Load or Cast
A Rankeada do Arena - ou Esforço x Recompensa
O grande problema do sistema rankeado do MTG Arena e porque muitas vezes simplesmente não vale a pena todo o esforço e o tempo necessários para se atingir o Mítico. Explicados com alguma matemática e estatística.
16/04/2020 10:01 - 3.892 visualizações - 12 comentários
Load or Cast
Oi, achou que tinha se livrado de mim? Achou completamente errado otário leitor. Pois aqui estou eu novamente depois de um mês com alguns probleminhas pessoais (causados por uma pandemia global) voltando a desabafar um pouquinho, mas com algum argumento lógico matemático para apoiar meu argumento, mas não se preocupe que eu vou explicar de forma bem didática . ( PORQUE AQUI TEM INFORMAÇÃO). Outro recado, esse artigo foi inspirado no vídeo do André Manenti com o mesmo tema, e tem o objetivo de complementar a fala dele dando um pouco do meu ponto de vista sobre o assunto, assista o vídeo dele aqui.
 
Nesses tempos de COVID-19 creio que não só pra mim, mas pra muitos, o MTG Arena tem sido fundamental para evitar um ataque de loucura durante esse confinamento que fomos forçados a aceitar a fim de conter o avanço do coronavirus ( VOCÊ QUE TÁ LENDO: FICA EM CASA, MALANDRO). Contudo, mesmo sendo fã de um deck groselha e de uma brincadeira saudável, a economia do jogo não ajuda a montar esses decks, já que ela força você a abrir boosters e gastar muito cuidadosamente as Wildcards que conseguir. Portanto, é muito difícil pra quem não vive do jogo ( meu caso e o da maioria esmagadora dos jogadores, presumo), não montar as listas que estejam fazendo melhores resultados nas competições, e tendo feito isso partirem para o sistema rankeado.
 
No MTG Arena esse sistema tem muitos méritos. O fato de você não cair de divisão impede que uma maré de azar simplesmente te derrube de um ranking muito alto para os rankings iniciais, a progressão de ranking é bem justa ( sendo bem mais difícil perder ranking nos elos mais baixos e mais fácil nos elos mais altos), você só pode ser pareado com jogadores que tenham o mesmo elo que você ( o que impede que você ganhe ou perca muitos pontos por pura sorte) e por assim vai. Ainda sim, é quando chega o fim da temporada que vemos o grande defeito do sistema. 
 
 
 
 
 
A recompensa da rankeada é RIDÍCULA. Principalmente nos elos mais altos. Perceba como a diferença entre o PLATINA E O MÍTICO é de míseros 2 boosters. Que você pode tranquilamente farmar em um dia ou dois, no máximo, de jogo, enquanto a maioria dos jogadores deve levar cerca de algumas semanas para poder sair de um para outro. Primeira coisa. Não é EXTREMAMENTE DIFÍCIL chegar ao mítico no Arena. É só você ter mais de 50% de vitória com um deck, não é qualquer um que consegue isso, mas quem consegue E PODE INVESTIR O TEMPO SUFICIENTE NO JOGO uma hora vai conseguir o ranking mais alto do jogo.
 
O problema aí é o fator tempo. Não adianta você ter todas as cartas do jogo, ter o melhor deck, se você não tem tempo para investir no jogo, é impossível subir no ranking. E tempo é o recurso mais valioso que você tem, porque ele simplesmente não volta. Mas ao fim da temporada toda recompensa pelo esforço e tempo que você gastou para pegar Mítico é recompensada com muito, mas muito, menos do que você conseguiu simplesmente jogando para pegar, entende? Aqui vai começar um pouco a aulinha de matemática, não recomendo que você pule, mas se quiser eu vou deixar marcado onde começa e onde acaba a parte envolvendo estatística,ok?
 
 
(COMEÇO DA PARTE COM MATEMÁTICA)
 
 
Para esse exemplo vamos desconsiderar os estilos de carta, já que eles podem mudar demais de preço e só colocar o que os jogadores conseguem ganhar com preço em gold.
 
 
 
 
E se você já passou pelo ensino médio você deve se lembrar do que é uma função linear, certo, mas, caso você não lembre, é quando a função pode ser descrita pela fórmula Y=n*x+c e o gráfico delas se assemelha a isso
 

 
 
Nesse exemplo R=N, é um cenário em que o nível que você alcança é recompensado exatamente pelo nível que alcança ao fim da temporada. Se você analisa as duas curvas juntas vai perceber que elas são MUITO PARECIDAS,ou seja a recompensa do ranqueado não é em função do seu esforço o que torna a experiência do jogador extremamente frustrante e isso é um cenário muito ruim, porque Magic não funciona assim, a dificuldade do game se parece muito mais com uma função exponencial (Y=nx+c) que se assemelha muito a isso.
 
 
 
 
 
Nesse exemplo, usamos Dificuldade (D) = N2, em que a o esforço para se alcançar o próximo ranking sempre aumenta ao quadrado, logicamente que esse cenário é novamente utópico e de mera suposição, já que não dá pra saber exatamente qual a dificuldade do jogo. Contudo, nos baseando nesse exemplo e usando a premiação que o Arena já dá atualmente, chegaríamos nesse cenário de premiação levando em conta o esforço:
 
 
 
 
 
Veja como esse cenário ainda se parece muito com a curva exponencial de aprendizado do jogo, que ainda premia bem os elos mais baixos e premia MELHOR AINDA os elos mais altos. Claro que fica um cenário exagerado dar 500k de gold para o mítico, mas o objetivo aqui é única e exclusivamente mostrar que a premiação do Arena deveria premiar muito melhor os elos mais altos do que faz hoje.
 
