PAUPER - REFLEXÕES DE UM FORMATO COMPETITIVO

       

Por: Turco_MagicHouse em 09/12/14 19:03 | 28 comentários / 8,597 visitas

Olá pessoal,

Para quem não me conhece, sou o Luiz Guilherme Turco da Magic House. Após toda a maratona de torneios classificatórios para o Nacional Pauper e conversas com o Murilo Lixandrão (idealizador do evento) e o Henquire Priolo (em seu blog informativo), fiz diversas reflexões e tirei algumas conclusões sobre o formato Pauper.

1ª: é um baita formato competitivo e muito legal;

2ª: é um mercado muito promissor economicamente, englobando jogadores, lojas e juízes;

3ª: um excelente formato para quem curte Legacy e não pode arcar com os custos das cartas;

4ª: serve como uma alternativa para jogadores novatos que gostariam de ingressar no competitivo sem gastar muito;

5ª: é muito bom para limpar seu armário e fazer uma graninha;

6ª: e infelizmente sofre um grande preconceito por parte dos jogadores, lojistas, juízes.

Porquê é competitivo?

Observando as partidas, os jogadores e os decks, pode-se dizer com toda certeza que não é nada fácil criar e pilotar um deck Pauper.

Imagine ter que lidar com diversas situações e problemas apenas com cartas comuns?

Ex: para criar e fechar um combo, são necessárias diversas peças, e nenhuma delas apresenta as habilidades (potência/versatilidade/baixo custo/drawback) de uma carta rara/mítica. A coisa toda é feita na raça, no braço com as dificuldades/desvantagens de uma carta comum... Vide os decks que foram para o top 8 do Nacional Pauper.

Então, é muito injusto as pessoas destilarem veneno dizendo que é um formato com decks de criancinha, que porque são cartas comuns, é facinho de jogar e etc... Aposto que muitas dessas pessoas nunca sentou para jogar um torneio Pauper.

Porque é um formato economicamente promissor?

Porque as lojas e jogadores movimentariam cartas comuns que estavam encalhadas e jogadas em algum lugar, acumulando poeira.

Pode-se comparar com o impacto do Commander, que fez diversas cartas "inúteis", tornarem-se muito procuradas.

Exs: Existência Torturada, Cordões Prismáticos, Ratos Chiadores e etc...

As lojas que não organizam torneios Paupers, estão perdendo mais um filão de vendas.

E os jogadores que desprezam o formato, não percebem que dentro de seus armários acumulam uma boa centena de reais em cartas comuns, que poderiam ser comercializadas como quaisquer outras cartas, mas ao invés disso, vendem em lotes de bulks por R$ 0,01 ou 0,02.

Porque os jogadores novatos gostariam do formato?

É muito simples, os decks mais fortes não passam de 300,00, e se for Pauper Legacy, não haverá rotação.

E além disso, jogadores novatos, sentem-se mais à vontade jogando contra cartas comuns, pois existe todo um "medo e lenda" acerca de decks com muitas cartas raras/míticas, pois são considerados muito poderosos e imbatíveis. O que todos sabemos que não é verdade.

Preconceito?

Sim, ele existe e muito forte, eu já ouvi diversos comentários, e sempre destacando que é um formato facinho de jogar, só para molequinhos, que não serve para nada e que se fosse bom, haveriam top players, entre outras aberrações.

Se você que está lendo isso, gostou da idéia, converse com seu lojista, reúna um pessoal e mãos à obra!

No próximo ano haverão mais classificatórios para um novo Nacional Pauper, e com certeza a premiação será muito mais gorda!

Agora puxando a sardinha para minha brasa, a partir desta 6ª-feira, organizaremos na Magic House, o FNP - Friday Night Pauper.

Torneio Pauper aos moldes do FNM, com direito à promos e o programa de Fidelização/Recompensa que damos na última 6ªf. de cada mês.

E a partir de janeiro de 2015, o Pauper entrará como um dos formatos oficiais e semanais de nossos FNMs.

