Load or Cast
Load or Cast
[Report][PTQ Barcelona][Devir] Winner!
 [Report][PTQ Barcelona][Devir] Winner!
RandomToken

Esquilo
0 Referências
Posts: 2735
Registro: 03/09/05

Postado em: 24/04/12 22:22
Olá galera do desespero!

Passou um bom tempo mas apesar disso achei melhor postar agora do que deixar passar batido uma boa história recheada de desespero.

Quem quiser um atalho e ir direto aos jogos, só dar um localizar em "Round 1".

Estou aqui para contar uma história totalmente baseada em desespero e indecisão mas que por um golpe do destino acabou dando certo.

Na véspera do PTQ eu ainda estava incerto do que jogar e o problema não era somente as diversas opções de deck, eu precisava também correr atrás de conseguir as cartas. Vamos por partes :

*** O que aconteceu com o Loam Zé?

Eu gostava do Deck, joguei com ele no PTQ da Domain.

Os problemas foram dois :

1) Não tive tempo hábil para solucionar o problema do matchup contra Jund

2) Seria quase impossível de fechar o deck

O segundo motivo era claramente o mais forte, tive que deixar o Loam de lado em meus últimos jogos de teste no Magic Online por isto, já que seria muito complicado de ter o deck para jogar.


*** Semana da véspera, treinos na base do desespero

Na semana do PTQ da Devir nos reunimos : Eu, Rhodner, Felipe 'MBC' Alberto e Caio 'IsOo' Braga no apartamento do Rhodner para vermos como estávamos em relação as cartas e decks.
*se a esposa do amigo Rhodner, Ge Geo, estiver lendo, desculpe-nos pela bagunça causada naquela semana!!!!*

O Melira-Pod estava quase completo mas o deck exige uma quantidade altíssima de treino devido à sua enorme complexidade e variáveis durante o jogo. Logo de cara o amigo MBC resolveu optar por jogar de Storm, após eu aconselhá-lo, já que ele pretendia jogar de Combo.

Outro deck completo era o Fadas mas era outro deck para quem já estava acostumado com o próprio, seja agora no Modern ou em outra gerações do deck nos Extendeds e Standards passados, o que não era o nosso caso.

Ao observar os resultados mais recentes do Magic Online, o parceiro Rhodner viu potencial e já resolveu se adiantar comprando diversos cards do RG Tron. Várias cartas que eram comuns e incomuns mas que a gente teria alguma dificuldade em ter acesso. Ele foi o primeiro a botar o deck como uma possível escolha para nós.

Mais no desespero ainda, o IsOo iria jogar com o deck que sobrasse na roda, seja lá qual fosse ele.

Via e-mails a gente meio que tentou fechar que jogariamos de Twin, Storm e RG Tron, pois eram todas opções razoavelmente fortes para o PTQ. O problema aqui eram as cartas que eram necessárias tanto para o Storm e para o Twin, então a gente iria precisar de um terceiro deck, além de conseguir ainda muitas cartas.

Após muito pensar (HAJA CERVEJA) e após uma segunda reunião e excelentes discussões repletas de bons argumentos ficou decidido, se o MBC iria de Storm eu e o Rhodner iriamos tentar fechar o Jund e o RG Tron.

A hora da decisão foi quando eu falei "Amigo Rhodner, se você for com o Jund, eu vou com o RG Tron! " e ali estava decidido.

*** RG Tron : Decisão de Lista, Treinos e etc

Na véspera do PTQ do dia 17/03 no Magic Online o deck apareceu em um 4-0 para no dia seguinte levar o PTQ, com outro jogador no Top8 e um terceiro no Top 16.

Lista do campeão :

*** RG Tron, by thekid aka Charles Gindy
** Terrenos
1 Academy Ruins
1 Eye of Ugin
4 Grove of the Burnwillows
4 Urza 's Mine
4 Urza 's Power Plant
4 Urza 's Tower
** Criaturas
1 Emrakul, the Aeons Torn
1 Wurmcoil Engine
** Outras Mágicas
1 All Is Dust
4 Ancient Stirrings
4 Chromatic Sphere
4 Chromatic Star
4 Expedition Map
3 Explore
4 Karn Liberated
4 Mindslaver
4 Prophetic Prism
4 Sylvan Scrying
4 Talisman of Impulse
** Sideboard
2 Ancient Grudge
2 Combust
3 Pyroclasm
2 Relic of Progenitus
2 Seal of Primordium
2 Spellskite
2 Wurmcoil Engine

Admito que naquele instante eu não estava certo se o deck era sério mesmo ou não. Sim, claro, o deck havia ganho o PTQ com outra cópia no Top8 mas ele seria bom só naquela semana ou tinha futuro?

Ainda incrédulo sobre o deck, inclusive cheguei a mandar a seguinte frase para o amigo Pedro ‘Rorix’ Carvalho no MSN : "Esse deck é MUITO ruim "

Claro, eu não tinha noção do que estava falando. Ah se eu soubesse...

A semana passou e o deck seguia fazendo resultados nos Daily Events, eu conseguia entender isso já que esta versão de Tron pune fortemente todos os decks que tentam jogar honestamente no formato como o Jund e outros decks midrange como o Melira, eu sabia que era questão de tempo para ambos UR Combos voltarem com força já que ambos teriam um matchup muito bom contra esta versão de Tron.

** E com esse conhecimento o que eu decidi?

A indecisão ainda era forte e demonstrava isto em todas conversas que eu tinha sobre o formato, seja em e-mails, msn, facebook. Se alguém achou que eu estava escondendo jogo, acreditem eu realmente não sabia o que fazer.

