Load or Cast
Report – Top 16 Nacional Pauper
UB Delver!
14/12/2018 15:05 - 11.646 visualizações - 19 comentários
Load or Cast

 

Quando comecei a jogar Pauper no início deste ano, uma das minhas maiores motivações era conseguir participar do Nacional Pauper Legacy, mais conhecido como NPL. Para quem não está familiarizado, o NPL é um evento anual que reúne os melhores jogadores de Pauper do Brasil e um dos torneios mais importantes do calendário do formato.
 
Participar de um evento como esse é inesquecível e enriquece muito sua formação como jogador, já que é uma grande oportunidade de jogar e aprender com os melhores jogadores do formato. Além de todo cenário competitivo, o NPL é um dos principais responsáveis por unir a comunidade Pauper e local perfeito para ver e rever grandes amigos.
 
No texto de hoje, contarei todo o processo criativo por trás da elaboração da lista, como foi minha preparação e participação no torneio, e disponibilizarei um guia de sideboard contra os 13 principais decks do formato.
 
Escolhendo o deck
 
Há uns dois meses, eu e o carvs começamos a discutir quais decks eram suficientemente bons para disputar um torneio tão grande e exaustivo como o Nacional, e a tentar decifrar as principais diferenças entre o ambiente do Magic Online e o IRL.

Com base nos decks classificados para o Nacional e com o que vivenciamos no CLM, paralelos do GP e demais torneios regulares ao longo do ano, chegamos às seguintes conclusões:
 
 - O ambiente nacional no geral é muito mais aggro do que no Magic Online, portanto decks como Affinity e Stompy são bem mais populares e deve-se ter um plano de jogo bem definido contra estes decks.

 - Mono Black já não é mais o queridinho dos brasileiros. Apesar de ainda existir um ou outro fã do deck, a popularização do Pauper em 2018 fez com que novos jogadores entrassem no formato se baseando principalmente nos decks mais consistentes do Magic Online. Sem contar jogadores antigos, que perceberam as mudanças drásticas que ocorreram no ambiente ao longo do ano, e resolveram também mudar de deck.

 - Jogar IRL com deck muito lento é uma furada! Por mais que você e seu oponente joguem rápido, no Magic físico perde-se muito tempo embaralhando os decks, mulligando ou tendo que preparar o deck pós sideboard. Muitas vezes, se você perde o primeiro game jogando de Tron ou Izzet Flicker, dificilmente terá tempo de jogar mais dois games para tentar reverter a partida, portanto decks hard control estavam fora de cogitação.

 - UR Skred e Boros Monarch continuam sendo os dois principais decks do formato, mas alguns bons jogadores optariam por jogar de UB Delver (Two drops) ou Boros Bully, decks que vêm a cada semana crescendo de popularidade no Magic Online e mereciam uma atenção especial.

 - Mais importante do que tentar quebrar o formato, disputar um torneio tão exaustivo, com pelo menos oito rodadas, exige um conhecimento bem grande do deck que se estiver pilotando, e optar por algo próximo à zona de conforto era uma escolha mais segura.

Com base no quinto item da lista, restringi minha escolha a decks que utilizassem a trinca Gush, Augur of Bolas e Preordain, devido à experiência prévia com o arquétipo, e por acreditar que azul, de longe, é a cor mais forte do Pauper. Sendo assim, passei a comparar a performance do Mono U Delver, UR Skred e UB Delver (Two Drops).
 
 - Mono U Delver possui a vantagem da sua base de mana, porém é um deck mais vulnerável a decks muito agressivos, como Stompy, Bogles e Affinity.
 
 - UR Skred foi um dos meus primeiros amores do Pauper e é, sem dúvidas, um dos decks mais consistentes do formato, mas a sua performance contra as duas versões de Boros ainda me deixava preocupado.
 
 - E, por último, apareceu o UB Delver (Two drops), deck que me levou ao Nacional, e que vinha conquistando bons resultados no Magic Online nas mãos do jogador americano Nasty. Apesar do Boros também ser um bad match do UB, a presença de cartas como Gurmag Angler e Echoing Decay me deixavam mais esperançoso do que jogando de UR Skred.