Espero que tenham gostado do texto e que sirva para ajudá-los.

Abraços.






Leia também

Além do jogo: coleções e colecionadores 23 comentários / 5,957 visitas
Decks revelados: bg devotion constellation 0 comentários / 3,420 visitas
Cinco raras de ktk para se observar 5 comentários / 4,284 visitas
Decks revelados: os primeiros decks com kha.. 0 comentários / 3,052 visitas
As mÍticas de khans of tarkir 4 comentários / 6,449 visitas

Favoritos

ARTIGO PAUPER - Destrinchando o Mono Black Co..

Por: gelcila - 6 comentários / 3,836 visitas

Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 18/12/2015 09:40

Ou os jogadores poderiam organizar uma comunidade grande (entre várias lojas/regiões), e criar um comitê para os banimentos, começando do zero. Um trabalho semelhante ao que foi feito com o Duel Commander.

Isso que os amigos comentaram é uma questão importante, e também o meu motivo para ter preconceito com o formato. No entanto, esperar a boa vontade da Wizards não vai mudar nada.

(Quote)
- 18/12/2015 08:27
estamos iniciando um trabalho pauper na minha cidade.. Jogo legacy mas via que normalmente nao tinha contra quem jogar.. Sempre contra os mesmos e jogadores novatos nao apareciam com medo de levar uma surra de um baralho de R$ 10000,00

Entao começamos a falar com todos que jogavam sobre o pauper e a ideia deu certo, no inicio limitamos os jogadores com mais acesso a cartas e com mais experiencia os decks considerados 'tops', nada de monoblack ou fadas.. heheheheh

Depois de 4 meses os novos players que nao tinham nada, que vinham com baralhos montados com bulks estao la, com seu auras foil...
(Quote)
- 18/12/2015 04:23
Excelente seu artigo amigo, aqui onde moro todo final de semana jogamos Pauper, deixamos até os deck's Modern de lado, pois como vc disse sai mais barato e é muito melhor de jogar.
E digo novamente, está de parabéns pelo artigo, abração !!
(Quote)
- 24/10/2015 23:12
achei excelente o artigo, gosto muito de lojas que incentivam o pauper e sempre que posso estou jogando ;D

fiquem a vontade para me encherem o saco pedir dicas e deckslists
(Quote)
- 24/10/2015 22:07
Pessoal fala de deck dominante, monoB tem muito, fadas tbm, agora ganhar é diferente kkk
(Quote)
- 24/10/2015 10:20
eh isso ai!
(Quote)
- 22/10/2015 06:05
Eu tô bem empolgado com o formato.
Comecei com decks inventados da minha cabeça, baseados no meu lixão.

Agora juntei 50 conto e fechei um monoblack control! :-)

Cinquenta reais pra jogar um formato eternal competitivo, com decks muito interessantes, isso anima qualquer um! Principalmente em época de crise!

Aqui na cidade já teve um campeonato pequeno, foi interessante, deve começar a ter mais pq as lojas estão dando bastante atenção a todos os formatos.

Parabéns pelo artigo!

#PauperNeles
(Quote)
- 22/10/2015 03:34

Então Aion, isso deve ser chato mesmo, fica meio confuso e parece algo bagunçado.
O problema é que a lista de banidas do MTGO certamente seria banida IRL também, já que os cards banidos estão lá por que desequilibram o formato. O que poderia acontecer ao meu ver, seria acrescentar banidas a lista já existente, como Hymn do Tourach, High Tide, Sinkhole.
Creio que para essas novas banidas deveriam ser apenas escolhidas cartas exclusivas IRL, já que a lista de banidas MTGO funciona muito bem.
Tem até lugares que usam as comuns IRL + MTGO. Me parece um bom negócio.
Enfim, a questão é que o problema todo é que em cada lugar que se vai se joga de uma forma diferente. Precisamos padronizar a forma de jogar Pauper aqui no Brasil.
Tem um tópico com essa discussão, dá uma olhada lá, a opinião de todos é importante e pode ajudar a decidir o rumo do Pauper aqui a partir do ano que vem.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=126679

