99% perfeito, mas aquele 1%...
Entendendo a hora de atualizar seu deck, as vantagens, desvantagens e estilos de atualização
08/10/2019 10:05 - 7.100 visualizações - 10 comentários

Fala meus preinisualquis, como ceis tão?

 

O processo de deckbuilding serve para aperfeiçoarmos, o máximo possível, nossos baralhos. O que talvez não tenham te contado é que não existe deck perfeito(além do Doomsday), o que devemos mirar é em manipular nossas listas a ponto de estarem bem posicionadas/ sinérgicas o suficiente.


Grande parte dos decks tem um núcleo de mais de 40 cartas, ou seja, ele precisa daquela quantidade de cartas sinérgicas/poderosas o suficiente para funcionar, caso contrário o seu deck pode não fazer nada relevante. Você não pode jogar com Death's Shadow sem nada que perca vida sozinho, da mesma maneira que não se coloca Serra Ascendant num deck sem lifegain ou Stoneforge Mystic num deck sem equipamentos.

 

Depois de passarmos por essas 40 e poucas cartas do core do deck, entramos nos chamados Slot Flexíveis. Quarto Lightning Bolt ou terceiro Fatal Push? Será que rola usar algum quebra artefato de main por causa das gagas? Seria a hora de usar a tech secreta ganhadora de mirror já no main?


A resposta para estas perguntas vai muito além de um simples “depende”. Farei como os sábios de filmes fazem, responder a sua pergunta com outra: Qual a vantagem de usar essa carta no lugar de uma já existente no deck?


Eu classifico essas escolhas em: Metagaming(Micro e Macro), Atualização de deck/sinergia e Tutor targets. Vamos para a explicação!

 

  • Metagaming:

 

Metagaming é quando fazemos uma escolha de deck/cartas diretamente focada no field, quando vamos pro “tudo ou nada” das escolhas(Stony Silence por ser devastador mas ser pior que um Disenchant em algumas partidas, por exemplo), ir com um deck All in como o Belcher Legacy pode significar fazer 5-0 ou 0-5, dependendo do que você espera enfrentar. É com o field em mente que fazemos essas escolhas acentuadas para combatê-lo, seja com decks ou com cartas. Consideramos o metagaming Micro quando o field é pequeno, geralmente torneio de lojas de até 5 rodadas, e de Macro quando levamos em consideração um torneio de 7 ou mais rodadas, onde a chance de você ser pareado com alguém que você sabe exatamente o deck é baixa e que deve levar suas decisões a partir da previsão do meta.
 


The Rock
4768 visualizações
02/10/2019
R$ 4.384,49
R$ 6.045,74
R$ 14.262,74
4768 visualizações
02/10/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (15)
2  Magissorvedora 27,00
3  Confidente Sombrio  150,00
3  Lodo Necrófago  13,43
4  Tarmogoyf  149,90
3  Rastreador Incansável  48,75
Planeswalkers (4)
4  Liliana do Véu   220,46
Mágicas (15)
2  Capturar Pensamento 102,00
4  Empurrão Fatal 13,57
4  Inquisição de Kozilek 13,19
1  Denegeração Abrupta  27,80
3  Troféu do Assassino  69,29
1  Pulsar do Maelstrom   14,03
Artefatos (2)
2  Magibomba Niilista 0,87
Terrenos (24)
1  Aldeia nas Copas0,85
3  Campo da Ruína2,73
4  Catacumbas Verdejantes161,90
4  Charco Florescente39,95
2  Floresta da Neve1,70
1  Pântano Sibilante4,25
4  Pântano da Neve1,96
2  Tumba Abandonada33,90
3  Turfeira Nutriz36,94
60 cards total

Sideboard (15)
1  Explosivos Fabricados 59,75
2  Trasgo Colecionador  17,76
3  Engenheiro da Pestilência  28,52
1  Liliana, a Última Esperança   179,40
3  Mago Fulminador   24,75
1  Danação   55,00
4  Linha de Força do Vácuo   37,50

 

Nihil Spellbomb é uma carta que geralmente reside em sideboards, no entanto, durante o Hogaak Winter, muitos decks(principalmente os BGx) começaram a usar o grave hate já no maindeck.


