Análise/Reporte de GPT Santiago - Selado/Draft de KTK

       

Por: memnarch em 17/10/14 03:30 | 2 comentários / 1,205 visitas

Olá! Sou Rafael Silva Willians, Juíz de Magic the Gathering - nível 1, e venho falar sobre um reporte de um Grand Prix Trial que joguei há duas semanas em São Paulo, com algumas sugestões na montagem dos decks ou efetuar picks (escolhas de cards) no Draft.
Este é meu primeiro artigo, então pode ser que eu esteja equivocado em alguns aspectos, porém esteja livre para discordar de algum ponto deste artigo. Vou explicar a perspectiva que tive do campeonato e alguns motivos para eu chegar até a final. E algumas dicas de como você também ir bem no formato.


Introdução

O formato foi de Selado/Draft de Khans of Tarkir.
Neste campeonato fiquem em segundo lugar. Perdi na final, porém aprendi muito com este campeonato. E gostaria de compartilhar a vocês.

Em resumo, o Deck Selado é o formato em que os jogadores recebem 6 boosters lacrados e montam o deck com os cards recebidos nos boosters. Em torno de 50 pessoas jogaram seis rodadas de selado. Conforme resultados nas partidas, é feita a mesa com os 8 melhores.
No formato Draft cada um recebe 3 boosters, abre 1 de cada vez, retira apenas 1 card daquele booster e passa adiante para o próximo jogador. Sucessivamente até todos terem escolhido todos os cards. E com estes cards montam o seu deck.

Para chegar até a final de um selado, não é nada fácil. Ainda mais que Khans of Tarkir é uma edição com fatias (wedge) de cores, ou resumidamente, há cards com combinações de 3 cores, tendo também cards de 2 cores, ou com habilidades de uma segunda cor de mana.
Irei explicar agora o que observei no GPT e como pude chegar lá.


Metagame (Sim! Há metagame no selado)

Antes de montar o deck, percebi alguns jogadores montando seus decks, para logo depois decidir o que usar no meu deck.
Vi que houve maior incidência de decks Mardu (vermelho, branco e preto) e Abzan (branco, preto e verde), apesar de que vários jogadores estavam montando com outros clãs ou com 4 cores. Pode inicialmente parecer estranho, porém é totalmente possível montar com 4 ou 5 cores neste formato.

Os boosters de Khans of Tarkir tendenciam para se montar um deck selado de 3 cores, no mínimo. Há uma frequência um pouco menor em cards mono coloridos do que em outras edições. E há uma maior frequência de cards multicoloridos e de mana fixing nos boosters, que possibilitam utilizar mais que duas cores facilmente.
Caso pense em montar um deck selado de apenas duas cores, pense duas vezes. Pois você poderá ter carência de cards que estão em uma terceira, quarta ou até quinta cor. Isso com certeza irá depender dos cards que você recebeu. É necessário utilizar mais de duas cores, pois normalmente em boosters você acaba tendo que utilizar cards com cores diversas, para fazer frente às criaturas no ambiente.
Depois irei mostrar minha lista do GPT e explicar mais sobre usar mais cores.


Decks no GPT

O pessoal gosta de montar selados de Mardu e Abzan! Talvez pelo desempenho que decks com essas combinações tiveram nos Prereleases. Porém há um outro motivo.
As melhores remoções, entre as comuns e incomuns, estão na cor Branca, seguida de Preto e Vermelho.
Cards como kill Shot, Smite the Monstrous, Debilitating Injury, Throttle e Bring Low são alguns exemplos de cards que bem frequentemente apareceram nas pools dos jogadores.
Quanto às criaturas, não sei dizer ao certo, pois há criaturas boas em todas as cores e clãs. Criaturas com Outlast ou com resistência alta são boas no ambiente, pois há de certa forma uma escassez de remoções efetivas de 1 a 3 manas entre as comuns e incomuns. Não há Lightning Strike ou Doom Blade, por exemplo. Porém não significa que não possa ser possível jogar de Aggro, só com criaturas pequenas. Isso irá depender de cada pool.
Chamo a atenção das criaturas com Outlast, que são boas até no late-game. Se estiver jogando com pelo menos uma das cores de Abzan, utilize o máximo que puder de criaturas com essa habilidade.

