Load or Cast
Burnout e o Magic
Quando o jogo se torna um peso
25/12/2020 10:05 - 5.432 visualizações - 25 comentários
Load or Cast

Saudações caminhantes de outros planos. 


Hoje falaremos do nosso querido jogo e sua relação com Burnout, afinal, trabalhar e viver de Magic como um hobby/profissão traz as mesmas implicações de qualquer outro trabalho no mundo e, como jogadores, o estresse e a adrenalina são constantes durante uma partida decisiva. Se até em partidas forfun vivenciamos momentos assim, cujo maior prêmio é ganhar do nosso amigo, imaginem uma partida valendo dinheiro e carreira.


Mas para iniciarmos nosso assunto, antes precisamos saber o que é Burnout.

 

O que é Burnout?

 

 


Burnout é uma síndrome psicológica que surge como uma resposta prolongada ao estresse crônico e interpessoal resultante do trabalho. Essa síndrome não é mero estresse oriundo de nervosismo ou preocupação excessiva, mas um estado psicológico que provoca uma exaustão avassaladora.


Para uma boa exemplificação dessa síndrome e sua diferença entre estresse e Burnout, imagine uma pessoa que teve um longo período de trabalho durante o dia, está terrivelmente cansada, mas ainda assim parte para a balada, esgotada e exausta; a pessoa que sofre de Burnout nem se dá o trabalho de aparecer.


Não confundam com aquele colega que vive furando o rolê


Estamos falando de uma pessoa que gosta de sair, que gosta de fazer coisas, mas por causa do constante esgotamento, houve perda da motivação; a energia simplesmente não se recarrega; não há sinal de alívio por nada que a pessoa faça.

 

 


Antigamente, acreditava-se que a síndrome de Burnout estava presente apenas em um determinado nicho de mercado: profissionais da saúde, bombeiros e policiais, mas hoje é notório que seus efeitos se estendem em todas as áreas. Até mesmo crianças – com faixa etária entre 7-10 anos – já sofrem dos sintomas por causa do excesso de atividades extraclasse. 


Uma pessoa esgotada está num constante loop de perda de motivação. Começa a surgir nela um sentimento de cinismo e distanciamento do trabalho; uma sensação de ineficácia e falta de realização a invade, mesmo a pessoa trabalhando bastante e alcançando diversas realizações.

 

Burnout e o Magic


Se você trabalha com o Magic, seja jogando, realizando streamings, escrevendo artigos ou com um canal de Youtube, você é mais suscetível a sofrer de Burnout do que aquele colega que se reúne uma vez ao mês para jogar e beber uma cerveja,

 

Quando foi a última vez que você parou para admirar seu próprio trabalho?



Talvez possa soar estranho ou como soberba, mas não é. Se existe algo gratificante nesta vida é sentir orgulho daquilo que foi realizado; não precisa, no entanto, ser algo como subir o Monte Everest. Uma aquisição é uma aquisição. Quem determina seu significado é você, portanto aprenda a reconhecer o valor das coisas que você faz.


Você fez uma grande jogada na semana passada, mas alguns dias depois já se sente frustrado por não ter conseguido o mesmo desempenho. Tudo de bom que você fez perdeu o valor e apenas a frustração te consome porque você acha que fracassou ou que, por ter conseguido uma boa posição, era obrigação sua ser excepcional novamente.


Não entender o próprio valor é um caminho para o abismo. Se nem você reconhece seu valor, como esperar isso dos outros? Se não consegue enxergar valor no que faz, então quem o fará?

 

Como você enxerga o Magic atualmente?



Há cinco anos, Magic era puro hobby para mim. Desde que ingressei à LigaMagic como redator, isso mudou. Hoje, além de escrever aqui, estou escrevendo para um blog e este mês iniciei, após anos de relutância, um canal no Youtube sobre Lore. Eu ainda jogo Magic estritamente como um jogo forfun, pois é uma forma de lazer; o jogo em si ainda é lazer, mas a maneira como eu enxergo o universo do jogo mudou.


Burnout é uma maneira de descrever uma interação entre nossas circunstâncias particulares de trabalho e nossas maneiras individuais de lidar com elas. Embora eu jogue por diversão, a maneira como lido e interajo com o universo de Magic assumiu outro aspecto e nesse quesito eu assumo uma postura profissional.


Quando o Magic assume um papel totalmente profissional na sua vida, alguma coisa se perde nesse processo. Uma partida não é uma mera partida, mas sim um treino; uma análise e seus resultados são dados a serem contabilizados. É fácil perder o entusiasmo com o jogo porque seu foco é voltado para a parte técnica; então pode acontecer – o que não é uma regra – que você não tenha mais prazer no Magic, mas nos resultados. 


O fim é seu objetivo, e o fim é a vitória. Todavia, não podemos esquecer que o processo para se chegar até nisso também é relevante. Se você não se diverte fazendo o que gosta, as chances de isso fracassar são grandes.