Nihil é o melhor grave hate? Por isso está no main?


Não, no deck, o melhor hate seria Leyline of the Void, mas por ser um deck de grande troca de recursos, ele não poderia aparecer com 2~4 cópias de Leyline no maindeck e as comprar quando não fazem diferença. Já que o objetivo era usar um Grave Hate no maindeck, a escolha era o mais versátil, no caso, o que dá draw, perfeito para um deck que pretende fazer muitas trocas 1 pra 1. Quando for usar “cartas de side” no maindeck, verifique se seu deck a comporta de maneira eficiente, dê preferência pras que são mais sinérgicas com o plano A do baralho, mesmo que isso venha com o custo de ser menos efetiva.

 

Quando quiser focar em Metagaming, tenha em mente que , se der errado, provavelmente sua lista estará ruim e deixará suas partidas mais difíceis do que o normal(ex: Ter nihil spellbomb invés de outro removal qualquer e enfrentar diversos decks agressivos que não usam o grave).

 

 

  • Atualização de deck/Sinergia:

 

Esse aqui é o mais simples, é basicamente mudar o deck com novas cartas ou interações descobertas.

 

UW Control
4753 visualizações
02/10/2019
R$ 3.752,17
R$ 5.364,95
R$ 12.183,53
4753 visualizações
02/10/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (5)
4  Mago da Conjuração-relâmpago  152,91
1  Facção Vendilion   38,66
Planeswalkers (8)
3  Narset, Rasgadora de Véus   14,00
2  Teferi, Manipulador do Tempo   134,51
2  Jace, o Escultor de Mentes   350,99
1  Teferi, Herói de Dominária   136,15
Mágicas (22)
4  Caminho para o Exílio 13,96
1  Ejetar 0,30
2  Extração Cirúrgica 69,00
4  Optar 0,09
1  Perfurar Mágica 0,20
1  Fuga de Mana  0,30
1  Nó Lógico   2,19
2  Força da Negação   171,15
1  Reforços Providenciais  3,83
1  Cólera de Deus   11,69
3  Comando Críptico    69,00
1  Veredito Supremo    55,00
Encantamentos (1)
1  Esfera de Detenção   4,63
Terrenos (24)
4  Campo da Ruína2,73
3  Colunata Celestial30,00
2  Fonte Santificada32,72
2  Fortaleza Glacial17,75
6  Ilha da Neve2,69
2  Planície da Neve1,70
4  Praia Inundada53,94
1  Vista Prismática99,90
60 cards total

Sideboard (15)
3  Descanse em Paz  17,90
3  Expurgo Celestial  0,10
1  Veto de Dovin  2,49
1  Facção Vendilion   38,66
1  Força da Negação   171,15
2  Mentor do Monastério  105,00
1  Reforços Providenciais  3,83
1  Veredito Supremo    55,00
1  Lyra, Portadora da Alvorada   22,90
1  Elspeth, Campeã do Sol   35,99

 

UW Stoneblade
4763 visualizações
02/10/2019
R$ 4.778,09
R$ 6.685,53
R$ 11.187,10
4763 visualizações
02/10/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (9)
4  Místico Litoforjador  109,90
4  Mago da Conjuração-relâmpago  152,91
1  Facção Vendilion   38,66
Planeswalkers (5)
2  Teferi, Manipulador do Tempo   134,51
3  Jace, o Escultor de Mentes   350,99
Mágicas (19)
4  Caminho para o Exílio 13,96
2  Cilada Mágica 3,69
4  Optar 0,09
1  Perfurar Mágica 0,20
1  Fuga de Mana  0,30
4  Força da Negação   171,15
3  Comando Críptico    69,00
Artefatos (2)
1  Espada de Banquete e Fome 131,95
1  Crânio-Marreta 86,99
Encantamentos (1)
1  Esfera de Detenção   4,63
Terrenos (24)
4  Campo da Ruína2,73
2  Colunata Celestial30,00
2  Fonte Santificada32,72
2  Fortaleza Glacial17,75
6  Ilha0,00
1  Lago Alpino Fervente200,00
2  Planície0,00
4  Praia Inundada53,94
1  Vista Prismática99,90
60 cards total