Possíveis tendências nas builds:

Mardu RWB

Se montarem deck Mardu, geralmente é Aggro. Não há muito segredo. Criaturas pequenas, finishers (criaturas grandes) para o late-game, remoções e pronto.
Como há criaturas comuns e incomuns com resistência alta, pode ser necessário ter criaturas com voar.


Sultai BGU

Vi decks Sultai Midrange ou Control, com criaturas de resistência alta (Sidisi's Pet, por exemplo), criaturas com Outlast e remoções.
Como kill condition, utilizam normalmente criaturas com voar ou criaturas maiores. Ou até mesmo um Villainous Wealth.


Temur GUR

Decks Temur no selado normalmente são Aggro ou Midrange, com criaturas maiores com Morph ou conjurando no custo normal. Como remoções, utilizavam cards que funcionavam com o Ferocious, como o Savage Punch, mas no azul há o Crippling Chill, que pode ser usado também em decks Jeskai. Ou cards de burn na cor vermelha, como o próprio Bring Low ou Arrow Storm.


Jeskai URW

Decks Jeskai possuem maior número de criaturas com menos de 4 manas. Por não haver muita frequência em remoções, infelizmente o Prowess não pode ser muito buildado em torno, ao menos que você tire 3 Bring Low, Jeskai Charm e Crippling Chill!
Mesmo assim, não é uma habilidade ruim. Leve em conta que você poderá ter dificuldades contra criaturas maiores, como um Glacial Striker ou Abzan Guide.
Utilize algumas criaturas maiores, criaturas com Outlast e Prowess, com voar ou não, e utilize alguma mágica para truques no combate, como Feat of Resistance ou Winterflame. Porém não esqueça de considerar as fatties (criaturas maiores) no late-game. Use criaturas ou remoções que possam tirá-las da mesa. Singing Bell Strike por exemplo é indispensável, caso tenha recebido na pool.


Abzan WBG

Outlast, mais Outlast e Abzan Guide. É possível montar um Aggro, porém observei no GPT mais um Midrange, com Outlast e algumas fatties e ótimas remoções.
Não tem muito segredo. Era só atacar um pouco, defender, fazer uma criatura com voar ou uma 5/4 ou maior e atacar.


Splash para ter quatro ou cinco cores

Para quem não jogou deck selado desta edição pode achar estranho, mas é totalmente comum o deck ter quatro ou cinco cores. No selado, é comum receber de 5 a 8 cards de mana fixing ou mais (cards que geram mais de uma cor de mana, como Mystic Monastery ou Sultai Banner).
Vários decks no GPT foram de três cores, com splash para mais uma cor apenas. Pouquíssimos jogadores montaram com cinco cores.


Deck montado e decisões tomadas

Segue a lista do meu deck e sideboard. E já antecipando, é com 5 cores:

GPT Santiago - Sealed
1357 visualizações
17/10/2014
R$ 13,46
R$ 35,59
R$ 103,06
1357 visualizações
17/10/2014
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (15)
1  Encarnação da Primavera 0,02
1  Lança Veloz do Monastério 5,31
1  Aviano Pena Gélida  0,10
2  Batedor do Vento Jeskai  0,08
1  Urso Pardo Alpino  0,05
1  Altas Sentinelas de Arashin  0,25
1  Bradador de Guerra Mardu  0,04
1  Esquadrão Tiro-longo  0,08
1  Tecedora de Névoa-ígnea  0,09
1  Surrak Garra de Dragão    4,40
1  Espreitador Glacial  0,05
1  Mandris Estridentes  0,10
1  Ancião do Lago de Pérolas   0,49
1  Loxodonte Lanoso   0,05
Mágicas (6)
1  Rajada Gélida  0,15
1  Murro Selvagem  0,08
1  Amuleto Temur   0,10
1  Despertar o Urso  0,08
1  Levar ao Chão  0,05
1  Explosão de Duna    0,20
Artefatos (1)
1  Estandarte Mardu 0,08
Encantamentos (1)
1  Golpe do Sino Cantante  0,08
Terrenos (17)
1  Bivaque da Fronteira0,25
1  Cordilheiras das Cascatas0,05
1  Desertos Calcinados0,05
5  Floresta0,00
4  Ilha0,00
1  Monastério Místico0,25
2  Montanha0,00
1  Pântano0,00
1  Planície0,00
40 cards total

