Load or Cast
Hora do Pauper - Top 10 cartas de Kaldheim para o Pauper
Avaliando as opções que Kaldheim trouxe para o formato, além da neve.
10/02/2021 10:05 - 5.608 visualizações - 13 comentários
Compre certo com Magic Store Brasil
E aí galera, tudo bem? Aqui quem vos escreve é o Heli e hoje venho apresentar alguns destaques da nova edição Kaldheim para o formato Pauper. Não é de hoje que eu venho dizendo que as novas coleções estão, cada vez mais, trazendo adições úteis para o formato. É claro que ainda é algo incidental, devido ao aumento gradativo de power level das edições, as cartas comuns precisam de melhorias para tornarem o limitado mais equilibrado. Entretanto, nossa esperança parece estar sendo recompensada com cartas interessantes e não apenas com o desejo de ver algo sendo utilizado. 
 
É claro que a mecânica da neve é muito útil, pois o Pauper era o único formato onde ela tinha relevância até agora. Porém, Profetizar tem a medida certa para o formato, pois você consegue utilizar melhor as suas manas, parcelando o custo da carta nos momentos em que você não teria como fazê-la. Não parece tão fantástico, mas tem vários momentos em que você vai aguardar alguma ação de seu oponente ou simplesmente abdicar de ter a chance de fazer algo fora de seu turno, para poder fazer algo melhor num momento futuro. Além disso, você ainda pode proteger suas cartas de serem descartadas ou atrapalhar as anulações de seus oponentes. Bom, bora falar um pouco mais sobre as cartas então!
 
- Menção honrosa
 
Vou citar apenas uma cara que é o Aprisionar o Monstro, pois acredito que ela possa ser útil em alguns cenários mesmo tendo várias opções similares. É uma resposta de baixo custo que te faz perder vida, então pode ser relevante para lidar com criaturas pequenas contra decks que não tenham bounce ou formas de desvirá-la.
 
● Andarilha do Fogo Tuskeri
 
 
Vantagem de cartas é uma das maiores ferramentas que o formato apresenta, principalmente por termos tantos decks midrange, se valendo da mecânica de Monarca ou usando cartas como Ornamento dos Vinculadores. Pensando nesse cenário, esse Amoque pode oferecer uma pequena vantagem para decks mais agressivos, ou que pelo menos ser uma opção viável para aumentar a agressividade em deck mais lentos. É claro que o uso da habilidade ainda exige pagar os custos, mas nesse tipo de deck a curva de mante tende a ser baixa. O fato dela ter poder três ajuda durante os combates, tendo trocas justas na maioria das vezes, entretanto sua resistência dois faz com que ela morra para várias mágicas de dano, inclusiva a Canhonada Ardente, o que pode dificultar seu uso. É claro que deck midranges podem ter uma cópia solta dela como forma de poder aumentar sua agressividade, aliada a possível vantagem de cartas.
 
● Barco Funebre
 
 
Eu sei que veículos nunca foram muito bem representados no formato, na verdade só me lembro de dois apareceram em algumas listas: Aerosquife e Fretista Renegado. Mas temos que levar em consideração que antes de Kaldheim, o formato tinha apenas cinco veículos disponíveis. Sendo assim, acho que ser 3/3 com vigilância cai muito bem, ainda mais se considerarmos que seu custo de tripular é apenas 1. Portanto podemos manter nossas criaturas menores, mas atacando e bloqueando melhor. Decks com criaturas pequenas como versões de RDW ou o Boros Bully, poderiam se utilizar dessa carta como forma de melhorar seu poder ataque individual, já que ambos os decks se focam no coletivo.
 
● Vandalo Mascarado
 
 
Temos poucas criaturas no formato, que quando entram em campo conseguem destruir artefato ou encantamento; eram apenas treze opções. O trunfo desse metamorfo é que o custo adicional para esse efeito não é mana e sim exilar uma criatura do cemitério, o que me parece bem tranquilo pelo benefício a ser gerado. Ele tem outras duas vantagens: tem um custo de mana relativamente baixo, o que possibilita seu uso em mais decks e também ele tem a habilidade de Morfoloide, ou seja, possui todos os tipos de criatura. Claro que ele pode ser utilizado no deck de Elfos ou Fractius por exemplo, mas acho que sua vantagem se tornará mais marcante se ele for utilizado num deck com recorrência, como o deck de Existencia Torturada ou o Project X do nosso amigo Burt.
 