Sideboard (15)
1  Rejeição Cerimoniosa 0,50
2  Descanse em Paz  17,90
1  Desencantar  0,04
2  Expurgo Celestial  0,10
2  Golpe Desdenhoso  0,04
1  Silêncio Pétreo  14,75
1  Espada de Fogo e Gelo 225,40
1  Mentor do Monastério  105,00
2  Reforços Providenciais  3,83
2  Veredito Supremo    55,00

 


Vemos aqui dois UW Modern, um pré unban e um pós. Não é preciso ter 500 de QI para colocar uma carta recém desbanida e extremamente forte no seu deck, mudanças devem ser feitas, claro, mas isso não passa de uma leve mudança de metagame. Existem ainda os UW sem Gaga, mas isso não quer dizer que seja errado colocá-las no seu antigo UW e transformá-lo num Midrange menos focado em hard control.


As atualizações de deck são normais, novas cartas e novas estratégias surgem. Aqui você deve ponderar sobre quais as vantagens e desvantagens da nova tecnologia no seu baralho. Claro, o seu UW ganha uma kill condition de verdade e muitas free wins onde não existiam, mas agora o deck sofre mais para descarte e removals, transformando algumas matchups de puro grind que eram mais tranquilas em algo mais complexo.

 

Vira e mexe aparecem versões similares de decks já existentes, mas com tecnologia nova, essa é a atualização do deck, não precisa necessariamente usar cartas recém lançadas.

 


Tutor Targets:

 

Devoted Devastation
4766 visualizações
02/10/2019
R$ 3.269,68
R$ 4.699,52
R$ 8.964,06
4766 visualizações
02/10/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (25)
4  Aves do Paraíso 16,15
4  Doadora de Runas 22,83
4  Hierarca Nobre 120,00
1  Balista Ambulante  69,95
4  Druida Devotado  3,49
2  Místico Litoforjador  109,90
2  Vizir dos Remédios  0,20
1  Assistente de Detenções   12,57
2  Capitão-patrulheiro de Eos   36,00
1  Shalai, Voz da Abundância  9,50
Mágicas (12)
2  Trepadeira de Matavasta 2,48
4  Chamado de Eladamri  7,20
2  Neoformar  0,60
4  Final de Devastação   39,52
Artefatos (3)
1  Arco Longo Viridiano 2,00
1  Espada de Banquete e Fome 131,95
1  Crânio-Marreta 86,99
Terrenos (20)
1  Bosque Encharcado35,99
1  Bosque das Margens Cortantes28,00
1  Charco da Procriação48,99
2  Copas do Horizonte112,50
4  Floresta0,00
4  Floresta Tropical Nebulosa210,00
1  Fonte Santificada32,72
1  Jardim do Templo29,75
1  Planície0,00
4  Urzal Ventoso39,75
60 cards total

Sideboard (15)
1  Atendente da Forja de Burrenton 0,14
4  Véu do Verão 14,87
1  Desprezador de Mágica 23,92
1  Mago Interferidor  35,51
2  Neoformar  0,60
1  Trasgo Colecionador  17,76
2  Informantes de Cozinha   2,81
2  Teferi, Manipulador do Tempo   134,51
1  Shalai, Voz da Abundância  9,50

 

