Não vire as costas para o Horizonte
11/06/2019 10:05 - 8,230 visualizações - 13 comentários

Modern Horizons teve seu prerelease neste último fim de semana e logo estará inundando o mercado com novas cartas e novos baralhos. A nova edição trouxe duas ideias revolucionárias, trazer cartas Legacy para o Modern, e criar cards inéditos e essas duas abordagens é o que fazem essa edição um produto único e precisa ser analisado com calma. SanduGod e Juliano já falaram sobre suas impressões e gostei bastante tanto dos pontos levantados quanto das discussões criadas nos comentários, inclusive no meu artigo sobre Urza e algumas possibilidades da lenda azul, os comentários geraram algumas ideias que irei abordar aqui.


A primeira coisa que pudemos observar sobre Modern Horizons, quando analisamos os comentários da edição, é uma polarização. Muita gente vendo um monstro que mudará o formato completamente e “queime tudo e comece do zero” e do outro lado os que consideram ela um total fiasco. Eu considero ambos os lados equivocados. Eu gosto da edição e vou explicar porque ela é forte e seu retorno é certo, mas pensar que uma edição irá revolucionar 100% um formato com tantas edições é pedir erros grotescos de design e te garanto que ninguém deseja isso, porque erros de design se traduzem em banimentos e banimentos são a pior experiência para um jogador, ainda mais se existir a chance de você comprar uma box de uma edição e ter a infelicidade de abrir nos seu querido boosters algo banido. Esse erro aconteceu no Standard e quase jogou o formato para o ostracismo. Modern é um formato quase casual, ele tem Magic Fests, Mythic Championship e afins, mas boa parte dos seus eventos são em lojas, onde os jogadores podem usar pet decks e vencerem, eles têm uma relação diferente com os baralhos, já que sua gama ampla de estratégias permitem que um jogador quase que externe sua personalidade com sua decklist. Uma edição brutal que atropele tudo e depois seja banida é uma violência sem tamanho.


MODERN HORIZONS NÃO É APENAS MODERN


Essa verdade pode ser chocante para alguns que vivem no próprio umbigo, mas a Wizards gosta de usar edições para cartas em outros formatos. Uma edição que ela tem liberdade para repritns legacy não seria desperdiçada; O grande desafio para o pauper tem sido o preço de algumas cartas e o quão difícil é o acesso à elas, aproveitar uma edição como Horizons para fazer os reprints é algo incrivelmente saudável, com baixo impacto no Modern, mas que salva o Pauper, até porque convenhamos que não teríamos uma “Pauper Masters”. Commander também será um beneficiado, mesmo motivo, cartas que posso trazer sem impactar o formato e deixar outro mais saudável. Detalhe, todos esses reprints ajudam a aumentar a diversidade do Modern, aka sua melhor característica.


REPRINTS MODERN ERAM NECESSÁRIOS


Se pauper e commander precisavam de reprints para se manterem formatos saudáveis,o Modern também preciso. Depois de Modern Horizons eu não espero esse ano outra edição desse tipo para o formato e cartas como Manamorfose precisam ser reprintadas. Na verdade, para o Modern não sofrer problemas que o Legacy sofre, de uma entrada muito pesada, é precisa uma política constante de reprints, seja em edições Masters, seja no próprio Standard.


NÃO SE AVALIA O PREÇO DE UMA EDIÇÃO ABRINDO UM BOOSTER


Assim como pessoas que acham Vexing Devil bom, quem acha que precisa ”””””””” ganhar”””””””” em cada booster (e coloco toneladas de aspas nesse verbo, porque essa pessoa analisa apenas o ganho por uma ótima absurdamente caolha) tem um lugar no meu inferno. Um booster é uma amostragem muito pequena e com uma variância absurda. Muitos jogadores têm essa mentalidade de que precisam levar vantagem financeira em tudo, até por isso Horizons tem a série artística e os tokens, mas pensar “como ganho dinheiro investindo nisso” e comprando dois boosters, fica difícil.


