Load or Cast
DECK Vampire / ?
 DECK Vampire / ?
MaximoPoder

Esquilo
0 Referências
Posts: 379
Registro: 23/04/11

Postado em: 05/07/12 08:21

Por favor leia o tópico todo, já expliquei pq não uso isso...

 
ArmySpy

Esquilo
4 Referências (100.00% positivas)
Posts: 327
Registro: 27/06/12

Postado em: 05/07/12 11:07
Ontem fiz mais alguns testes, apenas contra um Mono White kithkin/agro... Apesar de render até certa parte do game, depois do 4/5 turno o W fazia muitos +1, onde as destruições não venciam (logo não tenho destruição em massa no deck atual) e realmente vi a diferença em ter certos cards vermelhos no deck.

Lacerator faz muita diferença.
Não tive tempo de testar com Nocturnus.
Feast for blood me ajudava a aguentar um pouco o jogo, mas em muitas vezes se fosse uma doon blade teria valido mais a pena.

NO final, o deck rendia até o oponente começar a invocar tokens com Honra do puro em campo. Isso inutilizava em muito os Malakir, também o bloodghast (apesar de ter um bom retorno, não deixando as Manas no top deck não ruins)

4 Duress fizeram muita diferença, já que conseguia destruir cartas realmente importantes, enquanto estava no controle. Mas parece que faltavam cartas para ganhar uma vantagem realmente, sendo que por mais que eu matasse uma criatura ou outra, Ranger of neos vinha em campo quebrando.

Até onde vejo, o deck para poder combater, não só este que enfrentei, mas outros agros, vai precisar de destruição em massa. Pensei se seria bom mesclar com Azul, para poder anular o jogo.

Obrigado pela ajuda de todos, sei que deve haver um jeito pra esses vampiros irem pra torneio.
 
malvescastro

Esquilo
20 Referências (100.00% positivas)
Posts: 238
Registro: 13/09/11

Postado em: 05/07/12 11:53
Eu jogo com um deck parecido e de fato uma remoção em massa faz muita falta.

Mas, nos jogos que tive o que mais me complicou foi não ter um hate pra encantamento além de descarte.

Eu costumo colocar uns Bojuka Bogg no side também pra tentar segurar deck que tem muita interação com grave (muito comum onde jogo), não sei se teria uma carta melhor pra isso. O bom delas é que não ocupa slot nas mágicas do deck (que já são poucas). O ruim é realmente ferrar a base de mana.

Vocês têm alguma idéia viável de hate pra artefatos/encantamento e cemitério?
 
BrandonThomaz

Esquilo
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1421
Registro: 14/02/09

Postado em: 05/07/12 13:23
Só algumas considerações:
1 - Bom, resposta pra artefato/encantamento nós vamos encontrar se fizer-mos um splash pra verde e usar-mos:

4 x Maelstrom Pulse
Ou caso o dinheiro esteja curto:
4 x Putrefy

Pra corrigir a base de mana de uma forma mais em conta, temos:
4 x Twilight Mire
4 x Woodland Cemetery

E a forma um pouco mais cara:
4 x Verdant Catacombs
4 x Overgrown Tomb

________________________________________

2 - Nocturnus em monoblack é essencial, pode parecer que não, mas geralmente o jogo finaliza quando ele entra. E outra, não sei se é sorte minha, mas não vejo necessidade de fecths em um deck só de pantanos, acredito que ficar perdendo 1 de vida ao jogar contra outro decks agroos vai atrapalhar muito.
_________________________________________
3 - Deck de vampiro é um deck lento quando comparado aos outros decks tier 1 do formato, então Damnation é indispensável.
_________________________________________
4 - Dark Confidant pode ser testado, como sugerido pelo colega acima, pode ajudar a acelerar muito o jogo.
_________________________________________
5 - Splash pra vermelho:
Terminate - Joga muito bem.
Blightning - Não joga. Testei um tempo atrás, e ele realmente mais atrapalha do que ajuga.
_________________________________________
6 - Aether Vial: Mais atrapalha que ajuda dependendo da lista, só rola usa-lo se tiver no mínimo 12 criaturas do mesmo custo, lembrando que Gatekeeper não conta, certo?. E bom que nesse tipo de lista pode até aproveitar melhor o Dark Confidant.

Acho que nesse caso, ficaria
04 x Criatura custo 1 ou 2
14 x Criatura custo 2
08 x Criatura Custo 3
04 x Frasco
10 x Outras Mágicas
20 x Terrenos.
__________________________________________
7 - Bojuka Bog: Mais ajuda, do que atrapalha, recomendaria sem problemas nenhum.
__________________________________________
8 - Mutavault: Existem jogos que cai como uma luva, mas as vezes faz você se arrepender de ter no deck.
__________________________________________

Bom, essas são algumas conclusões que eu cheguei jogando.
 