É isso aí Assis, é Pauper na cabeça. :D
Então, me diz aí qual é o formato em que é imprevisível independente do Deck que você vá jogar. Por exemplo, já aconteceu comigo e já vi acontecer com outros, vencer um torneio e no outro com o mesmo Deck fazer 0-4. E isso ainda enfrentando alguns dos mesmos adversários.
O Pauper é fantástico e todos tem a ganhar, loja e jogadores. Vamos difundir o formato que cresce numa velocidade incrível aqui.
Aproveita Assis e dá uma olhada no tópico também, não feche a mente e ache que é errado jogar com as regras IRL, eu também pensava assim até me aprofundar e conhecer as diferenças entre o Pauper IRL e o Pauper MTGO.
Este tópico pode decidir o futuro do formato aqui no Brasil.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=126679

E neste outro tópico todos podem conferir as reais diferenças das comuns IRL para as comuns MTGO.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=127328

Acho que a loja só depender do Pauper para se manter é realmente complicado, mas se o local souber fazer este formato tende a trazer um bom lucro, com certeza.
Muitos que jogam Pauper o jogam por opção e não por falta de grana para outros formatos, pelo menos é o que eu vejo aqui na minha comunidade.

Isso já se provou ser mito.
O problema neste caso são os jogadores. O que adianta ter 40 players se 20~25 deles usam o mesmo Deck? Isso é o que vai criar um Deck dominante naquele metagame, e não exatamente a força do Deck em si.
A bronca é que muita gente vai pelo "se não pode vencê-los, junte-se a eles", ao invés de procurar novas formas de contornar o que já está consolidado no formato.

(Quote)
- 22/10/2015 03:21

Então Aion, isso deve ser chato mesmo, fica meio confuso e parece algo bagunçado.
O problema é que a lista de banidas do MTGO certamente seria banida IRL também, já que os cards banidos estão lá por que desequilibram o formato. O que poderia acontecer ao meu ver, seria acrescentar banidas a lista já existente, como Hymn do Tourach, High Tide, Sinkhole.
Creio que para essas novas banidas deveriam ser apenas escolhidas cartas exclusivas IRL, já que a lista de banidas MTGO funciona muito bem.
Tem até lugares que usam as comuns IRL + MTGO. Me parece um bom negócio.
Enfim, a questão é que o problema todo é que em cada lugar que se vai se joga de uma forma diferente. Precisamos padronizar a forma de jogar Pauper aqui no Brasil.
Tem um tópico com essa discussão, dá uma olhada lá, a opinião de todos é importante e pode ajudar a decidir o rumo do Pauper aqui a partir do ano que vem.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=126679

É isso aí Assis, é Pauper na cabeça. :D
Então, me diz aí qual é o formato em que é imprevisível independente do Deck que você vá jogar. Por exemplo, já aconteceu comigo e já vi acontecer com outros, vencer um torneio e no outro com o mesmo Deck fazer 0-4. E isso ainda enfrentando alguns dos mesmos adversários.
O Pauper é fantástico e todos tem a ganhar, loja e jogadores. Vamos difundir o formato que cresce numa velocidade incrível aqui.
Aproveita Assis e dá uma olhada no tópico também, não feche a mente e ache que é errado jogar com as regras IRL, eu também pensava assim até me aprofundar e conhecer as diferenças entre o Pauper IRL e o Pauper MTGO.
Este tópico pode decidir o futuro do formato aqui no Brasil.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=126679

E neste outro tópico todos podem conferir as reais diferenças das comuns IRL para as comuns MTGO.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=127328

Acho que a loja só depender do Pauper para se manter é realmente complicado, mas se o local souber fazer este formato tende a trazer um bom lucro, com certeza.
Muitos que jogam Pauper o jogam por opção e não por falta de grana para outros formatos, pelo menos é o que eu vejo aqui na minha comunidade.

