Ajuda para montar "tardes de demonstração de Vintage"
 Ajuda para montar "tardes de demonstração de Vintage"
Chamelet

Lenda
20 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2275
Registro: 16/01/03
Niterói - RJ

Postado em: 14/08/13 13:28
Então galera, conforme conversamos num outro tópico, eu gostei muito da ideia do Turco de fazer tardes de demonstração de Vintage, levando decks prontos e botando a galera pra jogar, ensinando como jogar com cada deck, etc.

Então resolvi montar alguns decks Vintage, full proxy, pra tocar essa ideia. O problema é: não tenho como gastar muita grana com essa ideia, então peço ajuda aos parceiros para doações bacanas afim de levar a ideia pra frente.

Do que eu preciso? Do seguinte (principalmente as duas primeiras):

Shields
De preferência, claro, 75 iguais. Mas do jeito que tá aqui aceito qq coisa. OBS: tem que ser opaco atrás.

Deckboxes
Tem que caber 75 cartas com shields. Se tiver separador pro sideboard, melhor ainda.
Inclusive, eu prefiro deckboxes de papel, desse modelo). É pequena, compacta e cabem 75 cartas.

Proxyes prontas ou folhas de papel canson 200g pra eu poder imprimir
Eu tenho várias já prontas, imagino que dê pra montar um MUD e um Storm já de cara. Mas tem várias que não tenho e teria que imprimir, então seria legal conversar comigo por pmsg pra ver o que tá faltando.

Quem puder ajudar me manda pmsg que eu dou endereço pra envio. :)

Editada em: 14-08-13 17:01:36 por Chamelet.
 
Chamelet

Lenda
20 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2275
Registro: 16/01/03
Niterói - RJ

Postado em: 16/08/13 22:02
A ideia é ruim? Achei que iria angariar mais ânimos aqui na nossa sessão Vintage... :(

Já consegui as deck boxes, possivelmente boa parte dos shields... Agora resta montar os decks. Seria legal receber qualquer tipo de ajuda nisso. Imagino que eu deva gastar umas 100 pratas pra montar uns 4 decks. Ou vou fazendo aos pouquinhos... Quem sabe vinga.
 
HORDE_TROOPER

Besta
8 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1343
Registro: 24/03/08
São Paulo - SP

Postado em: 17/08/13 10:43

Acho a ideia bacana, mas acredito que praticidade é tudo.
Printa em folha comum mesmo, em preto e branco.
Como é algo introdutório, não há necessidade de pegar belas proxies e começar.

A paixão vem da persistência e não das cartas, pois no vintage são poucos que vão logo de cara gastar para começar.

Por exemplo, monte um dredge, que a maioria das cartas são fáceis, um GW hate bear, ai se dedique a montar 2 decks bacanas como um MUD e um pyrogush. Acredito que seja bem melhor.

Printa, recorta normal e dentro do shield coloca uma land básica e por cima dela a carta printada. Nem precisa colar.

Se fosse eu a fazer o serviço começaria desta forma. Com o tempo, vc arruma as proxies ou até quem for jogar começará a gostar de fazer suas próprias proxies.

Gde abs mestre!

 
Chamelet

Lenda
20 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2275
Registro: 16/01/03
Niterói - RJ

Postado em: 17/08/13 12:31
Ah, mas as proxies que tô falando são impressas em papel 200g mesmo, sem galho. Só acho que têm que ser coloridas pra não confundir a galera. O foda é o preço do cartucho da impressora aqui hehehe

Vou montar 8 decks. Os 4 primeiros vão ser um Jace Control, MUD, Burning Oath (pra quem quiser saber como é combo em Vintage) e um GW Beatdown com Aven Mindcensor, Kataki, Thalia e Stony Silence.

Depois, se a ideia vingar, monto um Dredge (acho mais difícil a galera entender como joga de Dredge do que de Storm), BUG Fish, Landstill e um RG Beats. Acho que é um metagame variado hehehe.
 
HORDE_TROOPER

Besta
8 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1343
Registro: 24/03/08
São Paulo - SP

Postado em: 19/08/13 08:47

Sim, além de variavél é bem funcional, pois vc já terá as principais cartas printadas desta forma, podendo no futuro montar diversos decks.

Só não esqueca de nos reportar aqui como anda o processo
gde abs

 
Chamelet

Lenda
20 Referências (100.00% positivas)
Posts: 2275
Registro: 16/01/03
Niterói - RJ

Postado em: 20/08/13 13:59
Tá rolando. Montei o Control o MUD e o GW. Acho que vou fazer o BUG Fish antes do Oath, até pra ajudar a contrariar essa ideia de que Vintage é disputa na moeda.