Load or Cast
Scapehift no Standard
Sandoiche usa toda sua experiência com Scapeshift para analisar o deck no Standard.
05/08/2019 10:05 - 6.799 visualizações - 11 comentários
Load or Cast

Olá! Campo dos Mortos é um card que, no spoiler, chamou a atenção de poucas pessoas. Existia a possibilidade de um "combo" com Metapaisagem, e mesmo eu, um jogador do arquétipo do Modern, duvidei da viabilidade do mesmo em termos competitivos quando falamos de Standard. "Muito lento", "toma remoção global", "precisa usar uma base de mana ruim" foram as desculpas para descartar o deck no início.


Mas, se no início as builds que surgiam de forma tímida não foram além dos "meme decks", bastou que o jogador e streamer ObstinateBaloth conseguisse Top 1 do Ranking Mítico com a versão Bant para chamar a atenção dos jogadores para o arquétipo, com o Ondrej Strasky popularizando-o ao também conseguir excelentes resultados na ranqueada, até que eventualmente o baralho dominou o Magic Fest em Denver, sendo campeão nas mãos do Hall of Fame Luis Scott Vargas, o LSV.


Bant Scapeshift
5261 visualizações
02/08/2019
R$ 1.528,91
R$ 2.087,28
R$ 3.290,59
5261 visualizações
02/08/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (11)
3  Herbívoro Arbóreo 0,39
4  Krasis Hidroide   31,00
4  Rejuvenescedor Élfico  0,06
Planeswalkers (4)
4  Teferi, Manipulador do Tempo   95,27
Mágicas (14)
4  Espiral de Crescimento  0,05
2  Brotar das Cinzas  0,02
4  Metapaisagem   47,50
4  Rota do Circuito  2,00
Encantamentos (2)
2  Reino de Aprisionamento  0,22
Terrenos (29)
1  Angra Tranquila0,12
1  Areias Verdejantes0,12
1  Bosque da Pétala Solar10,99
1  Cachoeira dos Espinhos0,05
1  Campo da Ruína1,50
4  Campo dos Mortos71,19
3  Charco da Procriação65,90
2  Floresta0,00
2  Fonte Santificada28,90
2  Ilha0,00
2  Jardim do Templo37,73
1  Planície0,00
1  Portão da Guilda Azorius0,03
1  Portão da Guilda Selesnya0,05
1  Portão da Guilda Simic0,05
1  Porto do Interior14,93
1  Templo da Enfermidade2,87
2  Templo do Mistério2,63
1  Zona de Explosão22,26
60 cards total

Sideboard (15)
3  Véu do Verão 37,00
2  Rajada de Éter  0,25
3  Veto de Dovin  2,54
3  Assistente de Detenções   3,89
2  Cavaleira do Outono   7,60
2  Cerátopo-camaleão   1,90


A lista acima é a que eu venho utilizando atualmente, baseada nas sugestões do próprio LSV em seu último artigo na Channel Fireball, mas adaptando levemente alguns slots (os Shifting Ceratops do sideboard). De maneira geral, as listas Bant não vão divergir tanto dessa, sendo esse o referencial quando pensamos na ameaça zumbi.


Depois de Denver, os olhos de todo mundo se voltaram para a estratégia, com o deck se tornando mainstream e infestando o MTG Arena ainda mais. Afinal, ele é bastante rápido e difícil de ser interagido em seu plano principal, como geralmente ramps baseados em terrenos são, exigindo interação extremamente específica para serem parados. Mesmo doses "leves", como counters/descartes conseguiam ser contornados com o potencial "grind" de Hydroid Krasis  e o plano do "natural Field of Dead", que é simplesmente colocar poucos zumbis por turno e ir pressionando com eles (extremamente eficaz contra Controles e Midranges).


Dessa forma, os demais jogadores começaram a se equipar melhor, trazendo as formas mais diversificadas de hates. Coisas específicas como Alpine Moon, Blood Sun e Ashiok, Dissolvedor de Sonhos passaram a aparecer nos sideboards, assim como outras escolhas mais abrangentes como Unmoored Ego e Deputy of Detention. Outras escolhas sutis que funcionavam contra outros decks como Flame Sweep, Cry of the Carnarium e similares também aumentaram de número, de brinde servindo para parar estratégias como Vampires e Mono Red.


