Golos Nexus - Quando o ramp encontra o combo
09/09/2019 10:05 - 6,927 visualizações - 4 comentários

Olá! Os spoilers de Throne of Eldraine já começaram, o que já acelera o coração dos ávidos criadores de decks, assim como o espírito gestor dos que estão pensando em rotação. Porém, muitos jogadores ainda estão 100% na ativa no Standard trilhando o árduo caminho do grind em preparação para grandes eventos como o Brazil National Tour ou atrás de uma boa colocação no Ranking Mítico no mês de Setembro para se classificar para o Mythic Championship Qualifier Weekend.


Apesar do foco para o Modern, em meu último artigo aqui na LigaMagic o desbanimento de Rampaging Ferocidon também foi tratado, e agora já temos uma amostragem maior de resultados para ver como o metagame vem caminhando com o novo (velho?) dinossauro encaixando-se nas estratégias.


Para quem apostava em Jund Dinosaurs, essa não foi a casa com os melhores resultados. Em compensação, como esperado, o Ferocidon marcou presença entre MDs e SBs de Boros Feather e Mono Red, até mesmo divergindo a build do Mono Red para algo mais "para frente", só no plano dos bichinhos+burn sem Experimental Frenzy fazendo Top 8 no MCQ do Magic Online.


A mera existência do card hateando Scapeshift e Vampires ajustou também o restante do formato. Boros Feather finalmente conseguiu um hate que se encaixa no seu plano agressivo contra Scapeshift,= e com sua boa partida contra Vampires, cresceu bastante em números. Sem a combinação de resiliência e velocidade que esses decks impuseram ao ambiente, outros decks que ignoram os efeitos do dino chegaram com mais força: Kethis, a Mao Oculta  e Simic Nexus são dois exemplos no espectro "combo", tendo o Kethis faturado o Fandom Legends dessa semana nas mãos do Kanister, enquanto que o Esper Control voltou com tudo para contra-atacar o aumento de Feathers e Mono Reds, agradecendo o fato de Field of the Dead estar menos presente.


Mas, e se fosse possível "unir" o melhor de dois mundos? Um baralho ramp, compartilhando dos pontos fortes do Bant Scapeshift, mas que fosse mais resiliente ao Rampaging Ferocidon, já que não precisa colocar 20 criaturas na mesa de uma só vez? Melhor ainda se ele tiver um "plano combo", capaz de roubar partidas difíceis se a sorte estiver conspirando a favor.


Inicialmente no campo das "groselhas que o Ali Aintrazi joga" e um dos baralhos que cheguei a testar na live, estava algo que poderia preencher esse requisito: o Golos Nexus. Essa primeira versão me pareceu um pouco mais "crua", menos tunada, mas com bastante potencial ao aproveitar a base ramp com Field of the Dead para um jogo que evolui de forma mais gradual, sem expor-se ao excesso de hates que o Scapeshift sofria.

 

Golos Nexus
4670 visualizações
04/09/2019
R$ 1.005,27
R$ 1.608,63
R$ 2.414,27
4670 visualizações
04/09/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (18)
4  Krasis Hidroide   59,90
4  Recife Soerguido   1,99
4  Rejuvenescedor Élfico  0,04
2  Garota-massacre   2,00
4  Golos, Peregrino Incansável 15,25
Mágicas (12)
4  Espiral de Crescimento  0,15
4  Rota do Circuito  1,50
4  Nexo do Destino   28,48
Terrenos (30)
1  Arco de Orazca1,76
1  Cachoeira dos Espinhos0,10
4  Campo dos Mortos12,00
1  Catacumba Submersa10,00
1  Cemitério da Floresta6,26
2  Charco da Procriação45,00
1  Floresta0,00
1  Fonte Santificada34,75
1  Ilha0,00
1  Pântano0,00
1  Portão da Guilda Dimir0,08
1  Portão da Guilda Gruul0,08
1  Portão da Guilda Orzhov0,06
1  Portão da Guilda Simic0,08
2  Porto do Interior12,11
1  Praça do Portão0,05
1  Sacrário Ateísta36,00
1  Túmulo Aquático52,50
1  Templo da Enfermidade4,00
1  Templo da Epifania6,99
2  Templo do Mistério5,85
1  Templo do Silêncio5,89
1  Templo do Triunfo5,00
1  Tumba Abandonada24,90
60 cards total

Sideboard (15)
3  Dragonete Cerúleo  0,50
2  Fim da Legião  6,80
2  Garras Nóxias  0,50
2  Narset, Rasgadora de Véus   14,82
1  Yarok, o Profanado    32,99
2  Liliana, General da Horda Medonha   49,50
1  Ugin, o Inefável 19,90
2  Agente da Traição   5,99

