E agora, Modern?
18/01/2016 08:00 / 15,276 visualizações / 89 comentários

 

Era para ser mais um dia normal de pré release na minha vida.

 

Durante a sexta fiz o meu ritual básico. Peguei os artigos do Luis Scott-Vargas sobre cada uma das cores da edição, internalizei a sua valiosa opinião e aproveitei o momento para memorizar as cartas e, principalmente, as mágicas instantâneas que deveria jogar em volta. Finalizei lendo o também esperado artigo do PV sobre um overview para o pré release e assim fui dormir lá pelas 11 horas da noite, já que acordaria cedo no outro dia para viajar até a cidade vizinha, São José dos Campos, para jogar Magic na Kinoene, algo que não faço o último desde o RPTQ.

 

Um dia como qualquer outro pensei; até acordar com cerca de 100 mensagens nos meus grupos de WhatsApp e 20 notificações no Facebook. Algo não estava normal.

 

Como de costume, ao mesmo tempo em que estava abrindo meus olhos já estava checando o grande número de mensagens e, a primeira que eu vejo é a enviada pelo Rudá, editor da Ligamagic:

 

 

Obviamente não estava entendendo nada. Talvez ele estivesse bêbado; talvez enviou mensagem pra pessoa errada, não sei. Respondi com um "O que?" e fui ver as outras mensagens antes de tomar banho e partir para o pré release. Foi quando entrei no WhatsApp e entendi o que estava acontecendo:

 

 

Oi? Mas...mas...hãn? Hoje não é dia 16 e o ban não sairia apenas dia 18?
E... SPLINTER TWIN?

 

Depois de tomar banho, comer e pensar no que tinha acabado de ler no próprio site da Wizards, aceitei o fato. O ban hammer realmente martelou essas duas cartas antes mesmo da data (que, pelo que ouvi falar mais tarde, foi porque a informação foi vazada do beta do Magic Online onde as duas cartas já estavam banidas e então a Wizards decidiu anunciar de vez).

 

Acabo de voltar do pré release (onde fiz 4-1, não ganhei mas, pelo menos, abri uma Nissa!) e estou pensando "será que esse banimento realmente vai ter um grande impacto no formato?" para que eu mesmo, milésimos de segundo depois, responda em voz alta "grande não, GIGANTE!".

 

Pois bem, eu vou falar um pouco do banimento de cada uma das cartas em si, se foi acertado ou não na minha opinião e como eu vejo o Modern daqui em diante, tanto o metagame quanto o ambiente da comunidade Modern em si.

 

Summer Bloom

 

Dizer que essa carta não merecia ser banida, que o deck não era nada demais e que, no fim das contas, nem ganhava tanto assim significa, na minha opinião, não ter acompanhado o formato nesses últimos meses. Não digo que necessariamente Summer Bloom merecia o ban mas algo precisava ser feito e Summer Bloom foi o mais acertado a se banir.

 

Meus dois últimos campeonatos Modern foram o GP Porto Alegre e o RPTQ Atlanta, em ambos joguei de Jeskai Twin e, em ambos, perdi para Amulet Bloom sem muita reação. O que me impressionava era que por mais que meu deck parecesse ter tudo para combater o deck de amuleto (um pouco menos que o Twin normal, mas ainda assim) ele sempre conseguia combar com uma facilidade muito grande através dos meus counterspells sendo que em um dos jogos a minha única jogada foi "Scalding Tarn, passo" e acordei morto no próximo turno.

 

Para mim, o único motivo de Amulet Bloom não ter sido tão dominante é simples. Por mais obvio que fosse que o deck era absurdo, o baralho era tão complexo e chato que afastava até mesmo pessoas que não se importam com isso, como, por exemplo, eu. Isso foi o que contribuiu para a impopularidade do deck logo após o Pro Tour Born of Gods, simplesmente ninguém queria acreditar que o deck era real. Basicamente era um baralho que só iria interagir com você quando estivesse combando e, se ele está fazendo isso, pode ter certeza que ele estará bem preparado para suas respostas.

 

Para finalizar, os turnos do deck em si eram turnos de 5 minutos buscando terrenos, embaralhando, buscando criatura, embaralhando, buscando pactos, embaralhando e assim por diante. Tanto que, pelo baralho ser pura manipulação de deck já chegava em um momento que você tinha que explicar pro seu oponente tudo que você iria fazer para não precisar embaralhar e cortar seu deck 7 vezes no mesmo turno.

