Home Cards of Paradise
 Home > Fórum > Discussão de Magic > FRONTIER
FRONTIER
 FRONTIER
FlankingNews

Esquilo
0 referências
Posts: 2
Registro: 07/01/17
São Paulo - SP

Postado em: 07/01/17 15:00




O Magic é dividido em dois tipos de construção de decks, limitado e construído. O formato limitado é dado basicamente por drafts e o construído engloba as mais variadas vertentes, onde há diferentes tipos de regras em relação à utilização de cartas das mais variadas edições lançadas desde os primórdios do Magic até hoje.
Read more…

Estamos vendo a ascensão de um formato criado recentemente no Japão pelas lojas Hareruya e BigMagic. Assim como o Modern, o Frontier terá origem em um novo frame criado para as cartas, a ediçao M15, que foi lançada em julho de 2014. As regras básicas deste novo formato, sendo um formato construído, seguem os antecessores como o Standard, Modern, Legacy e Vintage. As edições permitidas para o formato são M15, Bloco Khans of Tarkir, Battle for Zendikar, Shadow over Innistrad e Kaladesh até o presente momento.

Frontier é um formato sem rotação, ou seja, todas as cartas lançadas a partir de M15 são válidas e permanecerão no formato até que um possível banimento seja determinado. (Nota-se que até o presente momento não há lista de cartas banidas e restritas)

A criação deste novo formato se deu por alguns fatores bastante relevantes no cenário atual, o elevado das cartas e consequentemente da montagem dos decks nos outros formatos sem rotação são bastante elevados (dois sets de fetch lands combinados com apenas um set de shock lands giram em torno de R$500,00) é um deles. A utilização de cartas com menor rotação de vendas nas lojas e entre players é outro fator bastante importante a se considerar.

A cada edição são acrescentadas mais de 200 cartas ao Modern e agora ao Frontier, o formato terá suporte o suficiente para sustentar as novas cartas sem que o seu ambiente ? Quando o modern foi lançado haviam aproximadamente 13 blocos contemplando o formato, hoje já são 20 blocos. Frontier está sendo lançado com apenas 4 blocos, sendo apenas 3 deles completos e dois deles com apenas duas edições.

Segundo Reid Duke, devemos considerar alguns fatores muito importantes para a construção de um formato construído, estes fatores são:

Speed: Em que turno o deck mais rápido consegue vencer o jogo. Quantas defesas e de quais tipos você precisa pra sobreviver à este tipo de pressão ? Com qual frequencia os jogos chegam ao late game ?

Assim como no Modern, o Atarka Red é um dos decks mais rápidos e geralmente finaliza o oponente no 4-5 turno. Este deck dificilmente chega ao late game, é win or die e para aguentar a pressão de um deck como este geralmente utiliza-se ou da mesma arma ou de uma arma completamente contrária. Neste aspecto na maioria das vezes o melhor jogador (geralmente o mais treinado) leva o game.

Power Level: Como você consegue medir o que poderia fazer em certo ponto do jogo ? Quão poderosas são as criaturas e mágicas com custo de mana variados ?

Ainda é muito cedo para medirmos certos aspectos do jogo. Com menores possibilidades de utilização de cartas quando comparadas com os outros formatos eternos, o jogo tende a ser hoje uma outra vertente do Standard, fazendo com que cartas de custo alto não seja tão restritiva.

Balance: Algum deck, estratégia, ou carta desponta em relação às outras ? Se a resposta for sim o que isto faz com que este deck, estratégia ou carta compita de forma justa contra os outros decks tops ?

Falar sobre Atarka Red é sempre complicado. Uma estratégia que desponta em praticamente todos os formatos e, em muitas vezes é injusta.

Diversity: Você pode prever o que você poderá enfrentar quando estiver em um torneio ? Quão competitivos são os decks ? Qual a variação que você espera de cada arquétipo ?

O formato tende a ser bastante diverso pela possibilidade de utilização de decks 5 color competitivo.

