Hora do Pauper – Entre o mundo real e o virtual
Procurando entender como as diferenças nas plataformas influenciam o Pauper
20/11/2019 10:05 - 5.386 visualizações - 6 comentários

E aí pessoal, tudo bem? No meu artigo de hoje quero falar um pouco sobre as diferenças do Pauper jogado no tabletop e no virtual, pois são plataformas que
influenciam de formas diferentes como o formato é jogado.


Para contextualizarmos, o Pauper surgiu no Magic Online (usarei a sigla MTGO para facilitar) em 2011, após um período em que os próprios jogadores combinavam seus jogos via chat, definindo as próprias regras, mas sempre usando apenas cartas comuns. Muita coisa mudou desde esse período, onde tivemos a criação das ligas, os Challenge semanais, PTQ e, por fim, o sancionamento e unificação das listas. Foi um caminho longo e difícil, tendo a comunidade como o maior impulso para que o formato continuasse existindo. Diferentemente do Commander, o Pauper não nasceu para ser competitivo, mas acabou ganhando essa característica pelo power level que suas cartas possuem e visão da comunidade e jogadores em jogar um formato não rotativo bem mais barato que Legacy e Modern.


Entre 2014 e 2015 campeonatos tabletop começaram a surgir (naquela época ainda chamávamos de IRL – in real life) e vários centros começaram a se tornar referência, como o Brasil e a Itália. Importante frisar que o formato não existia oficialmente no tabletop naquele momento e mesmo assim isso não impediu que grandes eventos acontecessem, inclusive levou a CFB a incluir eventos paralelos em todos os seus Magic Fest! Neste ano, mesmo antes do sancionamento, tivemos o primeiro MCQ Pauper que contou com mais de 100 jogadores, que na visão da WotC não foi bom, por isso ela não fez mais eventos do tipo, o que eu acho realmente uma injustiça, pois o torneio ocorreu nos Estados Unidos que mesmo tendo uma comunidade grande, ainda não engrenou no competitivo. E por fim, tivemos o sancionamento do formato e a unificação das listas, ou seja, deixou de existir diferenças entre o tabletop e o virtual, sendo o momento mais esperado pela comunidade.


É importante entender que o virtual foi a base e, durante muito tempo, a única forma de jogar Pauper, o que nos trouxe excelentes jogadores e deckbuilders do formato, sendo ainda muito presente como forma de preparação para torneios ou como base para discussões e produção de conteúdo. Porém, jogar no MTGO tem características únicas, bem diferentes do tabletop, o que influencia diretamente nas partidas e suas estratégias e digo mais, até na escolha dos decks. Tenho contato com vários jogadores de Pauper no MTGO que grindam diariamente as ligas, inclusive como forma de trabalho, que usam listas diferentes do tabletop, não apenas pelo metagame, mas procurando tirar vantagem ou não serem punidos por essas diferenças.


Bom, vários fatores influenciam os jogos no MTGO, que não temos no tabletop, como velocidade da conexão de internet, desempenho do computador e estabilidade do próprio software, porém algumas características são iguais, mas fluem de forma diferente entre as plataformas e é sobre uma delas que eu quero falar hoje.


Como o tempo influencia no Pauper


No tabletop as rodadas normalmente duram 50 minutos, sendo esse tempo compartilhado pelos jogadores, correndo desde o início da rodada, tendo um adicional de cinco turnos após seu término; no MTGO cada jogador possui 25 minutos, que correm separadamente, no estilo relógio de xadrex, onde o jogador ativo faz sua jogada passa a prioridade e seu tempo é pausado, então o jogador passivo recebe a prioridade e seu tempo começa a ser descontado. Outro detalhe importante é quando o tempo de um jogador acaba, ele perde automaticamente, não sendo adicionado turnos nem é aguardado o término de qualquer ação.

 

Vejam que isso traz uma grande decisão quando você vai jogar no tabletop ou no virtual, pois é necessário aprender a lidar com essa regra tão importante que é o tempo. O Pauper é um formato lento, com certeza o mais lento de todos os formatos não rotativos, principalmente devido as habilidades das cartas válidas no formato como Monarca ou interações cíclicas com Efemerar e Bruxuleio Fantasmagorico. Sempre dissemos que o Pauper premia a dedicação e o esforço com resultados, sendo que um dos motivos é dominar o tempo para tomada de decisão, criando um ambiente de jogo onde você pode antecipar as jogadas já criando cenários com as próximas ações possíveis.


Todo bom jogador do formato precisa agilizar seus movimentos, entendendo que nem sempre é possível decidir o jogo em poucos turnos, o que faz com que você precise comprar pequenas vantagens de tempo como qual carta você vai buscar com Ensinamentos Misticos no fim do turno ou para quanto você vai usar sua Pestilencia, pois fazer escolhas antecipadas dizem muito no fim do jogo. No MTGO você tem seu tempo pré-determinado e precisa lidar com ele independente do que seu adversário faz, porém no tabletop, as jogadas influenciam as decisões dos jogadores o que os levam a utilizar o tempo total que possuem e aí está maior causa de problemas.