Titanshift
4775 visualizações
02/10/2019
R$ 1.486,03
R$ 2.295,83
R$ 7.457,27
4775 visualizações
02/10/2019
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (10)
4  Ancião da Tribo Sakura  1,47
1  Sábio da Reivindicação  0,40
1  Baloth Obstinado   2,23
4  Titã Primordial   26,10
Mágicas (22)
2  Pacto do Invocador 44,75
3  Raio 7,95
1  Abrasão  3,80
2  Busca Longínqua  0,80
2  Explorar  0,19
4  Buscar pelo Amanhã  0,18
1  Fúria dos Deuses   7,00
1  Sóis Escaldantes   1,50
2  Limo Ácido de Mwonvuli   4,75
4  Metapaisagem   49,90
Encantamentos (1)
1  Agouro Prismático  59,50
Terrenos (27)
2  Clareira das Cinzas5,00
4  Contraforte Arborizado76,90
2  Floresta0,00
1  Floresta da Neve1,70
1  Lamaçal Ensangüentado69,75
3  Montanha0,00
3  Montanha da Neve1,75
4  Solo Pisoteado30,00
3  Urzal Ventoso39,75
4  Valakut, o Pináculo Derretido49,00
60 cards total

Sideboard (15)
1  Véu do Verão 14,87
1  Esfera Amortecedora 6,50
1  Frigir  1,89
1  Trasgo Colecionador  17,76
1  Fúria dos Deuses   7,00
1  Fera Interior  3,00
1  Rastreador Incansável  48,75
1  Sábio da Reivindicação  0,40
2  Baloth Obstinado   2,23
1  Força do Vigor   22,08
1  Ruir em Pó  0,22
1  Thragueopresa  3,60
1  Tirano da Carnificina   15,19
1  Vingança de Gaia   0,90

 

Devoted Devastation e Titanshift, dois decks bem distintos mas com algo em comum: a capacidade de tutorar criaturas.

 

O conceito de tutor target é colocar alguma quantidade de uma carta X no seu deck já com o conhecimento de que você utiliza de artifícios para buscá-la quando for necessário. Os tutores mais comuns do Modern e Legacy são as fetchlands, mas como geralmente só buscam terrenos sem habilidade, falaremos disso um outro dia. O conceito de tutor target também pode ser aplicado em metagaming, já que você pode jogar com cartas como Collector Ouphe ou Melira, Sylvok Outcast em seu maindeck se tiver muito certo sobre os decks que irá enfrentar(funciona melhor num field menor).


O Devoted usa Chamado de Eladamri e Finale of Devastation para combar com Devoted Druid e Vizier of Remedies, mas, já que eles buscam qualquer criatura, não tem porque não usar as famosas Silver Bullets, cartas, geralmente em apenas uma unidade, onde você consegue buscar para resolver algumas situações: Spellskite, Deputy, Shalai, criaturas que não precisam ser usadas em grandes quantidades uma vez que temos 9 cópias virtuais de cada graças aos tutores.


O caso do Valakut é similar, podemos buscar um Titan para finalizar a partida, um Baloth para nos manter vivo(ou descartar para uma Sword of Feast and Famine) ou um Reclamation Sage para nos livrar daquela Blood Moon já no g1, por isso que todas as listas usam Summoner's Pact, é a carta que serve no early, mid e late game, sem ter o risco de comprar o quinto Titan com 4 manas, ou o segundo Rec Sage quando precisa finalizar.


Uma outra vantagem de se usar as cartas “situacionais” que resolvem algumas mesas, mas que estão em pequenas quantidades, é que, apesar de você ter, por exemplo, 1 Spellskite contra decks de removal, onde você tutoraria ele para te salvar, você pode comprá-lo naturalmente e economizar um tutor ou algumas manas que o mesmo custaria. Comprar essas silver bullets é surpreendentemente bom e te dá espaço para jogar mais focado no plano A invés de ser obrigado a gastar o primeiro ou segundo tutor para essas proteções.

 

Alguns acreditam que mudanças são ruins, outros que mudar os ares seja bom. Independente do que você pense, tenha em mente que ela não é sempre OBRIGATÓRIA. Atualizar seu deck com cartas novas, usar novas techs, sempre é interessante, mas cabe a você o entendimento de quando isso é ideal e quando isso pode prejudicar suas porcentagens de vitória. Usar uma fetchland errada porque você não tem a Scalding Tarn ideal pode te custar algumas vantagens no jogo, no entanto, jogar com uma carta que realmente não deveria estar lá(por exemplo usar Comando Críptico num Bant que quase nunca consegue três azuis em campo) pode te perder muitos jogos importantes. Como sempre digo, é o conhecimento do seu próprio deck que te dará a capacidade de mudá-lo, netdecking não é algo errado, você pode copiar uma lista da internet, mas entenda o motivo das cartas estarem lá antes de tirar o Abrade do maindeck e durante o torneio perder para um Batterskull.


