Pauper “Gifts Rock” Homebrew – Análise, por Sandoiche

       

Por: letscollectbrasil em 16/01/13 22:55 | 10 comentários / 4,427 visitas

Olá!

No artigo de hoje abordarei detalhadamente minha escolha de deck para o Pauper. Primeiramente, a historinha. Tudo começa alguns meses (anos?) atrás, quando ia rolar um evento Pauper aqui na Baixada Santista. Como eu não tinha deck e era um formato for fun, fui até meu amigo Sergio e fiz uma limpa em várias comuns jogáveis dele, com a intenção de montar um deck.

Separei vários cards interessantes como Brainstorm, mana fixers, cantrips, remoções, observei algumas interações engraçadinhas (Momentary Blink + Chittering Rats, por exemplo) visando montar um deck por trás de alguma sinergia poderosa. Após analisar com mais afinco meu pool, decido fazer uma build de controle similar ao do antigo Gifts Rock Extended, a seguir:

Gifts Rock, por Paul Cheon

Terrenos (22)
2 Forest
1 Snow-Covered Forest
1 Island
1 Plains
1 Swamp
1 Breeding Pool
1 Godless Shrine
2 Golgari Rot Farm
4 Overgrown Tomb
2 Polluted Delta
1 Temple Garden
1 Watery Grave
4 Windswept Heath
Criaturas (18)
4 Birds of Paradise
2 Carven Caryatid
3 Eternal Witness
1 Genesis
3 Loxodon Hierarch
1 Ravenous Baloth
4 Sakura-Tribe Elder
Mágicas (20)
3 Pernicious Deed
4 Gifts Ungiven
1 Putrefy
2 Smother
3 Cabal Therapy
1 Duress
3 Living Wish
1 Plow Under
2 Vindicate
Sideboard (15)
2 Tormod’s Crypt
1 Eternal Witness
1 Loxodon Hierarch
1 Withered Wretch
1 Krosan Grip
1 Naturalize
1 Kataki, War’s Wage
1 Meloku the Clouded Mirror
1 Cranial Extraction
2 Duress
1 Global Ruin
1 Haunting Echoes
1 Golgari Rot Farm

Esse deck foi pilotado para um 4-2 na porção Extended do Worlds 2006 em Paris. Lembro que foi uma das listas "base" para aquela temporada em específico, embora o deck já existisse há um bom tempo no Extended.

A estratégia principal consistia em começar acelerando com Birds of Paradise e Sakura-Tribe Elder, enquanto atacava a mão e a mesa do adversário com trocas 1×1. Dependendo do matchup, os cards utilizados eram Cabal Therapy e Duress (contra Controles e Combos), Pernicious Deed e Smother (contra Aggros).
Living Wish e Eternal Witness garantiam que você ia ter o melhor card contra o seu adversário novamente, exaurindo-o de seus recursos enquanto ia pouco a pouco construindo pequenas vantagens.

Essas pequenas vantagens eram coroadas com um devastador Gifts Ungiven - buscando um soft lock e uma combinação "inevitável" de cards bons para o matchup (normalmente Genesis, Eternal Witness/Living Wish/Vindicate, ou a silver bullet que era devastadora contra o deck do adversário).

Essa combinação garantia que eventualmente o deck teria acesso aquela mágica indefinidamente. Para iniciar a recursão, Cabal Therapy certificava que Genesis fosse para o cemitério.

Baseado nessa estratégia de aceleração de mana, exaustão dos recursos adversários e recursão indefinida das criaturas no cemitério, apresento-lhes a seguinte lista Pauper:

Gifts Rock Pauper Homebrew, por sandoiche

Terrenos (23)
3 Terramorphic Expanse
2 Evolving Wilds
4 Dimir Aqueduct
7 Forest
4 Swamp
2 Island
1 Plains
Criaturas (12)
4 Sakura-Tribe Elder
4 Mulldrifter
1 Spore Frog
1 Brindle Boar
1 Mold Shambler
1 Faerie Invaders
Mágicas (25)
2 Kodama’s Reach
1 Cultivate
4 Captured Sunlight
3 Mystical Teachings
3 Consult the Necrosages
1 Disfigure
2 Doom Blade
1 Agony Warp
1 Diabolic Edict
1 Echoing Decay
1 Rend Flesh
1 Soul Manipulation
1 Oona’s Grace
1 Rest for the Weary
1 Reclaim
1 Grim Harvest
Sideboard (15)
4 Duress
2 Spore Frog
3 Rest for the Weary
4 Sylvok Replica
1 Relic Crush
1 Grim Harvest

O deck opera com estratégia similar ao antigo Gifts Rock. Ele acelera inicialmente com Sakura-Tribe Elder e Kodama’s Reach, ataca os recursos do adversário com o arsenal de remoções e Consult the Necrosages. As criaturas como Mulldrifter são utilizadas defensivamente, para trocar com as do oponente gerando vantagem de tempo e de cards. Captured Sunlight fornece vida "gratuitamente", mantendo o valor do card investido com remoções, aceleradores ou compras virados.

Quando o caminho está mais "limpo", Mystical Teachings atua como Gifts Ungiven, buscando os cards importantes para o matchup ou para iniciar a estratégia de recursão com Grim Harvest (fazendo o papel do Genesis). Apesar de não ser um formato tão rápido como aquele Extended, os aceleradores são necessários devido ao fato de que as engines principais requerem alta quantidade de mana para funcionar.

Continue lendo!






Leia também

Mol – por quê jogar? – por josé “_zeh_.. 13 comentários / 4,709 visitas
Mythbusters: filtrando o deck com fetch lan.. 32 comentários / 11,687 visitas
Gpsp14 - abertura para interessados em banc.. 2 comentários / 2,417 visitas
Lidando com a raiva para obter vitórias, p.. 26 comentários / 5,417 visitas
O conclave no topo: gw no standard, por sto.. 0 comentários / 2,502 visitas

Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 23/08/2018 09:20
deck top porem cansativo... frita a mente a cada jogada!!!
muito legal só que vc acaba o campeonato com dor de cabeça...kkkk
(Quote)
- 21/08/2018 21:46
deck top porem cansativo... frita a mente a cada jogada!!!
muito legal só que vc acaba o campeonato com dor de cabeça...kkkk
(Quote)
- 14/02/2013 17:12
O Batutinha também escreveu sobre este deck e se baseou neste próprio deck extended também...
(Quote)
- 14/02/2013 16:55

Não cheguei a testar as arrows, mas o Gifts Pauper suporta diversos cards, a ideia foi passar a "shell" no artigo para que cada um adaptasse a ideia ao seu gosto e ambiente.


Os Mulldrifters funcionam bem mesmo sem os locais, porque o deck consegue rampar muitas manas, e mesmo no cemitério caso haja a necessidade de acessar mais cards cedo eles ainda mantém algum valor.

Para ser sincero, nem sabia que esse card existia... Parece interessante justamente com o Evoke do Mulldrifter, e passa a ficar interessante também com Sakura, com Mournwhelk... Hehehe


Obrigado pelo feedback galera, abraços!

(Quote)
- 17/01/2013 15:22
Ja tentou por Angelic Renewal no deck?
(Quote)
- 17/01/2013 15:07

Cara, comigo eles jogaram muito, na verdade, o deck não zicou nenhuma vez .

(Quote)
- 17/01/2013 15:00
Também sinto falta do Arrows. E outra coisa: o Mulldrifter funciona bem sem os Locais? Digo, ele é bem carinho. Rola mana tranquilamente pra baixá-lo ou você baixa mais vezes por 2U só pra comprar 2?
(Quote)
- 17/01/2013 13:29
Como esse deck joga sem SERRATED AROWS? COMO?
É o card mais roubado do pauper...
(Quote)
- 17/01/2013 13:03
gostei muito do deck, parece bem divertido
(Quote)
- 17/01/2013 10:25
Que deck legal, vou experimentar .