Load or Cast
Primer: 4 Colors Bring to Light Omnshift
Um baralho que une o melhor dos mundos entre Ramp e "Good Stuff".
26/07/2021 10:05 - 3.994 visualizações - 5 comentários
Load or Cast

Olá! Nessas últimas semanas devido ao Circuito Manafix/HG Team e ao ManaTraders Series sendo disputados no formato Modern, tive a oportunidade de jogar algumas dezenas de partidas com o 4 Colors Bring to Light Omnshift, um baralho que une o melhor dos mundos entre Ramp finalizando com Valakut, o Pinaculo Derretido, caixa-de-ferramentas através de Trazer a Luz e "good stuff" (baralhos cheios de bombas poderosas) combinando Wrenn e Seis, Teferi, Manipulador do Tempo e Omnath, Locus da Criacao


A lista a seguir é a base que utilizei para conseguir a vaga nas finais do ManaTraders Series desse mês de Julho e garantir premiações nos últimos Circuitos Manafix, passando por alguns pequenos ajustes dia após dia:

4C BTL Omnshift
2816 visualizações
20/07/2021
R$ 6.159,57
R$ 9.355,26
R$ 18.458,41
2816 visualizações
20/07/2021
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Gerar Imagem
Criaturas (8)
1  Valki, Deus das Mentiras  99,75
4  Dríade do Bosque Ilisiano  54,75
3  Omnath, Locus da Criação    69,90
Planeswalkers (7)
4  Wrenn e Seis  550,00
3  Teferi, Manipulador do Tempo   83,95
Mágicas (16)
4  Fim Prismático  21,24
4  Explorar  0,15
1  Hélice de Raios  1,69
2  Metapaisagem   59,43
1  Veredito Supremo    23,75
4  Trazer à Luz   3,13
Terrenos (29)
1  Bueiros de Vapor44,99
1  Charco da Procriação56,69
4  Contraforte Arborizado145,00
1  Floresta0,00
3  Floresta Tropical Nebulosa163,72
1  Fundição Sagrada50,99
1  Ilha0,00
1  Jardim do Templo33,99
1  Montanha0,00
1  Planície0,00
1  Solo Pisoteado30,59
2  Trioma de Ketria39,95
2  Trioma de Raugrin47,45
1  Trioma de Savai29,74
4  Urzal Ventoso95,59
4  Valakut, o Pináculo Derretido56,91
60 cards total

Sideboard (15)
4  Cálice do Vácuo  159,94
3  Véu do Verão 30,00
1  Fender  1,13
2  Negar  0,02
1  Fúria dos Deuses   3,60
2  Reforços Providenciais  1,49
1  Teferi, Manipulador do Tempo   83,95
1  Rajada Fragmentadora    12,48

O plano principal consiste na combinação de Driade do Bosque Ilisiano com Valakut, o Pinaculo Derretido, fazendo com que mesmo terrenos não-montanhas e a própria Valakut sejam capazes de disparar dano direto ao entrarem no campo de batalha. Dessa forma, tão breve chegue no sexto terreno o baralho consegue ir completamente "por cima" do plano do adversário.


Para tornar essa condição de vitória mais consistente, temos Trazer a Luz buscando Metapaisagem, jogando com virtuais seis cópias do "combo de uma só carta" - com a Dríade em campo é possível dar 72 de dano com seis terrenos em jogo. Mesmo sem ela, Metapaisagem ainda pode buscar o "clássico" 18 de dano com sete terrenos em jogo (buscando uma Valakut e seis montanhas) ou 36 de dano com oito deles disponíveis.


A força do 4C BTL Omnshift consiste, todavia, na sua capacidade de operar com o combo utilizando-se do mínimo espaço de montagem de deck. Sem precisar ocupar-se de cartas de menor impacto como Buscar pelo Amanha ou Herbivoro Arboreo como seus colegas Gruul Valakut e Amulet Titan fazem, cabem mais interações e bombas impactantes nas suas 75 - além da caixa-de-ferramentas para lidar com situações diversas através do tutor de Trazer a Luz.


Teferi, Manipulador do Tempo, Wrenn e Seis e Omnath, Locus da Criacao são uma tríade que representa a essência do aumento do nível de poder médio das ameaças nos últimos anos, frutos da filosofia F.I.R.E. de design de cartas. Brutalmente eficientes pelo seu custo de mana, capazes de dominar a partida contra os oponentes certos se não respondidos, e mesmo se respondidos são capazes de gerar valor significativo para seu controlador. Não são raros os jogos onde a sequência dessas bombas é capaz de dominar a partida, sem depender da Valakut ou da Dríade.