Mesmo com o alvo na testa, os adeptos do "novo" baralho seguiram confiando no seu potencial (principalmente por causa do bom plano B de Krasis), mas sem parar de adaptar-se pensando em novas possibilidades para atacar o metagame. Uma opção que surgiu com relativo sucesso para combater as mirrors foi o Sultai Scapeshift, conforme a lista abaixo:


Sultai Scapeshift
4524 visualizações
02/08/2019
R$ 1.047,80
R$ 1.463,87
R$ 2.276,62
4524 visualizações
02/08/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (12)
2  Herbívoro Arbóreo 0,39
4  Krasis Hidroide   31,00
4  Rejuvenescedor Élfico  0,06
2  Garota-massacre   1,50
Mágicas (21)
4  Espiral de Crescimento  0,05
3  Fim da Legião  4,49
2  Brotar das Cinzas  0,02
4  Metapaisagem   47,50
4  Rota do Circuito  2,00
4  Baixas de Guerra     5,95
Terrenos (27)
1  Cachoeira dos Espinhos0,05
4  Campo dos Mortos71,19
1  Cemitério da Floresta9,99
2  Charco da Procriação65,90
1  Clareira na Selva0,05
2  Floresta0,00
1  Ilha0,00
1  Memorial à Genialidade0,10
2  Pântano0,00
1  Portão da Guilda Dimir0,05
1  Portão da Guilda Golgari0,05
1  Portão da Guilda Simic0,05
1  Porto do Interior14,93
1  Remanso Funesto0,14
1  Túmulo Aquático43,75
1  Templo da Enfermidade2,87
2  Templo do Mistério2,63
2  Tumba Abandonada34,00
1  Zona de Explosão22,26
60 cards total

Sideboard (15)
3  Coagir 0,06
2  Véu do Verão 37,00
3  Demover  1,90
2  Negar  0,09
2  Ashiok, Dissolvedor de Sonhos   7,20
3  Cerátopo-camaleão   1,90


Legion's End  é um dos melhores cards possíveis para travar a mirror, lidando com os Zumbis do Scapeshift ao mesmo tempo em que retém utilidade em outras partidas, principalmente Vampires. Baixas de Guerra  é outro card sensacional para os jogos de muito atrito, podendo responder múltiplas permanentes de uma só vez - já fiz jogadores de Esper concederem ao destruir uma Search for Azcanta, um Teferi e um terreno no turno 4, e ela tem aplicações bacanas contra Nissa decks e mesmo na mirror, onde é uma race para resolver o Scapeshift ou deixar o Field of Dead ativo primeiro.


A desvantagem que vejo nessa build, todavia, é a perda do Teferi, Time Raveler. O card é simplesmente sensacional na estratégia possibilitando um combo "com segurança" no final do turno com Scapeshift, e também colocando zumbis no meio do combate via ramps. Além disso, Baixas de Guerra e Massacre Girl são opções um pouco pesadas e difíceis de serem conjuradas na hora certa pelos seus custos mais restritivos, além de pela escolha de cores as interações são em geral mais vulneráveis ao Veu do Verao, o terror dos descartes e anulações.


Sultai Golos Shift
4574 visualizações
02/08/2019
R$ 1.464,16
R$ 2.007,35
R$ 2.915,20
4574 visualizações
02/08/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (11)
4  Rejuvenescedor Élfico  0,06
4  Cavaleiro dos Espinhos    16,40
3  Golos, Peregrino Incansável 16,50
Mágicas (18)
2  Demover  1,90
4  Espiral de Crescimento  0,05
2  Troféu do Assassino  55,94
3  Brotar das Cinzas  0,02
4  Metapaisagem   47,50
3  Necrobrotamento    0,21
Artefatos (2)
2  O Sol Imortal 60,00
Terrenos (29)
1  Cachoeira dos Espinhos0,05
3  Campo dos Mortos71,19
1  Catacumba Submersa16,00
2  Cemitério da Floresta9,99
3  Charco da Procriação65,90
1  Clareira na Selva0,05
2  Floresta0,00
1  Ilha0,00
1  Jardim do Templo37,73
2  Pântano0,00
2  Porto do Interior14,93
1  Remanso Funesto0,14
1  Solo Pisoteado31,00
2  Túmulo Aquático43,75
1  Templo da Enfermidade2,87
1  Templo do Mistério2,63
3  Tumba Abandonada34,00
1  Zona de Explosão22,26
60 cards total

