Magic parou de evoluir?!

       

Por: ArKHaN em 13/08/13 09:19 | 35 comentários / 4,425 visitas

Então, agora de manhã, eu tava lendo sobre a ideia do maximusr4r, sobre um fichario online de magic, provavelmente onde vc postaria sua coleção e/ou cards que gostaria (w/h), e esse seria visualizado como um fichario. Achei muiiiito pira, e dai me veio a mente, pq praticamente nao existe suporte além dos cards para Magic The Gathering.

Se analisarmos bem, pelo menos aqui no Brasil, o magic perde feio pra qlqr card game. Não existe divulgação nas mídias. Eu sou dono de loja aqui na minha cidade, e TODOS os futuros jogadores de card games, entram na loja e procuram por Yu-Gi-OH ou Pokemon.
Seria tão difícil assim fazer uma propaganda de magic.

Ja assisti vários comerciais bizarros, mas pq eles nao passam por aqui?

Outra coisa me incomoda, além das cartas, só existe ou existia (pq eu nunca mais vi), os livros da histórias. Pokemon por exemplo, todo booster que vc abre ou deck, tem um codigo, vc digitando esse codigo online, vc tem acesso aos cards, provavelmente pra poder montar o seu fichario.

Um App que eu achei MUIIIITO louco, é de YGO, deem uma olhada no vídeo abaixo:


Basicamente, o mundo ta evoluindo, mas o magic continua o msm.






Leia também

[report]joinville top8 - food chain - open .. 12 comentários / 3,381 visitas
[report]clc - trapzzerator - 6ª etapa - bl.. 11 comentários / 3,107 visitas
[report]clc - agr00 loam - 5ª etapa - rio.. 6 comentários / 2,868 visitas
[report]clc - elves - 3ª etapa - jaraguá.. 19 comentários / 4,544 visitas
[report]clc - landstill - etapa 1 - joinvi.. 13 comentários / 3,239 visitas

Favoritos

A Contagem Argiviana (Atualizado em 30/07/201..

Por: SilverGreen - 181 comentários / 61,541 visitas

Personagens de Miragem

Por: Arconte - 2 comentários / 4,322 visitas

As Publicações de Magic (Livros, ebooks e H..

Por: SilverGreen - 7 comentários / 6,042 visitas

Unpacking mini-lote

Por: Arconte - 6 comentários / 4,319 visitas

Unpacking assinada

Por: Arconte - 6 comentários / 3,961 visitas

Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 03/09/2013 16:53


kkkkkkkkkkk metáfora foi foda....
:)

(Quote)
- 03/09/2013 15:04
Cara,
acho a discussão mais do que apropriada, sobretudo pq o apelo dos outros 2 TCG q vc (autor do texto) citou é muito maior. Não li os comentários, por isso corro o risco de ser repetitivo.
Então, eu acredito que esse apelo funciona no curto prazo, nesse processo de "iniciação" no mundo de um TCG. Contudo, no médio e longo prazo, MTG é indiscutivelmente superior, pq tem sempre algo novo de 3 em 3 meses. Sempre tem novidades, em que pese não serem necessariamente "comerciais". Ou seja, no curto prazo, pra um logista, pokemon e yugioh vale mais apena, pq tem um apelo maior, tem um "custo de entrada" menor, ou seja, é inicialmente mais fácil de se jogar. Contudo, no médio e longo prazo, essas novidades não cativam mais quem já é iniciado, apenas os neófitos. Já o MTG continua cativando quem já está dentro desse mundo.
É por isso que não concordo com sua afirmação. Na verdade, creio que ela deva ser relativizada, ou seja, se se pensar no curto prazo, pokemon e yugioh são "melhores". No entanto, no médio e longo prazo, mtg é mto superior. É por isso que eu digo sempre: mtg é auto-sustentado e os outros 2 precisam de espasmos. Se vc é um pequeno ou micro empresário, não pense só no curto prazo, pq quem assim pensa está fadado ao "falecimento" (qse 30% das micro e pequenas empresas, no Br, entram em falência até o 2º ano. E pra mim, esse raciocínio de curto prazo explica mto).
(Quote)
- 03/09/2013 11:50


Só pra constar, eu acho o site da Wizards CONFUSO e nunca consigo achar nada lá. Por várias vezes me salva saber o termo de algo que estou procurando e o Google localizar a página lá dentro para mim. Só para exemplificar, o Event Coverage, podendo selecionar a data para ver os decks vencedores do MOL, não sei achar, só sei o What's Happening do dia, um caminho nada a ver. Os antigos que preciso consultar tenho salvo.