Fim Prismatico é talvez a carta que tenha elevado o arquétipo de Bring to Light / Scapeshift a outro patamar, já que sempre existiram decks com essas cartas antes, mas agora essa remoção extremamente abrangente encontrou a casa ideal se aproveitando ao máximo de utilizar mais cores.


As alternativas para buscar na caixa-de-ferramentas no primeiro jogo são Veredito Supremo, uma sempre importante remoção global caso as coisas saiam de controle, e Tibalt, Impostor Cosmico, excelente maneira de ganhar recursos e dominar uma mesa em momentos onde falte uma Dríade, Valakut, ambas ou até mesmo terrenos adicionais para "chegar lá".


Quanto à reserva, Rajada Fragmentadora e Furia dos Deuses são as duas principais opções "buscáveis", brilhando em partidas específicas como Hardened Scales, Hammer Time, Bogles e Dredge, por exemplo. Calice do Vacuo é uma poderosa carta "hate" (de ódio) para punir as inúmeras estratégias do Modern focadas em hiper-eficiência de mana, estando muito bem posicionada contra todos os baralhos com Lurrus da Toca Onirica, Prowess, Death's Shadow, Cascade e afins. 


Veu do Verao mantém aquele sentimento de "por quê isso aqui ainda é válido no Modern?", sendo especialmente importante contra baralhos com anulações considerando a necessidade de resolver algumas bombas específicas e alta quantidade de terrenos presentes no 4C BTL Omnshift, que pode ser propenso ao flood de mana em alguns jogos caso o oponente resolva a bomba. Reforcos Providenciais auxilia um baralho que por vezes toma muito dano dos próprios terrenos e não possui tantos desenvolvimentos de começo de jogo a correr atrás do prejuízo contra os aggros.

 

Para finalizar, segue um breve Guia de sideboard e algumas dicas para ajudar aqueles que pretendem jogar com o baralho:

 

- GUIA DE SIDEBOARD

 

● Izzet Prowess/Murk/Monkey


-4 Explorar
-1 Wrenn e Seis
-3 Teferi, Manipulador do Tempo
+4 Calice do Vacuo
+1 Fender
+1 Furia dos Deuses
+2 Reforcos Providenciais

 

● Hammer Time


-4 Explorar 
-1 Teferi, Manipulador do Tempo
-1 Omnath, Locus da Criacao
-1 Metapaisagem
+4 Calice do Vacuo
+1 Fender
+1 Furia dos Deuses
+1 Rajada Fragmentadora

 

● UWx Control (Azorius, Jeskai, Esper, etc.)


-1 Veredito Supremo
-1 Helice de Raios
-2 Fim Prismatico
-2 Explorar
+3 Veu do Verao
+2 Negar
+1 Teferi, Manipulador do Tempo

 

● BGx Midrange (Jund, Rakdos, Mardu, etc.)


-2 Teferi, Manipulador do Tempo
+1 Fender
+1 Furia dos Deuses 

 

- DICAS

 

- Mantenha sempre em mente o número de montanhas restantes no baralho caso precise conjurar Metapaisagem sem ter a Driade do Bosque Ilisiano em campo, ou para jogar em volta de uma possível remoção. Nove é o número total da lista, e é possível também sacrificar menos terrenos e buscando mais Valakuts quando há mais de oito terrenos disponíveis;


- O sequenciamento de terrenos é importantíssimo! Evite buscar muitas montanhas no começo, e se possível, traga algum dos Triomas para otimizar algumas curvas envolvendo cartas multicoloridas. Uma combinação interessante é a de Trioma de Savai + Charco da Procriacao, dando acesso a todas as cores logo no turno dois incluso o Tibalt, Impostor Cosmico e permitindo Wrenn e Seis no turno dois;


- Caso suspeite de Lua Sangrenta do outro lado, sempre busque a floresta básica, já que com ela a Driade do Bosque Ilisiano que entre em jogo depois consegue fazer com que os terrenos gerem manas de todas as cores atuando na mesma camada por "timestamp";


- É possível conjurar Fim Prismatico pagando mais manas/cores para jogar em volta de um Calice do Vacuo para 1;


- Além de garantir sempre o terreno do turno com as fetchlands (Urzal Ventoso, Contraforte Arborizado), Wrenn e Seis possui ótima sinergia com os Triomas, que podem ser reciclados da mão e retornados para gerar valor em turnos sem muita ação;


- Metapaisagem pode ser utilizada conjuntamente com Omnath, Locus da Criacao para ganhar disparos adicionais, ganhando vida, recuperando a mana e causando dano direto ao oponente e seus Planeswalkers;


- Se possível, tente guardar as fetchlands para ganhar disparos adicionais de Valakut com a Driade do Bosque Ilisiano no campo de batalha. Além de maximizar o dano, uma linha interessante é contornar a remoção do adversário com a primeira habilidade de 3 de dano na pilha sacrificando a fetchland e buscando o terreno para garantir ao menos algum 3 de dano.

