Meu primeiro Commander - Kaalia of the Vast

       

Por: OOzaRU em 15/04/13 14:10 | 2 comentários / 1,403 visitas

E ae!
Final de semana aqui em SP, então resolvi pegar meu primeiro commander colocar a lista aqui no blog, afinal eu só coloquei um artigo a um tempão!

Do inicio...
Quando a Wizards resolveu reconhecer e 'oficializar' o formato Commander eu não me interessei logo de cara, não foi algo que me chamou a atenção, era estranho e além do mais eu não conheço muitas cartas antigas então eu estava meio que limitado ao ambiente do T2 com os blocos de Zendikar e Scars of mirrodin, eram os únicos blocos que eu conhecia decentemente... Então soava estranho ter um monte de cartas que não tinham repetições, então como eu iria comprar as cartas que me colocavam em vantagem? Se alguém matasse um das minhas criaturas que podem encerrar o jogo como eu faria para voltar ao jogo??? Quando as listas saíram 90% das cartas eram completamente estranhas para mim, devo dizer que isso não me animou. Seguindo o conselho de um amigo eu escolhi o "Heavenly Inferno", que preenchia o meu pré requisito de fazer criaturas e bater!

Hoje eu ainda o mantenho com a seguinte lista, como é previsível, é uma lista que tem pouco fôlego que possui danos maciços e consegue eliminar oponentes em pouco tempo de jogo, ou num late game pode dar uma volta por cima no jogo e atrapalhar bastante aquele jogador que já esta com o jogo em sua mão.

Criaturas
1 Kaalia of the vast

1 Balefire Dragon
1 Anger
1 Anjo da égide
1 Reya Dawnbringer
1 mother of runes
1 Dragão avérneo atacante
1 avatar of slaghter
1 archangel of strife
1 Bladewing the risen
1 dragão da explosão flamejante
1 Angel of despair
1 Bogardan Hellkite
1 Avacyn, angel of hope
1 shriekmaw
1 oros the avenger
1 firemane angel
1 reiver demon
1 Chancellor of the annex
1 orzhov guildmage
1 Malfegor
1 figure of destiny
1 cacodemon
1 Akroma, angel of fury
1 Baneslayer angel
1 voice of all
1 boros guildmage
1 Basandra, batle seraph
1 Mana-charged dragon
1 Gisela, espadachim dos noite dourada
1 Duegar hedge-mage
1 dragão avérneo de aço
1 Tariel, Reckoner of souls

Mágicas
1 Ambição Crescente
1 Wrath of god
1 Beacon of the unrest
1 renascimento phyrexiano
1 Akromas vengeance
1 Tutor Diabolico
1 Bituminous Blast
1 Master warcraft
1 Path to exile
1 Battle in light
1 Wrecking ball
1 Return to dust
1 terminate
1 orim's thunder
1 Mortify
1 Comet Storm
1 Vow of duty
1 Vow of malice
1 Vow of lightning
1 Stranglehold
1 Soul Snare

Artefatos
1 Sinete Rakdos
1 Sinete boros
1 Sinete Orzhov
1 Sol Ring
1 Cripta de mana
1 Tampo de adivinhação do Sensei
1 Lightning greaves
1 Darksteel ingot

Terrenos
1 Battlefield Forge
1 Sulfurous Springs
1 Cume contaminado
1 Campo contaminado
1 Secluded steppe
1 Fogotten cave
1 Barren moor
1 Terramorphic expanse
1 Arid mesa
1 Bloodstained mire
1 Marsh flats
1 Blood crypt
1 Sacrario ateista
1 Sacred Foundry
1 Orzhov basilica
1 Rakdos Carnarium
1 Boros garrison
1 Bojuka bog
1 Strip mine
1 Command tower
1 Lagoa espelhada
1 Shimering groto
1 Rupture Spire
1 Molten Slagheap
1 Windbrisk Heights
1 Badlands
1 Plateau
1 Akoum refuge
1 Caerne esculpido
4 plains
2 Swamp
3 Mountain

Apesar da Kaalia ter um defeito crucial, ser muito vulnerável, a habilidade dela a coloca num patamar onde ninguém quer ve-la atacando e deixando o seu controlador colador a livre escolha criaturas em campo, sem pagar custo e batendo.

Analisando as criaturas posso dizer que, a grande variedade de anjos, demônios e dragões colocam o deck numa posição incomoda para alguns decks, pois se apoia basicamente em criaturas com habilidade de voar e outras criaturas com efeitos menores, como os guildmages, mother of runes e anger.

A parte das magicas se concentra em remoções e poucas remoções em massa, pois isso afeta o deck também, mas quando estamos na pior que mal tem acabar com a mesa de todo mundo? Os Vows também são muito uteis no mesão, afinal aquela criatura que pode te deixar sem sono vira problema dos outros!

Os artefatos são para acelerar mana, Grevas que protegem a Kaalia e dão alguma sobre-vida a ela.

Quanto aos terrenos procurei misturar a maior gama possível de Lands que geram as cores do Commander, para evitar a falha de cores já que boa parte das cartas tem 2 cores ou repetições de 1 mesma cor, no seu custo.

No geral este Deck me deu grandes jogos, vitórias memoráveis e derrotas incríveis, mas como tudo isso faz parte do Magic, conta mais é a diversão neste formato!

PS: se tudo correr bem esta semana coloco a lista do meu segundo Commander, Geth, Lord of the Vault.






Leia também

Por que commander? 5 comentários / 1,366 visitas

Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 15/04/2013 17:59
anjo da desolação, ataque surpresa, kokusho :p
(Quote)
- 15/04/2013 14:59
Coloca armagedon no deck. Joga Kaalia, armagedon e vorre pra vitória. lol