Complexity: Quão desafiador são os jogos ? Isto pode afetar sua escolha de deck e outros aspectos na sua preparação para o campeonato ?

sem resposta

The Size of the Format: Quantas cartas e quais sets são legais para o jogo ?

Frontier ainda é um formato muito recente, para termos uma ideia Frontier foi lançado com 10 edições válidas. Modern foi lançado em 2011 com aproximadamente 30 edições legais para o formato, hoje são mais de 50 edições válidas.

Magic 2015
Khans of Tarkir
Fate Reforged
Dragons of Tarkir
Magic Origins
Battle for Zendikar
Oath of the Gatewatch
Shadows over Innistrad
Eldritch Moon
Kaladesh
Em 2011 quando o modern foi lançado, ele já havia sido testado por algum tempo pelos desenvolvedores de jogos da Wizards. Sam Stoddard, um destes desenvolvedores, nos conta em seu artigo "DEVELOPING MODERN" que há muitas dificuldades em manter um formato sadio como o modern é hoje. O Frontier foi lançado sem que houvesse um estudo efetivo sobre o formato e impacto das cartas em seu metagame. De fato a Wizards não se empenha tanto em testar cartas nos formatos eternos como se empenha no Standard, as cartas são lançadas para serem jogadas no formato rotativo, o que produz lucro para a empresa, mantém saudável a competitividade e desenvolvimento de novos decks, entre outros fatores.

A cada edição novas cartas podem causar impactos nos formatos eternos, recentemente tivemos a adição de algumas delas para o Modern, cartas como Monastery Swiftspear, Siege Rhino, Deflecting Palm, Become Immense, Dig Through Time, Treasure Cruise, Temur Battle Rage e o relançamento das fetch lands. Alguma coincidencia ? A maioria destas cartas foram lançadas em Khans of Tarkir, são e foram staples em praticamente todos os formatos onde são permitidas. Isto posto, nos leva a crer que o frontier será apenas uma vertente pior do Modern ao longo dos anos, ou ainda se tornará o próprio modern.

Após algumas pesquisas realizadas no Facebook, Reddit, Ligamagic, MTGSalvation entre outras fontes logo podemos perceber que aderir ao Frontier é ainda mais pessoal do que migrar do Standard para o Modern e do Modern para o Legacy. Trata-se de pode utilizar cartas as quais muitos dos novos jogadores de frontier utilizaram num passado recente e ainda não se desapegaram. Temos que concordar que as staples citadas anteriormente fizeram a alegria de muito jogador, renderam boosters e fizeram inimizades. Ainda há a intenção de muitos destes jogadores em utilizar cartas que foram pouco utilizadas em seus decks e que continham algum tipo de flavor que atraia os jogadores, como Goblin Rabblemaster.

No passado tínhamos o Extended que, apesar de um pouco diferente do proposto no Frontier, tinha uma quantidade de sets razoável e as cartas novas podiam ser utilizadas junto com velhas cartas, havia uma rotação maior do que há com o standard, assim sendo, teoricamente haveria uma maior utilização de cartas menos importantes para o Standard e consequentemente maior rotação destes cards no formato. Mesmo assim o formato não teve suporte da Wizards, que o excluiu da lista de formatos sancionados e incluiu o Modern em seu lugar. Espero sinceramente que Wizards repense um pouco sobre os formatos, há várias ideias surgindo a respeito. Recentemente lançaram o já morto Tiny Leaders, uma versão de menor custo de Commander.

Especulou-se bastante a respeito de um novo formato eterno que se utilizaria de cartas de todas as edições, neste formato seriam válidas todas as cartas e a sua lista de banidas englobaria a lista do Legacy e as cartas hoje presentes na reserved list. Gostaria muito de ver algo como isto surgindo, há maiores possibilidades de utilização de cartas, maior possibilidade de interações.

Deixem suas expectativas e opiniões a respeito deste novo formato nos comentários, todos serão lidos com muita atenção e respondidos assim que possível.

Um grande abraço !

PeJota

Editada em: 07-01-17 15:01:41 por FlankingNews.
 
