Load or Cast
Load or Cast
Ajuda com Deck Dragão para o Pioneer
 Ajuda com Deck Dragão para o Pioneer
Marcos36

Soldado
2 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1208
Registro: 28/03/14

Postado em: 21/09/20 15:21
Fala, galera! Tudo bem com vocês?

Sou um jogador de Magic das antigas que sempre jogou 4Fun. Recentemente, a galera aqui da cidade resolveu jogar o Pionner e resolvi montar um deck pra jogar também.

Então, eu fiz uma lista de deck Dragão. Ainda não comprei as cartas. Gostaria da ajuda de vocês para melhorar o deck.

A lista é essa aqui: [DECK 1875114 NOT FOUND]

Então, o que vocês acham do deck? Tenho a impressão de que ele precisa ser mais rápido em colocar os terrenos na mesa, mas a lista tem vários terrenos não básicos e os "procura terrenos" geralmente só procuram básicos.

Também gostaria de saber a opinião de vocês se existe a possibilidade desse deck vir a ser competitivo algum dia.

No mais, é isso!

Agradeço a todos que se dispuserem a me ajudar a melhorar meu deck e desejo a todos uma boa tarde!

Um abraço ,galera!!!

Editada em: 21-09-20 22:07:23 por Marcos36.
 
Marcos36

Soldado
2 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1208
Registro: 28/03/14

Postado em: 27/09/20 16:35
Me dá uma ajuda aí, galera! Por favor!
 
corsiria

Goblin
2 Referências (100.00% positivas)
Posts: 297
Registro: 14/04/19

Postado em: 02/10/20 17:54
uma palavra pra vc, sarkhan, o PW de dragoes comba mt com isso, praticamente todos os sarkhan rodam bem em deck de dragao
servo do soberano dragao pode te ajudar a dar uma ajuda a ir mais rapido e ate mesmo façanha de rochaferro é uma OTIMA pedida pra esse tipo de deck
 
Marcos36

Soldado
2 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1208
Registro: 28/03/14

Postado em: 12/10/20 17:00

Fala meu bom amigo Corsiria, tudo bem com você? desculpe a demora em responder, mas minha vida tem sido bem corrida nos últimos dias e só tive um tempo para sentar e responder com calma sua mensagem agora. e sem mais delongas, vamos à resposta!

Vou dividir a resposta em três tópicos para falar detalhadamente sobre cada ponto que você colocou: 1- Sarkhan; 2- Servo do Soberado Dragão 3- Façanha de Rochaferro.

Mas primeiro, deixe-me apresentar a minha nova lista de Dragões. Contemple a Revoada Dracônica!

Revoada Dracônica
1 visualização
11/10/2020
R$ 642,15
R$ 1.154,74
R$ 3.298,31
1 visualização
11/10/2020
Visualização:
Padrão
Cor
Custo
Raridade
Visual
CMC
Comprar Deck
Gerar Imagem
Criaturas (18)
4  Servo do Soberano Dragão  0,09
2  Regente do Ataque Fulminante   4,30
4  Tirano da Linha de Força   14,90
3  Terror dos Picos   58,24
2  Lathliss, Rainha dos Dragões   5,88
2  Drakuseth, Gorja das Chamas    7,25
1  Dragão Avérneo de Utvara   25,00
Planeswalkers (1)
1  Chandra, Inferno Desperto   34,95
Mágicas (10)
2  Profecia de Fogo  0,09
4  Sóis Escaldantes   2,99
4  Triunfo de Sarkhan  0,40
Artefatos (7)
4  Tomo da Mente Labiríntica 17,10
3  Tesouro do Dragão 8,90
Encantamentos (2)
2  Tempestade Dragônica  0,94
Terrenos (23)
2  Crisol do Dragão Espírito0,44
1  Enclave dos Vinculadores 6,93
12  Montanha0,00
2  Quebra-crânio, o Passo do Martelo0,00
4  Refúgio do Dragão Espírito3,00
2  Zona de Explosão20,61
61 cards total

Sideboard (15)
2  Jaula do Escavador de Túmulos 6,90
3  Lança Sombria 25,00
2  Luneta Enfeitiçada 1,22
2  Morteiros de Mizzium  0,90
2  Profecia de Fogo  0,09
2  Fúria dos Deuses   5,90
1  Tirano Dragão Avérneo   34,90
1  Atarka, Dissolvedora de Mundos   0,99


Após alguns estudos e conselhos de amigos meus aqui na cidade, resolvi fazer esse deck apenas vermelho e excluir a parte verde dele. Por mais que eu goste de jogar de verde e ame decks de ramp (você pode ver um exemplo disso nesse meu Deck MonoGreen 4Fun que foi o primeiro deck que tive e que passei 10 anos da minha vida investindo tempo, esforço e um suado dinheiro para que ele virasse o maior terror dentre os decks de mesão da história do Magic causal - https://lig.ae/d/1650726), acabei decidindo deixar o deck apenas vermelho porque:

