Load or Cast
5 cartas que não podem faltar no sideboard de um deck Legacy
Cartas relevantes, úteis e tendências para os sideboards de uma forma geral, considerando o meta atual do Legacy.
Há 25 dias - 5.508 visualizações - 14 comentários
Load or Cast

Eu sei que vocês já devem estar cheios de tanto que reclamo do Legacy ultimamente, desde meu artigo sobre a FIRE, que você pode ver aqui.


Por isso, no que pese a lenga lenga do formato, criado pelo time de all stars, Team Oko (se não conhece acesse aqui. Vou tentar variar um pouquinho o assunto para comentar sobre como enfrentar esse novo meta. 


Para isso, vou falar sobre 5 cartas, uma de cada cor, que são bem importantes no sideboard do seu deck e/ou representam uma tendência tendo em vista as revoluções por segundo que o meta do MOL sofre. Evidente que em alguns casos seu deck vai precisar comportar a cor em questão e tem algumas estratégias no Legacy que passam ao largo de coisas mundanas sobre as quais vou falar, como estratégias de Stax, MUD, Pox, Belcher, alguns combos malucos e alguns big mana decks. Esses decks tem estratégias próprias e o sideboard geralmente é adaptado a essa estratégia. 


Bora ver se a gente consegue achar uma carta para cada cor:


1) VermelhoExplosao de Chamas

 


A primeira carta é vermelha e ela cabe em muitos decks do Legacy. Explosao de Chamas já tem um tempo que possui presença marcante no formato e de vez em quando, costuma aparecer até no main deck de algumas listas. 


Como todos sabem, o azul é possivelmente a cor mais forte do formato desde que inventaram Tempestade Cerebral, Forca de Vontade e fetches. As cantrips em geral fazem um excelente trabalho em adicionar consistência aos decks e, atualmente, praticamente todo deck com azul utiliza pelo menos 8 delas, além da já citada Tempestade Cerebral, Ponderar tem presença garantida em todas as listas. 


Acontece que além disso e do usual Mostrar e Contar, hoje contamos com Oko, Ladrao de Coroas, Narset, Rasgadora de Veus, Teferi, Manipulador do Tempo e algumas bizarrices mais aleatórias como Tufão de Tubarões (até hoje não acredito que isso é uma carta) e cartas quase esquecidas como Pausa ou combos malucos com Mudanca de Paradigma e Oraculo de Tassa. É reconfortante e muito útil poder lidar com todas essas ameaças com apenas uma mana vermelha.

 
Por isso, se nossa Explosão já era boa, hoje em dia está absurdamente boa e bem necessária em todo sideboard que puder comportá-la. Basta lembrar que é melhor usá-la com a permanente azul alvo já em jogo, afinal hoje existe uma carta que chama Veu do Verao, que poderá atrapalhar seus planos caso você tente combater a mágica na pilha. Mas confesso que sempre vale a pena tentar anular uma Forca de Vontade com ela, afinal é um dos 2 por 1 mais clássicos do formato. 


2) VerdeVeu do Verao

 


O que falar dessa carta, a não ser sobre ela ser um dos maiores erros de design já cometidos pela Wizards? Ok, prometi que não vou falar mal de nada hoje, logo, se você pretende ganhar alguma coisa no Legacy hoje em dia é bom que esteja jogando com verde e é melhor ainda que tenha Veu do Verao no seu sideboard. 


Por uma mana verde você para por completo a engine do ANT, que vai ter que passar o turno depois que você usá-la, e você ainda compra uma carta. Por uma mana verde você anula o descarte do oponente, e todos os outros possíveis que ele tenha na mão naquele turno, e depois compra uma carta, o que é um 2 por 1 super honesto. Por uma mana verde você protege sua permanente de uma Denegeracao Abrupta ou Empurrao Fatal e, claro, compra uma carta. Por uma mana verde você ri de qualquer anulação do seu oponente, e, ainda, compra uma carta (caso a anulação seja azul). Por uma mana verde se protege de todas as Terapia da Cabala que seu oponente de Dredge poderia castar num turno e depois compra uma carta. Por uma mana verde você escapa do ult da Liliana do Veu, se é que ela existe no Legacy ainda, ah...e possivelmente compra uma carta. Por uma mana verde você protege uma criatura de uma ativação do Oko, e talvez compra uma carta. Por uma mana verde você “anula” uma Explosão de Chamas que anularia sua carta azul, mas finalmente, nesse caso, não compra carta nenhuma. 


Resumindo, por uma mana verde você se protege de todos os descartes, de todas as anulações, de spot removals, de removals que não podem ser anulados, da morte na forma de Gavinhas da Agonia e de quase todas as interações do formato. Bom, basicamente isso, acho que não preciso falar mais nada. 


