online, apesar de suas limitações com a jogabilidade da vida real, permite acesso a jogos à qualquer hora de qualquer lugar, o que cria oportunidades para muitas pessoas que não têm acesso ao jogo em si.
 
Continuemos a embaralhar nós mesmos:
 
Já fui questionado algumas vezes sobre o motivo de não permitirem embaralhadores automáticos. Depois de conversar com algumas pessoas responsáveis pelas regras, a conclusão é que não é possível detectar se um embaralhador de fato deixa o baralho aleatório, quando tal embaralhador pode estar alterado ou programado para colocar os cards em uma ordem específica. Consequentemente, players devem embaralhar seus decks (e o de oponentes, em torneios de REL Competitivo). Para aqueles que se encontram impossibilitados de embaralhar, faz-se o possível para que um judge auxilie nestes casos.
 
Quanto ao embaralhamento por pilhas, um lembrete: só pode ser feito uma vez, no começo de um jogo, para contar os cards.
 
-
Pessoal, muito obrigado pela atenção. Foi uma grande oportunidade fazer um artigo mais descontraído pra Liga e, assim como eu me diverti escrevendo, espero que vocês tenham se divertido lendo. E espero que tenham aproveitado esse segundo artigo para entender um pouquinho mais dos pontos que falamos sobre!
 
Caso tenha dúvidas, você também pode enviar dúvidas por e-mail, para BancadaDoJuiz@gmail.com, ou entre em contato na página do Facebook!
 
Lembrem-se sempre: qualquer problema na sua partida, CHAME JUDGE!
 
Qualquer dúvida relacionada a Magic, FALE COM JUDGES!
 
Um grande abraço e até a próxima!
 
André Tepedino ( Tepedino)
Juiz desde 2004, conta com boa experiência de eventos brasileiros e internacionais. Entusiasta apaixonado pelo jogo, sempre está disposto a contribuir para o crescimento e melhoramento da comunidade. Quando descobriu que não jogaria mais competitivo por preferir arbitrar, optou por jogar Commander casual para se divertir.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 08/04/2018 23:28
"Anjo de Platina, obviamente, não impedirá a pessoa controladora de perder um jogo por uma penalidade proveniente de uma infração que tenha cometido, bem como derrotas em outros jogos de uma mesma partida."

Brincadeira genial. Adorei.
(Quote)
- 03/04/2018 17:31
Tem que ter Q.I negativo para acreditar na história do anjo de Platina.
Agora cadê o artigo sério? Esse ainda está pior do que o último, de tão óbvio que são as coisas postadas, não acrescentou em nada.
(Quote)
- 03/04/2018 14:10

Rezam as lendas que o Rudá era o Mindslave

(Quote)
- 03/04/2018 13:03

É sim, eu era o Anjo de Platina! rs

(Quote)
- 03/04/2018 12:48
Hans, o cara que viveu o jogo até o fim. Literalmente.

Quando virar filme, eu peço aos produtores que o papel de Hans seja interpretado por Haley Joel Osment (AKA "o moleque do Sexto Sentido", que hoje está com quase 30 anos), que o adversário seja interpretado por Angus T. Jones (AKA "Jake Harper de 2 1/2 Men") e que o policial que conversa com Hans via megafone seja interpretado por Steve Buscemi.

E a noiva de Hans, por favor que seja Katie McGrath.
Pena que o Anjo de Platina terá que ser o de Mirrodin, porque o da Masterpiece ficaria bem melhor no filme.
Últimos artigos de André Tepedino
Bancada do Juiz: Spectators
Entenda como deve se comportar um espectador de uma partida.
4.892 views
Bancada do Juiz: Spectators
Entenda como deve se comportar um espectador de uma partida.
4.892 views
29/02/2020 10:05 — Por André Tepedino
Bancada do Juiz: Camadas
Uma das regras mais complexas que existem
7.275 views
Bancada do Juiz: Camadas
Uma das regras mais complexas que existem
7.275 views
31/01/2020 10:05 — Por André Tepedino
Bancada do Juiz: As Marcas te Definem - Parte 2
“Pera aí, meu amigo recebeu só um Warning pelos cards marcados. Por que a minha penalidade é maior?”
4.458 views
Bancada do Juiz: As Marcas te Definem - Parte 2
“Pera aí, meu amigo recebeu só um Warning pelos cards marcados. Por que a minha penalidade é maior?”
4.458 views
24/10/2019 10:05 — Por André Tepedino
As Marcas te Definem - Parte 1
Esse artigo aborda o problema de Cards Marcados, introduzindo o conceito de acordo com as regras, bem como a forma que a Infração é detectada, abordada e resolvida.
6.929 views
As Marcas te Definem - Parte 1
Esse artigo aborda o problema de Cards Marcados, introduzindo o conceito de acordo com as regras, bem como a forma que a Infração é detectada, abordada e resolvida.
6.929 views
04/09/2019 18:05 — Por André Tepedino
3.460 views
Bancada do Juiz: Pense Cavalos, não Zebras
Identificando o Cheating.
3.460 views
29/10/2018 10:05 — Por André Tepedino