1- Facilita na hora de colocar as remoções que me ajudam a manter o campo estável até a entrada das bombas;

2- Dos Dragões disponíveis no formato, pouquíssimos são de outras cores além de vermelho que possam ser aproveitados no meu deck (mais especificamente dois: Atarka, Dissolvedora de Mundos e Kolaghan, Soberana Dragoa) e consigo colocar todos em campo sem a necessidade de ter terrenos que gerem manas das cores deles (com cartas como Tesouro do Dragão, Crisol do Dragão Espírito e Refúgio do Dragão Espírito, que JÁ FAZEM parte do deck, ou cartas perfeitamente encaixáveis, como Território Não Reivindicado, Lanterna Cromática ou até mesmo Fogos da Invenção que é válido no formato.) e;

3- Por uma questão financeira, uma vez que terrenos duas costumam ser caros e a não necessidade deles seria um desperdício do meu pouco e suado dinheirinho.

Portanto, não vejo necessidade de manter o deck com duas ou mais cores.

Agora, respondendo às suas três sugestões acima, como eu me propus a fazer.

1- Em relação ao Sarkhan, a verdade é que a maioria deles não se encaixam no meu deck da forma como ele está atualmente. Primeiro, porque de todos os Sarkhans já feitos até hoje, apenas três seriam interessantes no meu deck: Sarkhan, Sem Mestre, Sarkhan, Sangue de Fogo e Sarkhan, Alma de Dragão. O primeiro eu sinceramente não gosto. Acredito que ele seja fraco e que só faria um efeito realmente interessante no campo se eu tivesse ao menos dois ou três dragões. E só! Ele não define o jogo, não acelera o jogo e só oferece uma defesa que se você olhar minha nova lista, vai perceber que não é tão necessária assim. Quanto ao segundo, ele é bem mais interessante. Sua segunda habilidade me ajuda a descer as criaturas de forma mais rápida e a primeira pode me ajudar a conseguir os Dragões (ou remoções) mais cedo. Mas, oque tirar para colocá-lo? A sua curva três não seria um atrapalho para o meu deck que já tem várias cartas ótimas nessa curva? E temos o terceiro, que é excelente e muito bonito, mas o preço inviabiliza ele (ao menos no momento). Sendo bem sincero, eu não vejo motivo pra ele custar 60tinha, mas tem gente que vê, então..... Vamos esperar ele estar de acordo com a minha realidade. Não é ocaso da Chandra, Inferno Desperto, que além de ser mais barata (e não poder ser anulada), eu já tenho aqui em casa e posso colocar uma no deck.

2- Em relação ao Servo do Soberano Dragão, eu preciso admitir: eu estava errado. Eu tinha uma grande resistência a essa criaturinha por achar que ter terrenos na mesa sempre valem mais do que uma criatura que reduz custo, mas..... O que esse meu amiguinho 1/3 segura de jogo nos turnos iniciais não está escrito! Fora que, graças a ele, eu consigo colocar em campo sem muitas dificuldades, no terceiro turno, um Tirano da Linha de Força ou no quarto turno um Terror dos Picos e, se o deck do cara não tiver boas remoções, é hora de ele começar a rezar.

3- Quanto a Façanha de Rochaferro, sendo bem sincero, eu não vejo a necessidade de cartas como ela no deck. Boa parte dos Dragões são de custo 4 ou 5, e o deck tem várias formas de compra e vários terrenos, de forma a ser mais rápido do que ele parece. Inclusive, acredite ou não, meu maior problema tem sido fiar sem cartas na mão (imprimi uns proxys pra testar)

No mais, peço desculpas por ter me estendido (e me empolgado) e espero que você goste do pequeno artigo que eu escrevi aqui. Agradeço imensamente pela ajuda, pelas dicas e, principlmente, pela atenção. E espero que você leia e que possamos continuar essa discussão que eu particularmente acho ser muito interessante.

Uma boa tarde pra você, um abraço e tudo de bom, amigo!
 
razorkaos

Espírito
0 Referências
Posts: 69
Registro: 11/02/12

Postado em: 12/10/20 21:46
Bem, vamos lá.

Primeiramente, a sua curva de mana é muito, muito lenta pro formato, e a única jogada relevante pro seu deck que acontece em turnos iniciais é o bicho que reduz custo, que só desce no turno 2 e vc depende demais dele (e ainda assim, ele não resolve o problema).

O Pioneer é um formato em que vc precisa se estabilizar até o turno 3 ou, se for aggro, no turno 3 você já tem que ter desenvolvido seu jogo o bastante pra vencer nos turnos 4 ou 5 (os melhores aggro do formato ganham no 4; com muita sorte, dá pra ganhar no 3 com um deck específico). Esse deck fica lento demais pro formato, e vc vai sofrer muito com remoção. Além disso, como tudo teu é muito pesado, até vc conseguir ter mana pra fazer um bichão, ele ou não vai ser mais relevante pro jogo, ou vai ser removido com muita facilidade.