 
(FIM DA AULA DE ESTATÍSTICA)
 
Em resumo, o que torna o rankeado do Arena tão frustrante é justamente que a premiação parece levar em conta que o esforço para avançar de um nível para o outro é praticamente a mesma em todos os elos. O que claramente não é verdade, já que requer mais paciência, mais habilidade, e mais esforço para isso. Bem, ficamos por aqui. Sei que não foi um dos meus artigos mais fáceis de ler, contudo quis adicionar um pouquinho do pouco de conhecimento estatístico que tenho no assunto. Pro próximo artigo estou pensando em terminar o artigo das masterpieces ou falar sobre Ikoria, ainda não me decidi, então deixem aí nos coments o que vocês querem ver. 
Miguel Augusto Camarano ( MCamarano)
Miguel Augusto Camarano de Oliveira, ou somente Camarano, nasceu e mora em Goiânia-GO, é estudante de Publicidade e Propaganda na Universidade Federal de Goiás começou a jogar Magic em 2017. Jogador de praticamente todos os formatos, é um apaixonado pela groselha, gosta do aspecto competitivo do jogo. Podcaster e Youtuber busca mostrar como o Magic pode ser impactante na vida das pessoas
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 23/04/2020 17:30
Tem um grande detalhe que é desconsiderado no seu artigo. Você tem um limite de vitorias diárias não tem ? então dado certo momento, se vc jogar 1 hora ou 5 horas, vc ganha EXATAMENTE a mesma quantidade de gold (considerando que vc ganhe tudo que tem pra ganhar em 1 hora, ou um pouco mais).

O ranking te dá um PLUS, um bonus a mais. Eu jogo pouco tempo por dia, e pra mim a premiação dos rankings é bem agradavel. Normalmente pego platina no limited(quando a edição é boa, pq jogar theros ou m20 tava de chorar) e Platina/diamante no construido.

Obvio que o mitico deveria sim dar um pouco a mais, mas não tanto assim.....Acho que uns 8 boosters e uns 3 visuais seria mais justo.

Seu objetivo ao jogar TANTO TEMPO tem que ser pra jogar o qualifier, não existe recompensa que pague o tempo que vc gasta jogando pra conseguir isso. O unico pagamento possível é vc jogar competitivo, que nesse caso é o qualifier.
(Quote)
- 22/04/2020 15:28

Sei não hem. Comecei tem 1 semana e meia, e ja estou na diamond 3, sem gastar 1centavo, mas jogando 5 horas por dia...gw auras me ajudou bem, mas agora o Lurrus que tá no comando

(Quote)
- 20/04/2020 15:27
É uma pena que a premiação referente ao ranking continue dessa forma, é ridículo. Creio que a wizards deveria pensar nisso para motivar mais os jogadores a continuarem na plataforma.
(Quote)
- 18/04/2020 13:45
é o que eu sempre respondo na stream quando perguntam "vale a pena jogar ranqueada?"

Se você quer terminar no Top 1200, jogar o Mythic Challenge/Qualifier para tentar uma vaga no Mythic Invitational, sim. Do contrário, não.
(Quote)
- 17/04/2020 15:40
A premiação do mítico não são só os 5 boosters. Leve em conta tbm que ficar no top 1200 te da vaga para o challenger, onde vc começa a acumular os mythic points.
Últimos artigos de Miguel Augusto Camarano
Mais que números, vidas
Decisões envolvendo a política da Wizards em relação a cartas consideradas racistas e/ou ofensivas.
4.879 views
Mais que números, vidas
Decisões envolvendo a política da Wizards em relação a cartas consideradas racistas e/ou ofensivas.
4.879 views
Há 17 dias — Por Miguel Augusto Camarano
Masterpiece? De comer ou passar no cabelo?!
A Masterpiece Series foi um produto considerado ao mínimo revolucionário quando anunciado, foram muito amadas durante o seu curto tempo de existência, mas para toda uma ger..
6.742 views
Masterpiece? De comer ou passar no cabelo?!
A Masterpiece Series foi um produto considerado ao mínimo revolucionário quando anunciado, foram muito amadas durante o seu curto tempo de existência, mas para toda uma ger..
6.742 views
28/05/2020 10:05 — Por Miguel Augusto Camarano
O que é uma carta de Magic?
Aparentemente a resposta parece simples, mas se olharmos a fundo veremos que as coisas podem ser bem complicadas de se entender.
4.914 views
O que é uma carta de Magic?
Aparentemente a resposta parece simples, mas se olharmos a fundo veremos que as coisas podem ser bem complicadas de se entender.
4.914 views
22/01/2020 10:05 — Por Miguel Augusto Camarano
RETROSPECTIVA MAGIQUEIRA 2019
Como foi o ano de 2019 para a comunidade de Magic: The Gathering ( em especial no Brasil ) de notícias sérias a alces verdes 3/3 sem habilidades
2.946 views
RETROSPECTIVA MAGIQUEIRA 2019
Como foi o ano de 2019 para a comunidade de Magic: The Gathering ( em especial no Brasil ) de notícias sérias a alces verdes 3/3 sem habilidades
2.946 views
18/12/2019 10:05 — Por Miguel Augusto Camarano