 

O plano do deck é bem simples: rampe como se não houvesse amanhã no começo, até atingir a quantidade crítica de 7 terrenos de nomes diferentes para triggar os Fields. A partir daí, começa o jogo de valor, contando com a card advantage gerada por Golos, Hydroid Krasis ou mesmo um Nexus of Fate "surpresa", ganhando alguns combates extras com as fichas. Se por ventura o oponente sobreviver a esse estágio de midgame, é que entra o real late game do baralho: encaixar ativações de Golos cavando atrás de uma sequência de Nexus of Fate. Não precisa ser um loop infinito: geralmente o segundo turno extra já costuma fechar a conta, considerando que cada terreno coloca vários zumbis em jogo e com mais manas e mais cartas, fica mais fácil fazer ainda mais terrenos e ainda mais zumbis.


Considerando especificamente essa versão: Risen Reef é uma das melhores cartas de M20, mas sem outros Elementais para fazer companhia fica bem mais fraco. Da mesma maneira, Massacre Girl não é o sweeper mais confiável do mundo, deixando a desejar quando o oponente consegue jogar em volta dela (digamos, distribuindo bem os marcadores do Sorin/Vivien ou descendo um Legion's Lieutenant/Trostani Discordant). Ou então quando os bichos são grandes demais para morrerem no trigger, caso do Jund Dinosaurs ou Boros Feather. Outra coisa que incomodava era o fato do deck ser bem mais lento para enfrentar outros combos, sofrendo basta nte nas mãos de um Simic Nexus da vida ou mesmo de uma abertura forte do próprio Scapeshift.

 

O sideboard do baralho, apesar de interessante, acabou deixando a desejar nos meus primeiros testes. Narset fazia pouco sentido, e outros cards do sideboard não eram talvez os mais adequados para as tarefas dependendo do adversário. Com isso, acabei deixando o deck de lado, ao invés de investir tempo trabalhando nele.

 

Vida que seguiu. Até que no sábado dia 31/08 eu participei da quinta e última etapa da Liga Impetus, um torneio com inscrição gratuita no Magic Arena valendo premiação em dinheiro, com o meu costumeiro Orzhov Vampires. Durante o suíço, eu fui derrotado pelo Victor Cardarelli jogando com uma versão bem peculiar de Golos Nexus, e mesmo ganhando dele quando nos encontramos novamente no Top 8, sua lista me chamou bastante atenção.

 

Golos Nexus 2.0
4645 visualizações
04/09/2019
R$ 1.038,37
R$ 1.520,41
R$ 2.107,05
4645 visualizações
04/09/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (11)
2  Herbívoro Arbóreo 0,15
1  Krasis Hidroide   59,90
4  Rejuvenescedor Élfico  0,04
4  Golos, Peregrino Incansável 15,25
Planeswalkers (4)
4  Teferi, Manipulador do Tempo   90,00
Mágicas (16)
4  Espiral de Crescimento  0,15
2  Extraído dos Sonhos   3,50
4  Rota do Circuito  1,50
2  Limpeza Temporal    1,23
4  Nexo do Destino   28,48
Terrenos (29)
1  Angra Tranquila0,15
1  Arco de Orazca1,76
1  Bosque da Pétala Solar7,99
1  Cachoeira dos Espinhos0,10
4  Campo dos Mortos12,00
1  Cemitério da Floresta6,26
1  Charco da Procriação45,00
2  Floresta0,00
2  Fonte Santificada34,75
2  Ilha0,00
2  Jardim do Templo24,40
1  Planície0,00
1  Portão da Guilda Azorius0,05
1  Portão da Guilda Golgari0,05
1  Portão da Guilda Izzet0,05
1  Portão da Guilda Selesnya0,06
1  Porto do Interior12,11
1  Solo Pisoteado39,50
1  Templo da Enfermidade4,00
1  Templo do Mistério5,85
1  Templo do Triunfo5,00
1  Tumba Abandonada24,90
60 cards total

Sideboard (15)
2  Véu do Verão 24,90
2  Decreto dos Devotos  0,40
4  Fim Desconcertante  0,11
1  Ashiok, Dissolvedor de Sonhos   5,30
2  Assistente de Detenções   14,98
1  Ego à Deriva   3,17
1  Trostani em Desacordo   6,45
2  Agente da Traição   5,99

 