Acho isso péssimo. Os menus são ruins, nada tem lógica, sequência, nada... Se eu que sei o que to procurando, tenho excesso de dificuldade para achar, imagina um novato...

(Quote)
- 14/08/2013 09:42
YuGiOh era até mais caro do que magic. A diferença é que a Konami é maluca e vira e mexe lança reprint das cartas, abaixando o preço de 300 dólares pra 12. Só que quem quer jogar o competitivo, tem que pegar a carta cedo, e não esperar por reprints...
(Quote)
- 14/08/2013 08:33

Pessoalmente eu acho bacana quando tem algo diferente em pre releases e afins, nem que seja algo simples como foi em Dragon's Maze. Adoraria poder jogar um pre release em 2HG, por exemplo (a wizards deixa, mas loja nenhuma faz).
Esse app, por exemplo, eu baixaria (se olharia para ele mais que 3/4 vezes não sei, mas pegaria)
Mas sério que um deck de pokemon sai uns 300 reais? Que inveja =/. Apesar que YuGiOh dizem ser tão caro quanto magic pra montar.

(Quote)
- 13/08/2013 21:54

Eles tem uma divulgação maior em outros setores, tipo mídias sociais, magic é praticamente não presente, ads em sites quaisquer, tipo temos na ligamagic das lojas parceiras, eles podem fazer de diversas maneiras, só que o Magic continua no boca-a-boca e na base da amizade. O twitch tv até ajuda, mas depois dali não há muita coisa que atraia um iniciante, tu vai achar o site da wizards que não é convidativo, sites de artigos que são longe de uma ajuda pra um iniciante...

dá pra mudar muita coisa, na minha humilde opinião

(Quote)
- 13/08/2013 20:37
Então, só que yugioh e pokémon também não possuem divulgação na mídia sobre os cardgames. É algo meio óbvio que os jogos que surgiram com o suporte dos desenhos tenham um público maior, é só ver quantos aqui não compraram um gameboy e um cartucho do pokémon pra jogar logo quando começou o desenho.
Porém isso não é determinante para trazer novos jogadores. Eu vejo que só explicar o game para a pessoa não é o suficiente, até porque são muitos detalhes no Magic, principalmente com criança e adolescente.
Um comercial veiculado em rede aberta, ou paga contribuiria sim para o jogo.
(Quote)
- 13/08/2013 19:41
galera, se houvesse uma produção que correspondesse à demanda, tudo bem, incluir uma galeeeera, mas, do jeito que é, no Brasil seria o caos; subiriam os preços das cartas, boosters e boxes. Eu sempre sonhei com a popularização do Magic, mas hoje, duvido um pouco que fosse uma boa coisa. O que me chateia é as pessoas não conhecerem, nunca terem ouvido falar, isso eu acho uma mancada da Wizards. Uma viagem aqui:
Se a cada 1 jogador, vendesse-se 1 box/mês, e considerando que vc queira uma mítica que vem a cada 2 boxes, precisaríamos que, em cada 8 jogadores, nenhum deles estivesse querendo a mesma carta e assim vc poderia montar um set. Às vezes, temos uma certa ilusão de oferta/procura, pois no caso da raridade, ela influencia de maneira negativa o mercado. A procura sempre se potencializará em relação à oferta.

Resumindo, para quem quer competir, mais jogadores = preço maior, para quem quer diversão, mais jogadores = mais público para se divertir.
(Quote)
- 13/08/2013 18:35

chifre detected

(Quote)
- 13/08/2013 16:48

Concordo totalmente. O jogo é SIM muito grande, mas tem potencial pra ser maior ainda: uma amiga minha disse que na espanha já viu propaganda de magic na TV. Pode ser besteira pra quem já joga, mas desperta a curiosidade dos mlks que acabam assistindo.

Além do comercial, eu sempre me perguntei pq a Wizards nunca pensou em uma adaptação pro cinema. A história de Dominária renderia um bom filme e, se REALMENTE bem dirigido, podia deixar de ser investimento e até ser um lucro por si só pra empresa. Isso sem nem contar os novos jogadores que poderia trazer...