Após conversar com alguns jogadores e realizar testes iniciais, optei por jogar com o UB Delver (Two Drops), e passei a concentrar todos os meus esforços na construção da lista e no entendimento das partidas contra os principais decks do formato.
Ainda sem a presença de Ultimate Masters, esta foi a lista inicial que montei para os primeiros dias de treino:
 
UB Delver (Two drops) v1
10856 visualizações
13/12/2018
R$ 177,30
R$ 481,91
R$ 8.982,40
10856 visualizações
13/12/2018
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Gerar Imagem
Criaturas (12)
4  Investigador de Segredos 3,71
4  Áugure de Nicol Bolas  0,23
4  Pescador Grumag  0,55
Mágicas (31)
1  Abdicação Forçada 0,11
1  Desfigurar 0,10
2  Perfurar Mágica 0,50
4  Preordenar 3,90
2  Purgar Pensamento 0,49
3  Sonda Gitaxiana 1,96
4  Tempestade Cerebral 2,33
3  Contramágica  3,50
2  Degeneração Reverberante  1,69
1  Distorção Agonizante  0,10
4  Pasmar  1,76
2  Liquidar  29,10
2  Jorro  1,47
Terrenos (17)
2  Desolação Fumegante3,19
9  Ilha Nevada (#279)0,00
2  Pântano Nevado (#281)0,00
4  Vastidão Morfoterrena0,04
60 cards total

Sideboard (15)
2  Anular 0,04
1  Delir 0,25
4  Explosão Hídrica 3,51
2  Relíquia de Progenitus 9,81
1  Édito Diabólico  0,17
2  Murchar  0,10
1  Verdade Reverberante  0,99
2  Geist da Tempestade   1,15

 
A lista era bem parecida com a que o Nasty estava utilizando nos Pauper Challenges, com exceção de 1 Spell Pierce e 1 Agony Warp a mais no main deck e pequenas alterações na base de mana. A nona Island entrava para aumentar as chances de se fazer Delver no primeiro turno, enquanto a segunda Ash Barrens te possibilitava buscar a fonte preta no deck e baixá-la no mesmo turno em que você a encontrasse.
 
Eis que, no final de novembro, são revelados os primeiros spoilers de Ultimate Masters, e com eles vem a notícia do downshift de Foil e Fire / Ice, cartas interessantíssimas e super bem-vindas ao Pauper.
 
Incluir Foil no UB Delver (Two drops) foi um processo natural, e bastaram poucas partidas para perceber que a carta era de fato diferenciada e qualquer desconfiança inicial foi evaporando a cada vez que eu a utilizava nos meus treinos. Para ajudar, logo no dia em que a carta passou a ser válida no Magic Online, o Nasty fez dois 5-0 na Pauper League jogando com a lista de UB já atualizada, onde ele substituía 1 Spell Pierce e 1Counterspell por 2 Foil.
Após longas conversas com o Nasty no Discord e com o Eduardo, de São José, no Whatsapp, inscrevi a seguinte lista no NPL:

UB Delver (Two drops) - NPL 2018
11663 visualizações
13/12/2018
R$ 188,24
R$ 515,56
R$ 9.081,77
11663 visualizações
13/12/2018
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Gerar Imagem
Criaturas (12)
4  Investigador de Segredos 3,71
4  Áugure de Nicol Bolas  0,23
4  Pescador Grumag  0,55
Mágicas (31)
1  Abdicação Forçada 0,11
1  Cone de Vapor 0,49
1  Desfigurar 0,10
1  Ponderar 7,80
4  Preordenar 3,90
3  Sonda Gitaxiana 1,96
4  Tempestade Cerebral 2,33
3  Contramágica  3,50
2  Degeneração Reverberante  1,69
1  Distorção Agonizante  0,10
4  Pasmar  1,76
2  Frustrar   0,75
2  Liquidar  29,10
2  Jorro  1,47
Terrenos (17)
2  Desolação Fumegante3,19
9  Ilha Nevada (#279)0,00
2  Pântano Nevado (#281)0,00
4  Vastidão Morfoterrena0,04
60 cards total