Bom, na dúvida sobre o que jogar, durante esta semana eu tentei jogar de Esper Delver, de Caw Blade e acabei indo razoavelmente bem este Gifts Rock :

*** Gifts Rock, by Zeh
** Terrenos
1 Bojuka Bog
2 Forest
1 Gavony Township
1 Ghost Quarter
1 Godless Shrine
1 Horizon Canopy
1 Marsh Flats
3 Misty Rainforest
1 Overgrown Tomb
1 Plains
1 Razorverge Thicket
1 Swamp
1 Tectonic Edge
1 Temple Garden
2 Treetop Village
1 Urborg, Tomb of Yawgmoth
4 Verdant Catacombs
1 Watery Grave
** Criaturas
1 Birds of Paradise
1 Elesh Norn, Grand Cenobite
1 Eternal Witness
1 Iona, Shield of Emeria
4 Knight of the Reliquary
4 Noble Hierarch
1 Qasali Pridemage
4 Tarmogoyf
1 Wurmcoil Engine
** Outras Mágicas
4 Gifts Ungiven
2 Inquisition of Kozilek
1 Life from the Loam
2 Lingering Souls
1 Maelstrom Pulse
1 Path to Exile
1 Raven 's Crime
1 Smother
3 Thoughtseize
1 Unburial Rites
** Sideboard
1 Darkblast
1 Kitchen Finks
1 Linvala, Keeper of Silence
1 Maelstrom Pulse
1 Nihil Spellbomb
2 Obstinate Baloth
1 Seal of Primordium
1 Smother
3 Stony Silence
1 Surgical Extraction
1 Thorn of Amethyst
1 Zealous Persecution

A lista era baseada na lista do australiano Dan Unwin que venceu um PTQ com o deck e recentemente havia publicado um artigo com seu report e o deck.

Mudei alguns cards para tentar combater tanto o RG Tron, sem perder jogo contra Twin e Storm e ainda sendo muito competitvo contra o sempre presente Jund.

Acreditem, Stony Silence mais alguns descartes além de termos no deck formas de quebrarmos o Tron é uma estratégia muito boa para se ganhar do RG Tron. Digo mais, a Stony Silence servia perfeitamente para combater preventivamente as Relic of Progenitus que os Trons iriam trazer do sideboard, ou já tinham no Main Deck, para quebrar a engine do Raven 's Crime + Life from the Loam.

Não tive coragem de jogar com o deck no PTQ do dia 24 e fui com meu velho companheiro e sempre boa opção Jund mas acabei bombando logo de cara com um 0-2.

Já no dia seguinte, 25/03, criei coragem e entrei no PTQ de Gifts Rock. Resultado? 5-3.

Venci todos os Trons que enfrentei e de brinde um Affinity. Foram dois RG Tron, um UW Tron e um UR Tron além do Affinity já citado. Perdi para Storm, Caw-Blade e URW Delver. Sim, venci todos os matchups em que a Stony Silence era uma máquina e perdi os outros. Eu planejei ter um jogo bom contra Storm e mesmo assim acabei perdendo.

Pois é, se tinha algo que eu já sabia neste formato é que era muito difícil, se não impossível, para um deck tentar controlar TODOS os outros já que o ambiente é muito amplo. Não foi o pacote mais agressivo de Gifts Ungiven + Unburial Rites + Monstro tento a opção de Raven 's Crime + Life from the Loam que iria resolver o formato.

O deck era razoavelmente bom e na semana que o Tron estava na moda, era o deck perfeito para premiar em todos os Daily Events e consegui diversos resultados razoáveis com o deck mas eu sabia que se eu queria vencer um PTQ eu precisaria de algo diferente. Se eu aprendi algo ano passado foi que o deck que consistentemente te garante o 3-1 no Daily não é necessariamente o deck que vai te levar ao topo do PTQ.

Além disso? Eu não ia conseguir montar o Gifts Rock para jogar na Devir, faltariam muitas cartas bem difíceis de se arrumar e até para comprar.

Voltando ao RG Tron, no dia 24/03 este deck levou o PTQ:

*** RG Tron, by rizer
** Terrenos
1 Eye of Ugin
3 Forest
3 Grove of the Burnwillows
4 Urza 's Mine
4 Urza 's Power Plant
4 Urza 's Tower
** Criaturas
1 Emrakul, the Aeons Torn
1 Ulamog, the Infinite Gyre
1 Wurmcoil Engine
** Outras Mágicas
1 All Is Dust
4 Ancient Stirrings
4 Chromatic Sphere
4 Chromatic Star
4 Expedition Map
4 Explore
4 Karn Liberated
1 Oblivion Stone
4 Pyroclasm
4 Relic of Progenitus
4 Sylvan Scrying
** Sideboard
2 Ancient Grudge
1 Beast Within
1 Combust
1 Ghost Quarter
1 Grafdigger 's Cage
1 Guttural Response
2 Nature 's Claim
1 Seal of Primordium
2 Wall of Roots
1 Whipflare
2 Wurmcoil Engine


Conforme a evolução tanto do deck, como do ambiente, durante a semana, agora tinhamos algumas Forests básicas para contornar os Ghost Quarters além da entrada das Relic of Progenitus no main deck junto dos Pyroclasms. Relic além de ser um bom "cantrip " também seria de muita valia em diversos matchups como Storm por exemplo. O Pyroclasm daria mais jogo contra os decks mais agressivos que estavam surgindo ao tentar ganhar espaço em cima do RG Tron. O Lock de Mindslaver acabou também cortado dessa versão que parecia ser bem inconsistente em diversos jogos, principalmente no MOL aonde o relógio é um fator.

Mas a lista que eu mais gostei foi a pequena variação utilizada pelo osmanozguney no PTQ do dia 25 :

*** RG Tron, by osmanozguney
** Terrenos
1 Eye of Ugin
3 Forest
3 Grove of the Burnwillows
4 Urza 's Mine
4 Urza 's Power Plant
4 Urza 's Tower
** Criaturas
1 Emrakul, the Aeons Torn
1 Ulamog, the Infinite Gyre
1 Wurmcoil Engine
** Outras Mágicas
2 All Is Dust
4 Ancient Stirrings
4 Chromatic Sphere
4 Chromatic Star
4 Expedition Map
4 Explore
4 Karn Liberated
2 Mindslaver
3 Pyroclasm
3 Relic of Progenitus
4 Sylvan Scrying
** Sideboard
2 Ancient Grudge
1 Beast Within
2 Combust
1 Ghost Quarter
2 Nature 's Claim
1 Pyroclasm
1 Relic of Progenitus
1 Seal of Primordium
2 Spellskite
2 Wurmcoil Engine


Ele parou no Top8 deste PTQ ao perder um mirror mas gostei das leves alterações que ele fez na lista em relação ao rizer.

Não posso deixar de dar créditos aqui. A idéia inicial de se partir para esta versão do RG Tron foi do amigo Rhodner e paralelamente o amigo Shooter me mandava uma mensagens no facebook e no twitter me aconselhando a jogar com a lista do Rizer. Também vale citar o parceiro Rorix repetindo para eu tentar jogar de RG Tron.

