[LEGACY] Jogo de Grixis Delver, meu deck será banido?

       

Por: tiagoblauth em 23/05/17 13:25 | 1 comentários / 308 visitas

Saudações a toda comunidade legacy!

 

Já se passou praticamente um mês desde o banimento do Tampo de Adivinhacao do Sensei, portanto, já é possível visualizar alguns aspectos e algumas mudanças na field.

 

A pergunta do título deste post é exagerada e provocativa, apenas para instigar debates acerca do arquétipo, pois é óbvio que não há como vislumbrar banimento de nenhuma espécie em tão pouco tempo.

 

Acompanho o % de cada arquétipo no nosso metagame, e o Grixis chegou a representar 19% da field no ápice de sua dominância no período pós-ban. Se analisarmos as últimas duas semanas, ele ocupa 16% do metagame, seguido pelo Storm (10%), Stoneblades (9%) e Sneak and Show (7%) = Fonte: MTGTop8.

 

A field ainda está se adaptando, mas já se observou uma queda de rendimento do deck. 

 

Há duas coisas que precisam ser analisadas quando um deck ocupa grande parte dos tops da field; a quantidade de pessoas jogando com o arquétipo e a win rate do mesmo.

 

Aconteceu um evento no dia 30.04.2017 que envolveu 437 jogadores, o MKM Frankfurt Legacy. 

 

Julian Knab fez um artigo em seu site (vale a pena conferir, clique aqui) onde ele - entre muitas coisas - analisa a taxa de win rate e a presença dos principais arquétipos do torneio. 

 

O Grixis Delver (arquétipo mais usado) representou 8,21% da field, porém o win rate do deck foi de apenas 51%, ou seja, apenas o DÉCIMO QUINTO melhor. Se pegarmos o BANT Deathblade a título comparativo, veremos que ele representou apenas 2,66% da field, mas seu win rate foi de 64%, o maior de todos.

 

Apenas o tempo dirá se a grande presença de Grixis Delver na field pós-ban do Tampo se dá devido ao hype ou se o arquétipo pode virar alvo de discussão de banimento. Mais análises em GPs e outros grandes torneios de maior relevância fortificarão a base de argumentos para um lado ou outro.

 

O certo é que o Legacy - especialmente IRL - muda de forma lenta, pois não é fácil simplesmente sair mudando a pool de uma hora pra outra. Acredito no equilíbrio natural e torço para que não seja mais necessário banir cartas antigas, apenas cartas novas que possam vir desiquilibrar o formato (vide Treasure Cruise e Dig Through Time).

 

=]







Leia também

[legacy] #legacyrs - primeira etapa/2016 0 comentários / 1,237 visitas
[legacy] os eldrazi vão invadir o legacy? 14 comentários / 2,835 visitas
[legacy] será que o tampo vai rodar? 18 comentários / 2,740 visitas
[tt] mtg e a política - um texto com e sem.. 2 comentários / 1,429 visitas
[tip] a importância do fair play nos torne.. 37 comentários / 5,228 visitas

Favoritos

Report de Torneio

Por: CaosNyce - 14 comentários / 4,662 visitas

Comentários

Ops! Você precisa estar logado para postar comentários.
(Quote)
- 23/05/2017 15:30
Pool Legacy nem deveria ser mudada. Raros são os casos de um determinado deck matar de vez outro, como foi o caso do Miracles que fez Os tribais sumirem e os combos adotarem side hate exclusivas para contornar o Contrabalançar.

Os caminho natural é que o segundo deck do escalão seja o mis popular no inicio, até os jogadores verem que ele só estava lá pq outro predador existia. O desaparecimento do Miracles está fazendo outros decks voltarem a ativa e o Grixis não consegue um match justo com a maioria desses decks que estão voltando.

Portanto, acredito que tudo se estabilizará e voltará a ser a selva de sempre.