Guia de Pré Lançamento
THEROS ALÉM DA MORTE
15/01/2020 18:05 - 6.237 visualizações - 4 comentários

Saudações WebWalkers, direto do submundo!


Esse fim de semana voltaremos à epopeia de Elspeth em Theros Além da Morte (#MTGTHB). Rezem aos deuses de Theros e tenham sua devoção recompensada com os cards desejados! Além disso, e além da morte, trago-lhes meu artigo para ajudar a estudar a coleção e atravessar o submundo.


Lembrando que as mecânicas podem ser vistas em português neste link, e a galeria de cards neste link.

 

  •  Hello darkness, my old friend...

 

Nesta nova coleção o tema central é a escapatória do submundo, fazendo com que nossos cards do cemitério possam escapar dele e serem conjurados novamente. Portanto iniciarei o artigo esclarecendo alguns pontos desse tema, e depois ramificando para as outras propostas da coleção, sempre desvendando arquétipos e trazendo dicas.

 

  •  Um recurso quase constante

 

A maioria dos cards com Escapatória são encontrados nas cores Preto, Vermelho e Verde. O cemitério como recurso é algo recorrente no Magic e sempre muito poderoso, e o que essa habilidade trás para equilibrar esse uso constante é um custo em mana + a condição de exilar outros cards do cemitério, e tudo isso é BEM alto!


 

Tanto a Fenix de Cinzas e o Polucrano, Desacorrentado, por exemplo, podem ser finalizadores exemplares num selado. Verdadeiras Bombas, mas enquanto a Fênix é mais viável de retornar do cemitério, Pulukrano é um pouco mais difícil. E ai entra um questionamento meu para esse selado: “O quanto estaremos dependentes da Escapatória para podermos jogar?”.


Ter essa habilidade como recurso constante é extremamente tentador, porém num ambiente de selado é bem mais complicado de abastecer o cemitério. A Fênix e outros cards que pedem o exílio de 3-4 cards provavelmente retornarão 1 vez dele, talvez 2 e mais do que isso é bem improvável. Pulukrano então, 1 vez e olhe lá!


Portanto minha primeira dica é se aproveitar dessa habilidade (que é ótima!) em sinergia com outras propostas da coleção. Ela é bem interessante para manter combinações constantes, pressão num deck mais Agressivo ou recursos extras num jogo mais lento. Para combustível, utilizem cards de sacrifício, de auto descarte ou “auto mill”, mas claro com o foco de que eles trarão Vantagem ao combinarem os dois efeitos (algo do card + abastecer o cemitério). Além disso, no cemitério, teremos as permanentes mortas do campo de batalha e instantâneas e feitiços usados ao longo da partida.


Dito isso, vamos ver alguns arquétipos:

 

  •  WR Auras
 

 

Branco (W) e Vermelho (R) é uma combinação bem poderosa em selado pelo seu aspecto rápido e extremamente Agressivo, o contraponto é a falta de recursos dessa combinação. Se o jogo não é finalizado cedo, dificilmente quem está pilotanto o deck consegue recuperar a explosão e pressão inicial. Porém em Theros temos cards muito bons tanto para manter a pressão, quanto para recuperar recursos.


Unicornio Cativante pode virar bloqueadores problemáticos liberando o caminho para atacar diretamente os pontos de vida adversário, enquanto Heroi dos Nyxnatos infla todo mundo e Evangelho da Aurora devolve pequenos perigos para o campo de batalha. Vocês se lembram que eu mencionei de combinações constantes? Quaisquer desses cards de exemplos são perfeitos combinados com duas auras com Escapatória: Olhos de Sentinela e Velocidade de Fuga.


 

Ambas possuem custos acessíveis de Escapatória, são bons suportes, e trazem efeitos recorrentes de Constelação ou outras habilidades como as que envolvam auras ou alvo de mágicas. No geral, WR é uma combinação rápida que vai moldando o campo até a Curva 3-4, e usa cards mais pesados como finalização de estratégia.

