MagicArte: Goblins - Perfil de Jogador Aggro

       

Por: Magic_Sharingan em 25/08/14 13:44 | 6 comentários / 1,548 visitas

Fala galera!

Pra essa segunda parte, eu venho tentar definir qual o perfil que você deve ter pra poder dominar o deck. Por que não adianta você ter um deck montado finalizado, se esse deck não combina com o seu estilo de jogo. Meus amigos falam que o deck de magic tem sim um pouco da nossa personalidade e isso com certeza interfere nos nossos resultadados. Será que você tem esse perfil?? Se não, confere ai o que precisa saber!


Perfil de jogador aggro

O jogador aggro, tem um tempo de jogada mais acelerado. Ele quer o efeito imediato a cada carta lançada, buscando fazer com que seus recursos agridam o oponente ao invéz de simplesmente se defender para tentar um grand finale, ou seja, é o cara com a menor paciência. Jogadores aggros tem o dever de forçar o oponente a fazer erros, pois a pressão que você coloca na mesa, força o oponente a sair da zona de conforto te dando alguma vantagem. Uma das principais características de um jogador aggro é saber punir as jogadas do oponente. E alem de punir os erros do oponente, um jogador aggro deve ter sempre em mente a quantidade de dano que pode causar, antes de efetivar a jogada. Já que morte por dano será sempre sua Kill Condition.

O dano Maximo que pode ser causado, é calculado em três tempos:

Quando o oponente não tem recurso para responder: aqui é calculado o dano total que pode ser causado. Ter esse numero em calculado é importante, pois é essa a jogada máxima para ser feita, por isso deve ser usada como padrão para cada jogada diferente dela, como forma de avaliar se a jogada feita será boa ou ruim. O dano total sempre muda de acordo com as cartas que você compra e com o estado do jogo. Então deve sempre ser sempre recalculado.

Quando o oponente tem um problema em jogo: aqui não se pode pensar na quantidade de dano, mas sim, em como resolver esse problema. Geralmente o dano Maximo fica para outra hora e damos atenção ao problema. Basicamente, enquanto o problema está em jogo, você não consegue buscar a recompensa, ficando impossível crescer ou retomar o Clock. Tarmogoyf e Batterskull são exemplos clássicos de problemas a serem resolvidos para os goblins.

Quando o oponente tem um problema em jogo e pode (ou não) ser contornado: aqui poderíamos destrinchar em mais 2 partes. Mas como dizem "o que não tem remédio, remediado está" não precisamos perder tempo com o problema. Simplesmente devemos ignora-lo e partir com o que tem, sempre buscando o dano Maximo. Progenitus e Emrakul se encontram nesse tipo de problema, onde a única solução é "Matar na Volta", portanto ignoramos o problema e buscamos esse turno de kill. As vezes, um Batterskull turno 3 também é enjoado, mas você tem 20 pontos de vida e geralmente essa é a única Kill Condition daquele tipo de deck. Sendo assim são 5 turnos para você procurar uma resposta e por se tratar da UNICA Kill Condition você consegue administrar bem a partida após remover o problema.


Muitas das vezes as vitorias de decks aggro está bem a frente e a única coisa que se deve fazer é ir lá buscar. Por isso calcular certo o dano, é fundamental. Sabendo disso, é só não desistir, porque mesmo que o oponente tenha 7 cartas na mão, se ele ele tiver 3 pontos de vida... Raio mata!

*Uma das coisas que me fez decidir em colocar o nome desse blog de MagicArte: Goblins, é que pra jogar de goblins você sempre terá que estar disposto a sair da sua própria zona de conforto para buscar uma recompensa maior. E você tem que ter em mente que por jogar de aggro, você pode e deve agir assim, porque diferente de qualquer outro arquétipo (combo ou control) você não será tão punido pelos seus erros.

Esses pra mim são os pontos fortes que todo jogador aggro deve levar pro seu game. E assim eu encerro o Blog de hoje... Goblins, bater em retirada!!






Leia também

Magicarte: goblins - artefatos 8 comentários / 3,755 visitas
Magicarte: goblins - terrenos (parte 2) 7 comentários / 2,140 visitas
Magicarte: goblins - terrenos (parte 1) 7 comentários / 2,774 visitas
Magicarte: goblins - mão inicial e etapas .. 7 comentários / 1,704 visitas
Magicarte: goblins - conceitos e vocabulár.. 9 comentários / 1,827 visitas

Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 28/08/2014 18:30
Só orgulho esse bródis ae.
(Quote)
- 27/08/2014 21:54
"jogar de goblins é uma arte ^^".
(Quote)
- 26/08/2014 08:30
Curti. Gosto muito de jogar de Aggro. Declarar a "Murro fase" e virar todos os bichinhos como se não houvesse amanhã kkkkk.
(Quote)
- 25/08/2014 20:08
Muito bom.
Continue.
(Quote)
- 25/08/2014 19:45
Muito bom!!!Parabéns!!
(Quote)
- 25/08/2014 19:21
Poxa, essas dicas são fundamentais tanto para jogadores de aggro quanto o restante, é importante quando se joga contra jogares com essa "dificuldade" identificca-lá e usa-lá em seu favor....já ganhei muito jogo (CONTROL)em que o cara contou 20 e deu 19 de dano e virei no outro turno....
Parabéns pelos textos, cada vez melhor cara....
:D