● Companheiro de Alcateia de Sarulf
 
 
Aqui temos um exemplo interessante de carta com Profetizar, pois a carta sem essa habilidade acaba sendo fraca. O fato dela se repor facilita demais o seu uso em decks com o verde, além de ser uma forma de usar mana em algum momento que você não tenha nada para fazer. Sendo assim, é possível dobrar mágicas em turnos posteriores, podendo desencadear alguma habilidade, ou simplesmente driblar as anulações do seu oponente. Cada vez mais estamos vendo que a cor verde está recebendo adições, o que deve motivar o surgimento de decks com a cor, como por exemplo os Temur, Jund e Sultai que começaram a aparecer nas ligas do MTGO. Atualmente os decks midrange que poderiam utilizar esse lobo, usam o Visionario de Llanowar, que tem a vantagem de gerar mana, ao preço de ser mais fraco em combate.
 
● Sentinela da Jaspera
 
 
Ao primeiro olhar essa criatura parece bem simples (e tecnicamente é), porém suas vantagens estão nos detalhes. Ela é muito parecida com a Guardia de Saruli (que é usada no deck de barreiras) e é quase uma cópia da Driade da Marga, porém é um Elfo. Exatamente, essa tribo que tem um deck muito compacto no formato, agora ganha mais uma criatura que pode gerar mana de outra cor, porém vejo que o seu destaque é ter a habilidade Alcance. Os decks de fadas tendem a vencer essas partidas com a evasão, dando bounce ou anulando as criaturas mais agressivas, sendo assim esse deck tão clássico do formato volta a ter uma bela ferramenta dentro no metagame atual.
 
● Trol Glaciodermico
 
 
Se tem uma criatura que é apenas uma aposta, eu diria que é esse Trol, pois ele vai depender muito do uso dos terrenos nevados. Possui um corpo relativamente simples com um custo de mana bem ok, porém sua habilidade ativada pode fazer estrago. Mesmo sendo virado quando usa sua habilidade, eu ainda vejo com um potencial interessante dentro do formato, já que apenas nove criaturas do formato podem ganhar indestrutível por si só. Entretanto apenas duas delas são ativadas: Bandar Astuto e Sentinela Vil, porém nenhuma das duas tem potencial para entrar em decks competitivos.
 
● Clerigo do Magicodigo
 
 
Se tem um deck que eu gostaria de voltar a ver no metagame é o White Weenie e, se acontecer, certamente esse clérigo estará no deck. Uma possível criatura 2/2, com vigilância por apenas uma mana é algo extremamente útil para o formato, mesmo que a exigência disso acontecer atrapalhe eventualmente. Por poder dar o marcador para qualquer criatura, sua interação com bounces é bem relevante, principalmente com o Pescador Celeste Kor. Como exemplo, temos o Esquiva-Fosso de Skarrgan que pode ser uma criatura 2/2 pode apenas uma mana e já joga muito bem no Stompy, ainda mais que possui uma certa evasão.
 
● Forma de Corvo
 
 
Será que realmente o azul precisava de uma remoção assim? Brincadeiras à parte, eu achei um tipo de remoção útil, pois trocar criaturas como Pescador Grumag ou Triturador de Ulamog por uma mísera ficha 1/1 com voar é algo que os decks azuis farão sem pensar. Ainda mais que a criatura é exilada e a mágica ainda tem Profetizar, o que facilita ainda mais seu uso, sendo que seu custo para conjurar do exílio é de apenas uma mana azul. A cor não possuía nada desse tipo disponível até o momento, sendo que o efeito lembra Pongidizar (que apenas destrói) ou Maldicao do Suino (que no caso pode exilar X criaturas).
 
● Contemplar o Multiverso
 
 
Falando em azul, acredito que essa seja uma ótima adição ao formato! Temos um efeito similar a Chuva de Revelacao, mas o fato dessa carta ter Profetizar faz uma diferença absurda. Tenho tido que pagar a habilidade pode exigir uma mistura de aposta e experiência, entretanto vejo como uma ressignificação de cartas que compram na cor azul na raridade comum. Não deveremos mais ver cartas como Jorro nessa raridade, mas também não teremos nessa mágica o problema encontrado com a Licao Tragica, já que aqui compramos cartas sem possiblidade de interações desbalanceadas. Mas é claro que ela não substituirá as cantrip, mas vejo nela uma função diferente por ser instantânea, onde você quer aproveitar os momentos em que segura aquela anulação, mas seu oponente comprou o terceiro terreno seguido e você precisa ter uma resposta para as ameaças que ele possui em campo. Eu acredito que boa parte dos decks midrange com azul no formato, poderão adotar pelo menos uma cópia dessa mágica entre suas 75 cartas.
 