 

  •  Variante de Auras para WB remoções ou BR sacrifícios

 

 

O princípio para Branco (W) e Preto (B) auras é quase o mesmo do exemplo anterior, a diferença é que o deck perderá um pouco em velocidade e ganhará em Controle, pois preto e Branco trazem aqui as melhores e mais numerosas remoções do Selado. Cards como Protecao de Mogis, por exemplo, pode funcionar tanto como uma remoção ao encantar criaturas oponentes ou como um fortalecedor das suas, soma-se a isso a Escapatória e o fato de desencadear Constelação, torna-o bem Versátil. Aqui o deck pode ir facilmente até uma Curva de custo 5, crescendo progressivamente no campo enquanto controla ele com suas remoções, e cards mais pesados que isso como Bombas.

 

Já o Preto combinado com Vermelho (BR) possui muitos cards de sacrifício e normalmente trazem efeitos poderosos, mas o preço é uma inconsistência no Campo de Batalha. Para reverter isso, procure sacrificar criaturas que morreriam ao serem bloqueadas ou bloquearem, e auras com Escapatória. A Curva aqui sobe um pouco também, mas não pelos custos dos cards em si, mas sim pelo constante uso da mana para ativar as habilidades de sacrifício. Lembrando também que Preto e Vermelho possuem mais cards com Escapatória, então também é combustível para o cemitério, o foco aqui é ter variantes de Interação entre os cards e Versatlidade em como usá-los ou sacrificá-los.

 

Em ambas as combinações, utilize cards como Pastor de Pesadelos ou Afemia, a Cacofonia para ressurgir no campo de batalha. Enquanto no WB provavelmente acontecerá mais trocas iniciais em combate para segurar o jogo, no BR o esquema de sacrifícios necessita que haja o máximo de aproveitamento deles. Portanto essas duas cartas são ótimos coringas para os decks.

 

  •  UG Encantamentos

 

 

Aqui temos uma combinação mais lenta de cores: Azul (U) e Verde (G). Em Theros a lei é encantamentos pra todo lado, e Verde e Azul são cores que estão magnificamente interagindo diretamente nesse tema (juntas com Branco). Porém a combinação traz uma curva mais pesada, alcançando facilmente um custo 6 como algo comum no deck. Para preparar o campo, utilize cards como Refugio do Salgueiro dos Lobos e Ictiomorfose, e um Errante Nessiano se aproveita deles enquanto segura algumas criaturas inimigas no começo da partida. Um exemplo também é que cada encantamento inicial reduz o custo do Gigante da Salmoura, um card comum, portanto de fácil acesso no selado.


Alguns cards como Campea Setessana ou Eutropia, Duplamente Protegida crescem permanentemente seu poder em campo. Isso é importante notar, uma vez que as remoções azuis e verdes são mais condicionais, essa combinação obtém Vantagem e Controle do jogo crescendo o mais rápido possível e marcando presença bruta no campo de batalha. Prestem atenção na quantidade de cartas de um determinado custo no deck, e procurem colocar remoções e criaturas que segurem o jogo até mais ou menos o turno 4, onde o campo idealmente se estabilizará ao seu favor. Além de quê, para manter constância, azul nesta coleção possui boas cartas de compra ou vidência. Finalize com criaturas grandes e Evasivas tendo Voar ou Atropelar.


 

  •  Devoção e splash

 

Theros também possui um tema geral baseado na quantidade de mana de uma única cor, a Devoção. Nesta coleção eu senti a Devoção um pouco mais aguada em relação à anterior, mesmo assim há cards excepcionais nesse tema, como as cinco lendárias incomuns ou o retorno de Mercador Cinzento de Asfódelos. Normalmente em selado jogamos com decks de duas até três cores, mas se no caso o deck estiver com alguns desses cards, o melhor a se fazer é evitar splash para uma terceira cor e manter no máximo duas, mesmo porque a base de mana desta coleção não está muito propícia a arriscar combinações de 3 ou mais.

 

  •  Pontuando outras sinergias

 

Theros Além da Morte trouxe uma proposta nova para o UR (Azul e Vermelho) no selado, que é jogar constantemente no turno oponente e se beneficiar disso. É sempre bom deixar a outra pessoa com uma dúvida constante do que eu vou fazer durante a partida, e esse UR abusa disso. Coloque seus cards desse efeito em campo e mantenha mana aberta para respostas com instantâneas e permanentes com Lampejo. Eu colocaria no deck de 17 a 18 terrenos, pois para jogar assim é necessário acumular terrenos TODO turno. Além de que o excesso depois pode ser reciclado com cartas de compra-descarte azuis e vermelhas e alimentar o cemitério para Escapatória. A vitória aqui será com várias criaturas e efeitos Evasivos como Voar ou dano direto.