Isso já se provou ser mito.
O problema neste caso são os jogadores. O que adianta ter 40 players se 20~25 deles usam o mesmo Deck? Isso é o que vai criar um Deck dominante naquele metagame, e não exatamente a força do Deck em si.
A bronca é que muita gente vai pelo "se não pode vencê-los, junte-se a eles", ao invés de procurar novas formas de contornar o que já está consolidado no formato.

(Quote)
- 22/10/2015 01:43

Então Aion, isso deve ser chato mesmo, fica meio confuso e parece algo bagunçado.
O problema é que a lista de banidas do MTGO certamente seria banida IRL também, já que os cards banidos estão lá por que desequilibram o formato. O que poderia acontecer ao meu ver, seria acrescentar banidas a lista já existente, como Hymn do Tourach, High Tide, Sinkhole.
Creio que para essas novas banidas deveriam ser apenas escolhidas cartas exclusivas IRL, já que a lista de banidas MTGO funciona muito bem.
Tem até lugares que usam as comuns IRL + MTGO. Me parece um bom negócio.
Enfim, a questão é que o problema todo é que em cada lugar que se vai se joga de uma forma diferente. Precisamos padronizar a forma de jogar Pauper aqui no Brasil.
Tem um tópico com essa discussão, dá uma olhada lá, a opinião de todos é importante e pode ajudar a decidir o rumo do Pauper aqui a partir do ano que vem.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=126679

É isso aí Assis, é Pauper na cabeça. :D
Então, me diz aí qual é o formato em que é imprevisível independente do Deck que você vá jogar. Por exemplo, já aconteceu comigo e já vi acontecer com outros, vencer um torneio e no outro com o mesmo Deck fazer 0-4. E isso ainda enfrentando alguns dos mesmos adversários.
O Pauper é fantástico e todos tem a ganhar, loja e jogadores. Vamos difundir o formato que cresce numa velocidade incrível aqui.
Aproveita Assis e dá uma olhada no tópico também, não feche a mente e ache que é errado jogar com as regras IRL, eu também pensava assim até me aprofundar e conhecer as diferenças entre o Pauper IRL e o Pauper MTGO.
Este tópico pode decidir o futuro do formato aqui no Brasil.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=126679

E neste outro tópico todos podem conferir as reais diferenças das comuns IRL para as comuns MTGO.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=127328

Acho que a loja só depender do Pauper para se manter é realmente complicado, mas se o local souber fazer este formato tende a trazer um bom lucro, com certeza.
Muitos que jogam Pauper o jogam por opção e não por falta de grana para outros formatos, pelo menos é o que eu vejo aqui na minha comunidade.

Isso já se provou ser mito.
O problema neste caso são os jogadores. O que adianta ter 40 players se 20~25 deles usam o mesmo Deck? Isso é o que vai criar um Deck dominante naquele metagame, e não exatamente a força do Deck em si.
A bronca é que muita gente vai pelo "se não pode vencê-los, junte-se a eles", ao invés de procurar novas formas de contornar o que já está consolidado no formato.

(Quote)
- 22/10/2015 01:37

Então Aion, isso deve ser chato mesmo, fica meio confuso e parece algo bagunçado.
O problema é que a lista de banidas do MTGO certamente seria banida IRL também, já que os cards banidos estão lá por que desequilibram o formato. O que poderia acontecer ao meu ver, seria acrescentar banidas a lista já existente, como Hymn do Tourach, High Tide, Sinkhole.
Creio que para essas novas banidas deveriam ser apenas escolhidas cartas exclusivas IRL, já que a lista de banidas MTGO funciona muito bem.
Tem até lugares que usam as comuns IRL + MTGO. Me parece um bom negócio.
Enfim, a questão é que o problema todo é que em cada lugar que se vai se joga de uma forma diferente. Precisamos padronizar a forma de jogar Pauper aqui no Brasil.
Tem um tópico com essa discussão, dá uma olhada lá, a opinião de todos é importante e pode ajudar a decidir o rumo do Pauper aqui a partir do ano que vem.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=126679