Gostei de como o deck agora tentava contornar o problema do UR Twin e do UR Storm e também achei o segundo All is Dust muito superior à Oblivion Stone já que esta necessita de um mana extra para "resetar " a mesa. O único matchup em que eu iria querer a Stone no lugar do All is Dust seria Affinity.

De treinos com o deck? Jogamos muitas partidas na casa do Rhodner, sei que não era um gauntlet enorme já que poderiamos apenas jogar com e contra estes decks : Melira, Fada e Jund, mas era o que eu tinha de opção então seria assim mesmo.

O que eu não tinha certeza é de como a galera que iria jogar o PTQ reagiria a nova presença do RG Tron. Sei que outros jogadores iriam jogar com o deck que lhes estava disponível já que a disponibilidade de cartas para o formato é um fator de escolha de decks. Mas dentre os que tinham opções, o que eles iriam fazer? Os Junds todos estariam preparados e tentando outras alternativas como eu tentei e citei em meu artigo da véspera? Ou a maioria não estaria preparada?

Sei que esta temporada Modern, assim como o Extended de temporadas anteriores, é a temporada em que mais temos paraquedistas. O Standard está rodando toda semana seja com GPs ou Opens ao longo do mundo então é mais fácil para todos estarmos atualizados, já este Modern fica mais difícil de entender para quem não tem tempo e disponibilidade para ler e jogar o formato.

Por outro lado apesar de a galera que estava jogando no MOL estar ciente sobre o deck ele ainda conseguia ter seus resultados, era o que eu iria tentar jogar.

No pior? Com poucas vitórias com certeza eu estaria qualificado para o WCQT.

*** E as cartas? Como faz?

Mais uma aventura aqui, o amigo Rafael Henrique 'koenmah ' Gomes iria tentar nos ajudar emprestando algumas cartas. Como eu precisava ainda de alguns PWPs resolvi encontrá-lo em um FNM da UPOnline do "quase-extremo " sul paulistano.

Eu tinha 124 PWPs no momento, sendo que ainda tinha 11 pendentes do 4k da Magic Domain realizado na véspera do PTQ do dia 11/03, então para aliviar a conta do PTQ, caso eu conseguisse alguns pontos eu precisaria apenas de 2 ou 3 vitórias no PTQ, então vamos para o combate.

Encontro a loja após passear pelo bom trânsito paulistano, ter dificuldade para parar o carro, passar em frente da loja sem perceber ela (sim, fui muito CEGO aqui, isso por que sempre considerei que enxergava bem) e até ser testemunha de um atropelamento em cima da Ponte do Socorro!!!

Consegui um 3-1 no FNM com ajuda do parceiro SixCo que me perguntou no início do quarto round se eu precisava de pontos e concedeu para mim. Claro, após isso ainda jogamos e fui rapidamente destruído. Joguei de Wolf Run Ramp, cartas cortesia do IsOo.

O Koenmah agilizou muitas cartas que a gente precisava. O Storm estaria completo, para o Jund precisariamos apenas de pouquíssimas cartas já para o RG Tron ainda seria preciso algo próximo de uma dúzia de cartas.

Eu poderia tentar pegar agora o Melira, que neste instante para fechar o Jund estava desfalcado de quase 10 cartas ou tentar jogar no último momento de Fadas. Resolvemos então chegar bem cedo ao local do PTQ para vermos o que fazer.

Então eu cheguei mais cedo em casa, saindo da casa do Rhodner pouco depois da meia-noite, tentei durmir mas eu ainda estava meio agitado. Após as últimas conversas na internet tenho que citar o amigo Max Barreto me mandando ir dormir, já que o dia seguinte ia ser meu dia. Mas como, profeta Max? Eu nem deck completo tinha

*** Manhã do torneio

Por volta das 8 da manhã já estávamos eu e Rhodner na porta da Devir. Pela primeira vez em muitos anos (se é que houve outro assim), o PTQ seria aonde estava localizada a loja Terramedia ao invés do bom e velho galpão.

A busca pelas últimas cartas parecia em vão, ao menos os Mindslavers de um pedido errado seria entregue na hora e na véspera combinei de pegar Grafdiggers 's Cage com o Leandro Tateishi.

No desespero, o IsOo conseguiu pegar um RG Tron emprestado, não completo mas ainda assim mais completo do que o meu.

Após rodar aqui e ali, as cartas que eu precisava os dealers nem se quer tinham para vender. Eu tinha uma decisão a tomar, jogar o PTQ mesmo com diversas cartas faltando ou ir embora durmir.

Em outras épocas a minha escolha seria simples, eu ia embora e pronto, porém eu precisava dos Planeswalker Points então tinha que tentar.

** Hora de Listar

*** RG Tron no Desespero por Zeh
** Terrenos
2 Forest
1 Stomping Ground
1 Karplusan Forest
1 Tendo Ice Bridge
1 Ghost Quarter
4 Urza 's Mine
4 Urza 's Tower
4 Urza 's Power Plant
** Criaturas
1 Wurmcoil Engine
1 Emrakul, the Aeons Torn
1 Ulamog, the Infinite Gyre
** Outras Mágicas
4 Ancient Stirrings
4 Chromatic Sphere
4 Chromatic Star
4 Expedition Map
4 Explore
4 Karn Liberated
2 Mindslaver
1 Oblivion Stone
4 Pyroclasm
3 Relic of Progenitus
4 Sylvan Scrying
** Sideboard
2 Ancient Grudge
1 Beast Within
1 Combust
1 Crucible of Worlds
1 Ghost Quarter
2 Grafdigger 's Cage
1 Guttural Response
2 Seal of Primordium
1 Spellskite
1 Thorn of Ametyst
2 Wurmcoil Engine

Bom, vamos as explicações.

Eu não consegui arrumar nenhum All is Dust, então a idéia seria utilizar 2 Oblivion Stone em seu lugar, como também não consegui a segunda Stone, coloquei o quarto Pyroclasm. Detalhe, os três primeiros Clasms eram de Ice Age e o quarto era de M11 em Espanhol.

Também não consegui nenhum Grove of the Burnwillows, a idéia seria então utilizar Karplusan Forests, também não consegui três destas. Então iria de dois Tendo Ice Bridge, que se posso utilizá-lo para mana colorida apenas uma vez, eu não iria tomar dano. Mas também só tinha um do mesmo então entrou o Stomping Ground que foi a quarta opção de terreno.

A quarta Relic of Progenitus também foi impossível de arrumar em seu lugar entrou o segundo Grafdigger 's Cage que estava ainda brigando por seu slot no side.