 

Falando em Escapatória, a combinação que eu acredito que mais se beneficiará disso é a Preta e Verde (BG), por conta dos cards de “auto-mill”. Cartas em sua maioria comuns, em ambas as cores, que nos proporcionam preparar o deck e trazer recursos para mão e|ou cemitério. Normalmente em Selado o ideal é jogar com 40 cartas, o mínimo permitido, para que as coisas boas e necessárias sempre venham para nós durante a partida, mas dependendo do tanto de cards desse tipo e do tanto de Escapatória do meu deck, eu arriscaria colocar 45 cartas, sendo uns 19 terrenos, para manter o gás e não correr o risco de perder o jogo por zerar o grimório. A chave do BG é trazer Vantagem em recursos na mão e no cemitério e retornar suas criaturas maiores ainda, constantemente, até alcançar a vitória!


 

  •  Finalizando a Odisséia e matando Deuses

 

Para concluir, lembrem-se que esse ambiente é extremamente baseado em encantamentos e cemitério, portanto cards que normalmente são ignorados em selado por agirem nesses tipos de problema, são muito importantes aqui. Revogar Existencia e Retorno a Natureza são exemplos que podem ir diretamente no deck junto com outras remoções, principalmente porque se vocês enfrentarem algum dos Deuses, quererão ter uma dessas.


 

Enfim, desejo-lhes um ótimo (ou ótimos) Pré-Lançamento!


Coloquem nos comentários feedbacks e quais combinações vocês realizaram e enfrentaram, o que mais e menos gostaram etc. Pré-lançamentos são um dos melhores eventos de Magic e eu espero que vocês tenham ótimos momentos.

 

Agora deixa eu voltar a minha tumba que está tarde, e o sr. Érebo me chama.
Até!
Felipe (Atarka)

Felipe Bracco ( Bracco)
Viciado e apaixonado pela mana vermelho, adorador de Goblins, viajante das teorias, curioso e observador! Buscando sempre expandir os limites da minha própria escrita e do que pode ser escrito.
Jogo Magic desde 2000, e hoje estou mergulhado inteiro na comunidade. Sou inclusive administrador do MTG LGBT, grupo de Magic no Facebook visando acolhimento e promoção de eventos relacionados.
Se quiser saber mais sobre, entre em contato!!!
Redes Sociais: Facebook
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 19/01/2020 15:45


Mas gente, esses erros que passam sem a gente ver xD

Obg

(Quote)
- 19/01/2020 15:45

Feliz em saber!

Eu sempre entrego o artigo até domingo depois dos fullspoilers. Falei com o pessoal da Liga e eles tentarão postar mais cedo ;)

(Quote)
- 17/01/2020 12:37
Muito bom artigo man, só uma dica q o pessoal erra bastante:

"o que essa habilidade trás para equilibrar".

No sentido de "trazer" se escreve "traz", no sentido de "atrás" se escreve "trás".

Abraços
(Quote)
- 16/01/2020 23:43
Esse foi o artigo mais esperado da semana =D Parabéns, Felipe. Como sempre, ótimas dicas. Tenho aprendido muito contigo e no último pré fiz 3-1. O próximo guia poderia sair mais cedo uns dias XD hehe Abraços!
Últimos artigos de Felipe Bracco
Guia de Pré Lançamento:- TRONO DE ELDRAINE!
Felipe traz o guia que vai te ajudar a dominar o reino de Eldraine!
6.703 views
Guia de Pré Lançamento:- TRONO DE ELDRAINE!
Felipe traz o guia que vai te ajudar a dominar o reino de Eldraine!
6.703 views
26/09/2019 10:05 — Por Felipe Bracco
Guia de Pré Lançamento: Modern Horizons!
Um guia para o formato Limited de MH1
6.475 views
Guia de Pré Lançamento: Modern Horizons!
Um guia para o formato Limited de MH1
6.475 views
06/06/2019 18:05 — Por Felipe Bracco
Guia de Pré Lançamento: LEALDADE EM RAVNICA!
Tudo para você ir bem no Pré-Lançamento.
6.839 views
Guia de Pré Lançamento: LEALDADE EM RAVNICA!
Tudo para você ir bem no Pré-Lançamento.
6.839 views
18/01/2019 10:05 — Por Felipe Bracco