Sideboard (15)
4  Véu do Verão 37,00
2  Dragonete Cerúleo  0,13
2  Momento de Avidez  0,09
3  Negar  0,09
1  Ashiok, Dissolvedor de Sonhos   7,20
3  Ego à Deriva   1,00


Conforme o hate foi ficando mais pesado, a necessidade por mais planos alternativos começou a aparecer, e é exatamente nesse caminho que a lista acima de Sultai Scapeshift acabou indo. A combinação de Cavaleiro dos Espinhos + Golos, Peregrino Incansavel cria um plano onde é possível sempre fazer uma criatura parruda que cava atrás dos terrenos importantes enquanto acelera o plano Scapeshift, mas que pode ser capaz de atacar e gerar valor por si só. Necrobrotamento é uma remoção interessante que encaixa perfeitamente nesse jogo, permitindo um "jogo justo" mas sem desviar do foco do plano principal, enquanto que Cast Down+Trofeu do Assassino ajudam a cobrir ameaças de early game mais rápidas.

 

Sultai Field of Dead
4514 visualizações
02/08/2019
R$ 1.284,60
R$ 1.832,72
R$ 2.744,93
4514 visualizações
02/08/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (31)
4  Druida Fóleo  0,09
4  Druida do Paraíso  1,07
1  Empesteiro  0,49
1  Krasis Hidroide   31,00
4  Recife Soerguido   0,99
4  Vidente Nubígena  0,05
1  Chupacabra Voraz   0,48
1  Duplicata de Centelha  11,50
1  Tomadora de Reféns   8,00
2  Cavaleiro dos Espinhos    16,40
4  Yarok, o Profanado    18,00
4  Agente da Traição   26,91
Mágicas (4)
4  Troféu do Assassino  55,94
Artefatos (1)
1  O Sol Imortal 60,00
Terrenos (24)
2  Campo dos Mortos71,19
2  Catacumba Submersa16,00
1  Cemitério da Floresta9,99
4  Charco da Procriação65,90
1  Floresta0,00
1  Ilha0,00
1  Pântano0,00
3  Porto do Interior14,93
2  Túmulo Aquático43,75
2  Templo da Enfermidade2,87
2  Templo do Mistério2,63
3  Tumba Abandonada34,00
60 cards total

Sideboard (15)
3  Coagir 0,06
4  Curandeiro da Clareira 0,08
1  Luneta Enfeitiçada 1,58
2  Momento de Avidez  0,09
3  Negar  0,09
1  Krasis Hidroide   31,00
1  Ritual da Fuligem   1,34


Por fim, uma lista mais focada em criaturas, direto de um Invitational Qualifier da Star City Games. Campo dos Mortos é uma mera "engine de valor", ao invés de ser a estrela da estratégia, que é muito mais focada em fazer 2x1s com as criaturas que tem efeitos quando entram em jogo e potencializá los com o Yarok, the Desecrated.


O motivo pelo qual eu quis também trazer essa lista foi para responder uma questão que muitos vêm me fazendo esses dias: vale a pena fazer o Scapeshift, considerando a rotação do Standard em menos de dois meses?


Bom, o deck como um todo não gasta tantos curingas assim, já que propositalmente usa alguns "terrenos tortos" como guildgates e lifelands. Uma parte das míticas e raras são staples que jogam em outros baralhos (Teferi, Time Raveler, Hydroid Krasis), enquanto que o "grosso" dos ramps são comuns/incomuns. O Scapeshift em si, em 4 curingas míticos, que acaba sendo o investimento mais puxado.


Porém, pra quem curte matar só com terrenos, acredito que vale a pena: o Bant Scapeshift atualmente é o primeiro deck do MTG Goldfish em termos de fatia de metagame e segue postando resultados mesmo em evidência, e pensando no pós-rotação acredito ser possível aproveitar uma parte significativa de suas raras/míticas, como o deck acima mostra que é ao trazer Field sem necessariamente existir Scapeshift: variações de midranges (ou mesmo controles) que usam esse plano ramp + valor, podendo pender tanto mais para um lado como para o outro e serem perfeitamente funcionais.
-


Indiferentemente da build escolhida, o fato é que até a rotação no final de Setembro o Campo dos Mortos continuará sendo uma staple relevante do formato, cabendo ao restante do formato que não estiver interessado no "junte-se a eles" fazer por onde para conseguir vencê-los! E quanto a vocês, leitores, o que têm achado de Campo dos Mortos no Standard? Qual versão de Scapeshift (ou mesmo sem) lhes agrada mais? Com o que adaptaram seus decks/sideboards, ou se juntaram a ele? Acreditam que o terreno continuará vendo jogo pós-rotação? Deixem suas opiniões nos comentários!