No sideboard eu procurei fazer uma mescla de cartas que tanto o Osmanozguney quanto o Rizer usaram e também adicionar algumas idéias que vi pelo MOL.

Uma que gostei muito foi o Crucible of Worlds, ela ia ser meu trunfo no mirror de Tron, seja RG, UW, UR ou qualquer deck do estilo junto do Ghost Quarter.

O Thorn of Ametyst talvez tenha sido um excesso meu, eu realmente estava com medo de Storm mas provavelmente deveria ter sido um Torpor Orb para enfrentar Twin.

Utilizar artefatos 1of não é necessariamente ruim neste deck já que eu tenho o Ancient Stirrings para buscar qualquer carta incolor além dos diversos cantrips que filtram o deck.

Antes de adentrar ao salão eu novamente considerei se deveria ou não jogar, o amigo Rhodner inclusive ofereceu por mais de uma vez que eu jogasse com o Jund que estava completo e ele jogaria com o Tron incompleto. Como já estávamos fechados com qual deck cada um iria jogar, recusei a proposta e vamos ao campeonato.

De interessante, essa one-of Guttural Response que eu utilizei foi por um tempo uma "proxy " de Bolt que o Rhodner estava usando nos treinos já que a gente não estava encontrando aonde estavam nossos milhares de Bolts.

*** Round 1 - Celso Antonio Godoy Junior - White Tokens com Blue

- Começo o Game 1 muligando para 6. Eu tenho Pyroclasm na mão inicial mas ele consegue ativar seu Windbrisk após um Beckon Apparition e um Raise the Alarm instantâneos. Com isto ele botou a segunda "crusada " na mesa e meu Pyroclasm se tornaria inútil porém um Karn removendo uma crusada me ajudou a zerar a mesa. Ele mata meu Karn após outro Raise the Alarm mas eu tenho um segundo Pyroclasm. Depois disso ele flooda, eu também até eventualmente eu fazer um Emrakul.
- Ele muliga no começo do game 2 e eu tenho uma mão com estrelas, esferas, sylvan scrying, 2 peças de tron e um Ulamog. Suficiente para me garantir um Ulamog no turno 5. Resolvo ficar. Meus planos vão por água abaixo após um Raise the Alarm seguido de Polymorph para Emrakul no turno 4 dele. Eu tinha ainda alguns outs como comprar um Karn ou a Oblivion Stone, após ciclar mais uma estrela fiquei sem resposta.
- Ele veio mais agressivo no game 3 começando o jogo com Leyline of the Meek na mesa, após uma Spectral Procession e uma Intangible Virtue eu estava virtualmente morto. Eu poderia fazer um Ulamog em meu quinto turno quebrando uma crusada mas se ele tivesse outra em sua mão eu estaria morto. Na mesa eu tinha ainda um Spellskite (caso ele tentasse de novo o Polymorph), tentei procurar alguma resposta ciclando algumas estrelas e comprei o bom Pyroclasm em espanhol, que deveria ser o All is Dust. Sem alternativas eu fiz o Ulamog e na volta ele tinha mais uma crusada para me matar.

1-2 em Games, 0-1 em Matches
Game para a carta faltante

Aqui era necessário manter a calma. Eu estava em uma sequência de 7 vitórias seguidas no primeiro Round dos campeonatos e dessa vez eu não apenas perdi como a derrota foi causada pela falta de uma carta.

*** Round 2 - Vinicius Marcelo - UWr Caw-Blade
O Vinicius é parceiro das antigas, procurando pelo DCI a primeira vez que eu enfrentei ele foi no dia 09/06/2001. Mas atualmente ele não vem jogando muitos torneios.

- O Game 1 foi uma race, eu buscando os terrenos para fazer o Emrakul enquanto ele tinha Squadron Hawks ao lado de Sword BG. Eu precisei tomar 2 de dano para a Karplusa Forest e após limpar a mesa com 2 Pyroclasms e ia fazer o Emrakul no turno seguinte, tomei uma Lightning Helix no passe e no turno dele ele tinha 2 Mutavaults mais a sword para me mandar para -1 de vida. Se eu tivesse Grove ao invés da Karplusan eu iria sobreviver :(
* Aqui foi um momento que foi preciso muita calma, eu havia perdido o game 3 round 1 por não ter a carta que precisva para o deck e começava 0-1 no round 2 pelo mesmo problema. Mas eu tinha que lembrar, eu tinha um objetivo, 3 vitórias e partiu WCQ, então era preciso manter o foco e a calma.
- No game 2 ele não veio muito rápido, com o Pyroclasm e um Ancient Grudge para matar a Sword dele, foram suficientes para meu Ulamog matar a Vendilion Clique dele e em garantir a vitória.
- Ele muligou para 5 no game 3 mas o jogo foi bem tenso, o que decidiu o jogo ao meu favor foi ter os dois Ghost Quarter para matar os Mutavaults dele, cheguei a cair para 3 de vida mas com ajuda dos Wurmcoils voltei para uma vida mais alta e apesar de tomar Mindbreak Trap no Emrakul eu já estava bem seguro.

2-1 para mim
3-3 em Games, 1-1 em Matches

*** Round 3 - Lucas Aoki Alberto - UW Tron

- No Game 1 a fiel Karplusan Forest esteve presente e me causou 4 pontos de dano mas felizmente neste match tomar dano ou não é basicamente irrelevante já que é uma corrida para ver quem bota o primeiro monstro na mesa. Neste game mesmo após um Ghost Quarter ele conseguiu fechar fazer um Ulamog antes que eu comprasse alguma action ai eu perdi.
- Tanto o Game 2 quanto o Game 3 foram semelhantes. No 2 eu resolvi um Crucible of Worlds cedo e com a Sylvan Scrying buscando o Ghost Quarter lockei ele pra fora do jogo. No terceiro ele fez uma Aura of Silence então eu tive que forçá-lo a gastá-la antes de fazer o Crucible. Pude resolver um Karn que foi removido por um Oblivion Ring, fiz um segundo Karn e ele em resposta usou a Aura para quebrar seu próprio Ring e matar meus 2 Karns porém abriu a brecha para o Crucible cair na mesa e lockar a partida.