Sideboard (15)
2  Anular 0,04
1  Delir 0,25
4  Explosão Hídrica 3,51
1  Golpe Visceral 3,30
2  Relíquia de Progenitus 9,81
2  Murchar  0,10
1  Verdade Reverberante  0,99
2  Geist da Tempestade   1,15

 
Ao comparar com a lista anterior, realizei as seguintes mudanças:
 
Main deck:
-2 Spell Pierce -2 Thought Scour
+2 Foil +1 Ponder +1 Vapor Snag
 
Sideboard:
-1 Diabolic Edict
+1 Gut Shot
 
Spell Pierce é uma carta de que sempre gostei, e sei que a valorizo mais do que muitos outros jogadores, portanto foi muito doloroso retirá-la do deck. É um counter excelente para lidar com Prophetic Prism, peça chave do Boros Monarch, Affinity e Tron, e um aliado importante para proteger Gurmag Angler de Chainer's Edict (principalmente o flashback) e Journey to Nowhere. Apesar de todas estas vantagens, havia muitas partidas em que ela se tornava uma carta morta no mid/late game e, ao juntar com mais 4 Daze existentes no deck, fazia com que a lista ficasse vulnerável nos mirrors de Delver decks e partidas contra hard controls.
 
Thought Scour possuía o papel importante de acelerar o Gurmag Angler em partidas contra aggros como Stompy e Affinity, e interagia bem com Brainstorm, apesar de seu efeito ser semelhante ao de cartas como Augur of Bolas, Ash Barrens e Terramorphic Expanse. Em resumo, Thought Scourcontribuía para o deck, mas não era tão essencial como no UB One Drops e o UB Reanimate.

Ponder surgiu da necessidade de ter pelo menos mais uma cantrip que manipulasse o topo, diminuindo o risco de não encontrar lands após keepar mãos mais arriscadas com apenas uma ou duas lands, além de naturalmente auxiliar na busca por peças do sideboard, que costumam fazer a diferença no g2 e g3.
 
Vapor Snag foi uma adição de última hora e entrou aos 47 do segundo tempo para substituir o segundo Ponder. Havia grandes chances do UB Delver ser um deck bastante jogado no Nacional (o que de fato aconteceu, sendo que o melhor colocado ficou em nono lugar — parabéns, Rafael Jesus). Por este motivo, eu e o Eduardo optamos por entrar com o Vapor Snag para devolver Delver flipados e Gurmag Angler para a mão do oponente, retomando o controle do jogo. Em paralelo, Vapor Snag seria uma excelente carta contra Stompy, Elves, Tribe e escolhas de decks inusitados, como UB/BR Reanimate.
 
No sideboard já fazia um tempo que estava querendo retirar o Diabolic Edict da lista, pois a maioria dos decks que jogam com Gurmag Angler utilizam Augur e Geist para protegê-lo de Éditos, deixando a carta muito menos efetiva. O GW Auras sempre entra com os Young Wolfs, enquanto o Affinity consegue proteger os Atogs e criaturas 4/4 com Frogmite e Flayer Husk.

Gut Shot pode parecer estranho em um primeiro momento, mas é uma das melhores cartas contra UR Skred e UW Tribe. Contra UR Skred, Shrivel pode parecer mais efetivo, mas não conseguir responder Spellstutter Sprite é uma desvantagem considerável. Acredito que Shrivel seja uma carta muito mais importante contra decks como Elves, Stompy e GW Auras.
 
Não ter custo faz com que a carta mantenha a “identidade” do deck e surpreende muitos oponentes, principalmente quando você ainda não tem Swamps na mesa e o oponente acaba assumindo uma postura mais agressiva por não precisar jogar ao redor de Snuff Out.
 
O torneio
 
O torneio foi um dos momentos mais divertidos do ano e excelente oportunidade para reunir todos os amigos que o Pauper me deu. É engraçado pensar como pessoas que mal conhecemos pessoalmente podem te fazer tão bem e deixar o evento ainda mais especial.

Apesar dos problemas que soube que ocorreram no ano passado, achei a organização do evento, no geral, boa, e tivemos poucos atrasos durante as rodadas. Senti falta somente de uma melhor cobertura e um streaming seria um diferencial muito bacana para divulgar ainda mais Pauper no Brasil.
 