Noob_Saibot

Esquilo
0 referências
Posts: 454
Registro: 23/11/13
Porto Alegre - RS

Postado em: 08/01/17 20:20
O grande problema são algumas staples do Frontier que realmente vão precisar ser banidas. É estranho e pesado pensar em banimento antes mesmo de sancionar um formato.

As staples mais significativas são fetches, Jace (ORI), DDT, TC, CoCo. Talvez a Saheeli Rai em função do combo infinito.

Destas, as que eu considero muito maléficas para a saúde do formato são DDT e TC (mais TC mesmo). O pode acontecer é uma versão rápida de UR com Monastery + TC; fica um deck muito veloz, utiliza a nova fastland UR, tem bons removals do vermelho e bons cards do azul para dar um gás no late game (se houver). Com splash pra verde, pode-se usar Comando de Atarka.

Ou seja, é um formato interessante, bom, mas também precisa de um ajuste fino.
 
Hollow

Esquilo
27 referências (96.30% positivas)
Posts: 1724
Registro: 14/01/15
São Paulo - SP

Postado em: 09/01/17 11:54
Eu já coloquei em outro tópico, e ninguém respondeu de forma convincente porque o Frontier seria mais barato que o Modern.

A verdade é que não seria. Num curto prazo, talvez fosse um pouco mais barato, porque as cartas ainda estão "por aí". Mas no médio/longo prazo vai chegar bem próximo, com um agravante de ainda encarecer o Standard, já que com a pool menor, as staples do Standard terão maiores probabilidades de jogar no Frontier.

Só lembrar o preço dos decks do Standard de Origins + Khans. Os preços dos top Tiers do Standard daquela época eram bem próximos de vários decks do Modern. E o que seria o Frontier, senão o Standard de Origins + Khans, que era um Standard com power level diferenciado, com algumas adições pontuais das outras edições (Gideon, Liliana, Grim Flayer...)?

Eu acho válido cogitar outro formato, se o argumento para tal for outro. "Vamos incentivar o Frontier, porque o Modern é muito rápido e injusto". Aí eu acho válido. Se o argumento for o preço, a galera vai cair do cavalo.

Só ver o preço do Jace, por exemplo. Até outro dia tava 70 ronaldos. Aí, começaram a falar em Frontier e ele já pulou pra 150. Se o formato virasse mesmo e ele fosse staple (certamente seria) e a galera começasse a comprar, quanto custaria? Provavelmente passaria o preço do Snapcaster Mage, por exemplo.

E a Liliana, que hoje, brilhando apenas no Standard (joga marginalmente como 1-of em um ou outro decks Modern) está acima de 150? Se o Frontier fosse realmente presente, ela jogaria nele, e seria staple. Quanto custaria, tendo demanda do Frontier + Standard? 220? E depois que caísse do Standard? Será que ficaria abaixo de 150? Eu tenho minhas dúvidas...

Eu acho que se o problema é "o Modern está muito caro" a solução deveria ser baratear o Modern (exigir de maneira prática mais reprints por parte da Wizards, exigir boosters de Modern Masters mais baratos, etc.), e não criar outro formato que no fim das contas vai ficar quase tão caro quanto. E de novo pra frisar... ainda não deram nenhum argumento convincente para provar que o Frontier seria efetivamente mais barato que o Modern num médio/longo prazo.
 
Kodo

Esquilo
40 referências (100.00% positivas)
Posts: 110
Registro: 22/03/10
Indaial - SC

Postado em: 09/01/17 13:04
Já não chega de formatos?

Os champs de determinado formato não vão ficar cada vez com menos players? Dificilmente você vê um mesmo jogador que tenha
t.1 no Vintage, legacy, modern, Standard e jogue frequentemente.
 
tattoowalker

Esquilo
110 referências (100.00% positivas)
Posts: 528
Registro: 25/06/15
Paracambi - RJ

Postado em: 09/01/17 13:06
Na minha opiniao vai rolar o ban do TC, e DTT.. Somente. vejo frontier como uma opcao bem conveniente no sentido de facilidade de conseguir as cartas. Barato nao sera.. no magic nada e barato.. vejo um formato legal e bem competitivo..frontier e inevitavel, ele ira preencher uma lacuna no magic..
 