Sideboard (16)
1  Arco Perfurador de Corações 0,04
1  Demonstração de Resistência  0,04
2  Naturalizar  0,03
1  Amuleto Abzan   0,13
1  Cancelar   0,03
1  Soar da Trombeta  0,04
3  Tiro Mortal  0,07
1  Chute Veloz  0,05
1  Arqueiro de Sagu  0,04
1  Brigada Dorso de Pônei    0,05
2  Efrite Mestre de Armas    0,06
1  Guia Azban    0,04




Decisões


Avaliar set, possíveis remoções e possíveis bombas no formato

Avalie toda a edição, faça testes com boosters ou pela internet mesmo. Analise também os cards comuns e incomuns e quais as melhores remoções no formato. Observe também como os jogadores próximos estão montando seus decks.
No GPT analisei as possíveis bombas (cards fortíssimos no formato) que jogadores próximos tiraram e vi que Sagu Mauler, por exemplo, pode ser quase impossível de destruir. O late game de algumas partidas pode ficar travado com muitas criaturas em cada lado da mesa. No momento vi que com uma quantidade um pouco maior de criaturas grandes e remoções globais poderiam fazer a diferença.
Observei que muitos decks não faziam criaturas até o terceiro turno, sendo esta criatura possivelmente um Morph. Os drops 3 e 4 foram muito utilizados.
Concluí que precisava de um early-game e mid-game regular e um late game muito forte.


Saia da zona de conforto!

Não gosta de jogar de determinada cor? Entenda a sua pool e desconsidere qualquer preferência pessoal. Se aquela cor estiver melhor que as outras, jogue. Se com 3 cores o deck está razoável, mas alguns cards bons estão com outras cores, reavalie o que você recebeu.
Vejo muitos jogadores com decks Mardu ‘’porque gosta’’, mas desconsidera os cards verdes e azuis e uns 2 Savage Knuckleblade que tirou.
Por isso separe as criaturas das remoções, separe também por cor e analise pelas criaturas primeiro quais são as melhores cores. Depois avalie as remoções.
Um exemplo no meu side que tirei 3 kill Shot. Imagina-se que poderia ser possível jogar com branco por ter tirado 3 desta ótima remoção, porém tirei muita pouca criatura branca e praticamente nenhuma boa, que justificasse usar mais o Branco do que outras cores.


Splash no deck para incluir bombas (contrassenso)

Quando jogamos um prerelease de Magic2015, por exemplo, normalmente montamos decks de duas cores, dificilmente com splash para uma terceira cor. Quando você tira aquele card raro forte, mas a cor está com poucos cards bons, pode não ser viável fazer splash para ele.
Em Khans of Tarkir, como havia muito mana fixing nos meus boosters, decidi fazer o contrário. Separei as bombas dos outros cards e decidi quais poderiam preencher certas lacunas do deck.
A minha pool estava melhor para um deck Temur (GUR). Porém Duneblast é absurda e poderia suprir minha necessidade de remover uma ou mais criaturas com custo alto do oponente, ou limpar a mesa de criaturas 1/1 e 2/2.
O card High Sentinels of Arashin é um dos melhores voadores da edição. É uma excelente kill condition, com alta resistência e uma habilidade muito forte no late-game.