2-1 para mim
5-4 em Games, 2-1 em Matches

*** Round 4 - Ederson Luis dos Santos - Red Affinity

- Com o RG Tron utilizando Pyroclasm main deck este matchup passou de bem complicado para razoável. No primeiro game uma sequência de Oblivion Stone + Karn + Pyroclasm seguidos de um Emrakul foi o suficiente após um início não tão rápido dele mesmo após meu mulligan.
- Fico com uma mão que tem 2 Seal of Primordium no game 2 já como prevenção contra Blood Moon e mais algum outro artefato problemático como Cranial Plating. Ele trava em uma land + Mox Opal porém me força a gastar o primeiro Seal em um Steel Overseer e o segundo em uma Cranial Plating. Porém ele tem a segunda Plating e meu Wurmcoil de quinto turno veio um turno tarde de mais já que ele ainda pode atacar pelo alto com um Nexus somado a um Galvanic Blast para me matar.
- Muligo para 5 no Game 3 e já estava vendo minhas chances de Top8 chegando ao fim, porém precisava seguir com o Foco já que eu iria precisar ganhar ao menos mais um match para alcançar os 200 pontos para os WCQ. Dessa vez ele veio bem mais lento apenas com um Memnite no primeiro turno e sem mais outra forma de pressão. Isso me deu tempo de buscar e fechar o Tron no quarto turno já fazendo um Wurmcoil. Ele que já havia gasto "metade " de um Ancient Grudge em um Expedition Map, utiliza a outra metade no Wurmcoil original porém ainda tem que se virar com os Vormes, quando eu resolvo o segundo Wurmcoil ele não tem mais o que fazer fora conceder.

2-1 para mim
7-5 em Games, 3-1 em Matches
E agora a classificação para os WCQs estava garantida.

*** Round 5 - Felipe Madeira Alberto aka MBC - Storm

- Eis um matchup que eu não queria enfrentar mas ao menos era um amigo, se é para perder, que seja algúem que eu torceria estando eliminado não?
- Eu muligo mas fico com uma mão que tem Relic e Pyroclasm de proteção. Caso ele tente me combar cedo para Tokens eu estaria muito bem e a Relic seguraria o jogo já que ele teria dificuldade em combar com Past in Flames. Ele vê o que eu tenho em mão com um Gitaxian Probe e rapidamente já descarta seu Empty the Warrens para um Faithless Looting, como eu tenho uma mão mais lenta sou forçado a estourar minha Relic após ele fazer uma Ascension tendo um cemitério já com 10 cartas, entre elas 2 Faithless Looting. Nessa situação eu preciso buscar alguma ação já que mesmo com a Relic ele tendo uma Ascension ativa é fácil para o Storm me forçar a estourar a Relic e ele ainda ter muito gás para me combar. Com a Relic e estourando mais algumas Estrelas/Esferas eu fecho o Tron e faço um Karn removendo a Ascension. Na volta ele topdecka o Past in Flames e consegue me matar.
- Começo o Game 2 tomando dano para fazer minha Stomping Ground desvirada, faço a abençoada Grafdigger 's Cage logo cedo mas meu Thorn of Ametyst acaba tomando um Spell Pierce. Mesmo assim com Relic, Grafdigger 's Cage e Pyroclasm na mão eu estava bem seguro e ele não pode fazer muito contra meu Mindslaver que forçou ele a zerar seus Rituals no passe (já que eu poderia combar para matá-lo no turno dele). De qualquer forma isso o atrasou o suficiente para em dois turnos meu Emrakul entrar em jogo.
- Novamente tenho uma Cage no início do game 3, consigo forçar um Karn para remover a Ascension dele no terceiro turno e ele concede após eu resolver uma Mindslaver.

2-1 para mim
9-6 em Games, 4-1 em Matches
É chato enfrentar um brother logo pelo meio do campeonato mas neste instante se eu ainda precisava de alguma força eu mesmo falei para ele "Se é para eliminar um Brother não posso mais perder hoje "

*** Round 6 - Rodrigo Alves - Tooth and Nail

- Um matchup que eu não esperava enfrentar. Porém o Tooth and Nail não seria nada muito diferente de um "mirror " de Tron, ao menos eu esperava.
- Para eu ficar esperto já começo o game 1 tomando Ghost Quarter em uma peça do Tron, Beast Within em outra peça e ele ainda resolve um Primeval Titan. É, não seria exatamente como um matchup normal contra Tron. Consigo segurar o suficiente para resolver um Karn e mato Titan. O que garantiu que o jogo travasse foi que quando ele fez o Eye of Ugin dele, ele não utilizou imediatamente para buscar o Emrakul, acabou passando o turno e eu desvirei e prontamente fiz o meu Eye. Dessa forma ele não tinha como responder buscando o Emrakul. O jogo prossegue, eu faço um Mindslaver e ele revela uma mão com o Flame-kin Zealot que não poderia castar, em seguida faço um Ulamog e meu Emrakul selando um game 1 muito complicado.
- Muligo uma mão extremamente lenta e fico com uma com ao menos um Ghost Quarter para travar o jogo dele e alguns cantrips. Porém tomo o Tooth and Nail no quarto turno e nada pude fazer.
- O Game 3 eu garanto cedo ao lockar as peças de Tron dele com o Crucible of Worlds + Ghost Quarter, no aguardo de eu comprar alguma Action. Eventualmente eu compro um Ulamog e fecho a partida.

2-1 para mim
11-7 em Games, 5-1 em Matches

*** Round 7 - Matheus Moreli - Jund

- Eis um matchup que eu esperava enfrentar e estava confiante
- Ele começa a agressão com um Dark Confidant e um Kitchen Finks, porém eu resolvo um Ulamog matando seu Confidant, apesar dele ter uma Liliana para matar meu Ulamog em dois turnos eu já tinha o Emrakul na mesa.
- Ele muliga no começo do segundo jogo enquanto eu fico com uma mão que vai me render Tron no 3 com estrelas para buscar ação. Ele começa com Confidant e tem Fulminator Mage e Stone Rain para me atrasar e eu acabo travando sem o Tron e perco.
- Eu novamente fico com uma mão que vai me render o Tron no 3 e agora como estou no Play Fulminators não seriam suficientes. Resolvo um Wurmcoil no terceiro turno e outro no quinto, quando ele estava lutando bravamente para resistir eu faço o terceiro Wurmcoil. Claro, não precisava ser o terceiro Wurmcoil, o Eye of Ugin, Ulamog ou Emrakul iriam finalizar a partida de qualquer forma. De engraçado ele resolveu um Anathemancer que me deu 7 de dano, me fazendo cair de 33 para 26 de vida!!