Leozoppado

Esquilo
0 Referências
Posts: 8312
Registro: 02/06/12

Postado em: 05/07/12 14:10
Mutavault + Urborg seria interessante ^^

Sem fetch, é melhor jogar sem bloodghasts e trocar Nocturnus por Captivating.
 
BrandonThomaz

Esquilo
1 Referências (100.00% positivas)
Posts: 1421
Registro: 14/02/09

Postado em: 05/07/12 14:43

Sim, sim. Mutavault + Urborg seria interessante.

 
MaximoPoder

Esquilo
0 Referências
Posts: 379
Registro: 23/04/11

Postado em: 06/07/12 21:55
Acho que Fetch land é muito bom, tanto na mono B quando ta Br quanto na Bg, tem uma sinergia muito boa com Bloodghast, 1 de vida em um deck que ganha vida quase sempre que uma criatura morre(Kalastria) n deve ser problema.

Acho que a lista Br tem maior potêncial que a lista Bg, ela dá a possibilidade de lidar com artefatos também, mas disponibiliza de remoções melhores(terminate) isso sem falar do lord Br que da +1+1 e iniciativa.

Remoção em massa acho que tem varias opções, a melhor delas(e mais cara) é Danação, mas também contamos com BSZ e Mutilate, sem falar as que eu n conheço.

Não entendi a parte de trocar nocturnos por cativante se n tiver fetch, e bloodghast continua jogando bem com ou sem fetch(claro que joga melhor com elas)

BoB vale o teste, ja que a curva do deck n é alta, mas n entendo muito a diferença dele pra arena phyrexiana...

Frasco do éter sou a favor do uso também, realmente a curva do deck se estabiliza com a maioria das criaturas na curva 2/3, isso sem falar que deve ajudar a deixar manas abertas para habilidade da kalastria.

Bojuka bog acho que vale a pena sim de side(mana virada pode atrapalhar em main deck), Urborg+Mutavault acho que vale o teste...

 
Adriano_Lopes

Wolverine
0 Referências
Posts: 254
Registro: 29/01/12

Postado em: 07/07/12 00:11
Tenho testado com Bloodghast, Víscera Seer e Blood Artist. Nighthawk, Nocturnus e Blade of the Bloodchief como WC.

O deck é bem rápido, a criatura de maior curva no deck é o Nocturnus, com Sign in Blood fica mais tenso ainda...

Tenho testado com o Pawn of Ulamog, fica bom também, pois as fichas não dependem de outra criatura para serem sacrificadas e ajudam a gerar mana em algumas situações...

O Blood Artist, na minha opinião, é melhor que a Kalastria, pois as criaturas do oponente também passam a te dar vida e causar dano, não só os seus vampiros, e o melhor, sem pagar mana... Deixei 4 Blood Artist e 1 Kalastria apenas...

Coloquei 2 Vereditos de Geth e 3 Go For the Throat.

Colocar 2 Blood Artist na mesa é fatal...

Tem 4 Bojukas, uma Verdant e 2 Marsh Flats, o resto é Swamp...
 
MaximoPoder

Esquilo
0 Referências
Posts: 379
Registro: 23/04/11

Postado em: 07/07/12 23:19
A sei la nao gostei muito da ideia do deck de 4 blood e 1 kalastria só...acho que poderia aproveitar os dois, em uma lista do tipo:
-Kalastria
-Blood artist
-Bloodghast
-Bloodthrone
-Vicera Seer
-Nocturnos/Bloodline
-Blade of Bloodchief
-Verdant catacombs
-Gatekeeper
-Nighthawk
(defina quantidades)
Ai foca a lista em sacrificar suas criaturas pra deixar as outras maiores, qualquer coisa tem o nocturnos/bloodline(ou os dois) como win condition alternativos, isso sem falar do bloodghast que fica na mesa toda hora, e ainda vai ter os crontrols(nesse caso acho que feast of blood n deve entrar mesmo), mas as mass removal tem que ter na lista, pelo menos 4x
 
ronier88

Anjo
9 Referências (100.00% positivas)
Posts: 389
Registro: 28/11/09

Postado em: 08/07/12 01:03
No mono black Nocturnos joga muito para resolver essa parada do topo eu uso tampo no casual não sei se é modern, uso tbm assinar com sangue que muda a carta do topo e ainda compra carta
acho legal a ideia do BR, mas usaria só o lord que da iniciativa que não lembro o nome e terminate assim Nocturnos, continuaria no deck sem perder força.