A única alteração que eu fiz foi acrescentar o Trostani Discordant ao invés de um Pelakka Wurm do sideboard, mas de resto, são as mesmas 74. Essa é a base que a Autumn Burchett usou em um dos Fandom Legends recentes, e gostei bastante da presença de Teferi, Time Raveler como uma forma de hatear decks como Simic Nexus e manter outros como Esper Control, Boros Feather e Bant Scapeshift jogando mais honesto. Além disso, o Teferi ajuda a ganhar tempo contra aggros até deixar os Fields ativos, e responde hate cards incomôdos como Blood Sun, Alpine Moon e Tocatli Honor Guard para fazer o "big turn" criando múltiplos zumbis, que seguido de um Nexus of Fate sacramenta a partida. Time Wipe é um sweeper mais seguro que a Massacre Girl, tendo também sua sinergia com os bichos do deck que fazem seus efeitos de entrar em jogo novamente. E tanto os Baffling End como os Deputy of Detention do sideboard eram remoções mais rápidas e versáteis do que as suas opções pretas - lembrando que o deck precisa somente ganhar tempo para ir "over the top" com Zumbis e Nexus, ao invés de tentar adquirir controle absoluto da partida.


Alternando entre essa lista e o Vampires, alcancei rapidamente o Ranking Diamante após o reset da temporada, porém, ao mesmo tempo comecei a sentir a necessidade de fazer mais algumas alterações para acompanhar o restante do metagame, chegando na lista que chamo de "3.0".

 

Golos Nexus 3.0
4682 visualizações
04/09/2019
R$ 1.025,51
R$ 1.521,54
R$ 2.128,25
4682 visualizações
04/09/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (9)
1  Krasis Hidroide   59,90
4  Rejuvenescedor Élfico  0,04
4  Golos, Peregrino Incansável 15,25
Planeswalkers (4)
4  Teferi, Manipulador do Tempo   90,00
Mágicas (15)
4  Espiral de Crescimento  0,15
1  Extraído dos Sonhos   3,50
4  Rota do Circuito  1,50
2  Limpeza Temporal    1,23
4  Nexo do Destino   28,48
Encantamentos (3)
3  Fim Desconcertante  0,11
Terrenos (29)
1  Angra Tranquila0,15
1  Arco de Orazca1,76
1  Areias Verdejantes0,15
1  Bosque da Pétala Solar7,99
1  Cachoeira dos Espinhos0,10
1  Campo da Ruína10,00
4  Campo dos Mortos12,00
2  Charco da Procriação45,00
2  Floresta0,00
2  Fonte Santificada34,75
1  Ilha0,00
2  Jardim do Templo24,40
1  Planície0,00
1  Portão da Guilda Azorius0,05
1  Portão da Guilda Golgari0,05
1  Portão da Guilda Izzet0,05
1  Portão da Guilda Selesnya0,06
1  Portão da Guilda Simic0,08
1  Porto do Interior12,11
1  Templo da Epifania6,99
1  Templo do Mistério5,85
1  Templo do Silêncio5,89
60 cards total

Sideboard (15)
2  Decreto dos Devotos  0,40
1  Fim Desconcertante  0,11
1  Negar  0,05
2  Ashiok, Dissolvedor de Sonhos   5,30
3  Assistente de Detenções   14,98
2  Tolsimir, Amigo dos Lobos    0,89
2  Ugin, o Inefável 19,90
2  Agente da Traição   5,99

 

Na lista 2.0, por vezes faltavam fontes azuis ou até mesmo verdes em momentos cruciais, e não tinha tanta necessidade de terrenos vermelhos ou pretos, mesmo que ativassem o Golos, já que geralmente bastava resolver um simples Circuitous Route para sanar a questão. Portanto, esses terrenos foram reduzidos a somente um Golgari Guildgate + Izzet Guildgate buscáveis e um Temple of Epiphany + Temple of Silence "não-buscáveis", enquanto que um segundo Breeding Pool e primeiros Blossoming Sands+Simic Guildgate foram adicionados. Field of Ruin também entrou como um segundo terreno incolor e forma de hatear mirrors, mas que também pode corrigir a mana colorida numa emergência.


Arboreal Grazer, por mais que cumpra seu papel de rampar cedo e travar o chão (e o ar!), é uma carta de Magic bem fraca, e acabou sendo cortada em prol de Baffling End main deck - um respeito a existência dos Rampaging Ferocidon, embora seja uma remoção genérica que acerta várias criaturas importantes, como Adanto Vanguard, Feather, the Redeemed, Kethis, the Hidden Hand e Risen Reef.


