Home Cards of Paradise
 Home > Fórum > Pauper > Torneios Pauper 2017 - Faça seu Report!
Torneios Pauper 2017 - Faça seu Report!
«
<
1
2
3
 Torneios Pauper 2017 - Faça seu Report!
gelcila

Esquilo
0 referências
Posts: 1575
Registro: 28/10/07
Recife - PE

Postado em: 15/05/17 05:04
Mais um report, dessa vez dois torneios com o mesmo Deck do último torneio.

[bb]Torneio - Pauper na Horda Geek (12-05-2017 - sexta - 19:00 hs)
Deck - Mono Red Combo - Burn
Número de Players - 12
Rodadas - 4
Resultado - 3-1 (9 pontos)
Colocação - 1º

Partida 1 - Mono Red Burn - 2-0 - Adryel Alberto
Essa normalmente é uma partida bem rápida. Dentre as poucas diferenças entre os dois Burns a mais crucial está no uso dos Thunderous Wrath, sendo 2 no meu e 4 no do oponente.
No primeiro jogo eu consegui ser mais agressivo enquanto meu oponente tinha draws ruins. Magma Jet me ajudou a corrigir o topo e a finalizar rapidamente. Meu oponente acabou com 2 Searing Blaze na mão sem poder usá-los.
Para sidear não teve muito o que pensar.

-4 Searing Blaze
+2 Relic of Progenitus
+2 Molten Rain

A decisão de tirar os Searing Blaze foi pensada no fato da lista do meu oponente ser igual a minha e só usar os Thermo-Alchemist de Criatura no Deck.
O segundo jogo foi um pouco mais tenso e foi decidido em um detalhe e vacilo de ambos. Quando eu e ele tínhamos algo em torno de 10 pontos de vida, ele conjurou um Chain Lightning e eu pedi pra esperar para responder. Meio que deu um delay em mim e no meu oponente por um tempo e eu decidi copiar o Chain Lightning, mas o meu oponente também poderia copiá-lo e eu não me atendei a isso. De toda forma ele não o fez por vacilo ou por não saber o que eu possuía na mão. Perguntei se o meu Chain Lightning resolveria e meu oponente disse que sim. Então após o meu resolver e ainda com o Chain Lightning do meu oponente na pilha, eu conjurei Shard Volley e Fireblast, vencendo a partida. Ele mostrou que tinha um Lightning Bolt e um Fireblast na mão e que vacilou em não ter copiado a minha cópia do Chain Lightning, pois dessa forma ele teria vencido. Foi uma situação que pouco acontece no qual eu até já imaginei e me preveni no torneio passado contra um UR, mas numa partida mais óbvia disso acontecer já que se trata de uma mirror eu fiquei um pouco destreinado da situação por ser algo que não acontece com frequência. Por isso que temos que prestar atenção em cada jogada, pois estamos acostumados a diversas situações e já pilotamos o Deck no automático nesses casos, mas muitas vezes não sabemos como agir em várias situações que não estamos acostumados.
Quem treina constantemente está sempre à frente dos outros por saber como agir em mais situações diferentes.

Partida 2 - Mono Black Control - 2x1 - Luiz Filipe
Uma partida que em geral é muito, mas muito fácil para o Burn, acabou quase tomando um rumo diferente...
O primeiro jogo foi atípico, com um jogo lento da parte do Burn e uma ótima mão do MBC com Chittering Rats, Tendrils of Corruption e Gray Merchant of Asphodel. Fiquei apreensivo e comecei a pensar como poderia sidear para melhorar a partida e não perder uma good match.

-4 Thermo-Alchemist ou 4 Curse of the Pierced Heart - Não recordo exatamente o que tirei.
+2 Relic of Progenitus
+2 Molten Rain

Creio que eu tirei mesmo o Thermo-Alchemist, pois sei que o MBC usa muitas remoções e que ele teria que manter algumas por não ter tantas cartas assim contra o Burn para fazer uma substituição equivalente. Então quis fazer com que ele pudesse ter cartas inúteis na mão durante a partida.
Comigo começando, a partida foi bem rápida e contei com um jogo lento do meu oponente para facilitar. Também consegui encaixar um Thunderous Wrath com sucesso o que acelerou ainda mais as coisas. Foi uma vitória segura onde quando ia vencer ele conjurou uma Tendrils of Corruption em uma Criatura dele, mas em resposta eu tinha uma Fireblast e consegui vencer de forma segura.