Abraços e até a próxima!

Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Matheus Akio Yanagiura ( sandoiche_13)
Matheus Akio Yanagiura, mais conhecido como Sandoiche, começou a jogar em 2003, em Flagelo. Está sempre na vida do grind dos torneios, com destaque para o título do CLM 10 Modern, o maior realizado até então, e o Top 16 no Grand Prix São Paulo 2018. É um entusiasta do Magic competitivo e totalmente dedicado à produção de conteúdo referente ao jogo, publicando artigos periodicamente desde 2012, colaborando para o Blog da LigaMagic desde 2015 e atualmente produz vídeos em seu canal no YouTube Sandoiche's Grind e streama ao vivo regularmente na Twitch.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 05/08/2019 21:14
Fui jogar dois torneios construídos no arena, levei os dois em 5-0.
Em cada torneio encontrei 3 deles.
60% dos torneios foram esmagando isso aí, parecia a época que o Sultai estava ownando tudo há alguns meses cara ahahahahaha


Acredito que sem o scapeshift apenas fique um pouco menos all in pra forrar a mesa, visto que era o feitiço que explodia o field com os triggers simultâneos.
Bom deck, mas nada de alarmante.
(Quote)
- 05/08/2019 18:46

Fim da legião é uma resposta que interage com outros decks

(Quote)
- 05/08/2019 17:37
Eu estava feliz com meu sultai flash, até essa peste desse deck alavancar.

Campo da ruína até lida, um pouco, com o deck, mas zoa o meu side todo usar 4 campos + 3 ashiock ...
(Quote)
- 05/08/2019 16:03

Blood moom só e valido a partir de modern ;) acho que card board wipe para t2 não tem até onde eu sei. A Opção pode ser Demover na Hidra.

(Quote)
- 05/08/2019 15:48
Tem resposta mais que o suficiente pra esse deck
Blood moon, Alpine moon, qualquer tipo de destruição de terreno, qualquer board wipe (que admito ser a pior resposta, mas ainda sim)
Com uma nova expansão vindo ainda, e rumores de que vai ser uma expansão bem forte, o historic promete continuar sendo um formato saudável
Últimos artigos de Matheus Akio Yanagiura
Os Passos Seguintes do Metagame
Sandoiche fala sobre o novo formato pós ban
5.064 views
Os Passos Seguintes do Metagame
Sandoiche fala sobre o novo formato pós ban
5.064 views
Há 3 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
O Standard Grandioso Novamente
A dança do metagame com o novo Standard pós-ban.
8.535 views
O Standard Grandioso Novamente
A dança do metagame com o novo Standard pós-ban.
8.535 views
Há 9 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Renascer de Zendikar no Modern
Assim como várias das últimas coleções, Renascer de Zendikar sacudiu o Modern com várias de suas mecânicas e cards de alto nível de poder. Em seu artigo de hoje, Sandoi..
9.967 views
Renascer de Zendikar no Modern
Assim como várias das últimas coleções, Renascer de Zendikar sacudiu o Modern com várias de suas mecânicas e cards de alto nível de poder. Em seu artigo de hoje, Sandoi..
9.967 views
Há 16 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
O Magic mudou. Essa é a realidade.
Em seu artigo de hoje, Sandoiche fala sobre algumas das recentes mudanças do Magic, e como o jogo mudou, principalmente no que tange desenvolvimento de novas cartas e power c..
10.638 views
O Magic mudou. Essa é a realidade.
Em seu artigo de hoje, Sandoiche fala sobre algumas das recentes mudanças do Magic, e como o jogo mudou, principalmente no que tange desenvolvimento de novas cartas e power c..
10.638 views
Há 21 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Uro - O elefante na Sala
Nos últimos meses, tivemos inúmeros banimentos em vários formatos, mas uma carta segue firme e dominando: Uro, Titã da Ira da Natureza. Em seu artigo de hoje, Sandoiche co..
5.507 views
Uro - O elefante na Sala
Nos últimos meses, tivemos inúmeros banimentos em vários formatos, mas uma carta segue firme e dominando: Uro, Titã da Ira da Natureza. Em seu artigo de hoje, Sandoiche co..
5.507 views
28/09/2020 10:05 — Por Matheus Akio Yanagiura