No sideboard, com a diminuição das fontes pretas, Unmoored Ego acabou indo embora, sendo substituído por um Negate que arredonda o sideboard contra Controles e Combos ao mesmo tempo. Os slots adicionais ganhos movendo Baffling para o MD se tornaram mais redundância em Deputy of Detention  e Ashiok, dois cards pensando nas mirrors e pseudo-mirrors, além do Kethis Combo. Tolsimir, Amigo dos Lobos  é novamente o respeito ao Ferocidon, mas que também funciona contra Vampires e outros aggros colocando bastante mesa. E a entrada do Ugin, the Ineffable por ser tanto um card que gera valor para enfrentar partidas de atrito, tanto uma forma adicional de responder Ashioks e Blood Suns da vida. Fora que eventualmente sua habilidade estática vai permitir um Golos+Ativação por "somente" dez manas para viver o sonho!
-


Para finalizar, vou deixar um breve guia de sideboard, lembrando que ele serve como base, eu mesmo não sigo à risca essas sugestões dependendo de como o meu oponente joga, sideia ou a versão específica do deck que ele esteja utilizando:

 

Kethis Combo:
-4 Teferi, Time Raveler, -1 Hydroid Krasis , -2 Circuitous Route
+2 Ashiok, Dream Render +3 Deputy of Detention +1 Baffling End +1 Devout Decree

 

Orzhov Vampires:
-3  Nexus of Fate, -4 Teferi, Time Raveler, -1 Circuitous Route
+2 Devout Decree, +1 Baffling End, +3 Deputy of Detention, +2 Tolsimir, Friend to Wolves

 

Esper Control:
-3  Baffling End -2 Time Wipe
+2 Ugin, the Ineffable, +2 Agent of Treachery, +1 Negate

 

Mono Red:
-4 Nexus of Fate, -4 Teferi, Time Raveler
+2 Devout Decree, +1 Baffling End, +3 Deputy of Detention, +2 Tolsimir, Amigo dos Lobos

 

Bant Scapeshift:
-3 Baffling End, -2 Time Wipe, -2 Circuitous Route
+3 Deputy of Detention, +2 Ashiok, Dream Render, +2 Agent of Treachery

 

Boros Feather:
-4  Nexus of Fate, -2 Circuitous Route
+3 Deputy of Detention , +2 Devout Decree, +1 Baffling End

 

Bant Ramp:
-1  Nexus of Fate, -1 Circuitous Route, -4 Teferi, Time Raveler
+1 Baffling End, +3 Deputy of Detention, +2 Ugin, the Ineffable

 

Simic Nexus:
-3  Baffling End, -2 Time Wipe, -1 Hydroid Krasis, -1 Nexus of Fate, -1 Circuitous Route
+1 Negate, +3 Deputy of Detention, +2 Ugin, the Ineffable, +2 Agent of Treachery

 

Jund Dinosaurs:
-4  Nexus of Fate, -1 Circuitous Route, -1 Arch of Orazca
+1 Baffling End, +3 Deputy of Detention, +2 Devout Decree

 

E quanto a vocês, leitores, como andam encarando o metagame pós-Ferocidon? E quanto ao Golos Nexus, alguma versão em particular que gostaram mais? Quais mudanças fariam na lista e nos planos de sideboard? Deixem suas opiniões nos comentários!


Abraços e até a próxima!

Cards Store - Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Cards of Paradise - Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Epic Game - Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts

Matheus Akio Yanagiura (VIP STAFF sandoiche_13)
Matheus Akio Yanagiura, mais conhecido como Sandoiche, começou a jogar em 2003, em Flagelo. Está sempre na vida do grind dos torneios, com destaque para o título do CLM 10 Modern, o maior realizado até então, e o Top 16 no Grand Prix São Paulo 2018. É um entusiasta do Magic competitivo e totalmente dedicado à produção de conteúdo referente ao jogo, publicando artigos periodicamente desde 2012, colaborando para o Blog da LigaMagic desde 2015 e atualmente produz vídeos em seu canal no YouTube Sandoiche's Grind e streama ao vivo regularmente na Twitch.
Redes Sociais: Facebook, Twitter
LigaMagic App



Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

MarcosCoelho_ (20/09/2019 17:19)

Ótimo artigo, parabéns! Com certeza irei testar as builds!

Fabioliveira (09/09/2019 15:37)

...o que já acelera o coração dos ávidos criadores de decks, assim como o espírito gestor dos que estão pensando em rotação ... kkkkk essa frase fico excelente kk

GutoBisan (09/09/2019 15:09)

Nada contra a galera que curte uns combos que o oponente passa a ser espectador, maaaaaas... ainda bem que essa bagaça rotaciona logo mais o/

ysoeiroBR (09/09/2019 12:43)

Artigo muito bom e com informações muito ricas. Parabéns!