Já que vc quer optar pelo monocolor, e quer fazer bicho grande, vc vai precisar de 4 Nykthos, Shrine to Nyx pra te dar um gás. Nesse cenário, vc TB vai querer abusar o máximo de símbolos de mana nos custos das permanentes. Juntando as duas coisas, e tendo a necessidade de tentar segurar o oponente nós primeiros turnos, acho que o Eidolon da Grande Festança é ideal pra te ajudar, tanto pra inibir o oponente de fazer um monte de mágica por turno e te sufocar antes que possa jogar, tanto como forma de tornar Nykthos mais eficiente e acelerando sua mana. Na pior das hipoteses (mas é o que vai acontecer na maior parte das vezes), ele vira um para-raio de remoção.

Falando em remoção, vc precisa ter algo que limpe a mesa e te ajude a estabilizar até poder colocar algo grande na mesa. Anger of the Gods e Kozilek's Return são excelentes pra isso (especialmente Retorno de Kozilek, por não ter cor, e com isso, não pode ser devolvida com Aether Gust).

O dragão mais jogável do formato é o Glorybringer, pq o custo dele é bom pelo que ele oferece em termos de poder/resistência, voar e ímpeto, além dele próprio ser uma remoção. O fato de não ser lendário ajuda ainda mais. Mas honestamente, fora disso, nenhum outro viu jogo além de um ou outro deck de dragão que tentaram fazer e não deu certo pela questão de ser muito lento e vulnerável pro formato.

Eu não vou mentir, não acho que valha a pena montar um deck assim pelo simples fato de que, pra fazer ele rodar minimamente numa mesa for fun, vc vai ter que gastar muito dinheiro (Nykthos é bem caro, Eidolon tb nao é barato) pra ter um deck que vai ser constantemente amassado por decks mais simples e rápidos, como monowhite humanos, monoblue tempo, monogreen stompy, elfos, monoblue spirits ou o melhor deck de baixo custo do formato, GW Auras.




 
Marcos36

Soldado
2 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1208
Registro: 28/03/14

Postado em: 13/10/20 20:35
Fala, Razo! Boa noite pra você! Desculpa a demora em responder, mas tenho andando bastante ocupado nesses últimos dias por conta da minha campanha (sou candidato a Vereador aqui na cidade), mas como choveu hoje, tive um tempinho pra me dedicar aqui na Liga.

Então, vamos lá!


Concordo em partes com seu argumento. Fiz alguns testes aqui na cidade com o pessoal que joga (imprimi proxys pra testar o deck e ver se valeria a pena) e pra ser sincero, tive resultados promissores. Primeiro, porque eu SEMPRE tenho terrenos pra descer (porque o deck tem uma boa quantidade deles, além da manipulação do topo que o Tomo da Mente Labiríntica me proporciona e com a vantagem que o Tesouro do Dragão também traz para a mesa. Para ser bem sincero, não raro eu consigo colocar na mesa o Tirano da Linha de Força e quando isso acontece, salvo uma boa remoção do oponente antes que volte a ser o meu turno, o jogo pesa pro meu lado. Quanto ao Servo do Soberano Dragão eu preciso concordar com a relevância dele não só pela redução de custo, mas pelo corpo que me ajuda a segurar um pouco da agressividade de certos decks nos turnos iniciais.



Em relação aos decks mais agressivos, acredito que os 4 Servo do Soberano Dragão, os 4 Servo do Soberano Dragão e os 4 Sóis Escaldantes (Além de duas Profecia de Fogo) me ajudem a segurar a pressão nos turnos iniciais com a limpeza do campo e uma cura proporcionada pelo Tomo no final da sua habilidade. No mais, se eu conseguiu limpar o campo no Turno 4, no quinto turno o jogo já passa a ser favorável a mim contra os decks Aggros. Agora, quanto a decks de Controle, realmente eu não tenho argumentos. Meudeck tem um ponto fraco contra remoções - principalmente as globais - e anulas e não tenho como contornar isso sem usar o verde no deck.


Quanto ao Nyktohs, eu realmente considerei ele, mas desanimei pelo que você colocou: eu teria que abusar dos símbolos de mana vermelho. Pra ser sincero, acho que ele seria de pouca relevância no deck e eu preferiria usar uma carta mais confiável, como Fogos da Invenção. Nesse caso, eu abriria mão das cartas instantâneas do deck e poderia colocar mais remoções e criaturas (ou alguns draws para adiantar a chegada da carta)



Por fim, acredito que meu deck (e side) já preencha esse seu requisito e tenha remoções suficientes (podendo ainda ser aumentadas conforme a necessidade do jogo).

No mais, agradeço suas considerações e estou aberto a novas ideias e opiniões!

Te desejo uma boa noite e até a próxima!