Malfensthor

Esquilo
4 referências (100.00% positivas)
Posts: 346
Registro: 23/04/11
Congonhas - MG

Postado em: 09/01/17 15:42

ONde eu assino? já viu o preço daquela Empurrão Fatal que está no spoiler?

 
Malfensthor

Esquilo
4 referências (100.00% positivas)
Posts: 346
Registro: 23/04/11
Congonhas - MG

Postado em: 09/01/17 15:46
Seria até engraçadao um formato recente, mais novo que o modern e com cantrip melhor que o modern. Mas infelizmente no momento que o formato for oficializado , acredito que na primeira ban list estarão DDT e TC como os primeiros da lista.
 
Goodbyebluesky

Esquilo
38 referências (100.00% positivas)
Posts: 20
Registro: 14/11/16
Rio de Janeiro - RJ

Postado em: 09/01/17 16:25
IMHO, qualquer formato eterno terá seus valores inflacionados cedo ou tarde pela oferta x demanda. O ideal, para termos um formato menos agressivo financeiramente seria um antigo extended, um formato abrangente (com mts edições) e com rotação lenta.
 
Supercharge

Esquilo
37 referências (100.00% positivas)
Posts: 500
Registro: 06/01/08
Santo André - SP

Postado em: 10/01/17 10:48
alguém sabe onde tem loja pra jogar em sp? gosto bastante do formato.
 
GENERALLEE

Esquilo
7 referências (100.00% positivas)
Posts: 290
Registro: 23/08/07
Novo Hamburgo - RS

Postado em: 10/01/17 13:52


No modern eles baniram twin com a desculpa de alta densidade, hoje em dia a field é infect, afinity burn e mais agro, acredito que já sair querendo banir cartas feito dig cruzeiro e outras paradas que fortalecem muito o azul e o draw power do controle não é das melhores indicações , pq se for pra fazerem frontier ser um modern sem infect e afinity mas ainda sim muito agroo, é pra matar!

 
Noob_Saibot

Esquilo
0 referências
Posts: 454
Registro: 23/11/13
Porto Alegre - RS

Postado em: 10/01/17 14:56
Pois é, como eu disse, é preciso um ajuste fino.
Eu não sei esse ajuste ainda, claro.

O que nós fazemos aqui em Porto Alegre para jogar um Modern "diferente" é retirar a banlist e alterar a forma de montar os decks. Basicamente, a raridade da primeira impressão do card é que define a quantidade de cards no deck tal que

1 cópia de Míticas
2 cópias de Raras
3 cópias de Incomuns
4 cópias de Comuns

Sim, eu sei que essa estequiometria é a mesma usada no Magic Duels, mas aparentemente funciona bem.

Tivemos problemas com TC, porque é comum e liberou 4 cópias, o que deixou insano os decks baseados em Delve. Além disso, Ponder ficou liberado com 4 cópias. Daí, as coisas complicaram ainda mais.

Mas fazer essa estequiometria na construção de decks do Frontier parece-me muito interessante.

Lógico que a Wizards nunca vai fazer isso, porque vai reduzir o lucro e a procura de staples.
 
GENERALLEE

Esquilo
7 referências (100.00% positivas)
Posts: 290
Registro: 23/08/07
Novo Hamburgo - RS

Postado em: 10/01/17 16:06
problema do modern foi o ban de toda e qualquer carta de power level individual absurdo, como TMS, jitte, gaga, coisas que eles ja tinham previsto ser um ''monopólio'' caso estivessem no formato. Exemplo do stoneblade na época do t2, porém não existe essa coisa de FIELD SAUDÁVEL, e sim field justo, tu vai jogar modern na jambo por exemplo, infect afinity, dredge e meia duzia de combo, whaatt? , depois reclamam que boneco joga de skred red, ou boros nahiri controle pq tu não tem como lidar com todas as situações de maneira especifica, então tu da calice pra 1 , blood moon e reza pro enrakul ganhar o jogo !


acho que tem que ser wild land msm, ainda mais que frontier ta tudo tipo centavos, o que é caro são as cartas que estão bombando no t2 ,e o jessé que é e sempre será especulação porque é o jessé!
 