Meus oponentes foram todos muito educados e não tive nenhum problema durante as oito rodadas do suíço. Não comecei tão bem o torneio, mas no final consegui me recuperar e terminar em 15º lugar após fazer um 6-2 (seis vitórias e duas derrotas).
 
Seguem os decks que enfrentei durante o NPL:
 
Boros Monarch – 2x1
UB Delver (Two drops) – 0x2
Elves – 1x2
MBC – 2x0
Stompy – 2x0
Affinity – 2x1
Affinity – 2x0
Mono Red Goblins – 2x0
 
Gostei muito da lista — achei que realizei uma boa leitura do ambiente, acertei na escolha do deck, e vejo o UB Delver como uma das melhores opções do formato após a entrada de Ultimate Masters. Gostando ou não, Foil já é uma realidade e, inclusive, enquanto rolava o Nacional, o Nasty estava vencendo o Pauper Challenge do último domingo jogando de UB Delver com 3 Foils e 3 Gushs na lista.
 
Para quem não acompanhou o resultado final do Nacional, o Alexandre Weber conquistou o tricampeonato de Boros Bully, e o top 8 foi formado por: 1 Boros Bully, 2 Affinity, 2 Stompy, 1 UB Alchemy, 1 GW Auras e 1 UR Skred.
Parabéns, Alexandre, pelo tri campeonato, e ao carvs e ao Luis pelo top 8!
 
Para quem tiver interesse no deck, deixarei o guia de sideboard que preparei em conjunto com o Nasty e o Eduardo para o NPL:
 
Mirror

Side in: +2 Geist da Tempestade +1 Dispel +1 Echoing Truth +2 Relic of Progenitus
Side out: -2 Daze -1 Gitaxian Probe -2 Snuff Out -1 Ghastly Demise
 
UR Skred

Side in: +2 Shrivel +2 Geist da Tempestade +2 Hydroblast +1 Gut Shot +1 Dispel
Side out: -4 Daze -1 Vapor Snag -1 Gitaxian Probe -1 Ghastly Demise -1 Foil
 
Dinrova Tron

Side in: +2 Relic of Progenitus +2 Annul +2 Geist da Tempestade +1 Dispel
Side out: -4 Daze -1 Echoing Decay -1 Disfigure -1 Agony Warp
 
Boros Monarch

Side in: +2 Annul +1 Dispel +2 Geist da Tempestade +1 Echoing Truth +2 Hydroblast
Side out: -4 Daze -1 Gitaxian Probe -1 Disfigure -1 Foil -1 Snuff Out
 
Mono U Delver

Side in: +1 Dispel +2 Shrivel +2 Geist da Tempestade +1 Gut Shot
Side out: -3 Daze -1 Gitaxian Probe -1 Foil -1 Vapor Snag
 
Boros Bully

Side in: +1 Dispel +2 Geist da Tempestade +1 Echoing Truth +2 Relic of Progenitus +2 Hydroblast +2 Shrivel
Side out: -4 Daze -3 Probe -1 Disfigure -1 Snuff Out -1 Vapor Snag
 
Stompy

Side in: +2 Annul +2 Shrivel +1 Echoing Truth +1 Dispel
Side out: -1 Probe -1 Daze -1 Foil -3 Counterspell
 
UB Alchemy

Side in: +2 Relic of Progenitus +2 Geist da Tempestade +1 Dispel
Side out: -2 Snuff Out -1 Ghastly Demise -1 Daze -1 Gitaxian Probe
 
UW Tribe

Side in: +1 Dispel +2 Geist da Tempestade +2 Relic of Progenitus +1 Gut Shot
Side out: -2 Echoing Decay -1 Daze -1 Counterspell -1 Preordain -1 Agony Warp
l
Elves

+2 Shrivel +1 Echoing Truth +1 Gut Shot
-1 Probe -1 Daze -1 Foil -1 Counterspell
 
Affinity

+4 Hydroblast +2 Annul +1 Dispel
-1 Disfigure -2 Echoing Decay -2 Daze -1 Probe -1 Preordain (Ponder)
 
Izzet Blitz

+4 Hydroblast +1 Dispel +1 Truth
-2 Daze -1 Foil -1 Counterspell -1 Probe -1 Echoing Decay -1 Preordain (Ponder)
 
Burn

Side in: +4 Hydroblast +1 Dispel
Side out: -2 Snuff Out -1 Gitaxian Probe -1 Echoing Decay -1 Disfigure

Evidente que uma ou outra alteração pode ser realizada de acordo com particularidades das listas dos oponentes, mas é uma base sólida para quem quer começar a jogar com o deck.
 