NÃO VALE AGORA, VALE DEPOIS


Edições Standard tendem a ser caras, quando os jogadores querem desesperadamente as novas cartas e depois vão caindo,até estabilizarem, logo, comprar e abrir caixas dessa edição o mais rápido possível é um bom negócio. Horizons é diferente, tem cartas exclusivas da edição, além de ter a maior quantidade de terminados cards em um só lugar, principalmente snow lands e canopy lands (horizon lands?). Comprar e abrir agora não é tão interessante, ainda não sabemos todos os impactos das cartas e é comum que os impactos apareçam só após semanas ou meses. Tem uma grana pra investir de verdade em Magic? Reserved List!.. Quer dizer, compre e guarde as boxes de Modern Horizons.


Agora falando sobre as cartas, a edição é cheia de sleepers que podem ficar 1 ano esperando o lançamento certo para explodir, mas já é possível apontar algumas coisas.


Snow lands


Skred é válido no Modern, só isso já é uma base maravilhosa para os terrenos valerem bem, além da estratégia no Pauper. Para ajudar, a edição trouxe mais alguns kits para uma estratégia controle baseada nesses terrenos. Na dúvida, uma volta a mais para um plano de neve e podemos ter um deck insano.


Canopy lands


É errado pensar que isso fará canopy jogar menos e o preço de todas desse ciclo devem cair também. Na verdade canopy apenas nos mostra o quanto esses terrenos são bons e como tem um potencial insano de jogar em várias estratégias, principalmente as que pouco ligam para pagar vida (vai uns lands top ai, humans?). Provável que uma das cartas mais “instabuy” que saíram.


Urza, Grao-lorde Artifice

 

Fiz um artigo falando de possibilidades dele e pra mim é uma das maiores bandeiras de artefatos que já tivemos. É possível ene coisas malucas com o cara, desde listas combo, até midranges e mesmo ajudando em estratégias agressivas Urza é forte demais para ficar restrito à um formato e leva junto uma série de cartas que estavam paradas.
 

Piromante Experiente

 

Imagina se Lingering Souls pudesse jogar no Jund? Pois é. Agora pode, e com loot.


Aggro Loam


O Bruno Oreia já escreveu sobre esse deck e em primeiros testes ele me agradou razoavelmente, Cycle lands, Canpy Lands, um novo planeswalker e mais brincadeiras fazem esse midrange ser novamente um baralho. Por mais que o deck já tenha existido no Modern, ele nunca foi nem a sombra do seu primo do Legacy e agora o deck pode finalmente entrar em uma briga com outros midranges e tentar fazer muita gente usar hates pesados de cemitério. Provável que eu escreva mais sobre esse baralho, o que também vai significar muitas mensagens enchendo o saco do Oreia, mas ai é sofrimento dele, não de vocês.


No total, minha wishlst dessa edição, excluindo as que já citei e pensando em cartas que considero em bom preço, são:


Terapeuta da Cabala
Deriva Astral
Ayula, Queen Among Bears (essa é pela piada interna mesmo)
Doadora de Runas
Trasgo Colecionador
Numa Fria
Forca da Negacao
Forca do Desespero
Visao do Futuro
Engenheiro da Pestilencia 
Forca do Vigor
Asas do Entardecer
Dardo de Lava
Sumidouro Magmatico
Hogaak, Necropole Erguida
Colher o Passado 
Marinheiro Instavel
Espada de Verdade e Justica
Recombinador do Ferro-velho
Vista Prismatica

 

Uma lista razoavelmente grande e pensando apenas em coisas imediatas; A wish para algo longo e detalhado, com certeza seria pegar umas caixas e deixar paradas. E claro, a questão do preço da box pode pesar nesse quesito. Bom, meu amigo, bem vindo ao mundo das edições Masters, na dúvida, o booster de A Guerra da Centelha está mais barato e sempre vem um planeswalker.