É isso aí Assis, é Pauper na cabeça. :D
Então, me diz aí qual é o formato em que é imprevisível independente do Deck que você vá jogar. Por exemplo, já aconteceu comigo e já vi acontecer com outros, vencer um torneio e no outro com o mesmo Deck fazer 0-4. E isso ainda enfrentando alguns dos mesmos adversários.
O Pauper é fantástico e todos tem a ganhar, loja e jogadores. Vamos difundir o formato que cresce numa velocidade incrível aqui.
Aproveita Assis e dá uma olhada no tópico também, não feche a mente e ache que é errado jogar com as regras IRL, eu também pensava assim até me aprofundar e conhecer as diferenças entre o Pauper IRL e o Pauper MTGO.
Este tópico pode decidir o futuro do formato aqui no Brasil.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=126679

E neste outro tópico todos podem conferir as reais diferenças das comuns IRL para as comuns MTGO.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=127328

Acho que a loja só depender do Pauper para se manter é realmente complicado, mas se o local souber fazer este formato tende a trazer um bom lucro, com certeza.
Muitos que jogam Pauper o jogam por opção e não por falta de grana para outros formatos, pelo menos é o que eu vejo aqui na minha comunidade.

Isso já se provou ser mito.
O problema neste caso são os jogadores. O que adianta ter 40 players se 20~25 deles usam o mesmo Deck? Isso é o que vai criar um Deck dominante naquele metagame, e não exatamente a força do Deck em si.
A bronca é que muita gente vai pelo "se não pode vencê-los, junte-se a eles", ao invés de procurar novas formas de contornar o que já está consolidado no formato.

(Quote)
- 22/10/2015 01:25

Então Aion, isso deve ser chato mesmo, fica meio confuso e parece algo bagunçado.
O problema é que a lista de banidas do MTGO certamente seria banida IRL também, já que os cards banidos estão lá por que desequilibram o formato. O que poderia acontecer ao meu ver, seria acrescentar banidas a lista já existente, como Hymn do Tourach, High Tide, Sinkhole.
Creio que para essas novas banidas deveriam ser apenas escolhidas cartas exclusivas IRL, já que a lista de banidas MTGO funciona muito bem.
Tem até lugares que usam as comuns IRL + MTGO. Me parece um bom negócio.
Enfim, a questão é que o problema todo é q





(Quote)
- 22/10/2015 00:57

Então, quando chegar em um local para jogar temos que perguntar qual é a regra do formato, já que o Pauper não é oficial ainda.
Eu realmente concordo com você sobre a Wizards oficializar o Pauper, seria mais um mercado para ela ganhar $$$.
Eu creio que algum dia o Pauper seja oficializado, até por pressão de uma grande quantidade de jogadores, e quando isso acontecer pode preparar o bolso. Os Decks Tier 1 poderão custar facilmente em torno de R$ 1000,00.

O problema do Pauper aqui no Brasil, é que a maioria de quem joga pelas regras do MTGO acha idiotice jogar pela raridade do papel, e a maioria de quem joga IRL acha idiotice jogar pelas regras do MTGO, já que no papel não é sancionado ainda.
Tem um tópico sobre essa discussão, seria bom cada um dar a sua opinião lá, para que no fim das contas com a participação de todos possamos ter uma forma padronizada de jogar o Pauper aqui no Brasil.
http://www.ligamagic.com.br/?view=forum/mensagem&id=126679
Já tem muita postagem, mas recomendo a leitura do tópico desde o início para entender diferentes pontos de vista.


Que pena que pensa assim Nuck. Pauper é tão rico que você pode criar o seu próprio Deck e vencer todos os Tier 1 se estudar bem o formato.
Essa questão de enjoar vai de cada jogador, eu mesmo sou jogador de Vintage e não largo mais o Pauper, apesar de ter mecânicas básicas é sempre bom (mais do que isso, é ótimo e ajuda a viciar o formato) ver gente nova jogando e Decks novos (ou ideias novas em Decks conhecidos) sendo pilotados pela galera. É um formato que sempre podemos esperar algo de novo a cada torneio que acontece, o que não vejo ser possível (ou viável $$$) em outros formatos. Talvez o que mais se aproxime disso seja o Standard, mas aí já viu $$$, né?
Espero que algum dia você olhe para o Pauper novamente e possa aproveitar do melhor que o formato tem a oferecer.