"Mas o público alvo é a galera cabeça, elitizada, com doutorado e PHD" - concordo que uma empresa tem de definir um público alvo pra delinar o design de produtos, mas com magic isso é ainda mais fácil: magic não tem que desenhar diferentes cartas pra diferentes consumidores, como é uma indústria de carros por exemplo. E reparem que MUITAS montadoras tem suas marcas de luxo e marcas populares, simplesmente pq ignorar é um mercado é uma decisão muito estratégica ooou muito burra. A wizards pode investir em propaganda e formatos casuais (para os mais novos) e em campeonatos mais competitivos e coisas "retrô" para o público conservador.

(Quote)
- 13/08/2013 14:07

Então, foi basicamente isto que eu quis dizer.

Então, acho 2 pontos falhos, pelo menos pelo que eu pude observar aqui na loja.
1) O público de YGO daqui por exemplo, é bem crescidinho. Eles cresceram mas não abandonaram o jogo.
2) Todo mundo sabe q quem da lucro pra loja, é jogador novo, aquela piazada que guarda R$ do lanche pra comprar booster, como fazíamos antigamente.

Então, o jogo PRECISA de carne fresca, e eu acho que a Wizards peca muito nisto. Poderiam fazer mais comerciais, filmes, ou APPs toscos como esses!

(Quote)
- 13/08/2013 13:48
Magic já é popular, no sentido de ser disseminado. Porém, há os que querem que Magic seja um jogo mais acessível a classes mais baixas. Quanto a isso a Wizards está certa, um jogo muito barato poderia prejudicar ao invés de ajudar a evoluir o mesmo (por exemplo, pra que colecionador?). Além do que Magic é bem acessível a países desenvolvidos, maior alvo da Wizards. O que sugiro é que procuremos aumentar o poder de compra do brasileiro, ao invés de empobrecer Magic como jogo.
(Quote)
- 13/08/2013 13:44
Se a mina gostosa não tivesse amigas bonitas, somente um homem sairia feliz!

Público-alvo aumenta... Eu sei que a parábola foi ruim, mas poxa neh...
(Quote)
- 13/08/2013 13:27

tb nao entendi nada.
kkkkkkkkkkkkk

(Quote)
- 13/08/2013 13:02

???????????????????????????????????????

(Quote)
- 13/08/2013 12:45
Ilustrando:

Você está saindo com uma mina gostosa.

Você descobre que ela tem amigas muito bonitas também, mas você só tem interesse nela.

Outros homens vão sair com as amigas dela (ou com ela também).

No fim, mais de um homem sai feliz!
(Quote)
- 13/08/2013 12:37
Duas coisa tornariam o magic mais acessível em terras tupiniquins IMO:

1º premiação em dinheiro nos champs, as vezes é frustrante abrir 5 booster e não pagar nem a inscrição do champ :(

2º coverages bacanas, nos moldes da Starcity e afins, sei que é caro mas talvez isso motiva-se mais os player a participar dos champs.
(Quote)
- 13/08/2013 12:34

Eu conheci o Magic quando estava na 5ª série. Vi meus colegas jogando, tentaram me explicar, achei muito complicado e fui jogar Pokémon, que era o que eu assistia todo dia na televisão, era mais fácil e bem mais divertido. Magic era muito complicado, muita regra, virar, desvirar, manutenção, combate, blablablá...

No 2º colegial me apresentaram novamente o jogo e toda aquela complexidade parecia ter desaparecido, ou melhor, a complexidade deixou o jogo mais divertido que Pokémon e Yu-Gi-Oh, e desde então não parei mais de jogar.

(Quote)
- 13/08/2013 12:32

Não... a garotada cresce e ae começa a jogar magic...
é esquisito mas é por ai msm! embora a maior parte dos players tenham começado ainda muito jovens, eles so passaram a investir msm e jogar magic de fato qdo puderam ter grana!
um tempo atras teve ate uma polemica depois que o maro disse q o publico alvo do jogo eram pessoas mais velhas e com condições de investir nos decks... enfim, so à isso o fato de q essas pessoas tem interesses mais adultos e verá q realmente n tem pq inventar mta csa! claro, um app como esse do iuguiow é legal, e mta gente ia baixar pra poder ver aquele garruk 3d, mas depois de 1 semana ele ia pro lixo! por outro lado, um filme ambientado em dominária com classificação etária de pelo menos 16 anos seria muito mias atrativo!