O terceiro jogo foi ganho por causa do meu side. No início do jogo consegui resolver um Searing Blaze em uma Cuombajj Witches. Depois, quando o meu oponente tinha um Phyrexian Rage em campo e 4 Terrenos, eu consegui conjurar com sucesso um Molten Rain em um Barren Moor dele, ainda dando 2 de dano que ajudou no fim das contas. Mas o que contou mesmo foi a falta do Terreno, pois quando passei, meu oponente jogou mais um Pântano, o que deveria ser o quinto Terreno se eu não houvesse destruído um dele e que possivelmente daria a vitória pra ele. Então eu consegui no turno seguinte causar o dano que o mataria, mas mais uma vez ele tinha uma resposta, desta vez era Crypt Incursion, só que mais uma vez a salvadora Fireblast chegou na hora certa me dando a vitória nessa partida decidida nos detalhes. No fim do jogo meu oponente mostrou 2 Gray Merchant of Asphodel que não puderam ser conjurados pela fala do quinto Terreno.
Foi sufoco e uma das partidas mais difíceis contra o MBC que eu já tive com o Burn.

Partida 3 - UW Midrange - 1-2 - Edmilson Ferreira de Lima
Um Deck estranho e que não faz parte do meta. Por ser Azul e Branco eu já poderia esperar pelo pior já que são as duas cores do Pauper que conseguem lidar melhor com o Burn.
O Deck dele usa Radiant Fountain, Tranquil Cove, Mulldrifter, Preordain, Counterspell, Seraph of Dawn, Guardian o the Guildpact, Bonesplitter e mais algumas coisas que eu não lembro agora.
No primeiro jogo ele conseguiu dominar, anulando algumas mágicas e eu ainda tive que destruir o Seraph of Dawn para que ele não tivesse uma vantagem muito grande na partida. Mesmo assim Mulldrifter + Bonesplitter e 2 Guardian o the Guildpact decidiram o jogo a favor dele.
Sidear era preciso...

-4 Lava Spike
+2 Pyroblast
+2 Molten Rain

O segundo jogo foi muito, mas muito apertado. Ele tinha 13 de vida quando "vacilou" e ficou tapado, conjurando um Mulldrifter e um Delver of Secrets, além de um Preordain, ficando apenas com uma Ilha em pé.
A oportunidade era aquela e dificilmente eu teria outra caso passasse a vez e ele tivesse todos os seus Terrenos desvirados.
Então eu comprei a minha sétima Montanha, joguei ela e conjurei pelo custo o Thunderous Wrath que veio na minha mão inicial. Ele "deixou" resolver. Conjurei 1 Fireblast pelo custo alternativo que ele também deixou resolver e conjurei outro Fireblast pelo custo alternativo, causando os 13 de dano que precisava.

O terceiro jogo foi marcado pelo azar de ambos. O do meu oponente no início e o meu no final, o que me fez perder a partida. O meu oponente começou apenas com uma Ilha na mão e dois Preordain, então ele conjurou o primeiro Preordain, depois desceu um Delver of Secrets que durou turnos e mais turnos para flipar. Eu ainda anulei o segundo Preordain dele depois que vi que ele estava desesperado em busca de mais Terrenos. Consegui deixar ele com 4 pontos de vida e o Delver of Secrets insistia em não flipar. Aí começou o meu azar, eu comprei 4 Montanhas seguidas e dei tempo para ele se recuperar e conseguir ganhar vida, ficando seguro com anulações na agulha e ele venceu numa virada surpreendente uma partida praticamente perdida. Terminei o jogo com 10 Terrenos comprados, de 17 que uso no Deck.
De toda forma, estava satisfeito com o desempenho do Deck até aqui, mas queria tentar pelo menos garantir o terceiro lugar vencendo minha última partida.

Partida 4 - Mono Blue Delver - 2-0 - Lucas Daniel
Como houve pouca gente no torneio, aconteceu que Edmilson, meu adversário da partida passada, era o único com 9 pontos e ele nessa rodada enfrentou Adryel, que foi o meu primeiro oponente ao qual eu venci e que tinha os mesmos 6 pontos que eu. O que melhorava a minha situação podendo fazer com que eu ficasse em segundo lugar caso vencesse.
Mais uma partida difícil. No primeiro jogo dei sorte que meu oponente zicou e eu ainda "forcei" ele a conjurar um Daze para atrasá-lo ainda mais. Consegui baixar o Thermo-Alchemist e a Curse of the Pierced Heart em momentos que ele não poderia anular e ambos decidiram o jogo a meu favor.
Hora de sidear.