(Quote)
- 22/10/2015 00:34
Pauper é um formato excelente, tanto que hoje só jogo isso. O que acho muito tenso, é gente que nunca pôs um pauper no shield, nunca procurou conhecer e além de desmerecer o formato, chega a 'atacar' os players, dizendo que é formato pra jogador fraco. As vezes nego que nunca joga formato nenhum, nunca ganhou nada na vida de magic se acha com moral pra diminuir os outros players que decidem jogar pauper.

Não concordo com isso de que pauper pode ser uma porta de entrada, pois depois de muito estudar e conversar, o pauper parece ser pra mim um formato onde o jogador termina e não começa. Jogador que começa, busca novas mecânicas, cartas raras, fields mais competitivos e acaba saindo do formato muito muito rápido se tiver dinheiro pra investir em outra coisa.

Agora se tu observar, o pauper está cheio de jogador que por razões pessoais não podem dedicar tempo ou grana a um field mais agressivo, players que ainda querem ter o gosto de competição e não aceita ir jogar 4 fun no mesão da cozinha e players que desistem de fazer builds em outros formatos e ser engolidos por eles.

No pauper, ainda que se fale dos Fadas e MBC da vida, tem espaço pra muita outra coisa, builds pessoais surpreendem e decks tier 2-3 ganham champ.

pra finalizar, a única coisa que o pauper não tem, é player sem skill/treino que se esconde atrás do power level de cartas caras.
(Quote)
- 22/10/2015 00:31
Turco, parabéns pela postagem, muito esclarecedora para quem não conhece o formato ainda.

Sou um jogador um pouco antigo, comecei a jogar em Flagelo. Jogava Vintage, depois migrei para o Legacy, depois tentei algumas partidas no Extended e no Standard, mas sem empolgação.
Para mim, nada supera a emoção de jogar um Vintage, agradeço a Deus por ter tido oportunidade de participar do melhor formato, da essência de Magic. Também curti muito o Legacy e a sua quantidade maior de Decks em relação ao Vintage.
Desde que jogo competitivamente tento conseguir novos jogadores para Magic, e posso dizer que nenhum formato é tão mais chamativo do que o Pauper para isso. O melhor custo/benefício, sem dúvidas.
É besteira desdenhar de quem joga Pauper e ter raiva do formato, tanto jogadores quanto lojistas, sendo esses últimos ainda piores. Um lojista que não olha para o Pauper está perdendo de aumentar seus lucros, de chamar novos jogadores, e de ter uma turma forte que sempre estará ali, pois agora mais do que nunca o Pauper cresce em todo o país.

Agora que vi que esse artigo é meio antigo, mas que foi ressuscitado com alguns comentários recentes. Mas não importa, a discussão ainda é a mesma, e cada vez mais gente se interessa pelo formato.

Eu posso citar algumas vantagens (em relação a outros formatos) de se jogar Pauper, sendo ele pelas comuns do MTGO ou IRL.
1. Custo - Aqui não tem o que discutir, por mais que Decks possam chegar a 500~600 reais, com cartas de aproximadamente R$ 50,00 (Oubliette, Chain Lightning...), ainda será o formato mais barato.
2. Equilíbrio - Não tem essa de "MBC domina, Monoblue Delver domina, blá, blá, blá". Jogo Pauper o suficiente para saber que não há Deck invencível ou que chegue perto de um domínio no formato. O Pauper é um verdadeiro Jo Ken Po, onde em 50 Decks diferentes, cada um tem vantagem sobre a metade e desvantagem sobre a outra metade. E é isso que faz do formato o mais equilibrado.
3. Variedade - Creio eu que não há formato com a variedade de Decks competitivos que existam no Pauper. Não há um grupo de Decks dominantes, existem os mais usados, mas muitos Decks criados com ideias originais, considerados "rogues", fazem frente aos Decks já existentes e consolidados no formato. Isso para mim é o melhor do Pauper. Veja a base de dados das cartas, tenha uma ideia, junte as peças, monte seu Deck e seja feliz. Creio que dá para montar em torno de 100 Decks diferentes mantendo o equilíbrio entre eles.