(Quote)
- 13/08/2013 12:31



Concordo com muitas opiniões aki.
Vejo que muita coisa melhorou, mas ainda há muito o que melhorar.
Pro Magic, falta apenas buscar absorver o público-alvo mais novo e parar com frescura em
reprintar os cards. Sempre falo: Pra que elitizar o jogo, se podemos popularizar?




(Quote)
- 13/08/2013 12:21

como você monta um deck competitivo com 300 reais de pokemon se os pokemon ex e algumas cartas de treinador staples do jogo custam de 50 pra cima e tu usa no mínimo umas 10 destas cartas?

A vantagem do pokemon é que eles não tem esta viadagem com reimpressão de cartas pros jogadores, tipo o mewtwo ex que era um absurdo e imprimiram numa caixa que vinha com 1 dele e abaixou bastante o preço ou o catcher que reimprimiram em outra edição.

(Quote)
- 13/08/2013 12:20
Magic nao precisa disso
ele por si-só e o pai de todos o senhor dos senhores
a hora do brasil vai chegar
jogo magic des de 6º e vi muitas melhorias
contava-se nos dedos lojas, juizes e jogadores
hoje
todo canto tem!
entao
por que vc mesmo nao faz sua propaganda e estimula esse povo jogar jogo de HOMI!
(Quote)
- 13/08/2013 12:16
"O público de magic não é esta garotada"

Então o jogo está fadado ao fracasso a médio prazo, sem colocar esta "garotada" dentro do jogo, não há renovação e sem renovação o jogo morre! E creio que a maioria aqui era uma garotada quando começou a jogar, seja por causa dos desenhos, histórias, cartas ou o mistério do jogo.

Os pontos do Arkhan são totalmente válidos e poderiam ajudar a melhorar o jogo.

(Quote)
- 13/08/2013 12:07

Obrigado não havia percebido isso, GG close topic...

Acho engraçado essa gente que assume que magic é somente Brasil.. no Brasil é onde você é obrigado a lançar uma grana absurda para jogar qualquer formato, la fora a história é outra. Eu entrei de cabeça quando joguei portal second age e achei incrivel como as cartas representavam bem a questão de batalhas medievais, cards bacanas, habilidades interessantes, feitiços legais.. E eu acredito que magic esta buscando isso. Innistrad foi um bloco muito legal, a idéia de lidar com vampiros e lobisomens ficou bem legal.

Theros será totalmente voltada para a questão de monstros e heróis gregos o que também é muito rocks!

Mas uma coisa eu realmente não entendo, se é coisa de moleque ver desenho e assistir a vídeos (claro que jogar cartinhas é um hobby super maduro), qual a ideia da wizards com esses archievements? Eu não vi graça alguma com isso, e prefereria vídeos, HQ´s, livros, filmes, o que eu julgo mais condizente com a nossa faixa etária.

Mas enfim, quem é que aqui tem um projeto de garagem que virou sucesso mundial e se mantém a 20 anos? =p

(Quote)
- 13/08/2013 12:00
Sem contar que a última grande inovação ( o commander) pelo menos na minha cidade está fazendo muito sucesso.

Eu mesmo parei de jogar outros formatos e cada vez mais estou nesse mundo das 100 cartas.

Magic é um jogo com muito tempo de mercado. Acho muito difícil "acabar".

Lembro bem de quando comecei a jogar no intervalo da escola...era no bloco de odisseia. Ninguém conhecia as mecânicas direito, ninguém conhecia as cartas direito. Quase todo mundo tinha o velho deck monogreen menininho com 4 vormes espinhosos. Fiquei um tempo sem jogar e voltei recentemente em mirrodin sitiada. A história é outra... Magic é pra quem sabe pensar..Criancinhas não sabem pensar da mesma forma que nós. Por isso jogam pokemon, que é um jogo fácil e sem muita interação.
(Quote)
- 13/08/2013 11:44

(2)

(Quote)
- 13/08/2013 11:23

Justíssimo! Magic é um jogo cujo custo é mais alto que os outros TCG e, por isso, é um jogo da galera mais velha. É só ver o perfil do pessoal que joga nos FNM da vida... é gente que trabalha, tem sua grana, no mínimo faz faculdade. Além disso tem as regras e esse lado competitivo, ranking dos PWP. É um jogo de perfil mais adulto.