 

Na minha opinião Summer Bloom foi tarde, o Modern não precisa de você.

 

 

Splinter Twin

 

Agora sim estamos falando da carta que chocou todo mundo, me chocou também mas, por mais que eu tenha jogado todo meu 2015 de alguma variação de Twin, meu sentimento é de que essa carta precisava sim ser banida não pelo deck em si apenas mas pelo fato dela limitar totalmente a forma com que os baralhos com azul se comportavam no Modern.

 

Bem, sobre a força do deck em si eu vou apenas repetir o que a própria Wizards comentou. O deck ganhou 2 de 4 PTs Modern, fez top 8 nos últimos 6 GPs do formado colocando 3 cópias do baralho no último GP Pittsburgh. A versatilidade do Twin em combar no turno 4 e, ainda por cima ter um late game muito bom era impressionante. Eu nunca joguei um campeonato Modern em que o meu primeiro objetivo não fosse moldar meu deck para que o match contra Splinter Twin fosse favorável não importa o que eu precisasse fazer.

 

Pois bem, apesar da força do deck, eu nem acredito que esse seja seu principal problema. Eu adoro jogar de azul controle mas sempre me pareceu IMPOSSÍVEL não meter Deceiver Exarch e Splinter Twin em qualquer tipo de controle que eu estivesse montando porque é disparado a melhor kill condition do azul. Sim, a melhor kill do azul é uma carta vermelha. Prestem atenção nos decks azuis do formato. Decks como UWx control nunca conseguiram recuperar a força, UR delver nunca voltou para cabeça sem Treasure Cruise e Grixis Control era um baralho que as pessoas tentaram muito fazer funcionar mas, passado o hype, onde estava ele nos grandes campeonatos?

 

Já o Twin, começou a se ramificar para todas as cores já que se você jogasse de azul, você jogaria com o combo e então era questão de adaptar o seu segundo plano. Eu poderia jogar apenas de UR focado em proteger meu combo, com verde para por pressão rápido com Tarmogoyf, com preto para jogos mais grind ou até mesmo com branco para melhorar contra decks mais agressivos. Na minha opinião chegou em um ponto em que jogar de "controle" significava jogar de Twin e sua única decisão era decidir adicionar, ou não, uma terceira cor. É obvio que isso não é saudável pro ambiente. Simplesmente estava matando qualquer chance de um azul controle começar a existir. 

 

Porém, meu questionamento agora é outro: Será que azul vai ser viável no Modern? Eu sinceramente ainda não sei, abrimos espaço para que a comunidade pense em outros tipos de baralho ou repense nos baralhos que já existiam, mas ainda está bem nebuloso como a cor azul irá se comportar em campeonatos competitivos.

 

E agora, o que será do Modern?

 

Sobre o formato em si, meu palpite do que acontecerá é o seguinte.

 

Sem o Splinter Twin no formato, decks de Abrupt Decay como Jund e Junk perderão a força e combos que eram freados pelo deck como Gr Tron, Griselshoal e até mesmo Ad Nauseam comecem a subir. Decks como Boggles também podem começar a aparecer de novo com Liliana of the Veil aos poucos sumindo do formato. Acho que isso pode vir a acontecer até com que um novo controle comece a tomar o lugar do Splinter Twin.

 

Sobre o impacto do banimento na comunidade em si, acho que isso criou uma certa insegurança em grande parte dos jogadores que agora não sabem como investir no Modern com o risco de seu baralho ser banido a qualquer momento. Isso é bem ruim para o jogo e acredito que talvez se eles trabalhassem para frear o deck lançando outras cartas ou desbanindo algo seria uma solução. Eu sinceramente não consigo pensar no que desbaniriam para reverter esse quadro ou criar um quadro ainda pior, mas quem sabe possa existir algo.

 

A grande questão é que algo precisava ser feito para dar uma acordada no formato e, sinceramente, acho que isso foi aquela dose de energia que o Modern precisava.


 

E você, o que achou dos banimentos? O que acontecerá com o Modern?

Ninguém pode prever o que vai acontecer mas posso dizer que estou cada vez mais ansioso para o Pro Tour que vem ai.