3) Branco - Expurgo Celestial

 


Acho que uma das cartas brancas mais úteis nos sideboards de decks atualmente. O meta está cheio de ameaças vermelhas de bastante responsabilidade, sem contar que vez ou outra algumas ameaças pretas podem roubar um jogo. Expurgo Celestial é um meta call bem útil para lidar com Arcanista da Horda Medonha e Clotis, Deusa do Destino


RUG Delver anda dominando o formato de novo e a grande maioria das listas usa Arcanista e Clotis entre as 75, duas cartas que por si só têm um poder imenso de ganhar o jogo se forem deixadas sem resposta. De fato, Arcanista é mais fácil de lidar, mas uma das únicas cartas que me vem a mente para lidar com Clótis de forma eficiente é Expurgo Celestial, já que nosso deus GR é indestrutível enquanto na forma de encantamento. 


Sem contar que Expurgo ainda lida com Marit Lage, Pescador Grumag, as Lilianas que de vez em quando ainda aparecem por aí, e algumas cartas que dão o ar da graça em raras vezes, mas ainda assim podem causar um estrago, como Ashiok, Dissolvedor de Sonhos e Kaya, Usurpadora Ozhov.


4) PretoExtracao Cirurgica

 


A grande vantagem dessa carta é caber em praticamente qualquer sideboard do Legacy. Assim, se você não estiver jogando com estratégias de big mana que geralmente tem Calice do Vacuo, ou com decks que se encaixam melhor com Linha de Forca do Vacuo, Extracao Cirurgica é a carta para o seu sideboard.  


A flexibilidade da mana phyrexiana é excelente, principalmente para que você possa usar sua mana com máxima eficiência em um turno e usar seus pontos de vida como recurso. Mana phyrexiana também é um dos erros de design da nossa querida Wizards, prova disso é o banimento de Lapso Mental e Sonda Gitaxiana, mas para tristeza geral de quem abusa das estratégias de cemitério Extração sobreviveu. A mana phyrexiana é tão absurda aqui, que a carta similar Extirpar praticamente não vê jogo. 


Além do uso comum que é exilar Griselbrand dos decks dos nossos amiguinhos, Extração faz um excelente trabalho contra Lands, ao extrair Vida da Marga ou Fogo Punidor e até mesmo Abismo Sombrio ou Palco Dramatico. Pode ser útil contra Uro, Tita da Ira da Natureza e até mesmo para nerfar um Mago da Conjuracao-relampago


Contra Dredge, Extração não é a melhor carta, porque Dredge tem vários alvos bons e esses alvos mudam a depender do estado do jogo. Não é exatamente que ela seja ruim contra Dredge, mas o que acontece é que muita gente erra o alvo correto. Eu poderia escrever um artigo inteiro em como usar Extração contra Dredge de forma otimizada, mas como esse não é o foco, vou deixar algumas linhas gerais: busque atingir Ponte das Profundezas ou Icoridio na maioria das vezes; em segundo lugar, a depender do tamanho da mão do oponente e do seu cemitério, o único dredger ali pode ser um bom alvo (mas tome cuidado com Aparicao de Estrada); por último, Terapia da Cabala e Narcomoeba também podem ser alvos interessantes, a depender do estado do jogo. 


Atualmente, por causa de Uro e Agarrar-se ao Po, o cemitério está ainda mais utilizável no meta, logo Extração passou a ser ainda melhor de uma forma geral. Dificilmente durante um torneio, você vai se arrepender de ter colocado uma ou duas cópias no side. O ponto fraco da carta é o deck de Hogaak, mas esse não aparece com tanta frequência pra te dar dor de cabeça, no que pese ele dar muita dor de cabeça quando aparece. 


5) AzulArmadilha Quebra-Mente



Como disse o querido Diego Ganev, azul é core, não é side. Mesmo que eu concorde com isso, Marcelão estava lá pra me salvar sobre qual carta azul eu colocaria no artigo e mais rápido que uma flecha, falou: Armadilha Quebra-Mente


O maravilhoso dessa carta é que ela faz duas coisas ao mesmo tempo, completa nossa lista de uma carta de cada cor no sideboard de decks do Legacy e completa a lista de nomes bizarros traduzidos para o português. Só nesse artigo já pudemos ver que Mindbreak Trap ou MBT é infinito melhor que Armadilha Qubra- Mente ou AQM (que parece mais as inicias de algum político já eleito para governador de estado no Brasil) e que Klhotys, um Deus, depois de traduzido para português, foi reduzido para o posto de tia que você raramente vê e quase nunca sabe se tem, a tal Tia Clótis.


