[LEGACY] Será que o tampo vai rodar?

       

Por: tiagoblauth em 04/02/16 13:31 | 18 comentários / 2,739 visitas

Saudações a todos MTG players!

 

Hoje vou escrever sobre algumas análises que fiz baseado em estatísticas de torneios legacy da StarCityGames (28/11/2015 - 31/01/2016).

 

A Wizards raramente bane alguma carta antiga no legacy. Os banimentos mais recentes foram o Treasure Cruise e o Dig Through Time, ou seja, cards recém lançados e que se inseriram em alguns arquétipos já estabelecidos no mategame. Existe uma discussão de longa data sobre o banimento de uma carta amada por uns e odiada por outros, o famoso Tampo de Adivinhacao do Sensei. Existem vários argumentos favoráveis ao banimento dele e também inúmeros argumentos contrários. Não quero entrar agora nestes detalhes no artigo. Meu foco é demonstrar a vocês uma realidade que está acontecendo atualmente.

 

Eu analisei os últimos VINTE torneios legacy da SCG. No total, 33 arquétipos diferentes fizeram top8. Segue abaixo uma imagem ilustrando os 8 decks que mais fizeram top8 nestes últimos vinte torneios.

 

Bem, a Wizards deixou bem claro na explicação do ban do Splinter Twin que gosta de DIVERSIDADE na field, e como o UR Twin estava quase ocupando 10% nos torneios, a ideia do banimento ganhou força. No caso do Miracles, ele já representa MAIS de 10% da filed da SCG. Alguns de vocês podem argumentar dizendo que a field mundial não é só a SCG, mas esta loja foi a ÚNICA citada como referência para ban no site oficial da Wizards (nem falaram dos gps inclusive).

 

Outra análise interessante é pegar os 20 decks que foram CAMPEÕES nestes vinte torneios. Segue abaixo os vencedores:

Como se não bastasse ter muito Miracles no top8, ainda temos o arquétipo dominando a primeira colocação, representando 25% dos vencedores. 

 

Some isto ao jogo lento que o peão proprociona (outra aspecto que a Wizards quer potencializar - os 3 games durarem 50 minutos) e mais esta nova "cara" da Wizards, que anda muito "banidora" de uns tempos pra cá; não seria impossível cogitar esta situação.

 

Eu pessoalmente acredito que não vá acontecer, mesmo com estes dados. De qualquer forma, este "estudo" serviu também pra dar uma ideia geral de como está a field legacy pós banimento do DTT.

 

E você... o que acha? Tampo continua rodando ou vai achar seu espaço no commander?

 

Forte abraço a todos.







Leia também

[legacy] jogo de grixis delver, meu deck se.. 1 comentários / 308 visitas
[legacy] #legacyrs - primeira etapa/2016 0 comentários / 1,237 visitas
[legacy] os eldrazi vão invadir o legacy? 14 comentários / 2,835 visitas
[tt] mtg e a política - um texto com e sem.. 2 comentários / 1,429 visitas
[tip] a importância do fair play nos torne.. 37 comentários / 5,228 visitas

Favoritos

Report de Torneio

Por: CaosNyce - 14 comentários / 4,662 visitas

Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 08/02/2016 08:53
Maior chatice jogar contra tampo.
(Quote)
- 08/02/2016 07:55

Eu entendi seu ponto de vista. Quando falo que a conversa do ban do top é mimimi é pq ela teve origem, entre outros em artigos do Caleb Dwarb que é conhecido jogador de decks como elfos, maverick e afins, apesar de ter quebrado o formato uma vez com o deck de vengevine.
O problem do tempo tem que ser combatido com punições p slow play, não com banimento de uma carta, que n contribui diretamente p isso. Afinal, quer mais perda de tempo do que fetches? Pelo menos na minha opinião.

(Quote)
- 06/02/2016 11:07

Valeu!

(Quote)
- 06/02/2016 11:06

Concordo com cada palavra que tu falou. Pareces conhecer bastante de legacy. A questão que quis destacar é uma hipotética mudança de postura da wizards em relação aos bans. Antigamente não era com tanta facilidade que isso acontecia. Além disso, essa análise nos permite enxergar como foi a field nos últimos torneios. Eu acho que o formato está muito saudável, e um possível ban no miracles faria um grande estrago na saúde do legacy.

(Quote)
- 05/02/2016 18:50

amulet tbm é um deck sem summer bloom, mas não tem um motivo pra jogar com ele depois q é nerfado
mesma coisa o miracles, o deck é jogavel mas se vai ser dominante é outra história
pra mim o miracles morre sem uma das suas 2 peças

(Quote)
- 05/02/2016 15:28
O Legacy nao sofre tanta pressão como o modern para banimentos. Afinal não é formato de PT, por isso os mesmo argumentos não podem ser utilizados. Sempre vai existir um deck dominante, mas desde que a diversidade exista (o que não acontecia na época de cruise e DTT) nada vai mudar. Se vc olhar pra tras, teve um tempo que Delver dominava o formato, recentemente até.

Se vc juntar todos os arquetipos (BUG, RUG, UR, BURG, UWR), Delver aparece mais vezes no top 8 que qualquer outro deck. Vamos banir Delver entao?

Stoneforge Mystic joga em praticamente todos os decks com branco do formato, vamos banir gaga entao?