 

 

 


LigaMagic (VIP STAFF LigaMagic)
Maior site especializado em Magic: The Gathering.
Nossa meta é trazer o máximo de conteúdo para todos os jogadores e aumentar cada vez mais a comunidade de jogadores apaixonados por este jogo.
Redes Sociais: Facebook, Instagram, Twitter
LigaMagic App

ARTIGOS RELACIONADOS

BBE Shift no Modern

Report Open do CLM.


O Submundo do Modern - Soulflayer Surprise

Como construir seu próprio Frankenstein.


É bom não poder responder tudo no Modern

Entendendo as características do formato.


Use Blood Moon

Os motivos da carta ser um dos pilares do Modern.





Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.

HadesOverpower (21/01/2016 07:57:34)

Depois da morte só legacy, só olhar os preços do modern, estão tudo inacessíveis agr.

chandler (21/01/2016 00:39:04)

O legacy morreu!

Dagostini (20/01/2016 19:39:28)

kkkkkkkk é o que to fazendo enquanto um deck Tier 1 Modern custar uma moto

jeffley (20/01/2016 18:58:55)

negocio é jogar um pauperzinho mesmo pelo menos a base de mana é menos de 5 reais kkkkkkk

Dagostini (20/01/2016 18:50:58)

Acho que não precisa ser pessimista ao ponto de querer abandonar o Modern por completo. O Legacy com ctz já passou por problemas assim tbm, banimentos que deixaram muitos descontentes, mas está aí até hoje.

O real problema do Modern hoje em dia é o preço das cartas. Mas não só do Modern. De todo o Magic.

16,90 num booster? Pra ter altas chances de tirar uma rara crap?

E aí pra montar sua base de mana com cartas avulsas vc vai ter que desembolsar R$ 1.000,00 NO MÍNIMO!

E não é só brasileiro que se fode nisso não, tem muito americano reclamando dos preços dos cards em fórum gringo.

Quero só ver onde isso vai dar.

jeffley (20/01/2016 18:48:58)

tipo isso só choro.... ninguem reclama da fadinha do pauper hsuahsuhasuhsha

batatamagic (20/01/2016 18:40:53)

Mimimimimimimimimimimi. Aiiin vou voutar pro te dois, mimimimimimimimi meu dinheiro mimimimimimi.

HadesOverpower (20/01/2016 12:43:38)

Não vejo mais motivos para jogar modern. :(

VIP OURO SilverGreen (20/01/2016 12:17:17)

Não fui eu quem deu a sugestão.

Até porque, eu só jogo Legacy umas duas vezes por ano mesmo, mas todos os meus decks continuam válidos. ;)

Diogo37 (20/01/2016 12:10:56)

Modern daqui um tempinho vai estar assim tbm, a diferença com o legacy vai ser q vc não perde dinheiro a cada lista de ban

Diogo37 (20/01/2016 12:10:00)

Sugiro q leiam o artigo do Chris Andersen na Star City.

Soydioalex (20/01/2016 10:37:17)

Isso vendam correndo e comprem um Legacy, ai não tem com quem jogar :(

Mestrao (20/01/2016 10:02:18)

Foda é que 80% das lojas não tem infraestrutura nem pra ser lanchonete, então só tem eventos de Standart e Modern. Legacy e Commander, por exemplo, só nas realmente boas. Cube, planechase, tiny leaders, 2 Headed Giant... todos ficam pelo caminho.

HadesOverpower (20/01/2016 08:12:10)

cogitando passar meu modern por conta disso... :(

VIP OURO SilverGreen (20/01/2016 06:53:55)

Haha! Boa filosofia essa de vender tudo antes da próxima lista de ban. Muito bom um formato onde você não pode montar um deck, porque não sabe se ele será válido daqui a 3 meses. É pura emoção...

Noob_Saibot (19/01/2016 21:24:22)


Brilhante a charge. Modern e Standard estão completamente acéfalos, jogadas programadas e baixíssima criatividade.

É mana, vai, mana, vai, mana, vai, mana, ..., eldrazi ou bicho gigante ou planes da moda.
Ou
Mana, bicho, mana, bate, mana, bicho, bate, mana, bicho...

Control enfraquecido ou morto, combos banidos e interação na pilha quase parada.