Se tiverem qualquer dúvida sobre o deck, fiquem à vontade para fazerem suas perguntas na sessão de comentários. Será um prazer responder e ajudar a comunidade Pauper de alguma forma.
 
Obrigado novamente a todos que estavam na torcida, principalmente a galera dos grupos #Pauper Illuminati, #Highlanders do Sr.Chico, #Pauper Next Level e #Mtg Pauper Brasil.
 
Até a próxima!
 
Ricardo Mattana ( Thorgrim)
Ricardo, 31 anos, carioca residente em Barueri, é formado em Propaganda e Marketing e teve seu primeiro contato com o Magic em 1999. Atualmente é um grande entusiasta do Pauper, admirador de cartas comuns históricas e apaixonado pelo Magic raiz!
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 18/12/2018 08:27

Obrigado Tellus! As snow lands podem ser facilmente substituídas por lands básicas.
Só uso para as pessoas acharem que estou de UR Skred nos primeiros turnos, isso pode fazer o oponente tomar alguma decisão equivocada.

(Quote)
- 18/12/2018 00:17
Primeiramente, parabéns pelo belo artigo e pelo resultado.

Uma dúvida que pode ser boba, mas pq usar snow-lands? Não vi diferença, como no UR Skred que é essencial. Imagino que tenha alguma importância pois só nas snow island o preço do deck aumenta em quase 100 reias.

Abrç.
(Quote)
- 17/12/2018 15:06

faz sentido, ha uns tempos testei uma lista com menos auras, só os rancor e os que da toten armor, tentei bufa as criaturas com marcador do que com auras pra nao sofre tanto pós side, consegui bons resultados, diminui a chance de resposta porém o deck perde em rapidez de finalização, mas bom saber,,, continuarei com meus testes kk

(Quote)
- 17/12/2018 02:08

Muitos decks com counter / efeitos de prevenção de dano, isso atrapalha bastante o auras.

(Quote)
- 16/12/2018 17:03
galera o que aconteceu com o auras no meta pauper ??
Últimos artigos de Ricardo Mattana
O melhor de Theros Além da Morte para o Pauper
Cartas que podem agregar ao formato que mais cresce no Brasil.
18.127 views
O melhor de Theros Além da Morte para o Pauper
Cartas que podem agregar ao formato que mais cresce no Brasil.
18.127 views
23/01/2020 18:05 — Por Ricardo Mattana
O que esperar do Pauper em 2020
Ricardo traça os caminhos do Pauper para 2020
9.070 views
O que esperar do Pauper em 2020
Ricardo traça os caminhos do Pauper para 2020
9.070 views
09/01/2020 10:05 — Por Ricardo Mattana
Izzet Skred
Conheça a nova versão de Izzet Skred no Pauper e todo o potencial que Sanctuary Mystic oferece ao deck.
6.872 views
Izzet Skred
Conheça a nova versão de Izzet Skred no Pauper e todo o potencial que Sanctuary Mystic oferece ao deck.
6.872 views
17/12/2019 18:05 — Por Ricardo Mattana
O retorno do UB Delver
.Quem foi Rei nunca perde a majestade.
14.297 views
O retorno do UB Delver
.Quem foi Rei nunca perde a majestade.
14.297 views
06/12/2019 10:05 — Por Ricardo Mattana
7 dicas para o Nacional Pauper
Aproveite dicas importantes para você fazer bonito no Nacional deste ano.
7.654 views
7 dicas para o Nacional Pauper
Aproveite dicas importantes para você fazer bonito no Nacional deste ano.
7.654 views
21/11/2019 10:05 — Por Ricardo Mattana