Acho que isso já é motivo suficiente para dar uma chance ao Pauper, tanto você jogador, quanto você lojista.
(Quote)
- 22/10/2015 00:13
Problema do pauper são os deck extremamente dominantes: MBC e Monoblue control
(Quote)
- 21/10/2015 22:41
Kusanagi,

1) Jogador de pauper, em boa parcela, joga outros formatos. Abrir espaço para o pauper gera divulgação da loja, e leva a galera a aproveitar. Como exemplo, só fiquei sabendo que a Academia de Jogos tinha Legacy indo jogar o pauper lá.

2) Jogador de pauper compra Sleeve, Deckbox, Playmat, etc, etc., produtos cujo valor não mudam com o formato.

3) 10 Inscrições de 15 reais, 4 semanas, são 600 reais. Só de inscrições. It's something.

4) As cartas que jogam pauper legacy chegam a acumular um valor razoável. Há decks do pauper que usam staples de outros formatos, desde Delver até Lotus Petal, Bolt, etc, o que fazem alguns decks terem um valor bastante razoável (acho que se gasta uns 300 em um delver/burn bem montado e completo).

5) Loja vazia continua vazia. Loja cheia atrai players =D
(Quote)
- 21/10/2015 22:32
Acho que agora vou bancar o advogado do diabo, mas sei lá não consigo ver o pauper como um formato sustentável para as lojas que o suportam.

Magic é caro sim, mas fico pensando se caras com baralhos formados por cartas comuns e que em sua maioria não querem pagar inscrições acima de R$10-15 reais vão conseguir sustentar alguma loja.

A conta não parece fechar sabe?
(Quote)
- 21/10/2015 20:56
tem muita gente falando que joga de maneira diferente o pauper IRL do MOL acho que deveria se seguido o modelo do MOL onde o formato e todo legalizado,em meu estado jogamos torneios em cima da regra do MOL onde cada dia e mais crescente o numero de jogadores entrando no pauper. como foi falado aquelas cartinhas comuns que muita gente não joga aqui tem uma rotação e uma procura incrível. vejo dezenas de meus amigos comprando aqui pela liga falando com vendedores de lojas se conseguem aquelas cartinhas que ninguém quer jogar e que aqui e fundamental para construção de novos decks. e o mais interessante da regra do MOL é que aquelas cartinhas que IRLe incomum VC pode jogar tranquilo em IRL pq jogamos em cima da regra do MOL por que se não houver uma regra geral cada loja ou jogadores vão criar suas proprias listas de banidas onde a regra absoluta a wizard já criou no MOL. segue a dica ai por tudo brasiluem quiser jogar jogar pauper joga com as regras geral do MOL com sua lista de carta que são banidas.
(Quote)
- 21/10/2015 20:45
eu não só curti como também apoio a iniciativa, aqui no meu estado o mair metagame de todos vem do pauper que cada torneio vem aumentando consistentemente o numero de jogadores chegando a ter torneios com mais de 28 jogadores. o nivel muito bom e os números de decks bem variados ñ e aquele repetitivo meta de monoblack control, ur kiln fiend, affinity. nada disso tem os mais variáveis decks e cada dia surgindo mais e mais decks e jogadores, eu jogo outros formatos como: modern e legacy mais o preferido meu e de muitos eo pauper. gostaria muito de trocar experiências e jogar com os mais variados jogadores PAUPERFRIENDS de todo brasil. otima iniciativa por parte de sua equipe de criar o nacinal pauper e fmn pauper. quem sabe ñ jogue por ai um dia e compartilhe do que ja adquiri de conhecimento em cima desse formato.
(Quote)
- 21/10/2015 12:49

Esse é um problema que está acontecendo frequentemente. Algumas semanas atrás participei de um torneio Pauper em minha cidade e tinha jogadores utilizando cards que eram válidos somente no MOL. Eu acho que, se estamos jogando Pauper IRL deveria seguir uma lista de banidas do IRL e não do MOL ou vice versa. Já está na hora da Wizard olhar com carinho para formato.