Ok, não curto jogos autistas ou combos de turnos 1, 2, 3 ou 4 (embora jogasse de Twin), mas a Uizards está forçando descaradamente para enfraquecer o formato Modern e firmar o Standard.

chocomicos (19/01/2016 19:38:52)

nuff said https://45.media.tumblr.com/638b1aa1c13fbadb2b0495139683116f/tumblr_o17o2kEAfr1s9rpajo1_500.gif

chandler (19/01/2016 17:08:27)

sabe, eu tava pensando um pouco mais sobre esse ban. a wixards baniu pra alegrar os lojistas! Eles vão vender várias outras coisas agora!

VIP OURO Derkarus (19/01/2016 14:36:01)

Modern agora é corrida pela tabuada de 3 no terceiro turno
Ou então quem desce o primeiro Ulamog.

Não tem mais nenhuma contraestrategia, só quem corre primeiro,

Dagostini (19/01/2016 12:13:21)

É uma experiência de jogo muito inferior. Exatamente por não ter acesso a todas as incomuns, raras e míticas já printadas. As mecânicas são muito mais limitadas do que em qualquer deck Modern ou Legacy.

Poder fazer 1 deck Legacy Tier e 2 decks Modern Tier com 2 mil reais - isso sim seria experiência de jogo! E acho que vc entendeu errado o que eu disse, não mencionei jogar torneios em nenhum momento, msm que seja entre os amigos esses jogos, a experiência de jogo vai muito além do que se limitar a cartinhas comuns, embora eu curta sim o pauper, mas mais pela acessibilidade.

Ta_tu (19/01/2016 11:28:17)

Tomei surpresa tb..mas aproveitei bem, começei com twin antes de DTT, ele me devolveu o investimento, fora que comprei muita coisa barata, agora voltar com ele do ban acho que não, pois nao como bitterblossom, nao deixaria de impactar...


Acho que a wizzards quer decks midranges, agros, e controls que ganhem na moral...tem que batar 3 turnos pra ganhar, e não fazer duas cartas e ganhar sobre qualquer ponto de vida ou circunstancia...
acho que e isso que ela quer so pode.
voltarei a jogar com o bom e velho UWR control..e bora la

VIP OURO Derkarus (19/01/2016 11:14:00)

E é justamente isso que tá acontecendo.
Inacreditável uma Voice custar hoje o que um Goyf custava antes de MM2013

Me desiludi com o formato. A premissa de eternal sem perda financeira foi pro buraco. Vão banir os tier 1 enquanto eles forem bad matches para os decks que vendem boosters.

Tchau modern, foi bom te conhecer! Tô voltando pro meu bom e velho T2 e devo entrar pro legacy com o que vou vender do modern.

brunodsp (19/01/2016 10:54:07)

E agora modern? Que tal se todas as lojas dobrarem, triplicarem, multiplicarem por 10 os preços das cartas que jogam no formato? Então, modern, e agora?

VictorAlmeida (19/01/2016 10:27:12)

meu deus, quanto nego iludido...wizards não vai desbanir nada, é a forma que eles tem que "controlar" o formato, resultado, montem um BW Eldrazi, e só comprar os boosters asudhasuhduhsdua

UAHUHAUHEUAHEUHAUEHAE

Nego esperando unban no ancestral vision, meu jesus...ancestral vision é basicamente um cruzeiro, se n for melhor

HadesOverpower (19/01/2016 09:32:12)

Acho q esse ban deu unlock no encarecimento de vários cards

VIP OURO exocry (19/01/2016 07:46:23)

O ban do Twin me surpreendeu! Eu até esperava o Exarca, forçando o deck a se tornar Jeskai com aquele Sineiro da Aldeia ou ficar apenas com a Chatonilda. Mas esse ban, talvez possibilite o retorno de alguma coisa azul. Rezo por Ancestral Vision!

Skorpio (19/01/2016 06:24:06)

"Agora, se eu quiser ter uma experiência de jogo variada com o Magic, por exemplo, tendo 3 decks Modern e 2 decks Legacy, todos tier 1, vcs já imaginam que o total que vou gastar com isso dá pra comprar um carro popular - e dá mesmo!"

Ah sim! Porque montar um deck pauper, jogar selado e fazer um "forfun" não é experiência de jogo, né? Só é "experiência" se você joga um mundial de modern com um deck tier 1. ¬¬

phillipe (19/01/2016 02:23:53)

Vcs estão esquecendo que magic não é um jogo do brasil, la fora as pessoas tem condições financeiras melhor, além disso magic é jogo pra quem tem dinheiro mesmo, com o dolar a esse tambem reflete no preço. Hobby é assim mesmo joga quem pode, quem nao pode jogar competitivo vai pro forfun ou monta um deck barato, tem vários.