2-1 para mim
13-8 em Games, 6-1 em Matches

Aqui se seguem momentos de expectativa, com 162 jogadores é razoável boa parte dos jogadores 6-1 poderem entrar no oitavo round e empatar. Porém como eu abri 0-1 as minhas chances seriam menores. Saem os standings e fato, eu não iria poder empatar. Porém com o resultado específico nas mesas 5 E 6 ai sim eu poderia empatar. Sem garantias, vamos ao jogo.

*** Round 8 - Guilherme Merjam - UR Twin

- O Matchup que eu precisava ter uma ou duas cartas a mais no side ....

- Ele começa travado em lands mas é capaz de usar Remand em minhas primeiras mágicas, ele resolve uma Pestermite porém sem a quarta land acaba tomando um Karn que controla a partida até a entrada de um Ulamog.
Neste momento a partida ao nosso lado, acaba com resultado favorável, faltando apenas o resultado da mesa 6 para eu poder empatar para passar.
- O game 2 começa mais lento para meu lado mas eu procuro não me fechar totalmente tendo o Beast Within de backup. Após duas tentativas com meu Mindslaver tomando Remand ele consegue forçar um Deceiver Exarch + Splinter Twin com Vines of Vastwood de backup.
Apesar de poucas jogadas relevantes os dois primeiros jogos acabaram ocupando tempo e após confirmar com o juiz o resultado da mesa 6, podemos enfim dar ID.

1-1
14-9 em Games, 6-1-1 em Matches

Agora mais momentos de expectativa, será que eu tinha realmente acertado as contas? Será que eu vi certo mesmo? Perguntar o resultado de uma mesa ou outra está permitido nas regras porém ter acesso aos standings durante as rodadas não, e agora? Deu ou não?

Cheguei a comentar com o parceiro g1ggs que apesar do 6-1-1 talvez eu ficasse em nono.

Quando o Top8 foi anunciado, após todo desespero, em oitavo lugar!!! Estava dento do Top 8!

Tem que ser assim não é? Se não for no desespero, qual a graça?

*** Top 8 - Jorge Augusto Andrade - Brzek Boros

- Este é o tipo de matchup que se ele vier muito agressivo é muito difícil de segurar. Pior ainda já que mesmo um Wurmcoil no terceiro turno pode ser alvo de um Path to Exile e ser tarde de mais para voltar ao jogo.
- Ele não tem um Goblin Guide no primeiro turno mas um Geopede me acerta duas pancadas de três de dano antes deu tirá-lo da mesa, junto de um Lavamancer, com um Pyroclasm. Ele perdeu o gás depois dai e eu consegui segurar ainda com 7 de vida até resolver um Emrakul.
- Minha mão era razoável no game 2, eu já tinha duas peças do Tron na mão com o Sylvan Scrying para buscar a terceira. Ele começa mais forte no game 2 com um Goblin Guide que me acerta duas vezes antes do Pyroclasm, em seguida um Bolt e um token de Zektar Shrine Expedition me levam a precários 6 de vida. Porém ele resolve quebrar minha fonte verde com uma Molten Rain, me levando a 4 de vida, na volta eu desviro com meu Tron completo e faço um Wurmcoil Engine que me dá muito gás e apesar dele fazer uma Elspeth ele não tem mais como voltar ao jogo.

2-0
16-9 em Games, 7-1-1 em Matches
Exato, esta foi a minha primeira vitória por 2 a 0 no torneio.

Ao olhar os outros decks que ainda estavam em disputa eu percebi que tirando o Jund do Top8 todos os outros decks me apresentariam matchups não muito bons, então era apenas aguardar o próximo jogo e manter a esperança.

*** Top 4 - Eduardo Lopes - Storm

- Fico com uma mão não tão rápida mas tenho tanto a Relic como o Pyroclasm. Assim como contra o MBC, ele vê o Pyroclasm com um Gitaxian Probe e aborta o plano do Empty the Warrens. Novamente sou obrigado a estourar minha Relic perante um graveyard recheado de cartas quando ele faz uma Ascension e mesmo assim ele me comba para muito dano com dois grapeshots da mão.
- Começo o game dois novamente com a abençoada Grafdigger 's Cage na mão, após uma estrela aqui outra ali passo o segundo turno com dois lands virados e a Cage na mesa. Meu oponente prontamente parte para Desperate Ritual, Seething Song, Manamorhphose, Telemin Performance. Na hora minha única reação foi apontar para a Cage na mesa e falar que ele nem ia colocar o bicho em jogo! Após uma breve pausa para consulta com o juiz e com o Gatherer da carta (ele estava usando uma em Japonês ou Chinês), para conferir todo o efeito da carta. Então partimos para revelar cartas do meu topo até vir uma criatura e ela iria ficar no topo. Nesse momento senti o medo em meus Eldrazis estarem apenas no fundo do grimório e eu acabar perdendo por library. Após 3~6 cartas o Emrakul surgiu em meu topo e o jogo seguiu. Como ele gastou alguns recursos já no Telemin Performance e eu ainda tinha a Cage na mesa ele não conseguiu reagir até eu resolver um Eldrazi.
- Ambos muligamos no começo do game 3 e ele faz uma Blood Moon no segundo turno via Ritual. O jogo acaba travando e eu estou lá, não somente com uma Grafdigger 's Cage como acabo comprando a segunda. Infelizmente neste momento se fosse apenas uma Cage e uma Relic eu estava seguro que não seria combado com apoio do Echoing Truth ainda mais por que eu tinha o Pyroclasm na mão para me proteger dos tokens. Em certo momento ele tenta estourar uma Scalding Tarn com a Blood Moon na mesa, nem ele e nem eu percebemos mas da platéia o parceiro Fernando alertou o juiz, erro simples e o jogo segue. Eu acabo comprando naturalmente um Ulamog e sigo fazendo land drops e buscando lands com Maps e Sylvan Scryings para tentar chegar as 11 lands para o Ulamog o mais rápido possível. Aqui eu cometi um erro bobo, eu me concentrei em buscar lands e garantir que teria as lands para o Ulamog que esqueci que deveria ter pego um Eye of Ugin dentre estas lands já que pós-side eu tenho tanto Seal of Primordium quanto Karn que poderiam imediatamente remover a Blood Moon. Quando eu estava prestes a fazer meu décimo land drop eu comprei um Karn, e justamente por não ter o Eye of Ugin na mesa não pode fazer Karn + Ulamog no mesmo turno. Ele já tinha duas Pyromancer Ascension na mesa, removi a Blood Moon mesmo assim já que caso ele fizesse outra Blood Moon em seu turno eu ainda teria o Karn para removê-la e fazer o Ulamog. Se ele tivesse como me combar não faria tanta diferença ter uma ou duas Ascension. Ele não comprou nada para remover as Cages e eu acabei saindo com a vitória via Ulamog.