● Raide Craniano
 
 
Eu sei que Estiolar a Mente  custa menos e mesmo assim nunca teve espaço no formato, então como esse descarte custando quatro manas poderia aparecer? Em primeiro lugar, ela tem Profetizar (e já falei bastante da habilidade!), além disso ela tem um segundo efeito bem peculiar: seu oponente não cartas para descartar? Sem problemas, você irá comprar cartas. Veja que você não perde a vantagem de cartas, sendo muito mais úteis em turnos mais adiantados, ou seja, você não irá se preocupar tanto em comprar um descarte no late game.
 
 
E você, o que achou das cartas que eu destaquei? Acha que outras cartas mereciam estar aqui? Deixem nos comentários o que você achou de Kaldheim, já que parece que neve será um tema frequente nas próximas listas que falaremos aqui! Galera, vou ficando por aqui e espero que tenham gostado da análise. Um abraço a todos e até mais!
Heli Mateus ( helimateus)
Heli Mateus conheceu o Magic em 1998, mas começou a jogar em 2015 quando conheceu o
formato Pauper. Hoje é entusiasta do formato e produtor de conteúdo, principalmente como
podcaster sendo host do PauperView e cohost do RakdosCast.
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 14/02/2021 22:01
Cara o artigo está muito bem escrito, parabéns! Mas acredito que faltou você incluir a carta véu de pele de serpente, pois ela entra muito bem nos decks de Stompy e até Elfos também.

Abraço!
(Quote)
- 14/02/2021 16:36
Bom artigo! Cartas com bom potencial!

Uma pena que aqui na loja local os formatos padrões desapareceram. Em parte pq o requerimento de investimento ficou inviável para a maioria, em parte pq os constantes bans e lançamento de cartas quebradas desanimaram os jogadores. Só o Commander sobreviveu, e se não fosse ele, o Magic teria acabado na cidade. Felizmente EDH tem rendido muita diversão para a galera.
(Quote)
- 14/02/2021 12:18
O lobinho e o metamorfo merecem uns testes no Mono G Stompy, main e side, respectivamente. Positivamente eles fariam a diferença num Late Game e te tirariam do aperto.
(Quote)
- 14/02/2021 00:44
Confesso que de todos os formatos além do Commander, pauper é o que mais me chama a atenção. Pena ter literalmente 0 jogadores do formato na minha localidade;
(Quote)
- 13/02/2021 21:14
Muito bom Heli! Gosto muito dos seus textos!
Últimos artigos de Heli Mateus
Hora do Pauper - Jeskai Affinity
O Affinity ressurge em novas cores, procurando seu espaço num mundo de vantagem de cartas.
7.675 views
Hora do Pauper - Jeskai Affinity
O Affinity ressurge em novas cores, procurando seu espaço num mundo de vantagem de cartas.
7.675 views
Há 25 dias — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - BG Rock
Avaliando como esse clássico deck do Modern pode se sair no Pauper.
7.789 views
Hora do Pauper - BG Rock
Avaliando como esse clássico deck do Modern pode se sair no Pauper.
7.789 views
19/02/2021 11:31 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Será que o inverno está de volta?
Analisando como a temática e mecânicas de Kaldheim podem afetar o formato.
7.549 views
Hora do Pauper - Será que o inverno está de volta?
Analisando como a temática e mecânicas de Kaldheim podem afetar o formato.
7.549 views
21/01/2021 10:05 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Retrospectiva 2020
Venha comigo relembrar os fatos marcantes desse atípico ano de 2020 para o Pauper.
5.561 views
Hora do Pauper - Retrospectiva 2020
Venha comigo relembrar os fatos marcantes desse atípico ano de 2020 para o Pauper.
5.561 views
06/01/2021 10:09 — Por Heli Mateus
Hora do Pauper - Temur Ponza
Será que destruir terrenos é uma saída para lidar com o metagame atual?
8.254 views
Hora do Pauper - Temur Ponza
Será que destruir terrenos é uma saída para lidar com o metagame atual?
8.254 views
16/12/2020 10:05 — Por Heli Mateus