Dagostini (19/01/2016 01:02:17)

Sim, se todo mundo migrar pro Pauper, acaba ficando caro tbm. E convenhamos, pra ter 4 decks Pauper eu teria que gastar cerca de 500 reais ou mais. E considerando que a maioria das cartas eu não conseguiria vender depois, então ainda assim ficaria inviável financeiramente.

Se eu quero jogar Mortal Kombat 10, eu pago 2 mil reais num PS4 + cerca de 200 do jogo e tenho acesso ilimitado ao game, jogo com vários personagens um mesmo jogo, me possibilitando ter experiências diferentes numa mesma mecânica de jogo. E o mesmo acontece com tantos outros jogos eletrônicos, sem contar os Mobas grátis e games da Steam e a Batle.net que vc compra por 50 reais.

Agora, se eu quiser ter uma experiência de jogo variada com o Magic, por exemplo, tendo 3 decks Modern e 2 decks Legacy, todos tier 1, vcs já imaginam que o total que vou gastar com isso dá pra comprar um carro popular - e dá mesmo!

Isso em relação à experiência de jogo e diversão. Tem o fato de que vc pode, depois, revender os cards pra recuperar o dinheiro, mas diante da instabilidade do Modern em relação aos bans, vc pode tomar um puta prejuízo. Sem contar o trabalho todo que vc vai ter pra vender as cartas. Além disso, quem está disposto e comprometer 10mil, 20mil, 30mil reais em Magic? Deixar o dinheiro ali estacionado.

É complicado. Eu realmente espero que a Wizards adote uma política de reprints que abaixem o preço. E tbm tenho a impressão de que esse aumento de preço não vai muito longe, pois está realmente ficando caro e comprometendo orçamento mesmo daqueles que vivem bem financeiramente, tá todo mundo reclamando, até os gringos. Ou seja, uma hora a galera vai diminuir (não perder) o interesse pelos cards, e isso vai, com ctz, diminuir o valor ao ponto de, pelo menos, deixar o preço não tão absurdo como está hoje para algumas [VÁRIAS] cartas.

MagicGeist (18/01/2016 23:14:27)

Quanto aos banimentos, já esperava a do Summer Bloom. O deck era muito forte e a maioria dos demais decks não tinham resposta para um Amuleto no primeiro turno e summer bloom no segundo culminando no GG.

Quanto ao Twin, me pegou de surpresa. Não esperava por isso. Todavia, analisando alguns argumentos que li e pensando no impacto do ban, acredito que realmente o Twin impossibilitava o surgimento de muitos decks no modern. Com os banimentos anteriores e principalmente a falta de draws decentes pro azul (Ancestral Vision e demais cantrips), o único controle com azul viável e totalmente competitivo só seria o Twin.

Com o ban creio que alguma cantrip e a Ancestral Vision possam voltar, além do lançamento de algum counter descente que dê um gás para os controls com azul. O que falta para os decks de controle hoje é um anula descente e algum draw bom tbm. Com isso o control volta a ver jogo.

O problema, no meu ponto de vista, foi realmente não haver desbanimento de nenhuma carta que ajude o azul de imediato e que as edições lançadas atualmente não parecem focar no control, o que só poderia vir a acontecer nos próximos blocos e que vai levar um tempo para o azul voltar a ver jogo no modern. Até lá vamos aguardar e ver como o meta vai estabilizar, provavelmente sem nenhum control tier com azul como cor principal.

MagicGeist (18/01/2016 22:56:27)

Se forem banir algo do Tron não serão os terrenos, talvez expedition map. Raio não vai ser banido, é uma carta justa e não ajuda combo; vial joga num único deck que não é absurdamente forte, só tem jogos justos com os decks do ambiente, mas mesmo assim não domina os campeonatos e nem atrapalha outros decks.

Malfensthor (18/01/2016 22:52:24)

Concordo, seguindo essa linha atual, e se ela continuar, caso nada seja feito para frear esse aumento absurdo, acredito que menos jogadores entrarão no formato, e pode ser que talvez migrem para pauper, mas acredito que até o pauper vai se tornar caro, pois quanto maior a procura mais caro ele vai ficar. Mas tenho minhas duvidas quanto a Wizards fazer algo sobre essa situação, até pouco tempo atrás eu comentava no meu grupo de amigos que o modern em uns 5 anos se tornaria o que o legacy era em relação a preço, isso a 2 anos atrás. Acredito que vai levar menos tempo que eu imaginava.