-2 Rift Bolt
-4 Lava Spike
+2 Pyroblast
+4 Electrickery

Tentei criar uma estratégia diferente para lidar com esse difícil adversário e acabou dando certo. Consegui controlar as Criaturas no início com Electrickery e alguns burns e conjurar um Curse of the Pierced Heart. Tive um Thermo-Alchemist anulado e fui tentando contornar a situação, até que começou a complicar com o Spire Golem e Bonesplitter, fazendo com que a partida ficasse bem favorável a ele. O que acabou decidindo o jogo a meu favor foi um grande vacilo do meu oponente. Eu estava com 1 ponto de vida e meu oponente com a partida na mão, pois certamente tinha anulação e já havia revelado Daze para flipar um Delver of Secrets alguns turnos atrás. Ele estava com 3 ou 2 de vida, eu tinha 1 Shard Volley e 1 Montanha na mão, então precisava urgentemente comprar algum burn. Meu oponente só tinha 2 Ilhas em pé, o que me deu certa tranquilidade, mas para o meu azar o meu draw foi um Thermo-Alchemist. Eu decidi então jogar a isca e meu oponente acabou caindo. Com 3 Montanhas em campo eu baixei o Thermo-Alchemist e meu oponente meio que por impulso o anulou prontamente com Counterspell meio que sem pensar, sem nenhuma necessidade já que nem para block ele serviria. Então eu joguei a Montanha que estava na minha mão (para não levar o Daze) e conjurei o Shard Volley, o que me fez vencer a partida.
Essa forma diferente de jogar me ensinou que dá para transformar uma bad match em algo equilibrado só pela forma como se joga. Claro, vai depender de quanto bad seja essa partida para o seu Deck. No caso, eu considero o Mono Blue uma bad para o Burn, mas uma bad contornável e que depende também da zica do Mono Blue, pois se ele fica uma boa parte da partida podendo apenas anular uma mágica por turno, torna o jogo muito complicado para o Mono Blue segurar o Burn.
Aproveitei e tirei mais uma lição esse jogo, dessa vez em relação ao Mono Blue. Eu vi o meu oponente mais uma vez conjurando Gush e se atrasando, isso já aconteceu em inúmeras partidas e apesar dos draws, devolver Terrenos para a mão no Mono Blue pode ser altamente prejudicial. Mais uma vez só reforcei a minha opinião de que Gush não combina com o Mono Blue Delver.

O torneio foi bom e no fim das contas para a minha surpresa, Adryel conseguiu vencer Edmilson, me fazendo pular para o primeiro lugar, mesmo cada um de nós três estando com 9 pontos. O programa calculou o oponent match e outras estatísticas me levando para o topo com uma diferença bem baixa em relação a eles. Edmilson ainda conseguiu ficar em terceiro mesmo tendo vencido as três primeiras. As nossas derrotas ficaram entre nós três. Eu perdi para Edmilson, Edmilson perdeu para Adryel e Adryel perdeu para mim.
Uma outra lição que aprendi nesse torneio foi que é sempre bom reforçar uma good match, pois pode ser necessário uma ajuda extra para vencer uma partida relativamente favorável. Não devemos subestimar o oponente ou o seu Deck, sempre devemos jogar com atenção para fazer a melhor jogada que pode ser feita, tentando fazer uma leitura de jogo de um, dois ou até dos três turnos seguintes. Eu poderia achar que a derrota contra o MBC no primeiro jogo foi um acidente e se não tivesse sideado o Molten Rain por achar desnecessário reforçar o Deck em uma good match, teria perdido por 2x1.
Ficam as lições e a sensação que ainda é preciso aprender e melhorar sempre.

Mono Red Combo - Burn - Pauper
2017-04-29  
Jogador

gelcila
Visitas

408
Código Fórum

[deck=572009]
Main deck (60 cartas)


17 terrenos


4 criaturas


39 outras mágicas
Sideboard (15 cartas)


15 outras mágicas
Chain Lightning
Menor
Preço
Preço
Médio
Maior
Preço
R$ 22,00 R$ 63,51 R$ 149,50

             


Editada em: 15-05-17 05:23:16 por gelcila.
 
surfe

Esquilo
47 referências (97.87% positivas)
Posts: 158
Registro: 27/04/16
Araucária - PR

Postado em: 15/05/17 16:52
Torneizinho pauper sábadão 13/05, 3 rodadas, fiquei em segundo, perdi a final para MBC.
Deck affinity. nos outros relatos eu estava usando preto, agora tirei o preto, melhorei o side e fiz uma lista +- padrão, exceto q uso 2 temur battle rage (TBR) e 1 fling. Durante a semana edito e posto o deck.