(Quote)
- 20/10/2015 14:44
O que me incomoda no pauper legacy é as lojas usarem a lista de cartas comuns lançadas IRL e a lista de banidas do MOL. Não faz sentido algum. Se vai usar lista IRL, tem que ter uma lista de banidas IRL. A lista de banidas do MOL é baseada nas cartas válidas do MOL.

Esse é o motivo pelo qual não jogo o formato. Fala-se de competitividade no formato, mas isso é impossível com essas regras totalmente inventadas e não oficiais.
(Quote)
- 20/10/2015 10:39

A Magic Store Brasil tem torneios semanais de Pauper. Todo sábado. Fica na Tijuca, bem fácil de chegar. Aparece lá!

(Quote)
- 20/10/2015 10:22
Pauper é excelente para ''puxar'' novos jogadores e assim aumentar o field da loja e a renda . Em minha cidade não temos essa dominância de decks tier 1 como MBC/ MUC / UR , aqui tem uma boa diversidade de decks e o numero de jogadores só aumenta.
Pessoas que tem preconceito com o pauper estão deixando de ajudar novatos de conhecer novos amigos e estão sendo uma pessoa puta ignorante.
Por ser um formato limitado eu gosto muito, quanto mais limitado mais difícil, quanto mais difícil mais legal é. Modern se você tem cash você tem deck bom, não desmerecendo o modern por que comparado ao pauper ele seria para os que não jogam por diversão, mais sim profissionalmente por que ai não tem receio em comprar set de goyf a vistinha R$. kkk
(Quote)
- 20/07/2015 13:34
Ótimo artigo e realmente o PAUPER é bastante competitivo e o custo benefício é sem dúvida o melhor! Parabéns...
(Quote)
- 07/07/2015 12:39
Sinceramente , pauper é divertido, mas é um formato limitado e pouco diverso no que se refere a decks realmente competitivos. Vale a pena pra brincar por alguns anos , mas depois enjoa.

Modern não tem ambiente dominante , basta olhar os ultimos top 8 feitos. Legacy euja concordo que é bem limitado.

Em fim , joguei pauper por 3 anos , hoje não faz mais sentido, me desfiz de todos os baralhos, torneios sempre com mesmos decks, por que os tier mesmo sobressaem , mesmo existindo uma gama de ecks Top 2 , 3 , 4 os tier 1 é que dominam .

O pauper seria bom se a wizzards realmente sancionasse dando atenção e bans corretos em cards.

Recomendo pauper pra quem quer começar e entender o que é competitivo, mas ao longo do tempo enjoa , mecanicas básicas.
(Quote)
- 07/07/2015 11:48
Como eu gostaria de uma loja dessa no Rio de Janeiro. 😭😭😭
(Quote)
- 07/07/2015 11:33
Pauper é o melhor formato.
(Quote)
- 09/12/2014 18:23
Luiz, ótimo artigo e iniciativa!

Realmente o formato é BEEEEEEM competitivo! E diferente de um amnbiente modern ou legacy, onde 3-4 decks dominam, no pauper é uma zona só! Tem deck de tudo que se possa imaginar!

Quem joga pauper no MOL, aconselho a ir para o pauper IRL tb, o ponto de valor em dinheiro das cartas realmente é algo muito atrativo, porém estou entrando no IRL pelo povo que joga, até agora não lembro de ter achado nenhum "metido" ou "chato" no formato. Se vc tem preconceito ou não gosta, por favor, fique longe, será melhor! :)

Torço para que o formato cresça muito IRL (sendo oficial IRL pela Wizards ou não) e que mais e mais lojas invistam nele!