Até mais!
Ruda

TAGS: 

Rudá Andrade dos Reis ( Ruda)
Aficionado por decks azuis agressivos, mas que não dispensa um bom Siege Rhino nas horas vagas, está no Magic desde 2003, em Flagelo.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
Ruda na Twitch

LigaMagic App



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

Siarnaq (13/06/2019 13:13:35)

ficar de olho nos preços, tem carta legal pra colocar no commander. talvez eu pegue o plague engineer pra minha muldrotha

Garbim (12/06/2019 10:24:01)

NÃO SE AVALIA O PREÇO DE UMA EDIÇÃO ABRINDO UM BOOSTER


Assim como pessoas que acham Vexing Devil bom, quem acha que precisa """""""" ganhar"""""""" em cada booster (e coloco toneladas de aspas nesse verbo, porque essa pessoa analisa apenas o ganho por uma... absurdamente caolha)

Onde esta o reticências, acredito que você quis dizer ótica.

Bom artigo, eu aposto no deck de Lands tambem, seria um midrange muito massa.

Tempesta (12/06/2019 10:07:59)

Ah sim, no pauper.
Sim, pra uma comum ela é forte mesmo.

Alanzito (12/06/2019 08:38:51)

Acho que sim storm verde pode ser no pauper ja vi uns combos meio fora do padrao por la já.
Vamos ver. Mais ainda na minha opniao deixou a desejar essa edição! Prefiro até edições como investida, kamigawa rsss

AllanCs (11/06/2019 20:45:19)

"Modern é um formato quase casual" ai acho que forçou, fora isso não dá pra dizer se a edição foi boa ou ruim tão cedo, tem que ver se essas cartas jogam msm.

Tempesta (11/06/2019 14:59:32)

Flusterstorm e o storm verde? Sério que você acha que podem banir essas?

E echos perde muita da força sem LED, mas sim, ainda é forte.

Alanzito (11/06/2019 14:11:01)

Vista Prismatica UM PREÇO BOM? 70 reais um preço de uma fatch para busca basic land, RIDICULO!. No mais, ok os preços. Hogaak vai agregar muito ao dredge, humanos tb recebeu suas honrarias e UW Control nem se fale. Para uma edição revolucionaria no qual foi criado pela Wizard, e o preço que estão cobrando para minha pessoa deixou a desejar em 70%. A expectativa criada nao foi suprida. Preços de cartas fora do comum, e muita carta sem a necessidade de raridade (famosas por estragar o Booster). Espero uma nova edição que possa ser balencada em 100% a todas as cores. Obs: Vejo card banido como Eco das Eras, tempestade artodoante, Resistir a tempestade e um futuro.

didimax (11/06/2019 13:08:51)

ostracismo, aprendi um palavrinha nova. vlw Rudá.
ótimo artigo.

Ruda (11/06/2019 11:54:23)

Felizmente (ou infelizmente), as cartas da edição já começaram a subir. Como o artigo precisa ser entregue alguns dias antes, os preços já mudaram (em alguns casos, radicalmente).

Ruda (11/06/2019 11:53:07)

Infelizmente o artigo foi entregue antes do hype. Mas o deck explodiu no MOL bem rápido, ainda quero escrever algo sobre.

Rafa_Pinguim (11/06/2019 11:00:46)

"Ayula, Queen Among Bears" kkk essa eu sei eim... kkk

kluclopk (11/06/2019 11:00:05)

Parece mais um artigo para vender cartas, pq nenhuma desta lista está num bom preço, especialmente o hogaak.

Mutrol (11/06/2019 10:37:51)

Bom artigo rudá, mas nenhuma palavra sobre Hogaak e o novo bridgevine? Carta foi de 10 a 100 em cinco dias. Fez 8/16 decks no top competitive em 5 dias.