2-1
18-10 em Games, 8-1-1 em Matches

*** Final - Carlos Henrique B. Viveiros - Faeries

Apesar do amigo Rhodner insistir que o matchup iria ser bom para mim pelos games que ele tirou contra o IsOo, eu estava apreensivo já que o Fadas tem todas as ferramentas que são excelentes contra o RG Tron. Counters + Tectonic Edge/Ghost Quarter + Vendilion/Mistbind Clique.

Após os juizes conferirem que nós iriamos mesmo ao Pro Tour em caso de vitória, vamos para a partida.

- O game começa bem para mim que saio com Forest, uma peça do Tron, com esferas, Karn, Mapa e Stirrings. Ele faz uma Vendilion Clique na minha draw do quarto turno e opta por tirar um Ulamog de minha mão, no mesmo turno consigo resolver um Karn removendo a Vendilion Clique e após buscar um Eye of Ugin, consegui buscar e resolver um Emrakul.
- A mão do segundo game também veio boa já que meu Guttural 's Response miser estava na mão junto do também miser Combust. Após uma Scion of Oona no passe, ele tentou uma Mistbind Clique em minha upkeep, tomando o Combust via uma estrela que deixei lá sem estourar justamente para tal. Sigo fazendo estrelas e no turno seguinte, já com 2 peças do Tron na mesa com duas Towers extras, tento um Sylvan Scrying que prontamente toma um Cryptic Command que então é anulado pelo meu Guttural Response. Com ele todo virado pude resolver um Karn no mesmo turno e já removi uma land dele. Ele ainda brigou, voltou o Karn para minha mão com Cryptic Command e conseguiu anulá-lo na volta mas eu acho o Emrakul em um Ancient Stirrings e como ele não comprou um Vendilion Clique ou uma Tectonic Edge para me cortar algumas manas desviro faço o Emrakul e a vitória é minha!!!
2-0
20-10 em Games, 9-1-1 em Matches!

Momento aqui de muita felicidade, comemorei com os parceiros que ainda estavam lá. Ainda dei algumas risadas ao comentar quantos Combusts e Gutturals eu estava utilizando em meu side. Enfim, aqui era hora de comemorar!

Agradeço novamente ao amigo Rhodner, já que a gente se encontrou diversas vezes na casa dele e principalmente para a esposa Ge Geo que aguentou a gente diversos dias por lá e ainda fiz o Rhodner se atrasar para o compromisso deles no sábado.
Amigo MBC também esteve ao lado até o fim e fortaleceu com muitas cartas. Assim como o bom Karn do parceiro IsOo, as Grafdigger 's Cages abençoadas do Leandro Tateishi e a Karplusan Forest que me curtiu bastante. Também tenho que citar o brother Paulo Freire já que ele que cantou "cara, tenta falar com o Tateishi talvez ele tenha as cartas ". Ainda falando em cartas, quem mais deu força foi o Koenmah, já que sem Emrakul ou Ulamog eu nem teria deck para jogar.

Valeu para todo mundo que ficou lá torcendo, do bonde do Interior o Fernando e o Vinicius, o João Paulo que estava vibrando com a narração do Rhodner via celular, a Carol 'Robotouef ' Tavares que vibrou com a narração via twitter do MBC.

Ao parceiro Rorix que ouviu muito #mimimi meu sobre o formato ao longo das últimas semanas e que ao lado do Rhodner e do Shooter me falaram "Vai com o Tron! ", vlw a todos vocês! O Brother Jaum também fortaleceu na torcida, se dessa vez não pode me enviar o deck e nem jogar, sei que ele estava fazendo o que fazia ele feliz e assim eu também fico feliz por ele!

Tenho que falar também do profeta Max, já que ele apostou comigo que eu iria vencer o PTQ e estava online para me mandar ir durmir no dia anterior!

Tantos que tenho que citar, Jonais lembrando sempre para eu ter fé já que ele conseguiu vencer com nossa lista de Jund então eu tinha chance, bolov0 trollando os decks que eu enviava pra ele por e-mail mas que mesmo sem créditos pediu para eu seguir atualizando ele dos resultados durante o torneio, Wendel e Carol me lembrando que eu tinha que confiar mais no Loam. Ou as boas discussões sobre o Caw-Blade com o Juliano. Diversas boas histórias ae!

Valeu todo mundo que me parabenizou seja na hora, no facebook, twitter, msn, mol, nos torneios agora no Rio. Peço desculpas a todos que eu esqueci de citar aqui, sei que muitos mais mereciam ser citados

Tinha que ser desse jeito, tinha que ser no desespero não é? Se não for por um gol de diferença, gol nos acréscimos, cartas faltando, tudo de 2-1, tudo no último instante, qual seria a graça? Não sou torcedor do Guarani a toa, certo? hahahaha

Engraçado é que neste mesmo final de semana que eu venci o PTQ Extended do ano passado, justamente um ano. 01/04/11 - 31/03/12, novamente véspera do aniversário do meu Bugre. Barcelona vai ser meu quarto Pro Tour, o TERCEIRO que tem Block como seu formato constructed (o quarto foi Trios Limited).

Que eu consiga fazer uma campanha mais respeitosa dessa vez e representar bem!
Boa sorte para mim e para os ourtos brasileiros que vão jogar, Shooter, Edel e Jonais. O PV não precisa de mais ninguém desejando boa sorte né?

T+ Galera

Zeh Dantas
kaOz.Zeh no MOL
@kaOz_Zeh no Twitter

Editada em: 24-04-12 22:39:06 por RandomToken.
 
GAROTOTIC

Lenda
0 Referências
Posts: 5469
Registro: 09/08/06

Postado em: 24/04/12 22:25
Parabéns pela vitória.



Moderador Seção de Fotologs, Reports e Torneios



 
House

Lenda
0 Referências
Posts: 4365
Registro: 19/02/09

Postado em: 24/04/12 22:39
Parabéns Zeh, excelente report.

Agora é só curtir e representar o Brasil em Barcelona!

Editada em: 24-04-12 22:42:42 por House.