GENERALLEE

Esquilo
7 referências (100.00% positivas)
Posts: 290
Registro: 23/08/07
Novo Hamburgo - RS

Postado em: 10/01/17 16:06
problema do modern foi o ban de toda e qualquer carta de power level individual absurdo, como TMS, jitte, gaga, coisas que eles ja tinham previsto ser um ''monopólio'' caso estivessem no formato. Exemplo do stoneblade na época do t2, porém não existe essa coisa de FIELD SAUDÁVEL, e sim field justo, tu vai jogar modern na jambo por exemplo, infect afinity, dredge e meia duzia de combo, whaatt? , depois reclamam que boneco joga de skred red, ou boros nahiri controle pq tu não tem como lidar com todas as situações de maneira especifica, então tu da calice pra 1 , blood moon e reza pro enrakul ganhar o jogo !


acho que tem que ser wild land msm, ainda mais que frontier ta tudo tipo centavos, o que é caro são as cartas que estão bombando no t2 ,e o jessé que é e sempre será especulação porque é o jessé!
 
VIP USER OURO SilverGreen

Ancião
88 referências (100.00% positivas)
Posts: 13489
Registro: 02/12/03
Macaé - RJ

Postado em: 10/01/17 20:40

Falta um bocado de perspectiva pra galera.

5 anos atrás, quando lançaram o Modern, as cartas também custavam merreca. Vejam onde isso foi parar. E pra piorar, a bolha inflacionária que se criou em torno do formato ainda ajudou a arrastar pra cima os preços das cartas de outros formatos também.

No mesmo dia em quem anunciassem a oficialização do "Frontier", ou de qualquer outro formato, os preços também explodiriam. Não fiquem nessa ilusão de que lançar outro formato seria a solução para o problema dos preços das cartas.

Four little goblins, trapped by the sea. One teased a serpent, and then there were three.

Three little goblins, enjoying their brew. One bumped an ogre, and then there were two.

Two little goblins, out in the sun. Down came a griffin, and then there was one.

One little goblin shook up the ground. When the dust cleared, no one was found.


Meu Puca:
http://migre.me/vapvs

 
HRHB

Esquilo
10 referências (100.00% positivas)
Posts: 2
Registro: 16/07/15
Ponta Grossa - PR

Postado em: 11/01/17 12:59
Não acredito que o Frontier está se popularizando apenas pelo fator econômico. O que atrai muito é o cardpool e o estílo de jogo, por exemplo, gosto do deck Atarka Red e acho Soulfire Grand Master uma carta muito massa, só isso já me é suficiente pra querer jogar esse formato.
 
tattoowalker

Esquilo
110 referências (100.00% positivas)
Posts: 528
Registro: 25/06/15
Paracambi - RJ

Postado em: 11/01/17 14:20

Minha opiniao e essa ai. Curto todos os formatos.. nao vou parar de jogar nenhum. Mas vejo cards incriveis que foram lancados nas ultimas colecoes, que acabam na pasta prq no modern ja tem algo mais eficiente oy que nao permite aquela dinamica.. Cardpool e o maior apelo do frontier na minha opiniao.

 
tattoowalker

Esquilo
110 referências (100.00% positivas)
Posts: 528
Registro: 25/06/15
Paracambi - RJ

Postado em: 11/01/17 16:22

Minha opiniao e essa ai. Curto todos os formatos.. nao vou parar de jogar nenhum. Mas vejo cards incriveis que foram lancados nas ultimas colecoes, que acabam na pasta prq no modern ja tem algo mais eficiente oy que nao permite aquela dinamica.. Cardpool e o maior apelo do frontier na minha opiniao.

 




UG Card Shop




 
UG Card Shop
Ligamagic | Home
@ Copyrighted por Wizards of the Coast Inc.   |   Política de Privacidade   |   Aviso Legal   |   Condições de uso
Ligamagic | Youtube   Ligamagic | Facebook   Ligamagic | Twitter