Você pode beber dessa fonte, mas cuidado para não se afogar, ganhar “normal” e ganhar “bonito” no Magic têm o mesmo peso, se possível evite ficar enfiando muitas tralhas no seu deck sem ter certeza, teste uma por vez, para garantir o slot de cada uma e não ficar um amontoado de cartas extremamente situacionais que te ganhariam aquela partida uma vez a cada 5 mil e perderia todas as outras 4999 vezes. 

 

É isso aí que temos para discutir essa semana, amiguinhos. O que você acha sobre este conceito? Qual seu deck preferido que usa mais tutores e silver bullets? Deixe nos comentários abaixo e até semana que vem!

Bruno Ramalho ( Bruno_Orelha)
Aficionado por Legacy, sempre que pode joga com decks que matam com terrenos e não dispensa uma ativação de Vial no passe.
Redes Sociais: Facebook
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 09/10/2019 12:05
Muito bom artigo!! Eu recentemente fiz um teste no meu Ad Nauseam pra tentar incluir Simetria Subterfugiosa nele, porém, algumas matches se tornaram piores com o drawback da carta, o que me fez desistir dela temporariamente. Ela encaixa bem em apenas um tipo de cenário e isso me fez não querer incluí-la mais no baralho. Esses artigos são sempre muito bem vindos e mais uma vez você acertou em cheio. Parabéns Orelha.
(Quote)
- 09/10/2019 10:19
Eu queria ter lido esse artigo antes, teria economizado tanto em esforços em vão e focado em conhecer meu deck profundamente antes de mudar coisas.
Maravilhoso artigo, como sempre, mano!
(Quote)
- 09/10/2019 06:58
Ótimo artigo .sempre agregando para nosso conhecimento.
(Quote)
- 09/10/2019 04:38
Sempre uma aula, irmão Orelha! Parabéns pelo artigo.
(Quote)
- 08/10/2019 16:28

Bons tempos. Gostava muito de Gifts com Loam e Punishing Fire, mas meus Gifts preferidos sempre foram os que eu não conseguiria voltar todas as cartas portanto tinha que pensar mais no que buscar.


Valeu! De vez em quando tenho uns insights de tema hahaha



Brigadão!!


Valeu mano!!

Últimos artigos de Bruno Ramalho
Quem precisa de Oko?
Seria ele opressivo também no T1.5?
10.677 views
Quem precisa de Oko?
Seria ele opressivo também no T1.5?
10.677 views
Há 4 dias — Por Bruno Ramalho
Deus Ex Machina
Da Grécia antiga para o Magic atual, como melhorar o valor das suas cartas em uma partida.
6.273 views
Deus Ex Machina
Da Grécia antiga para o Magic atual, como melhorar o valor das suas cartas em uma partida.
6.273 views
Há 10 dias — Por Bruno Ramalho
Velocity, o conceito que não te ensinaram
Velocity, um termo novo sobre um conceito antigo
10.460 views
Velocity, o conceito que não te ensinaram
Velocity, um termo novo sobre um conceito antigo
10.460 views
Há 18 dias — Por Bruno Ramalho
Tentando banir o Oko no Legacy
Será que o Oko é tão absurdo assim no Legacy? Este report te dará a resposta
11.401 views
Tentando banir o Oko no Legacy
Será que o Oko é tão absurdo assim no Legacy? Este report te dará a resposta
11.401 views
Há 22 dias — Por Bruno Ramalho
O "novo" Modern
O modern está mudando, ou pelo menos deveria. Vamos ver o que aconteceu depois do último ban.
16.302 views
O "novo" Modern
O modern está mudando, ou pelo menos deveria. Vamos ver o que aconteceu depois do último ban.
16.302 views
Há 25 dias — Por Bruno Ramalho