Essa é uma carta azul que raramente um deck azul usa, ela é mais usada nos sides de Goblins, Elfos, Depths, Lands, Green Post, etc, justamente por não precisar de mana azul para ser usada e ser extremamente eficiente contra combos rápidos, atualmente em ascensão no MOL, como TES e Oops All Spells. 


A grande vantagem da carta é que funciona como um elemento surpresa (já que pouca gente espera) e contorna Veu do Verao, que é usado no main deck de TES e também no Belcher, hoje em dia, já que ela não anula as mágicas na pilha, mas sim exila qualquer número que você quiser. 


Definitivamente se eu jogasse com uma das estratégias citadas acima, usaria algumas no meu side. Inclusive, se esses decks virarem uma onda no MTGO, vejo potencial para o uso de MBT inclusive em decks com azul, como cheguei a fazer na época de Gyruda, Ruina das Profundezas.


6) Bônus IncolorBastao da Invalidacao

 


Essa carta pode fazer bastante sentido hoje em dia, não só pelo aumento de TES no formato, que depende de inúmeros artefatos para funcionar, mas também como uma forma de atrapalhar o Astrolábio de Arcum e funcionar muito bem contra decks de big mana, como BigDrazi, Post, Mud, decks de Karn, entre outros. Não é necessariamente um “must have”, mas pode ser uma tendência, tendo em vista o meta, os recentes resultados do TES, e, claro, a estratégia do seu deck. 


Até mês que vem, com mais artigos sobre nosso querido, atualmente bem chato, Legacy!

 

Thiago Mata Duarte ( thmduarte)
Fundador e organizador da Liga Mineira de Legacy (2014 - 2018), organizador do Nacional Legacy desde 2018, é um entusiasta e ativo incentivador do formato no país. Joga Legacy desde final de 2012 e desde então sempre tem alguma coisa para falar, desde os recônditos obscuros do POX, passando pelos tier 5 de Opalescence, até chegar nos decks de Brainstorm.
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 03/10/2020 08:30

Tem toda razão, vou fazer! Vlw man!

Vlw man! Respondendo sobre surgical e leyline, surgical é a mais jogada. Abs

(Quote)
- 02/10/2020 13:58
Thiago, uma dica para você e alguns outros autores que já vi na liga. Quando for usar siglas, você usou bastante por sinal, na primeira vez que for mencionar, coloque o nome completo, ajuda quem não joga o formato a entender do que se está falando e é o "gramaticalmente correto". Abraço e bom artigo, curti!
(Quote)
- 02/10/2020 11:33
Celestial Purge sempre será uma carta interessante mesmo. Já usei nas brews de Maverick por muito tempo. Seria legal saber qual carta é mais usada (estatisticamente) : surgical ou leyline of the void. Da mesma forma acredito que outros artefatos sejam até mais utilizados em SB. Mas , de fato, Null Rod é detruidora de sonhos.
Parabéns por mais um post relevante!
(Quote)
- 01/10/2020 15:09

Né??? Melhor coisa...

(Quote)
- 01/10/2020 15:08

Shoooooow... Curto muito, mas esse formato fico só nas pesquisas mesmo... Kkk... Abraço

Últimos artigos de Thiago Mata Duarte
Magic: Investimento ou gasto?
Uma análise sobre o que Magic significa sob um ponto de vista financeiro.
8.706 views
Magic: Investimento ou gasto?
Uma análise sobre o que Magic significa sob um ponto de vista financeiro.
8.706 views
28/08/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte
Team Oko
O “Barcelona” do Legacy e o jogo que ninguém quer ver mais!
7.813 views
Team Oko
O “Barcelona” do Legacy e o jogo que ninguém quer ver mais!
7.813 views
23/07/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte
Três maneiras práticas de usar melhor a pilha
Vamos falar da pilha e como aproveita-la ao máximo durante suas partidas.
8.007 views
Três maneiras práticas de usar melhor a pilha
Vamos falar da pilha e como aproveita-la ao máximo durante suas partidas.
8.007 views
19/06/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte
A F.I.R.E. está matando o Magic
Reflexos da filosofia F.I.R.E. no Legacy e o Power Creep do MTG nos últimos dois anos.
33.742 views
A F.I.R.E. está matando o Magic
Reflexos da filosofia F.I.R.E. no Legacy e o Power Creep do MTG nos últimos dois anos.
33.742 views
23/05/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte
Legacy na Quarentena
Como aproveitar nosso querido formato de dentro de casa
3.796 views
Legacy na Quarentena
Como aproveitar nosso querido formato de dentro de casa
3.796 views
24/04/2020 10:05 — Por Thiago Mata Duarte