No fundo, no fundo, toda essa conversa de ban no TOP pra mim é um grande mimimimimi de jogador que gosta de fazer seus bichinhos em paz e atacar para vitória. Esse tipo de jogador, melhor que fique no modern. Legacy é isso, lugar que decks sem criaturas ganham, com pouquissimas win cons ganham, com combos absurdos e locks retardados. Lugar que vc pode usar 4 brainstorm, 4 ponder no mesmo deck. Que no primeiro turno voce consegue fazer 10 mágicas ou mais. Se tampo for banido, realmente alguma coisa vai estar muito errada.

Ultima dica, quer ganhar de Miracles jogue de: 12 post, Merfolk, Goblins, Chalice Loam, MUD.

Nao quer ganhar, mas pra vc basta um jogo favoravel contra Miracles, jogue de: BUG shardless, JUND, Monoblack Reanimator, Sneak and Show, Omnitell e seja feliz.
(Quote)
- 05/02/2016 13:56

Mata bemmmmmmm menos. No começo do miracles, nao se usava CB, galera jogava com mais counter no lugar dos CB. Depois de um tempo que começaram a adicionar os CB. Obvio que o deck com os CB fica mais forte, mas sem eles é um deck "jogavel", agora sem os tampo o deck nao existe

(Quote)
- 05/02/2016 11:27
Parabéns pela análise. Direta ao ponto!
Concordo que não vão banir nem Tampo nem CB.
(Quote)
- 05/02/2016 10:31

Counterbalance mata o deck assim como banir o Tampo

(Quote)
- 05/02/2016 07:52
Se o motivo do possivel ban for a dominancia do Miracles (o que é bem mais provavel que o fator "enrolação" do tampo, ja que esse artefato existe a seculos e sempre jogou) , a Wizard poderia nao cagar no pal dessa vez e banir counterbalance ao inves do tampo, assim diminuiria bastante o poder do deck sem mata-lo de vez.
(Quote)
- 05/02/2016 06:39
Tampo é muito forte. Legacy joga com custos baixos e tampo interage demais com brainstorm e fetch, é difícil de destruir e com o pack de counters torna o deck uma máquina.

Ainda assim, não sei se levará ban.
(Quote)
- 04/02/2016 21:25

Sim eu sei q dura 50 minutos a rodada, mas essas palavras não foram minhas.
Mas ai como q faz, bane os jogadores ou o "causador do problema"?
Todo jogador tem q conhecer bem o seu deck e todas sua interações, já saber oq está procurando mas essa não é a realidade, alguns jogam de forma mais devagar mesmo
Nem todos são o Reid Duke.

(Quote)
- 04/02/2016 16:16

Oficialmente as partidas duram 50 minutos, mas como depois vai para os turnos, com certeza pode demorar mais 10-20 minutos cada match. Infelizmente, a maior culpa ainda é dos players que jogam muito vagarosamente com o tampo. O jogador de miracle precisa ser rápido e eficiente, e não pensar 2 minutos em cada "olhada". O mentor já deu uma acelerada pro deck. Vamos ver.

(Quote)
- 04/02/2016 16:10

Eu tb jogo de miracles, mas não vou largar o formato se acontecer. Existem outros decks legais tb. Enfim, eu não acho que vai acontecer, mas não me surpreenderia se ocorresse visto que ele está dominando a field. O formato precisa dele pra dar uma equilibrada. É um dos poucos, talvez o único hard control que ainda tem no legacy.

(Quote)
- 04/02/2016 16:02
Eu acho q o maior motivo pelo ban de tampo é o tempo, rodadas de torneios legacy duram 60 minutos (já vi esse dado em artigo gringo) por causa do tampo, por isso é muito complicado fazer um GP legacy terminar no horário previsto, fora q ficar olhando o oponente estourar 2-3 fetchs no turno e ativando top 4 vezes não é nada divertido e nem rápido.
Acho legal pro formato ter o tampo mas eu não ligaria se a carta fosse banida, e caso fosse banida ela abriria outras opções no meta.
Mas boa analise.
(Quote)
- 04/02/2016 15:40

Verdade, mas hoje são poucos os decks que utilizam tampo. Que eu me lembre de cabeça, tem os seguintes: (falando em legacy)

Miracles
Painters
Spiral Tide
ANT (ocasionalmente)
Blades (ocasionalmente)
Jund (ocasionalmente)

Fora esses principais, tem alguns decks "rogue" que podem usar, mas não representam grande percentual na field. O potencial que ele tem no miracles é muito superior aos outros decks.

(Quote)
- 04/02/2016 15:08
Problema q eu vejo em banir o tampo é q ele permite q outras cores tenham acesso a card selection, sem ele apenas azul consegue acesso a cantrips, oq não acho legal, já q azul eh robadão em legacy, hahaha.
(Quote)
- 04/02/2016 14:27
po. me deu até um cala-frio aqui.. se eles banirem o tampo eu terei que abandonar o formato.. o miracles foi o unico que me restou..e disparado o deck mais divertido do legacy.. mas pela pesquisa faz sentido... sem falar que baniram os meu dois principais decks do modern.. acreditem. amulet bloom e uwr twin.. a galera me zoa até hj..e se banirem meu querido miracles será muito frustrante continuar nos eternals..pronto. falei!