G1 RUG limiar/delirium 20
Round1 muligo a 6, abro com 2 terreno 1 atog, 2 carapaca, 1 batracoide. No t2 fico na duvida entre descer o atog e o batracoide pq o cara tinha puxado montanha e eu não queria perder o atog de cara. Baixei o batracoide, no final não fez diferença, comprei mais um terreno, baixei atog, compro fonte icorídica e com ela compro temur batle rage. Sacrifico a fonte pra ele ficar fora do alcance do raio, TBR e atak o cara já concede.
Round 2 combo atog e fling na mão. ele tentou fazer um homem urso e um mestiço selvagem, mas o urso nem chegou a virar 4/4

G2 Elfos
Round 1 Muligo a 5 com atog e galvanic pra qualquer ameaça. t1 o cara faz floresta e passa. Como eu já sabia o deck dele fiquei bem quetinho. faço meu terreninho e tambor das folhas. ele faz priest of titania. Não tenho dó e desco atog e faço o galvanic no priest gerando mana com tambor. Ele faz outro priest e patrulheiros betulineos. Acho q fiz 2 batracoides essa altura e estrela cromática, não lembro exato mas foram 3 ou 4 magicas. Ai veio uma sequencia de draws e no bolo comprei TBR e GG

Side: acho q só coloquei 2 regenera artefato pra dentro. Faltou o eletrotruque no side.

Round 2, ele kepou e muliguei a 5 denovo. com atog, TBR, terreno vermelho e cidadela do aço negro e acho q estrela.
ele faz dork, eu compro pesquisa arriscada, faço cidadela e estrela. ele faz betulineos, neetle sentinel e quirion. compro fonte icoridica e desco. ele faz vanguarda, lys alana, wellwisher, melodia distante, compra 7 e desce mais uns.
Eu faço pesquisa estourando a fonte, faço terra, batraciode, tambor,conjurado por pensamento, combo pra quase 40 de dano.

G3 MBC eu ele ele estávamos 2-0
Round 1 ele mata todas a minhas criaturas e dando draws. Acumulo 4 criatura e desco tudo de uma vez. consigo uns ataques com atog e levo ele a 6. ele faz alguma q compra 2 e perde 2, não perco tempo e jogo galvanic na cara.
Side Eu não tinha nada q decente no side, não sabia muito bem o q fazer, coloquei pra dentro 2 jarro de solda pra tentar segurar os myr enforcer. Tbm ocorreu de eu deixar as cartas escorregarem no chão e isso me deixou um pouco nervoso. Tirei pesquisa arriscada q considero um erro. Deveria ter tirado tambor.
Round 2 Basicamente ele mata todas as minhas criaturas e ganha no card advantage. A partida foi longa e eu ainda estava nervoso e agora de saco cheio pq não consegui fazer nada. Não consegui ver jogadas diferentes que poderiam virar a partida. Vários momentos
Round 3 Acoteceu o mesmo q no 2 não consegui pensar direito ou fui inocente sei lá. O game foi bem longo, cemitério já estava maior q o deck quando acabou. Nao consegui atacar nenhuma vez.

Com a premiação peguei um booster de eternal e abri uma wasteland! já pagou inscrição e as cartas q comprei pro deck.

vindo pra casa fiquei pensando o q poderia ter feito pra ganhar do MBC e ficou bem óbvio, ele não ataca minha base de mana e perde muita vida pra comprar carta. Se eu jogasse de forma mais agressiva, usando os galvanic pra burn podeira ter vencido pq no R2 e no R3 vieram 3 galvanic meio q na sequencia e usei pra matar os bichos dele. ele terminou com 8 e 13 de vida cada um desses round.

Editada em: 16-05-17 09:15:32 por surfe.
 
surfe

Esquilo
47 referências (97.87% positivas)
Posts: 158
Registro: 27/04/16
Araucária - PR

Postado em: 19/05/17 13:20
meu deck atual
Affinity Pauper - Pauper
2017-05-19  
Jogador

surfe
Visitas

115
Código Fórum

[deck=587696]
 
«
<
1
2
3




UG Card Shop




 
UG Card Shop
Ligamagic | Home
@ Copyrighted por Wizards of the Coast Inc.   |   Política de Privacidade   |   Aviso Legal   |   Condições de uso
Ligamagic | Youtube   Ligamagic | Facebook   Ligamagic | Twitter