Usar os terrenos certos

Eu recebi pouco mana fixing, porém utilizei praticamente todos. Segue a lista.
Terrenos: 17
1 Frontier Bivouac
1 Mystic Monastery
1 Scoured Barrens
1 Swiftwater Cliffs
4 Island
1 Plains
1 Swamp
2 Mountain
5 Forest

Artefato para Mana Fixing: 1
1 Mardu Banner

Pode parecer um erro, porém foi uma excelente decisão esse splash. Achei o número 17 perfeito para terrenos, com pelo menos 1 ou 2 artefatos para ajudar na mana.
Como há mais cards Verde e Azul no deck, priorizei estas manas, e ajustei para ter mais mana Vermelha do que Branca e Preta.
Fiz uma conta para ajudar a fazer esse ajuste.
Para isso, conte quantos símbolos de mana há nos custos das mágicas do seu deck. Neste exemplo eu apenas considerei o custo para conjurar.

No meu deck ficou a seguinte conta:
WBranco: 2
UAzul: 12
BPreto: 1
RVermelho: 5
GVerde: 11



Depois, ajustei para que os terrenos gerem de acordo e para que gerem o máximo possível para cada cor. Contando quantos símbolos de mana meus terrenos possuem, ficou o seguinte resultado:
WBranco: 3
UAzul: 7
BPreto: 2
RVermelho: 5
GVerde: 6

Agora, contando com o Mardu Banner:
WBranco: 4
UAzul: 7
BPreto: 3
RVermelho: 6
GVerde: 6

Se fosse hoje, com certeza aumentaria em pelo menos 1 essa contagem na cor verde e/ou no azul. Utilizei uma Montanha a mais, por causa do Swift Kick, Efreet Weaponmaster e Trumpet Blast no side. Porém felizmente não sofri de falta de mana em nenhum momento.
As partidas que perdi foram de forma comum, por decks aggros, fortes em todos os momentos do jogo e remoções oportunas ou por situações melhores de jogo dos oponentes no late-game.
Em 6 rodadas, tive 4 vitórias e 2 derrotas.
E então começou o TOP8!



Draft


Decisões tomadas no GPT

Cometi muitos erros no Draft. Escolhi cards de determinada cor no primeiro booster, porém de outras cores nos boosters seguintes. Houve de certa forma uma escassez de remoções. Mas na verdade os primeiros picks de cada oponente eram de remoções. E eu fiz o inverso. Escolhi criaturas primeiro e remoções depois.
Além disso, quando necessitei de mana fixing, recebia cards fortíssimos completamente ignorados (como o Dig Through Time e o Flying Crane Technique).
Resultado disso foi uma pool com cinco cores, com pouco fixing. Pelo menos me passaram um Flooded Strand sem perceber. :)

Segue a lista do deck:

GPT Santiago - Draft TOP8
1330 visualizações
17/10/2014
R$ 86,26
R$ 149,82
R$ 529,53
1330 visualizações
17/10/2014
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Criaturas (15)
1  Lança Veloz do Monastério 5,31
1  Ainok Laço-de-honra  0,04
1  Anciã Jeskai  0,09
1  Sâmbar do Charco  0,05
1  Falcoeiro Abzan  0,08
1  Açougueiro da Horda    0,25
1  Sacerdote de Batalha Abzan  0,08
1  Baluartes Resplandescentes  0,10
1  Companheiro do Urso    0,10
1  Falcão do Olho Sábio  0,05
1  Sábio do Olho Interior    0,20
1  Efrite Mestre de Armas    0,06
3  Espreitador Glacial  0,05
Mágicas (5)
1  Golpe Desdenhoso  0,05
1  Patada Mental   0,25
1  Chute Veloz  0,05
1  Técnica da Garça Voadora    0,18
1  Revirar o Tempo   12,12
Artefatos (3)
1  Arco Perfurador de Corações 0,04
1  Estandarte Mardu 0,08
1  Estandarte Sultai 0,08
Terrenos (17)
2  Angra Tranquila0,08
1  Cordilheiras das Cascatas0,05
2  Floresta0,00
3  Ilha0,00
3  Montanha0,00
2  Pântano0,00
3  Planície0,00
1  Praia Inundada65,00
40 cards total