Eu já deixei de vencer jogos ganhos, sabendo que se tivesse mais um ou dois turnos eu venceria a partida, mas acabei ficando com um empate, culpando na maioria das vezes meu oponente. Mas será que não fui quem jogou devagar? Infelizmente, por vezes não assumimos nossos erros, sendo mais fácil culpar outros fatores como a sorte ou o oponente, mas vejam como o controle do tempo não depende somente de nós mas o seu bom uso é essencial. No MTGO, em um dado momento, você pode simplesmente tomar a postura que vai jogar pelo tempo, já que não haverá empates, fazendo suas jogadas mais rápidas que seu oponente, levando-o a uma derrota quando seu cronômetro zera. Entendam que jogar certo é melhor do que jogar mais rápido, ou seja, você precisa valorizar boas escolhas, mesmo que isso te custe mais tempo como por exemplo, escolher se vai embaralhar ou não após um Ponderar ou se vai fazer uma Tempestade Cerebral agora ou na sua manutenção. Portanto, não aconselho o uso dessa ferramente quando ainda é possível vencer pelos métodos normais, mesmo que você costume a jogar somente no MTGO.


Além de toda a questão tempo de escolhas e ações, temos a manipulação das cartas, como embaralhar, tutorar alguma carta e organização do campo de batalha, pois todas são tarefas que custam tempo e precisam de uma gestão eficiente, não só no Pauper como em todos os formatos. Já vi jogadores reclamando de como isso influencia em partidas, sendo necessários uma gestão diferente das suas ações e do tempo gasto. Essa é uma reclamação de jogadores de outros formatos, sendo o motivo de muitos deles não jogarem Pauper, definindo de forma incorreta como o jogo, julgando ser uma característica do formato. A geração de recursos natural no formato, deixa-o muito voltado para o late game, criando uma batalha pelo card advantage, essa sim, sendo uma das maiores características do Pauper.


Tempo é um dos recursos do Magic que mais é influenciado pela ação dos jogadores, sendo sua gestão uma grande definidora de partidas. Jogar rápido não é ter
pressa! E saibam que jogar devagar pode ser considerado slow play que é passível de punições pelos juízes, ou seja, fique esperto aos seus oponentes para que você não seja o punido nessa situação.


Todos esses conceitos são amplos e sei o quanto é difícil comentar e destrinchar todo o assunto, mas sei o quanto é relevante essa discussão dentro da comunidade. Então, quero que vocês opinem e comentem sobre situações envolvendo tempo. Bom galera, vou ficando por aqui e espero que tenham gostado da análise. Um abraço a todos e até mais!

Heli Mateus ( helimateus)
Heli Mateus conheceu o Magic em 1998, mas começou a jogar em 2015 quando conheceu o
formato Pauper. Hoje é entusiasta do formato e produtor de conteúdo, principalmente como
podcaster sendo host do PauperView e cohost do RakdosCast.
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 20/11/2019 23:56

Kkkkk vai chover mesmo de mono Black e BW também prepara kkkkk

(Quote)
- 20/11/2019 20:40
salve para quem vai ao nacional, quero ver a chuva de trons la
(Quote)
- 20/11/2019 16:19
Pessoal, onde fiz a relação do Commander e Pauper, quis dizer que ambos não nasceram competitivos, porém o Pauper adquiriu essa vertente. Peço desculpas pela forma como foi inscrito.
(Quote)
- 20/11/2019 15:04
Salve !
Essa questão do tempo é bastante polêmica realmente, muitas vezes nos colocamos em situações em que não é fácil tomar a decisão de qual jogada fazer rapidamente e precisamos de tempo para pensar, acredito que seja difícil até para os juízes avaliarem se isso é slow play.
(Quote)
- 20/11/2019 14:41
Quem vai jogar o nacional pauper da um salve. Aposto muito no crescimento e valorização desse formato.
Últimos artigos de Heli Mateus
Hora do Pauper – Downgrade de terrenos
Analisando uma pesquisa feita com a comunidade sobre downgrade de terrenos para o Pauper
4.045 views
Hora do Pauper – Downgrade de terrenos
Analisando uma pesquisa feita com a comunidade sobre downgrade de terrenos para o Pauper
4.045 views
Há 1 dia — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - UW Familiar
“Um dos poucos decks combo do formato volta a fazer resultados, após uma adição de Trono de Eldraine”
8.832 views
Hora do Pauper - UW Familiar
“Um dos poucos decks combo do formato volta a fazer resultados, após uma adição de Trono de Eldraine”
8.832 views
Há 19 dias — Por Heli Mateus
Hora do Pauper – Boros Bully
Vamos verificar como a versão mais agressiva da Guilda Boros está no atual metagame
9.110 views
Hora do Pauper – Boros Bully
Vamos verificar como a versão mais agressiva da Guilda Boros está no atual metagame
9.110 views
14/12/2019 10:05 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper – E o que vem depois do Inverno?
Como o formato irá se recuperar de mais um banimento? Vejam as nossas apostas para a próxima estação
9.700 views
Hora do Pauper – E o que vem depois do Inverno?
Como o formato irá se recuperar de mais um banimento? Vejam as nossas apostas para a próxima estação
9.700 views
31/10/2019 18:05 — Por Heli Mateus
A Hora do Pauper - BW Pestilência
Será que é possível jogar com um deck no Inverno Pauper sem terrenos nevados? Esse deck vem para reforçar essa tese, causando dano a todos que duvidam disso!
10.971 views
A Hora do Pauper - BW Pestilência
Será que é possível jogar com um deck no Inverno Pauper sem terrenos nevados? Esse deck vem para reforçar essa tese, causando dano a todos que duvidam disso!
10.971 views
16/10/2019 18:05 — Por Heli Mateus