(Quote)
- 13/08/2013 11:07
Os codigos do pokemon que vem nos buster, te dao bosters no pokemon online, pra vc montar deck, pra treinar, a ideia do pokemon é jogue o jogo, compre os cards, e vc terá as cartas tb online....

no magic nao, o mol da mais grana que o irl com certeza absoluta, e realmente é uma tendencia, o mulekinho de 6 7 8 anos começa jogando pokemon, quando tem 12 para e joga yug, quando ficar mais velho com 17 18, ele vai pro magic naturalmente, pq o magic por si só é um jogo muito mais atrativo......

tem coisa que nao precisa de propaganda.....

e tem outra com 300 reais, vc monta um deck de pokemon ultra competitivo, e nao compra nem lands de um deck de magic, magic nao é pra mulekadinha.... com certeza
(Quote)
- 13/08/2013 11:01
Magic é a pesada, yu-gi-oh e pokemon são apenas drogas de entrada.

faz bastante tempo que já existe um serviço de fichário online, aplicativo do Facebook, só procurar por MTG Tradebook, não sei se vai pra frente ou não. falta recursos como importação/exportação como lista e linguagens mas da pra usar:


http://www.mtgtradebook.com/binder.php?id=409#
(Quote)
- 13/08/2013 10:48
Eu concordo com o Teddy quando ele se refere a ser muita frescura, isso não me agrada. No entanto, a gente tem que pensar mesmo em renovação, o público de MTG, como ele mesmo disse, não gosta desse tipo de coisa, só que este também está envelhecendo. E a "garotada", está indo para outros cards game, e, provavelmente, quando estiverem mais velho não vão sair da sua escolha por já terem investido de mais, terem uma comunidade ativa e saudável, para mudar para outra possivelmente em crise e em uma decrescente. Eu mesmo, posso me considerar um jogador novo, mas só procurei magic porque tive contato com o jogo quando eu estava na 8ª série e via meus colegas jogarem no intervalo, porque sinceramente, antes de comprar o jogo de cartas físico, eu tentei jogar o Duels of the Planeswalkers, achei uma merda, limitado e chato.
(Quote)
- 13/08/2013 10:22

Exato, o público do Magic não é essa garotada.

(Quote)
- 13/08/2013 10:14
Ao contrário, Magic evolui a cada ano. Porém, muita gente só vê o que lhe convém, e por isso dizem polêmicas indissolúveis.
(Quote)
- 13/08/2013 09:43
Achei legal, mas não achei nada demais. :-p
(Quote)
- 13/08/2013 09:37
Até pode ser, mas aiii vc pensa no seguinte.
Vem uma garotada querendo aprender a jogar card games.
Aiii, vc da 2 opções: magic, mostrando os cards e explicando o jogo, e YGO, mostrando o anime e mostrando os cards com seu celular.
Qual card game q vc acha q a garotada iria optar por começar a jogar?!
(Quote)
- 13/08/2013 09:31
Já foi comentado aqui na Ligamagic que o público do Magic é bem diferente do pessoal que procura por Pokémon e Yu-Gi-Oh, então é até normal ele não ter tanto apelo com coisas "bobas" que é mais a galerinha que curte.

A negada aqui na Liga reclama quando tentam inovar em um Pré Release com desafios e tals, acha babaca digitar um código no PWP Points pra liberar um achievment, não liga para as histórias (que são postadas toda quarta no DailyMTG)... Não tem motivos para a Wizards investir nisso tudo.

Já temos Duels of the Planeswalkers que é responsável por trazer uma grande quantidade de novos jogadores, então o resto seria apenas luxo. É difícil começar a jogar aqui no Brasil por motivos sempre postados nos tópicos (preço, material, custo de campeonato, etc...), mas lá fora o mundo é completamente diferente.

O app que você postou é realmente animal, mas ninguém que eu conheço se interessaria em ficar vendo as cartas desse jeito. Se eu tivesse na 8ª série e jogasse no intervalo das aulas, sim, mas atualmente, não.