Sideboard (15)
1  Tumba do Dragão Espírito0,10
1  Ancestral Renegado 0,04
1  Serpentídeo em Muda 0,08
1  Alimentar o Clã  0,20
1  Asa-veloz Gurmag  0,15
1  Aviano Pena Gélida  0,10
1  Ferimento Debilitante  0,08
1  Explorar as Fronteiras  0,07
1  Riqueza Abominável    0,41
1  Krumar Inexorável  0,05
1  Montar Cerco  0,05
1  Estrangular  0,05
1  Mastodonte Apodrecido  0,05
1  Guia Azban    0,04
1  Cruzeiro do Tesouro  0,17




No TOP 8, venci um Sultai com muita remoção, porém poucas criaturas fortes. Venci com criaturas evasivas e Glacial Stalker.
No TOP 4, venci um Mardu Aggro absurdo, com todos os Arc Lightning possíveis. O oponente teve problemas nas compras e perdeu também por escassez de mana específica.
Na final, infelizmente perdi para um Abzan com splash vermelho, que conseguiu ser mais agressivo do que eu. Fez muitas criaturas no early game e remoções corretas nos meus bloqueadores. Por pouco não ganhei o campeonato, mas ficou o aprendizado.


Minhas futuras decisões

Cada draft é um draft. É necessário entender o que os oponentes possivelmente estão montando e quais picks eles poderão fazer.

Não procure montar apenas uma temática que goste, se os boosters indicarem outras cores. Nos primeiros cards, recomendo obviamente escolher as bombas ou as melhores remoções. Após 3 cards, recomendo fazer picks nas melhores criaturas. Após uns 7 ou 8 picks ou mais, podem ser para os terrenos duais ou os Estandartes.

Acho interessante já partir do segundo booster escolher cards de acordo com as cores escolhidas anteriormente. Pode ser necessário alternar entre escolher um mana fixing em vez de alguma remoção ou criatura entre os picks. Se precisar fazer splash, fique à vontade, porém atente-se a dar picks nos fixers corretos.

No último booster, escolha tudo o que receber que beneficiará o seu deck. Mesmo nos primeiros boosters, se houver margem, dê picks em possíveis cards fortes para seus oponentes, porém lembre-se ainda de montar seu deck! Priorize a montagem do deck e pondere muito nos picks aleatórios.

Espero poder ter escrito um artigo satisfatório a vocês jogadores e que eu possa ter ajudado para os próximos campeonatos do formato Selado e Draft.

Se tiver alguma dúvida, sugestão ou crítica estou totalmente à disposição! Estou aprendendo muito ainda com estes formatos e espero contribuir da melhor forma.

Obrigado e um ótimo Magic!








Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 17/10/2014 12:17
É complicado. Porque quando joguei no pré com apenas 3 cores (Temur), os oponentes faziam as bombas, que eu não conseguia tirar da mesa. Era meio que concede-by-drop. Fui péssimo nesse pré.
Depois, aprendi que, com tanto mana fixer, era possível sim fazer splash para mais uma ou duas cores. Reduzi ao máximo o número de cards que custassem duas manas da mesma cor e concentrei nos cards mid pra late game.


E deu bem certo. Joguei um outro pré, um draft com os amigos e no GPT, com 4 a 5 cores, splash para as bombas, e tive resultados muito bons.

Tem que acertar o cálculo de quais lands usar, pois deck de 5 cores não é fácil. Mas KTK ficou mais fácil pra montar.
(Quote)
- 17/10/2014 09:08
Você gosta de jogar de 5 cores mesmo, hem? Perdi jogos no pre-release e em drafts, montando 3 cores e com 3 a 4 mana-fixers e zicando de mana específica.