 

Existem 3 tipos de Burnout:


Burnout Individual: é aquele causado por sua própria paranoia, conversa interna negativa, neurose e perfeccionismo. Exigir um bom rendimento de si mesmo é uma coisa; exigir padrões inacessíveis e se frustrar por não os alcançar, acreditando que nada do que se faz é bom, é um dos sintomas de Burnout individual;


Burnout Interpessoal: é aquele causado por relacionamentos difíceis, seja no trabalho ou em casa. Um ambiente de trabalho cujo clima é pesado sempre trará problemas;


Burnout Organizacional: é aquele causado por mau gerenciamento, demandas extremas e prazos irreais que fazem você se sentir como se estivesse errando o alvo e seu emprego em perigo o tempo todo;

 

Sintomas do Burnout


Embora os principais sintomas de Burnout sejam claros – exaustão, distanciamento e ineficácia – nem sempre é fácil diagnosticá-los. 


Pergunte a si mesmo:


● Você se tornou cínico ou crítico no trabalho?
● Você se arrasta para o trabalho e tem problemas para começar?
● Você não tem energia para produzir alguma coisa?
● Você acha difícil se concentrar?
● Você sente falta de satisfação com suas realizações?
● Você se sente desiludido com o seu trabalho?
● Você está usando comida, drogas ou álcool para se sentir melhor ou simplesmente para não sentir?
● Seus hábitos de sono mudaram?
● Você tem dores de cabeça inexplicáveis, problemas estomacais ou intestinais ou outras queixas físicas?

 

Na vida, é fácil perder o brilho das coisas. O carro novo fica velho e arranhado; o relacionamento fica monótono; a casa nova cria rachaduras; e com o Magic não seria diferente.


As novas coleções já não te atraem como antes; aquela carta nova que está revolucionando o formato mal chamou sua atenção; as novas listas parecem chatas e nada de novo que está ocorrendo consegue te tirar do estado de blasé que lhe consome.


Eu gostaria de encerrar esse artigo com respostas e uma lista pronta com passos para você seguir e assim melhorar sua vida, mas, infelizmente, as coisas não são tão simples assim. Como uma doença com aspectos psicológicos, o Burnout pode trazer consequências realmente significativas para sua vida. 


Pressão alta e diabetes são apenas alguns exemplos que posso mencionar e, levando em conta que, jogador de Magic raramente se exercita, multiplique esses agravantes. Se mesmo após realizar uma introspecção, você ainda não consegue lidar com a situação e está sofrendo do excessivo estresse, e se encontra num constante loop de desânimo procure ajuda profissional.


Seu amigo pode até ter boas intenções, tentando te ajudar e sendo um ouvinte, mas a ajuda de um profissional sempre será uma das melhores formas para evitar que uma doença psicológica evolua e arruine sua vida e sua carreira.


Não se engane. O Magic pode trazer-lhe os mesmos problemas de um trabalho formal. Não é porque ele é um “joguinho de cartas” que está menos suscetível a causar estresse nos jogadores. 


Portanto, cuide-se e que o único burn que você se depare seja com o jogador de Mono Red.

Leandro Dantes ( Arconte)
Leandro conheceu o Magic em 1998 e, desde então, se apaixonou pelo Lore do jogo. Após retornar a jogar em 2008, se interessou por lendas, o que resultou por despertar a paixão pela escrita. Sempre foi mais colecionador do que jogador e sua graduação em Pedagogia pela Ufscar cooperou para que ele aprimorasse e desenvolvesse um estilo próprio. Autor de alguns contos, todos relacionados ao Magic, já traduziu o livro de Invasão e criou sua própria saga com seu personagem, conhecido como Arconte.
Redes Sociais: Facebook
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 05/01/2021 16:50
Ótima redação, adoro seus artigos cara
(Quote)
- 26/12/2020 15:54

Hahahahhahahahahaha... Justo!

(Quote)
- 26/12/2020 11:12

Jogador de Magic também sofre com esses desafios, afinal jogador de Magic também é gente... menos quem joga de Stax.

(Quote)
- 26/12/2020 11:10

Merci.

(Quote)
- 26/12/2020 11:10

Uma área que infelizmente negligenciamos muito.

Últimos artigos de Leandro Dantes
A Ascensão de Toshiro
Os eventos seguintes aconteceram antes da queda de Minamo.
3.201 views
A Ascensão de Toshiro
Os eventos seguintes aconteceram antes da queda de Minamo.
3.201 views
Há 7 dias — Por Leandro Dantes
A Queda de Minamo
O fim da Academia da Superfície da Água?
4.018 views
A Queda de Minamo
O fim da Academia da Superfície da Água?
4.018 views
30/07/2021 10:05 — Por Leandro Dantes
Mitos sobre Produção de Conteúdo
Uma reflexão sobre minha curta e recente introdução ao mundo da produção de conteúdo.
3.584 views
Mitos sobre Produção de Conteúdo
Uma reflexão sobre minha curta e recente introdução ao mundo da produção de conteúdo.
3.584 views
16/07/2021 10:05 — Por Leandro Dantes
Toshiro Umezawa
Toshiro era o típico personagem que apenas pensava em si. Mas sua sina estava prestes a mudar no momento em que adentrou para o grupo de Uramon.
5.369 views
Toshiro Umezawa
Toshiro era o típico personagem que apenas pensava em si. Mas sua sina estava prestes a mudar no momento em que adentrou para o grupo de Uramon.
5.369 views
25/06/2021 10:05 — Por Leandro Dantes