Dagostini (18/01/2016 22:38:33)

Duvido que banam Raio.

Foi um erro grotesco mesmo printarem Splinter Twin em MM2 e depois banirem. Mas não foi a 1a vez. Aquele Event Deck de Vampiros da antiga Zendikar saiu numa data em que praticamente 80% da lista já não era mais T2.

Gostei do Ban, acho que agora podem ser printadas/desbanidas cartas azuis mais eficientes - counters e cantrips, a fim de fazer os clássicos controles voltarem a jogar, em especial o UWR.

Apesar disso, o Magic está ficando cada vez mais caro mesmo. Está complicado jogar. E fico de cara que tem gente que defende que é normal ter que gastar 8mil reais num Jund pra poder se divertir. O preço está um absurdo, não só no Modern, mesmo o preço dos boosters, e a Wizards PRECISA rever isso com urgência.

Noob_Saibot (18/01/2016 22:21:08)

O impacto do ban hammer no Twin afeta inclusive outros cards como Serum Visions e Remand; esses cards azuis jogam(vam) majoritariamente nas versões de Twin. Pós-ban, eles certamente cairão de preço. Até o Snapcaster pode cair sensivelmente.

Por outro lado, Kiki-Jiki já disparou de preço. Mas isso faz parte da especulação, da qual não gosto. É bom lembrar que uma criatura lendária, cmc 5 com RRR, não substitui Twin. É como aconteceu com o Birthing Pod; o deck morreu e surgiram as versões de Collected Company, o que claramente NÃO é a mesma coisa.

A minha maior crítica é que o Twin foi REPRINTADO em MM2015 e banido rapidamente em 2016. Ou seja, qualquer coisa impressa ou reimpressa não escapa do ban hammer. Os próximos alvos provavelmente serão o Tron (banimento dos três terrenos de Urza), o Burn (banimento de Lightning Bolt) e o Merfolk (banimento de Aether Vial). Há exagero nisso? Sim, claro que há, mas infelizmente não podemos descartar essa hipótese.

Diogo37 (18/01/2016 22:18:41)

Eu tava entrando no formato, vi hoje Fulminator Mage a 35usd
Fui ver tem 10 minutos e ta 50 sem estoque

GG Modern pra mim, vou ficar no legacy mesmo
Boa sorte pra quem gosta de sofrer e jogar um formato ruim, fiquem com medo do seu deck ser banido

Malfensthor (18/01/2016 22:14:26)

O preço do voice tb subiu exorbitantemente, vi loja cobrando 300,00 mangos. Alguém sabe pq?

Mestrao (18/01/2016 21:56:05)

O preço do Kiki-Jiki já disparou. Do Karn também.

Nesse ponto o Magic é uma bosta mesmo...

Drkskl (18/01/2016 20:51:40)

Li o artigo do MTGGoldFish que citaram aqui no tópico, perfeito. Twin sempre existiu no Modern, por que de uma pra outra, sem sair nenhuma carta nova, ele ficou absurdamente forte? Isso eu sempre me questionei, logo na ascensão dele pós queda de Delver com TC.
O deck só não estava mais usando Kiki-Jiki, o resto, tudo igual, apareceram mais alguns removals vermelhos, mas coisa de 1-of, 2-of. E agora ban? Bem estranho realmente. E se a Wizards não lucra com Modern porque não existem boosters (fora MM), que te faça abrir as cartas, é só melhorar o Power Level do T2 que naturalmente as coisas se encaixam no Modern.
(Leiam o artigo para entender melhor se tiverem dúvidas hehe).

chandler (18/01/2016 20:07:22)

Bom galera... muito choro e ranger de dentes... vamos para termos práticos

Compro> 4x Splinter Twin R$50 (o set), interessados em vender, manda inbox...

phillipe (18/01/2016 19:50:24)

Estavams esperando dar meia noite pra abrir os kits do pre release na sexta. Apareceu a noticia e ninguem na loja tava acreditando..e meu Whatsapp não parou.


Eu gostei do ban, uma coisa que vc sempre se limitava no modern era que seu deck precisava ter alguma chance contra o twin. Espero que apareçam novos decks e agora possa rolar unban ou laçamento de uma carta forte pra controle