 

E quanto a vocês, leitores, o que acham do 4C BTL Omnshift no Modern? Acreditam que seja a melhor versão de Valakut nesse momento? Ou têm alguma outra ideia em mente? Quem sabe alguma carta que utilizam na lista de vocês e não foi citada? Compartilhem suas opiniões nos comentários!


Abraços e até a próxima!

Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Patrocinador Oficial LigaMagic Bolts
Matheus Akio Yanagiura ( sandoiche_13)
Matheus Akio Yanagiura, mais conhecido como Sandoiche, é jogador, escritor e streamer de Magic: the Gathering, produzindo conteúdo desde 2012. Membro da equipe de e-Sports LigaMagic Bolts, está sempre na vida do grind dos torneios, com destaques para o Top 8 do Magic LATAM Challenge e o Vice-Campeonato da Twitch Rivals, além do bi-campeonato Circuito LigaMagic Modern e o Top 16 no Grand Prix São Paulo 2018 no Tabletop.
Redes Sociais: Twitch, Facebook, Instagram, Twitter
Comentários
Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 29/07/2021 05:10
Sou só eu ou mais gente aqui também fica impressionado com o valor que esses decks acabam chegando?!

Podiam fazer um post com sugestão de decks budget jogáveis, para a galera que não tem condições/interesse em investir tanto em um único baralho!
(Quote)
- 28/07/2021 02:30

O custo de 1G é muito mais fácil do que o de UG. E o deck não tem instantâneas/anulações relevantes para ficar com a mana aberta e aproveitar o ramp no final do turno se não usar a mana.

(Quote)
- 27/07/2021 10:26
Uma dúvida, pq usar Explore e não Espiral de Crescimento?
(Quote)
- 26/07/2021 12:54
Lindo primer, deu até vontade de jogar com o deck kkk
(Quote)
- 26/07/2021 12:47
Todos saúdem o VALAKUTÃO!!!
Últimos artigos de Matheus Akio Yanagiura
Vinte Decklists Standard com Innistrad
Innistrad traz uma das rotações mais esperadas do Standard, e em seu artigo de hoje na LigaMagic Sandoiche traz 20 opções de baralhos para começar o grind com tudo!
10.996 views
Vinte Decklists Standard com Innistrad
Innistrad traz uma das rotações mais esperadas do Standard, e em seu artigo de hoje na LigaMagic Sandoiche traz 20 opções de baralhos para começar o grind com tudo!
10.996 views
Há 6 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Abordagem de Níveis em Novos Formatos
Sempre que há a entrada de um novo formato, uma das formas de se abordá-lo é através de níveis para os baralhos que compõem o metagame (níveis 0, 1 e 2) e esse é o tem..
3.347 views
Abordagem de Níveis em Novos Formatos
Sempre que há a entrada de um novo formato, uma das formas de se abordá-lo é através de níveis para os baralhos que compõem o metagame (níveis 0, 1 e 2) e esse é o tem..
3.347 views
Há 13 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Canalizando a Ira no Histórico
Historic Horizons chegou com tudo no formato, e a Canalizadora da Ira do Dragão é uma das principais cartas a ver jogo no momento - Sandoiche analisa algumas de suas casas e..
3.564 views
Canalizando a Ira no Histórico
Historic Horizons chegou com tudo no formato, e a Canalizadora da Ira do Dragão é uma das principais cartas a ver jogo no momento - Sandoiche analisa algumas de suas casas e..
3.564 views
Há 20 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
Omnath no Brawl Historic
O Brawl Historic de 100 cartas veio para ficar no Magic Arena, e hoje Sandoiche compartilha seu baralho preferido para o formato: Omnath, Locus da Criação!
4.105 views
Omnath no Brawl Historic
O Brawl Historic de 100 cartas veio para ficar no Magic Arena, e hoje Sandoiche compartilha seu baralho preferido para o formato: Omnath, Locus da Criação!
4.105 views
Há 27 dias — Por Matheus Akio Yanagiura
O Que Torna os Bons Decks Bons
Em um artigo voltado à teoria de montagem de baralhos, Sandoiche analisa alguns aspectos que tornam os bons decks, de fato, bons!
7.439 views
O Que Torna os Bons Decks Bons
Em um artigo voltado à teoria de montagem de baralhos, Sandoiche analisa alguns aspectos que tornam os bons decks, de fato, bons!
7.439 views
23/08/2021 10:05 — Por Matheus Akio Yanagiura