 
Shooter

Mago
0 Referências
Posts: 4642
Registro: 29/06/04

Postado em: 24/04/12 23:17
Acho que nunca vi um torneio em que o narrador pega tantos bad matchups, inclusive e principalmente na final. Pra todo mundo que é a favor do #mimimi, leiam esse report e aprendam como braço conta.

Parabéns denovo Zé, agora é nosso dever não decepcionar :)
 
max_barreto

Esquilo
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 5291
Registro: 04/04/07

Postado em: 24/04/12 23:21
Eu nunca erro rs .. Zeh .. tu e o cara do ano rs tenho que se seu empresario rs! rss
 
IsOO

Esquilo
0 Referências
Posts: 119
Registro: 22/03/05

Postado em: 24/04/12 23:36
Parabéns zeh... mereceu msm hehe... msm sem patrocínio e tendo q correr atras das cartas mandou bem de mais
 
melancio_cover

Esquilo
0 Referências
Posts: 608
Registro: 11/06/10

Postado em: 25/04/12 00:15
Muito foda o report! Huahuahua

Omg, haja desespero!

Achei uma ironia do destino muito grande as derrotas por parte das exatas cartas que faltaram pra montar o deck! huahusahu
Maldito Piroclasma español del carajo!

No fim brilhou a estrela, manteve a calma e teve braço!!!

Parabéns, sucesso em Barcelona ;]]
 
koenmah

Esquilo
0 Referências
Posts: 6730
Registro: 23/11/07

Postado em: 25/04/12 01:09
nóis que voa, bruxão!

Era só um Emrakul, mas sempre apareceu pra dar um Hello!

 
Jonais

Rebelde
0 Referências
Posts: 268
Registro: 14/05/06

Postado em: 25/04/12 01:22
Parabéns Zeconha!
Triste ficar ciente de fatos lamentáveis como um jogador do seu nível não ter acesso às cartas, mas ces't la vie!
É nóis em Barça lek!
Abração
 
RandomToken

Esquilo
0 Referências
Posts: 2735
Registro: 03/09/05

Postado em: 25/04/12 02:18
@GAROTOTIC/House/IsOo : Vlw :D

Pois é, bom PTQ repleto dos bad matchups. Ano passado no extended foi um passeio em good matchups e o que não era good, foi mirror. Esse ano? Tudo na base do 2-1, tudo na base do fusoco, tem que ser no desespero né man?
E sim, nosso dever não decepcionar :D


Hahaha tenso né? E imagina eu lá perdendo e pensando "pqp... perdi porcausa da carta que faltou" coisa de nego surtar mesmo haha Vou guardar com muito carinho essa Detonación Ignea uheauheauh
vlw man


Acontece man e faz parte, fez a história ficar mt mais legal diz ae? ueauhea vlw man é nois em Barça!

 
RandomToken

Esquilo
0 Referências
Posts: 2735
Registro: 03/09/05

Postado em: 25/04/12 02:19

uheauheauh Empresário Profeta neles man! o/

Basta um né man? uheauhae apesar que aqui tem muitos jeitos de tutorar mas ainda assim tem que ser 1of pra vir sempre :D

 
Vinnie

Lenda
0 Referências
Posts: 5346
Registro: 16/05/09

Postado em: 25/04/12 07:26
por ser um deck relativamente barato,comparado aos demais do formato,vale a pena o investimento?ou o risco do deck simplesmente sumir é muito grande?

parabéns pelo resultado!
 
Joao_Dannemann

Orc
0 Referências
Posts: 1094
Registro: 30/07/05

Postado em: 25/04/12 07:43
Não preciso nem comentar o QUANTO eu fiquei feliz né irmão?

Essa season Barcelona para mim foi muito especial pois vi dois de meus melhores amigos se realizarem e isso faz de mim realizado!

Fuerza Brasil em Barcelona.
 
HestornDF

Esquilo
0 Referências
Posts: 71
Registro: 22/11/09

Postado em: 25/04/12 09:54
Parabéns cara! Ótimo report e muito bom jogo.
Realmente, puta azar perder no começo pela falta de cartas, mas superou isso com maestria :)
Agora boa sorte!
 
cezchoji

Dragão
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 596
Registro: 01/03/10

Postado em: 25/04/12 10:21
parabens, otimo report e extremamente justa a conquista da vaga.
 
FuZzY_No0b

Esquilo
10 Referências (100.00% positivas)
Posts: 9371
Registro: 05/02/04

Postado em: 25/04/12 10:31
Eu continuo achando errado não jogar de combo, mas se deu certo pra você, então não tem nem o que dizer.

Parabéns pelo resultado, Zeh!
 
Thiago_Lucena

Esquilo
0 Referências
Posts: 464
Registro: 01/01/09

Postado em: 25/04/12 13:17
Tem que ser no desespero Zeh!!!

Parabens brother!
 
MBC

Tritão
0 Referências
Posts: 23820
Registro: 14/06/03

Postado em: 25/04/12 14:02
Eu usei Empty the Warrens no side e por motivos óbvios eu não a subi contra RG, vc viajou na história.
De qualquer jeito, parabéns brother!!!

addbuddy Sayid_the_Lost
@sayid_the_lost (twitter)
Felipe Madeira Alberto



 
sandoiche_13

Urso
0 Referências
Posts: 2086
Registro: 25/10/03

Postado em: 26/04/12 00:54


Nao jogar de combo? Precisa de 3 peças, e a partir dai praticamente tudo são threats gordas, e consegue ganhar de control só ficando parado sem fazer nada (olho de ugin)... fora o impulse G olha 5, queria eu um impulse desses nos meus decks ):


Parabéns ae pela vitória!

 
RandomToken

Esquilo
0 Referências
Posts: 2735
Registro: 03/09/05

Postado em: 26/04/12 17:43
@HestornDF/cezchoji : Vlw :D

S2 Jaum S2

Depende, você vai montar no MOL pra jogar agora ou vai montar o deck IRL?
No MOL os torneios seguem rolando e se vc for jogar os eventos sempre dai vale a pena sim. IRL depende do qt vc vai ter disponibilidade pra jogar o formato. Eu não ficaria surpreso de eventualmente as lands Tron serem banidas no Modern, acho improvável mas possível. Como a maioria das cartas do deck é barata mesmo, se vc for jogar o formato com alguma frequência vale a pena sim ^^


Hm será que minha memória me enganou assim? Ou eu achei q vc descartou um EtW era só outra carda red? hmmmmmmmmm :|